Archive for the 'Adventure' Category

Finalistas do Indie Game Challenge: The Dream Machine

Por Gustavo Hitzschky

Eu não tenho o direito de escrever sobre videogames. Admito. Possuo um vão na minha formação gamística que muitos de vocês considerarão imperdoável, e talvez não lhes tire a razão: jamais cheguei a terminar um adventure clássico point & click – concluí alguns capítulos das incursões mais recentes de Sam & Max, o que pelo menos ameniza um pouco (um pouco) a constatação.

Tudo bem, ainda não foi dessa vez que encarei The Dig, Full Throttle ou Maniac Mansion, mas pelo menos é um point & click. Prosseguindo com as críticas dos jogos finalistas do Indie Game Challenge, me aventurei pelos três capítulos lançados até aqui de The Dream Machine. Vamos lá.

Continuar lendo ‘Finalistas do Indie Game Challenge: The Dream Machine’

“Humans are our oppressors! They made us use these sneakers!”

tentacle_1_nombre

Por Claudio Prandoni

Vamos em frente que ainda há mais calçados para adornar nossos pés gamers adventureiros que apontam e clicam.

Um adorável par de tênis pintado à mão e temático do fantástico Day of the Tentacle, da LucasArts (aliás, mais um que um dia ainda preciso terminar). Novamente um trabalho da madrilenha Maya Plisetskaya, a mesma moça do tênis do Monkey Island.

“My name is Guybrush Threepwood and I’m a mighty… sneakers!?”

zapatillas_2

Por Claudio Prandoni

Deve ser algum tipo de alinhamento bizarro de corpos celestes: tem acontecido uma verdadeira profusão de calçados gamers!

Tanto que mal tenho dado conta de publicá-los todos por aqui. Mas vamos lá, hei de suceder na tarefa de trazê-los todos ao público, sem pudor, censura ou um mínimo de noção de ridículo.

Palavras fortes para este belo espécime que ilustra o post. A moça espanhola madrilenha Maya Plisetskaya levou um final de semana inteiro pintando este par de calçados que homenageia os primórdios da série Monkey Island. Exatamente aqui dá para conferir o passo a passo da empreitada.

Certeza que o Sira quer um.

Agradecimentos mais do que devidos e direcionados ao amigo Lucas Silva e Silva Patrício do site/blog/GoLuck.

Haja puzzle: Professor Layton retorna ao ensino fundamental em nova trilogia


Por Alexei Barros

Enquanto eu mal dei conta do primeiro da série, a Level-5 me apronta essa. Para você se situar: se nos EUA saiu apenas Professor Layton and the Curious Village, no Japão já chegaram as continuações Professor Layton and Pandora’s Box e Professor Layton and the Last Time Travel. Como ainda não foi confirmada a localização norte-americana, estou me contentando e ficando maravilhado com as trilhas sonoras. Contudo, por meio da Famitsu, o estúdio revelou não só o próximo jogo, como confirmou que haverá uma trilogia nova para DS!

O capítulo seguinte, Professor Layton and the Devil’s Flute, será uma prequel de Curious Village e mostrará como Professor Layton e Luke se conheceram. Pouco fantástico. O detalhe é que Luke aparecerá como um mero infante, uma topeirinha, por assim dizer. Nessa história, Luquinha ajudará Layton a desvendar o mistério de um monstro que destruiu a vila. Sai no final do ano no Japão. Pois é, se somarmos tudo falta conhecermos uns 500 puzzles …

[via Kotaku]

9th Circle Report: Ambrogio

model-1amb ambroggio_eric

Por Claudio Prandoni

Atualização rápida e nova artwork/informação sobre o adventure 9th Circle, em produção pela equipe brasileira Ignis Factum, liderada pelo Marcus Oliveira – do Blogeek e agora também do Pulo-Duplo.

O honorável senhor aí das imagens é Ambrogio, Padre Ambrogio. Vulgo protagonista da aventura que vai apontar e clicar com você pelos nove círculos da morada virtual do capeta.

Aqui em dois visuais: careca, por Yonami, e cabelo longo, por Eric – dois dos artistas envolvidos na empreitada. Obviamente, as mudanças de estilo vão muito além da presença ou não de madeixas!

Não custa recordar o basicão: trata-se um adventure tradicional aponte-e-clique chamado 9th Circle cuja trama é inspirada no inferno criado pelo escritor Dante Alighieri no livro A Divina Comédia.

Por ora o lançamento está programado apenas para PC e se tudo der certo o site oficial já entra no ar no final deste mês de fevereiro.

Qual estilo vocês preferem? Confesso que pendo mais para o careca cartunizado.

Ah, de brinde, arte conceitual do portão malvado do Inferno pelo qual os Cavaleiros do Zodíaco tiveram de passar.

portadoinferno_eric

Artwork do dia: Boxart de Snatcher SD

qpsl1ibxpjl663szdahhrltjo1_500

Por Claudio Prandoni

Uma verdadeira pérola do Box Art. Um jogo cult, ainda que neste caso sem muito objetivo, já que basicamente é uma versão açucarada e fofinha do clássico adventure cyberpunk de Kojima Hideo-sensei.

Pontos extras e um cacho de bananas de platina para os adoráveis e detalhados bonecos SD dos protagonistas.

Nova arte e música de 9th Circle, adventure brasileiro sobre o inferno de Dante

imgp5187a

Por Claudio Prandoni

Lembra do projeto do Marcus Oliveira, do Blogeek, de fazer um adventure inspirado no inferno criado pelo escritor Dante Alighieri no livro A Divina Comédia?

Pois bem, a Electronic Arts farejou o sucesso e já vai criar um game ação lindo, divertido e acéfalo. Mas isso não impede o Marcão de continuar na empreitada. Aliás, ele já arranjou um bando de gente competente que acredita na idéia e o game segue de vento em popa.

E é justamente as novidades que vim comentar aqui com exclusividade. O jogo se chamará oficialmente 9th Circle e se tudo der certo o site oficial já entra no ar no final de fevereiro.

A imagem acima? É uma das suicidas que habita o anel central do Sétimo Círculo do além. Mais especificamente, a guria aí será a Julieta da clássica peça de tetro Romeu e Julieta de William Shakespeare. De fato, a arte, de autoria de Renata Raikka, ainda está incompleta, visto que a idéia é colocar Romeu grudado nela.

Por fim, um excerto musical também. Trata-se da faixa que embalará o encontro com Lúcifer. A autoria é de Bruno Silva.

9th Circle – “Lucifer”

Por ora o lançamento está programado apenas para PC, mas por que não sonharmos também em edições para Wii, DS, Xbox 360…

Literatura Gamer: Versão demo de Rogue Leaders – The Story of LucasArts

habitatcoverPor Claudio Prandoni

Lembra deste livro aqui? Uma promissora publicação de luxo com toda a história da LucasArts, incluindo até revelações sobre games nunca antes revelados.

Pois bem, promessa é dívida e o pessoal do site Gamasutra confirmou isso ao ler e disponibilizar na íntegra um dos capítulos do livro! O excerto trata exatamente de Habitat, software para Commodore 64 que seria uma espécie de mundo virtual online, pelo qual os jogadores poderiam interagir, conversar e tal.

Isso, tipo um Second Life, só que em 1985! Impressionante, no mínimo.

A história completa dessa rara raridade você confere clicando exatamente aqui.

Literatura Gamer: LucasArts Point-and-Click Edition

rogueleaders1

Por Claudio Prandoni

Assim não pode, assim não dá. Não bastasse o caleidoscópio quase infinito de bons jogos saindo para todas as plataformas, já torrei uma boa grana com livros de games fantásticos nesta temporada de 2008.

Todavia, as tentações do jardim digital dos jogos eletrônicos não páram. A LucasArts anunciou hoje em parceria com a editora Chronicle Books o livro Rogue Leaders: The Story of LucasArts, obra de 256 páginas, capa dura e cerca de 300 imagens coloridas. Autoria de Rob Smith, com bênção de Jorginho George Lucas, que assina o prefácio.

O assunto: a história da LucasArts, com foco específico e ampliado no perído fértil de adventures aponte-e-clique, tão marcante e lembrado com saudade extrema pelos aficionados no gênero. As imagens englobam ilustrações promocionais, rascunhos e artes conceituais de séries chatas como Monkey Island, Grim Fandango, Indiana Jones, Star Wars: Knights of the Old Republic e até mesmo de games nunca antes revelados ao público.

Ainda não tem data para sair, mas vai sair caro: 60 dólares verdinhos norte-americanos. E confesso que pelo site oficial do livro não entendi se haverá quatro capas, mas todas são bacanas e não deixa de ser um item obrigatório, mesmo que tenha de esperar uma mega liquidação relâmpago.

Flower, Sun and Rain are almost belong to us

Por Claudio Prandoni

Só para registrar e não deixar passar 100% batido pela macacada aqui do Hadouken: creio que o truta Suda 51 acompanha nosso blog de vez em quando.

Lembre-se comigo disto aqui. À época, chorei a presença exclusivamente nipônica de tentadores adventures exclusivos para Nintendo DS, entre eles Flower, Sun and Rain: Unending Paradise. O remake de um jogo originalmente lançado para PS2 há sete anos até então não tinha sequer a mínima possibilidade de debutar por aqui.

Porém, compadecido de nós, Suda parece ter mexido alguns pauzinhos. A publisher Rising Star Games anunciou que lançará o adventure em território europeu em outubro deste ano mesmo – vulgo daqui a pouquinho.

O curioso é que nada se falou sobre chegar à América, algo muito mais fácil visto que exige somente tradução para inglês, não como no Velho Mundo em que geralmente se adapta para inglês britânico, espanhol, francês, alemão e italiano.

De qualquer maneira, já se configura como uma oportunidade de experimentarmos mais uma obra deste fantástico game designer, do qual até hoje só fomos agraciados por aqui com Killer 7 e No More Heroes.

Para celebrar, logo acima o vídeo de abertura do jogo em versão original para PS2 – a de DS é igual, mas em baixa resolução.


RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr bannerlateral_consolesonoro bannerlateral_zeebobrasil bannerlateral_snk-neofighters brawlalliance_banner_copy
hadoukeninenglish hadoukenenespanol hadoukenenfrancais hadoukeninitaliano hadoukenindeutscher hadoukenjapones

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.513 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: