Posts Tagged 'Nobuo Uematsu'

Final Symphony II: detalhes do programa

finalsymphony21Por Alexei Barros

Anunciado em março, o concerto Final Symphony II, que terá músicas de Final Fantasy V, VIII, IX e XIII, já estava com cinco apresentações marcadas para os meses de agosto e setembro, passando por Alemanha, Inglaterra e Japão. Até então não havia nenhuma informação sobre o programa, mas chegou o momento que aguardava com mais expectativa.

Cada episódio teve quatro faixas reveladas. Evidentemente, haverá outras músicas nas suítes que devem ter de 15 a 20 minutos de duração cada. Como de costume, uma fanfarra original assinada por Jonne Valtonen abrirá o espetáculo. Minhas considerações a respeito de cada uma após o set list:

01. “In a Roundabout Way – Fanfare”
Composição, arranjo e orquestração: Jonne Valtonen

02. Final Fantasy XIII – “Utopia in the Sky”
(“Prelude to Final Fantasy XIII” | “Vanille’s Theme” | “Nautilus” | “Blinded by Light” etc.)
Composição: Masashi Hamauzu
Arranjo: Masashi Hamauzu e Jonne Valtonen

03. Final Fantasy IX – “For the People of Gaia”
(“Vivi’s Theme” | “Hunter Chance” | “Mourning the Sky” | “Assault of the Silver Dragons” etc.)
Composição: Nobuo Uematsu
Arranjo: Roger Wanamo

04. Final Fantasy VIII – “Mono no aware”
(“Don’t be Afraid” | “The Landing” | “Waltz for the Moon” | “The Oath” etc.)
Composição: Nobuo Uematsu
Arranjo: Roger Wanamo

05. Final Fantasy V – “Library of Ancients”
(“Main Theme of Final Fantasy V” | “Lenna’s Theme” | “The Dragon Spreads Its Wings” | “The Evil Lord Exdeath” etc.)
Composição: Nobuo Uematsu
Arranjo: Jonne Valtonen

– Final Fantasy XIII: ainda não houve uma performance de FFXIII que não fosse uma reprodução literal ou então muito similar às músicas do jogo. Ouvir as majestosas composições de Masashi Hamauzu em uma única suíte promete ser um segmento e tanto. Como as faixas já são naturalmente orquestradas, fico curioso para ver como elas serão reinventadas. Por exemplo, a “Vanille’s Theme”, uma das escolhidas, é um solo de piano na trilha original. Será que ela vai continuar assim? O tema de combate “Blinded by Light” era obrigatório. Evidentemente, também gostei da confirmação da belíssima “Prelude to Final Fantasy XIII” e da pomposa “Nautilus”. A mistura de estilos de Masashi Hamauzu e Jonne Valtonen, que arranjaram a suíte, deverá ser bastante interessante.

–  Final Fantasy IX: a trilha do último Final Fantasy para PlayStation é a mais extensa da série, com mais de uma centena de músicas. Logo de cara me chamou a atenção a “Hunter Chance”. A versão do Distant Worlds já era boa, mas com um arranjador mais talentoso como o Roger Wanamo promete ficar melhor ainda. “Mourning the Sky” não era uma música que estava nos meus radares, e sua melodia emocionante merecia ser arranjada para cordas reais. A militar “Assault of the Silver Dragons” e a irreverente “Vivi’s Theme” mostram que esse segmento deve ser bastante eclético.

– Final Fantasy VIII: o tema de combate “Don’t be Afraid” já foi arranjado pelo Shiro Hamaguchi no 20020220, mas sempre é uma boa pedida. “The Oath” também já teve um arranjo orquestral, dessa vez no Tour de Japon. As outras duas, em compensação, jamais foram tocadas em concertos oficiais da série. Não me lembrava da “The Landing”, uma música cuja sintetização não permitia transmitir toda a imponência da composição. “Waltz for the Moon”, a famosa música da CG do baile, promete ser um dos pontos altos da suíte. Embora não tenha sido confirmada, a “Liberi Fatali” deve fazer alguma aparição – em algum arranjo sem coral, já que o concerto terá apenas orquestra.

– Final Fantasy V: já cansei de dizer o quanto aprecio a era SNES na carreira de Nobuo Uematsu e, como não poderia deixar de ser, esse é o segmento que estou com mais expectativa. A “Main Theme” já foi arranjada duas vezes (OGC2 e Tour de Japon), porém não podia ser ignorada dada a sua importância. Acredito ser um dos temas de abertura mais empolgantes da série. Agora… “The Dragon Spreads Its Wings”? Dado o meu histórico com músicas favoritas não arranjadas, não imaginei que essa faixa pudesse ser escolhida. Fantástico! A emotiva “Lenna’s Theme” é um tema que talvez já teria sido arranjado antes se FFV fosse um jogo mais popular. Para fechar, ainda tem a poderosa “The Evil Lord Exdeath”.

[via Spielemusikkonzerte]

Final Symphony ganha Blu-ray de áudio

53591-1435317963Por Alexei Barros

Gravado no Abbey Road Studios com a London Symphony Orchestra, o espetáculo Final Symphony, que já havia sido publicado digitalmente em fevereiro de 2015, enfim receberá lançamento físico. Para comportar mais de 90 minutos de música de FFVI, VII e X arranjadas por Jonne Valtonen, Roger Wanamo e Masashi Hamauzu, o álbum será um Blu-ray de áudio, que garante a qualidade 96 kHz/24 bit e som 5.1. Surround.

Além do disco, o pacote inclui um livreto com informações sobre os arranjos e fotos coloridas de todas as sessões de gravação em Londres – sempre gosto desse tipo de coisa.

Com número de catálogo SQEX-20021, o Blu-ray do Final Symphony será publicado pela Square Enix com lançamento marcado para o dia 16 de setembro no Japão ao preço de ¥ 4.500 (fora as taxas). O álbum também terá uma versão ocidental, com data a ser anunciada.

Para os afortunados espectadores das apresentações do sucessor Final Symphony II em Bonn no dia 29 de agosto e em Londres, em 12 de setembro, há planos de que o Blu-ray já esteja à venda nessas cidades.

[via Spielemusikkonzerte, Square Enix]

 

Press Start 2015: o começo do fim

menu_logoPor Alexei Barros

Mais ou menos nesta época do ano começo a ficar na expectativa por novidades da edição anual do Press Start. Mas preciso me acostumar com a ideia de que isso acontecerá pela última vez. Sim, o Press Start vai acabar. De maneira impressionante, o espetáculo se manteve na ativa durante nove anos, mas a récita de 2015 será a décima e derradeira.

O Press Start 2015 acontecerá em duas apresentações no dia 8 de agosto, com a orquestra e o anfiteatros mais recorrentes durante todo esse tempo: a Kanagawa Philharmonic Orchestra, que tocou em 2008, 2010, 2011 e 2014 no Tokyo Metropolitan Art Space, que sediou o espetáculo em 2009, 2010, 2013 e 2014.

Com esse clima de despedida, os organizadores não parecem ter se esforçado muito para introduzir novidades bombásticas. O set list é baseado em grandes hits dos anos passados e, sem esconder o jogo, todos os segmentos aparentemente foram revelados.

– Super Mario Bros.

ps2015_marioCusto a acreditar que aquele mesmo segmento do Orchestral Game Concert já executado em 2009 e 2013 no próprio Press Start vai aparecer de novo. Apesar dessa repetição, devo ressaltar que a série de concertos foi a que se manteve mais atualizada em relação a novos jogos do Mario, com segmentos de New Super Mario Bros. Wii e Super Mario Galaxy 2, embora tenha faltado o Super Mario 3D Land.

– Oreshika: Tainted Bloodlines

ps2015_oreshikaEssa é a única novidade de fato do programa de 2015, para deixar como lembrança a rapidez com que jogos japoneses apareciam no repertório. Trata-se de um J-RPG lançado para PS Vita que inclusive saiu no Ocidente em março de 2015. Ele é uma sequência do Ore no Shikabane wo Koete Yuke, RPG do PlayStation que já teve seu segmento no Press Start 2009, com a participação da cantora Lioko Kihara.

– Xenoblade Chronicles

ps2015_xenobladeExecutado em 2011 e 2013, o segmento do RPG para Wii até teve uma excelente apresentação própria. Ainda fico me perguntando como vou jogar esse jogo dada a dificuldade para conseguir uma cópia. E lamento que nenhum concerto tocará tão cedo alguma música do sucessor Xenoblade Chronicles X para Wii U, com a trilha de Hiroyuki Sawano – inclusive ainda devo um post sobre isso.

– Mother

ps2015_motherO RPG para Famicom criado por Shigesato Itoi já apareceu no Press Start 2010 e 2013 em um medley com as belas músicas compostas por Keiichi Suzuki e Hirokazu Tanaka. Os japoneses realmente parecem gostar muito do jogo e da trilha, o que não parece ser motivação suficiente para Itoi cogitar fazer um novo título da série.

– The Legend of Zelda

ps2015_zeldaNão está muito claro exatamente qual segmento de Zelda será tocado neste ano, já que a série apareceu em diferentes números ao longo dos anos. A julgar pela imagem do jogo para NES no site, deve ser um arranjo dos mais mastigados com o icônico tema principal assinado por Koji Kondo. Uma pena que com o fim do Press Start, diminuem as chances de aparecer tão cedo um segmento do próximo e aguardadíssimo jogo para Wii U.

– Rhythm Heaven

ps2015_rhythmO público realmente parece gostar desse segmento interativo do jogo de ritmo para Nintendo DS à la Video Games Live já tocado em 2009, 2010 e 2013. Tanto que o jogo seguinte da série, Rhythm Heaven Fever (Wii, 2012) passou batido e o vindouro Rhythm Tengoku: The Best Plus (3DS, 2015) provavelmente teria o mesmo caminho.

– Classical Music Medley

ps2015_classicTrata-se de uma miscelânea com músicas eruditas utilizadas em jogos. Apareceu no Press Start 2011 e sua gravação em áudio chegou a ser disponibilizada para apreciação no site oficial. Mas negligentemente eu não ripei na ocasião e a tiraram do ar. Não era algo fora de série, levando em conta que essas músicas são executadas pelas melhores orquestras do mundo e as transições não eram elaboradas, mas é um registro que se perdeu.

– Final Fantasy VIII

ps2015_ff8Outra novidade… Ou perto disso. Desde a primeira edição, o Press Start sempre teve um segmento da série, mas sempre eram reprises, até que em 2011 o concerto tocou um medley inédito de FFIV. Em 2012, o segmento do FFXI também foi novo. FFVIII nunca tinha aparecido antes no Press Start, e o texto cita as músicas “Eyes On Me” e a “The Man With the Machine Gun”. Apesar de as duas faixas já terem sido arranjadas – a primeira inclusive ganhou uma versão orquestrada no Final Fantasy Orchestral Album -, não existe um único número que inclua as duas, o que me leva a acreditar que se trata de um arranjo novo.

– Legend of Mana

ps2015_seikenA aparição do RPG do PlayStation no Press Start 2012 me surpreendeu na ocasião porque é de uma série deixada de lado pela Square Enix. Resta saber se o medley terá a fantástica “Song of Mana” cantada como na estreia ou instrumental, como na reprise em 2013.

– Chrono Trigger e Cross

ps2015_chronoFalando em Square Enix e em séries escanteadas… Provavelmente, o concerto tocará o mesmo medley executado no Press Start 2010 e 2013. A série também apareceu no Press Start 2008, mas em uma seleção de faixas diferente. Bacana, mas depois do que foi feito no Symphonic Fantasies é difícil que outro arranjo consiga chamar a atenção. Precisa ser muito inusitado, como este medley da Brass Exceed Tokyo.

– Shadow of the Colossus

ps2015_wandaPor incrível que pareça, a trilha magnânima de Kow Otani teve uma aparição única na série, sendo lembrada apenas no Press Start 2007 em um medley bem simples com a  “Revived Power ~ Battle With the Colossus” e a “Grotesque Figures ~ Battle With the Colossus~”. Aproveito a ocasião para soltar um desabafo: ando cansado de ler e ouvi dizer que “jogo X foi inspirado por Shadow of the Colossus” ou “jogo Y tem influências de ICO”. Queria algo direto da fonte, do Fumito Ueda. Puxa vida, Shadow of the Colossus vai comemorar dez anos em 2015. Será que é muito sonhar com The Last Guardian para esta E3 2015 ou é mais fácil eu acreditar no anúncio de um novo console da Sega?

[via PRESS START]

Final Symphony II ganha miniturnê no Japão com a London Symphony Orchestra

Final Symphony II_JapanPor Alexei Barros

Não é a novidade que as produções da Merregnon Studios vêm invadindo o Japão, como as apresentações do Symphonic Fantasies (2012) e Final Symphony (2014) em Tóquio. Com o anúncio do Final Symphony II, concerto com músicas dos episódios V, VIII, IX e XIII de Final Fantasy, seria de esperar que esse espetáculo também aparecesse no Japão. Mas não da forma como vai acontecer.

No total, serão três apresentações do Final Symphony II na Terra do Sol Nascente: uma no Festival Hall em Osaka no dia 27 de setembro e duas no Minato Mirai Hall em Yokohama em 4 de outubro. A novidade é que, em vez de usar orquestras locais, esse trio de concertos terá a performance da renomada London Symphony Orchestra, que também vai executar essa récita em Londres, dia 12 de setembro. Nunca um concerto de games japonês teve a performance de uma orquestra ocidental, e os espetáculos no Japão serão promovidos pela KAJIMOTO, uma das maiores empresas nipônicas na área de gerência de música erudita.

Faltou comentar por aqui também que a première do Final Symphony II acontecerá no dia 29 de agosto no Beethovenhalle em Bonn, Alemanha, com a atuação da Beethoven Orchestra. Todas as apresentações terão a regência do maestro Eckehard Stier; o pianista Slava Sidorenko tocará em Londres e nas demais Mischa Cheung, do grupo instrumental Spark, será o pianista. Nobuo Uematsu e Masashi Hamauzu também estarão presentes em todas essas ocasiões, com exceção da première mundial, que só contará com Hamauzu.

Com tantas apresentações assim, fico na expectativa se alguma delas vai originar algum CD ou se o álbum do concerto será gravado em estúdio como o primeiro Final Symphony. Mesmo após o anúncio do sucessor, esse concerto não foi esquecido e ganhará uma nova apresentação no Concertgebouw em Amsterdã, com a Netherlands Philharmonic Orchestra no dia 7 de maio de 2016.

[via Spielemusikkonzerte]

Press Start Paris: report in loco do primeiro concerto da série na Europa

IMG_4479
Por Alexei Barros

Sempre imaginei o Press Start como um concerto restrito ao Japão, com uma ou duas apresentações anuais e olhe lá. No dia 11 de abril, no entanto, o espetáculo deu sinais de expansão, com duas performances no La Mutualité em Paris, França, conforme anunciado no Press Start 2014. Antes disso, somente a China havia recebido o concerto em 2007 e 2008. Portanto, pela primeira vez o Press Start aterrissou no continente europeu. Para sorte dos presentes, Yasunori Mitsuda, Yoko Shimomura e Nobuo Uematsu estiveram na ocasião.

O repertório do Press Start é notório pela diversidade de jogos. A quantidade de companhias representadas no set list foi bem limitada na apresentação em Paris: Square Enix, Nintendo, Level 5 e Konami. Isso pode deixar a impressão de que faltou variedade no programa, mas não chega a ser um problema quando essas quatro empresas possuem uma grande variedade de franquias com ampla tradição musical. Chrono, Xenogears, Final Fantasy, Kingdom Hearts pelo lado da Square Enix; e Zelda, Mario, Super Smash Bros. no que diz respeito à Nintendo.

DSCF0183Também foram executados três medleys temáticos; o “Famicom (NES) Medley” foi alterado em relação ao Press Start 2009 e 2010 para incluir somente jogos da Nintendo ou Konami; o “Classical Music Medley”, originalmente tocado no Press Start 2011; e o “Puzzle Game Medley”, que também tem algumas diferenças se comparado com a miscelânea do Press Start 2006 , como a exclusão de  Meteos e Panel de Pon. Curiosamente, esse medley contém músicas de Columns e Puyo Puyo, jogos relacionados diretamente com a Sega, mas no encarte consta apenas a marca registrada da Nintendo.

Também vale destacar os números de Professor Layton and the Curious Village (direto do Press Start 2008), cuja sonoridade tem tudo a ver com a Europa, e Castlevania, com um medley compacto e supremo do Press Start 2007. Em relação à performance, não houve coral nem solistas, apenas a orquestra com pouco mais de 60 integrantes.

Se este fosse um post convencional, minhas impressões sobre o Press Start Paris acabariam aqui. Porém, para minha surpresa, o Acid, que escreveu aquela biografia do Yuzo Koshiro que serviu de base para praticamente todos os artigos sobre o compositor, não só viu o concerto in loco, como ainda teve a bondade de compartilhar fotos e permitir que eu reproduzisse o seu relato no Hadouken! Imagino como deve ter sido a experiência descrita pelo Acid – melhor que isso só se o Koshirão também estivesse por lá.

Foram feitos alguns registros em vídeo e, por ora, este foi o melhor que encontrei, com excertos de Xenogears, Zelda, Super Mario Galaxy e “Zanarkand”.

Clicando nos links do “Ato I” e “Ato II” é possível ver as fotos do programa. Depois do set list detalhado com links para as faixas originais, o report do Acid.

Ato I
01. Chrono Trigger & Chrono Cross Medley 2010: “A Premonition” ~ “Chrono Trigger” ~ “Wind Scene” ~ “Frog’s Theme” ~ “Decisive Battle with Magus” ~ “Epilogue ~ To Beloved Friends” (Chrono Trigger) ~ “Frozen Flame” ~ “Marbule: Home” ~ “Scars of Time” (Chrono Cross)
02. Xenogears: “Knight of Fire” ~ “In a Prison of Peace and Regret” ~ “Flight”
03. The Legend of Zelda Medley 2006: “Title” (The Legend of Zelda) ~ “Dark World” (The Legend of Zelda: A Link to the Past) ~ “Zelda’s Theme” ~ “Overworld” (The Legend of Zelda: Ocarina of Time) ~ “Title” (The Legend of Zelda)
04. Super Mario Galaxy 2008: “Overture” ~ “Chico” ~ “Egg Planet” ~ “Wind Garden”
05. Final Fantasy X: “Zanarkand”
06. Professor Layton and the Curious Village: “Puzzle” ~ “Professor Layton’s Theme”
07. Famicom (NES) Medley: “Overworld” (Super Mario Bros.) ~ “Operation Intrude N313″ ~ “Theme of Tara” (Metal Gear) ~ Yie Ar Kung-Fu ~ “Reaper Theme” ~ “Game Over” (Kid Icarus) ~ “Fever” (Dr. Mario)
~ “Starker (tower BGM)” (Castlevania) ~ “Title” (Zelda II: The Adventure of Link) ~ “Title” (The Legend of Zelda) ~ “Start-up Theme” (Disk System Theme)

Ato II
08. Classical Music Medley:
– Beethoven: “Symphony No. 5: First movement”
– Mozart: “Eine kleine Nachtmusik”
– Bizet: “L’Arlésienne”
– Meacham: “American Patrol”
– J.S. Bach: “Toccata and Fugue in D minor, BWV 565″
– Mozart: “Requiem in D Minor K.626 Dies Irae”
– Bizet: “Carmen: Prelude Act 1″
– Chopin: “Piano Sonata No. 2: Marche funèbre”
– Mendelssohn: “A Midsummer Night’s Dream”
– Schubert: “Military March”
– Tchaikovsky: “Piano Concerto No. 1 in B-flat minor”
– Wagner: “Ride of the Valkyries”
– Offenbach: “Orpheus in the Underworld: Overture”
– Beethoven: “Symphony No. 9 (choral): Fourth movement”
– Tchaikovsky: “The Nutcraker: March”
– Rossini: “William Tell Overture”
09. Puzzle Game Medley: “Fever” (Dr. Mario) ~ “Tokoton” (Puyo Puyo) ~ “Clotho” (Columns) ~ “Korobuchika” (Tetris – Game Boy) ~ “Chill” (Dr. Mario) ~ “It’s a been a long time since we passed through space! (Arles theme)” (Puyo Puyo) ~ “Technotris” (Tetris – NES, Bullet Proof Software) ~ “Game Over” ~ “Troika” (Tetris – arcade)
10. Super Smash Bros. Medley: “Jungle Level” (Donkey Kong Country) ~ “Tortimer Island Medley” (Animal Crossing: New Leaf) ~ “Battle! (Trainer Battle)” (Pokémon X e Y) ~ “Theme of Samus Aran, Space Warrior” (Super Metroid) ~ “Dark Pit’s Theme” (Kid Icarus: Uprising)
11. Akumajou Dracula Medley (Castlevania): “Prologue” ~ “Vampire Killer” (Castlevania) ~ “Bloody Tears” (Castlevania II: Simon’s Quest) ~ “Prelude” ~ “Beginning” ~ “Clockwork” (Castlevania III: Dracula’s Curse) ~ “Bloodlines” (Castlevania: Rondo of Blood) ~ “Ending” (Castlevania III: Dracula’s Curse)
12. Kingdom Hearts: “Hikari”“Dearly Beloved” ~ “Fragments of Sorrow” ~ “Traverse Town”
13. Super Mario Bros.: “Overworld” ~ “Underwater” ~ “Underworld” ~ “Overworld”
14. Final Fantasy: “Main Theme”
Continue lendo ‘Press Start Paris: report in loco do primeiro concerto da série na Europa’

Final Symphony II anunciado com músicas de Final Fantasy V, VIII, IX e XIII

finalsymphony21Por Alexei Barros

Por esta eu realmente não esperava: Final Symphony II. Enquanto ainda estamos absorvendo o banquete musical do álbum do Final Symphony, já foi anunciado seu sucessor para o dia 12 de setembro de 2015, com a produção de Thomas Boecker e arranjos de Jonne Valtonen, Roger Wanamo e Masashi Hamauzu. O encarte do Symphonic Legends em Londres havia sugerido uma nova apresentação de game music e ontem foi prometido que aconteceria o anúncio. Mas, de novo, essa revelação me pegou de surpresa.

Enquanto o predecessor homenageava as músicas de Final Fantasy VI, VII e X, desta vez os capítulos escolhidos para terem as faixas arranjadas são quatro: FFV, VIII, IX e XIII. Há um imenso terreno a ser explorado por Valtonen e Wanamo, já que, com exceção do FFV, os demais jogos ainda não tinham aparecido no Symphonic Fantasies ou Symphonic Odysseys.

Embora tenha ficado triste com o esquecimento do FFIV, a trilha do FFV me empolga sobremaneira por ter sido feita em um período de grande inspiração do Nobuo Uematsu e que foi lembrada raras vezes nos concertos da série. Também estou na expectativa por FFXIII, já que a trilha original do Masashi Hamauzu está, a meu ver, entre as melhores da série. Inclusive o próprio compositor será o responsável pelo arranjo. Como o primeiro Final Symphony em Londres, o concerto terá performance da London Symphony Orchestra e regência do maestro Eckehard Stier. É interessante notar que, como antes, não haverá coral. A novidade será o ucraniano Slava Sidorenko no piano, substituindo a Katharina Treutler.

Aos interessados, os ingressos estarão à venda a partir do dia 20 de março. Antes do concerto, Nobuo Uematsu vai responder questões do público em um bate-papo que exige ingressos à parte do espetáculo e que também estarão à venda na mesma data.

[via Spielemusikkonzerte]

Interview with Thomas Boecker, game concert producer in Germany (part 2 of 2)

e03afec4b50d36e9e2d69091107993cfBy Alexei Barros

Finally the day has come! Today happens the worldwide digital release of Final Symphony on iTunes. The album contains 94 minutes of music from Final Fantasy VI, VII and X recorded at Abbey Road Studios with performance by London Symphony Orchestra with arrangements by Jonne Valtonen, Roger Wanamo and Masashi Hamauzu.

Surprisingly, the track list brings some new features compared to the set list of the first concert in Germany back in 2013. In the second part of the interview, producer Thomas Boecker answered these and other questions for Hadouken, which brings also more curiosities and discusses the viability of other concerts (including a concert with Yuzo Koshiro’s music!).

Track list:
01 Fantasy Overture (Circle within a Circle within a Circle)
02 Final Fantasy VI (Symphonic Poem: Born with the Gift of Magic)
03 Final Fantasy X (Piano Concerto)
04 Encore: Final Fantasy X (Suteki Da Ne)
05 Final Fantasy VII (Symphony in Three Movements)
06 Encore: Final Fantasy VII (Continue?)
07 Encore: Final Fantasy Series (Fight, Fight, Fight!)
Continue lendo ‘Interview with Thomas Boecker, game concert producer in Germany (part 2 of 2)’


RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr brawlalliance_banner_copy

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.598 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: