Archive for the 'Soundtrack Cologne – East meets West' Category

“Ruby’s Theme” – Unlimited Saga (Soundtrack Cologne – East meets West)


Por Alexei Barros

Apesar do vasto legado musical, a série SaGa costuma ser deixada de lado nos concertos como sua popularidade é mais restrita ao Japão. O problema é que até as apresentações nipônicas oficiais não se esforçam muito para melhorar essa panorama, com exceção de Romancing SaGa no Press Start 2006. Ironicamente, mesmo a série não sendo das mais conhecidas na Europa, são os espetáculos alemães que compensam isso, com SaGa Frontier II no Fifth Symphonic Game Music Concert (2007),  Makai Toushi SaGa e SaGa 2: Hihou Densetsu (ou The Final Fantasy Legend e Final Fantasy Legend II) no Symphonic Odysseys (2011) e essa performance de Unlimited Saga no Soundtrack Cologne – East meets West (2012).

Nunca tive a oportunidade de jogar, mas, a julgar pelas análises, Unlimited Saga não é um RPG dos mais memoráveis. Lamento que o Masashi Hamauzu tenha criado uma trilha magnífica para um jogo tão criticado, o que diminuiria sensivelmente as chances de ouvir as músicas em uma apresentação. Por tudo isso, é um acontecimento incomum a lembrança de Unlimited Saga em um concerto ocidental.

Como o título jamais havia sido tocado, imaginei que, para começar, a escolha natural seria a faixa mais representativa, a “Unlimited Saga: Overture”, que já é originalmente orquestrada no jogo (por sinal, pelo Shiro Hamaguchi, que inclusive estudou com o Hamauzu na Tokyo University of the Arts). Em vez disso, a seleção vai além do senso comum com um tema de personagem, a encantadora “Ruby’s Theme”, que, embora não tenha performance de instrumentos reais na trilha, apresenta timbres convincentes.

De maneira geral, o arranjo do Roger Wanamo preserva a instrumentação e delicadeza da composição, mas com uma orquestração mais rica e refinada, que explora com maestria as cordas. Como a releitura tem o dobro de duração da faixa original, há espaço para as variações e diferentes participações dos instrumentos (como os breves solos de clarinete e flauta), além de um desfecho adequado para a peça executada pela WDR Radio Orchestra Cologne. O concerto foi transmitido via rádio, portanto a qualidade da gravação está plenamente apreciável.

“Ruby’s Theme”
Original: “Ruby’s Theme”

“Turrican II – Anthology Suite” – Turrican II: The Final Fight (Soundtrack Cologne – East meets West)


Por Alexei Barros

Nas cinco edições da série Symphonic Game Music Concert, em cada uma delas houve pelo menos um segmento com músicas de Chris Huelsbeck, e a série que mais lembranças recebeu foi Turrican, em especial o segundo jogo. Para completar, quando foi a vez do compositor alemão ser homenageado no espetáculo Symphonic Shades, o Turrican II ganhou um concerto para piano que é uma das grandes obras-primas do arranjador Jonne Valtonen.

Para quem não conhece o jogo, é natural pensar que já estava de bom tamanho tantas performances, mas não foi nenhuma surpresa saber que o Turrican II ganhou uma inédita e bem-vinda releitura para o Soundtrack Cologne – East meets West. O mais bacana é que esse novo arranjo ficou sob os auspícios do Roger Wanamo, que ainda não fazia parte da equipe do Merregnon Studios na época do Symphonic Shades (sua estreia seria no Symphonic Fantasies, na suíte do Chrono). Com isso, o finlandês construiu uma suíte de 11 minutos com vários temas do Turrican II como veremos mais detalhadamente a seguir.

Para um início pomposo, foi perfeita a escolha da “Concerto for Lasers and Enemies” (tema da primeira das três fases de navinha do jogo, a 3-1). O brilho dos metais dão todo o clima John Williams que o tema tem direito. Logo aos 1:10, há uma competente transição para o “The Final Fight” (da tela-título), o tema que Valtonen usou em todo o concerto para piano. Esse trecho explora as cordas e, diferentemente do Symphonic Shades, também faz uso do coral, dando uma sensação bem diferente de outros arranjos do Turrican já feitos. Em meio ao pizzicato dos violinos, há um solo de clarinete bem inesperado, enquanto o coro cria um clima sombrio e imponente. Depois de explorar muito bem esse tema, a viagem vai para a introspectiva “The Great Bath” (ela toca apenas nas áreas aquáticas da fase 2-1). Depois de uma pausa para pensar, o coral entoa a melodia a capella em um momento de pura inspiração, e pouco depois a orquestra se junta em plena harmonia. Aos 8:00, a “Concerto for Lasers and Enemies” retorna brevemente para fazer a ponte até surgir, aos 8:20, a “Freedom” (tema dos créditos), orquestrada pela primeira vez. Em uma bela participação do coral, a melodia genial da música é tocada de maneira magnífica, terminando com o regresso da “The Final Fight” aos 9:47.

Pode parecer brincadeira, mas ainda não acho que o segmento tenha encerrado a cota de músicas do Turrican II que deviam ser orquestradas no meu entendimento. Um dia ainda queria ouvir a surpreendente “Traps” (da fase 1-2) e a envolvente “The Hero” (tela de hi-score), para citar apenas as composições do Turrican II. Se abrirmos para a série toda, a “Wormland”, do Super Turrican 2 é outra indispensável.

“Turrican II – Anthology Suite”
Originais: “Concerto for Lasers and Enemies” ~ “The Final Fight” ~ “The Great Bath” ~ “Concerto for Lasers and Enemies” ~ “Freedom” ~ “The Final Fight”

“Toward the Celestial Sphere” – Star Fox e Star Fox 64 (Soundtrack Cologne – East meets West)


Por Alexei Barros

Sempre dedico longos posts aos concertos realizados na Alemanha, mas acabei não falando ainda do Soundtrack Cologne – East meets West, realizado em novembro de 2012. Como alguns números são reprises que eu comentei em outras oportunidades, preferi pinçar os segmentos mais interessantes da transmissão do rádio para comentá-los em posts avulsos, assim ninguém precisará ler quilômetros de texto de uma só vez.

E eu começo… pelo começo, com a música de abertura, “Toward the Celestial Sphere”, arranjada por Jonne Valtonen. A partitura havia sido originalmente preparada para o concerto LEGENDS, apresentado na Suécia em 2011, que não teve transmissão ao vivo e contou com poucas gravações amadoras em vídeo. No caso, o espetáculo foi uma revisão do Symphonic Legends com a substituição de alguns segmentos. Um dos números alterados foi justamente o do Star Fox.

No Symphonic Legends, o arranjo “Star Fox (Space Suite)” do Shiro Hamaguchi foi um dos destaques do concerto, com a participação celestial do coral State Choir Latvija, cantando em latim – o trecho da “BGM (Corneria)” é especialmente arrepiante. Por isso, chama a atenção que esse medley tão magnifíco tenha sido trocado pela “Toward the Celestial Sphere” no LEGENDS. De qualquer forma, a versão do Jonne Valtonen ganhou uma nova abordagem, porque o número serviu também como fanfarra de abertura – tanto no LEGENDS como no East Meets West.

Em diversas oportunidades, Valtonen pegou inspiração em John Williams e mais do que nunca essa influência pode ser percebida nesse segmento do Star “Wars” Fox. O uso dos metais na abertura na “Opening” do Star Fox 64 é um belo exemplo disso, impressão reforçada pela entrada majestosa das cordas. Em seguida, o trecho da “BGM (Corneria)” é uma bela viagem espacial que alterna entre momentos de ação e um pouco de observação dos arredores, e você de fato se sente no comando da Starwing em um confronto estelar – provavelmente com uma Estrela da Morte ali perto, se é que você me entende. Fechando o arco, há uma nova interpretação da “Opening”, passando a sensação de dever cumprido. É um arranjo belíssimo, épico, mas ainda prefiro o coral imbatível da versão do Hamaguchi. Sorte a nossa de poder apreciar dois arranjos tão bons em pouco tempo, ainda que com a seleção similar de faixas.

“Toward the Celestial Sphere”
Originais: “Opening” (Star Fox 64) ~ “BGM (Corneria)” (Star Fox) ~ “Opening” (Star Fox 64)

P.S.: Falando em Star Fox, é uma pena que provavelmente nunca haverá um arranjo orquestral com as músicas do Star Fox 2, jogo que seria lançado para SNES, mas a Nintendo cancelou para privilegiar o advento do Star Fox 64. Há músicas inspiradíssimas, como da tela-título e dos créditos que tem timbres orquestrais e combinariam muito com esse tipo de arranjo.

Lembrete: Soundtrack Cologne – East meets West via rádio, às 17h05, neste sábado, dia 24/11

Por Alexei Barros

Agora sim: se você estiver à toa neste sábado, há um bom motivo para permanecer em frente ao computador às 17h05, dia 24 de novembro: o concerto Soundtrack Cologne – East meets West, realizado sábado passado na Alemanha, será transmitido, agora para todo ao mundo, pela internet via rádio. Aapresentação traz 12 segmentos interpretados pela WDR Radio Orchestra Cologne e o WDR Radio Choir Cologne sob a regência de Wayne Marshall e piano de Benyamin Nuss.

O programa conta com reprises de espetáculos alemães do ano passado, como a suíte no piano de Final Fantasy. Enfim vai dar para ouvir o arranjo “Toward the Celestial Sphere” do Star Fox, originalmente mostrado no LEGENDS. Também há novidades promissoras, como Xenogears e Unlimited SaGa, além de um novo arranjo do clássico Turrican II.

A maioria dos arranjos, como discriminado abaixo, é do time de finlandeses do Merregnon Studios e os demais são feitos pelos próprios compositores. Esteve presente um bom número de convidados: Austin Wintory, Laura Karpman, Chris Huelsbeck, Masashi Hamauzu, Richard Jacques, Jonne Valtonen e o Roger Wanamo.

Set list:

01. Star Fox e Star Fox 64 – Toward the Celestial Sphere (arr. Jonne Valtonen)
02. EverQuest II – Thundering Steppes
03. James Bond 007: Blood Stone – Athens Harbour Chase
04. Journey – Apotheosis
05. Final Fantasy – Concerto for Piano and Orchestra (arr. Roger Wanamo)

Intervalo

06. Xenogears – Suite (arr. Roger Wanamo)
07. Unlimited Saga – Ruby‘s Theme (arr. Roger Wanamo)
08. Gothic 3 – Suite
09. The Legend of Zelda: Twilight Princess – Light Spirit (arr. Jonne Valtonen)
10. Turrican II – Anthology Suite (arr. Roger Wanamo)

Bis 1: East Meets West – Anthem of Merregnon (composição e arranjo de Jonne Valtonen)
Bis 2: The Great Giana Sisters (arr. Jonne Valtonen)

O link da transmissão em áudio do concerto, que começará às 17h05 no horário de Brasília, pode ser conferido aqui.

[via WDR]

Soundtrack Cologne – East meets West: o set list completo do concerto


Por Alexei Barros

Já estava chegando a hora! Dia 16 de novembro, mais conhecido como sexta-feira que vem, acontecerá em Colônia, Alemanha, o concerto Soundtrack Cologne – East meets West. Como o nome já informa, o mote do espetáculo no Funkhaus Wallrafplatz é a mistura no programa de composições de japoneses e ocidentais, mostrando a diferença dessas duas escolas de game music. Haverá duas apresentações, uma às 17h locais e o outro às 20h, sendo que a segunda será transmitida pela internet em áudio no próximo sábado, dia 24 de novembro.

Alguns números já sabíamos de antemão: Journey, Turrican II: The Final Fight, Xenogears e Unlimited SaGa, além das reprises de “Final Fantasy – Concerto for Piano and Orchestra” (do Symphonic Odysseys, com Benyamin Nuss no piano), Star Fox e The Legend of Zelda: Twilight Princess (ambos do LEGENDS). Dois dos demais segmentos não comentados aqui também são repetecos: EverQuest II, MMORPG com trilha da Laura Karpman, e Gothic 3, RPG de ação alemão da desenvolvedora Piranha Bytes; o primeiro reprise do Second Symphonic Game Music Concert (2004) e o outro do Fourth Symphonic Game Music Concert (2006). Fechando a conta, a maior surpresa é a espetacular “Athens Harbour Chase” do James Bond 007: Blood Stone. Provavelmente a música é melhor que o jogo inteiro do tanto que falam mal da obra de despedida da Bizarre Creations. E a faixa é de autoria do Richard Jacques ainda por cima. Com um filme do 007 atualmente nos cinemas, o 007 – Operação Skyfall, e a efeméride dos 50 anos do primeiro filme, 007 Contra o Satânico Dr. No, a escolha foi acertadíssima.

Sob a batuta do Wayne Marshall, a WDR Radio Orchestra Cologne e o WDR Radio Choir Cologne prometem arrebentar mais uma vez semana que vem, como já fazem, aliás, desde 2008 em concertos de games.

Set list:
1. Star Fox – Toward the Celestial Sphere
2. EverQuest II – Thundering Steppes
3. James Bond 007: Blood Stone – Athens Harbour Chase
4. Journey – Apotheosis
5. Final Fantasy – Concerto for Piano and Orchestra

Intervalo

6. Xenogears – Suite
7. Unlimited Saga – Ruby‘s Theme
8. Gothic 3 – Suite
9. The Legend of Zelda: Twilight Princess – Light Spirit
10. Turrican II – Anthology Suite

[via Facebook]

Soundtrack Cologne – East meets West: a vez de Star Fox e The Legend of Zelda: Twilight Princess


Por Alexei Barros

Mesmo que sem o mesmo impacto dos concertos alemães de Colônia como o Symphonic Fantasies ou o Symphonic Odysseys, o Soundtrack Cologne – East meets West, apresentação marcada para o dia 16 de novembro na mesma cidade, está ficando, a cada par de atualizações, mais interessante e fora do lugar-comum. Primeiro foi Journey e Turrican II, depois Xenogears e Unlimited: SaGa. Agora é a vez das confirmações nintendistas de Star Fox e The Legend of Zelda: Twilight Princess.

Quando disse “Star Fox”, entenda Star Fox, de SNES, e o Star Fox 64: o arranjo preparado por Jonne Valtonen, de nome “Toward the Celestial Sphere”, abriu o LEGENDS, versão revisada do Symphonic Legends mostrada na Suécia. Nenhuma objeção pela repetição. O único registro, e amador ainda por cima, está no YouTube e nem cobre toda a música. Já que o Soundtrack Cologne vai ser transmitido ao vivo via rádio, poderemos escutar, com qualidade infinitamente superior, esse segmento à moda de John Williams. Aliás, pela primeira vez na história, músicas da Nintendo serão veiculadas ao vivo em um espetáculo que não tem só músicas dela no programa.

A outra adição, do The Legend of Zelda: Twilight Princess, é a “Light Spirit”, que creio ser baseada no excerto do solo soprano do extenso “The Legend of Zelda (Symphonic Poem)”, também do Symphonic Legends e LEGENDS. Embora já a conheçamos, não deixa de dar variedade ao set list e, verdade seja dita, é um dos grandes momentos do segmento.

Com essa mistura de Square Enix e Nintendo no programa, fica no ar um gostinho de Orchestral Game Concert dos tempos atuais, já que a série japonesa de concertos era focada especialmente nessas duas empresas.

[via Facebook]

Soundtrack Cologne – East meets West: Xenogears e Unlimited Saga no programa


Por Alexei Barros

Provisoriamente conhecido como Symphonic Game Music Concert 2012, o concerto a acontecer na Alemanha dia 16 de novembro deste ano (não confunda com o Final Symphony em maio de 2013) mudou de nome e tem reservado boas novidades para os amantes da música sinfônica gamística.

O espetáculo, agora intitulado Soundtrack Cologne – East meets West, tem o conceito, como o nome diz, de misturar em uma mesma apresentação as escolas japonesa e ocidental de composição. O lado do ocidente já teve dois representantes anunciados: Journey (do americano Austin Wintory) e Turrican II (do alemão Chris Huelsbeck). Mas do oriente o programa é ainda mais promissor, com Xenogears (do japonês Yasunori Mitsuda) e Unlimited Saga (do alemão – de olhos puxados – Masashi Hamauzu).

As duas adições são ousadas para um concerto germânico. Xenogears jamais foi lançado na Europa, nem mesmo no relançamento da PlayStation Network. O RPG filosofal será representado por uma suíte arranjada pelo finlandês Roger Wanamo – por consequência, uma suíte diferente da apresentada no bis do Press Start 2011, em que o jogo foi tocado ao vivo pela primeira vez. Mitsuda foi consultado para sugerir suas composições favoritas para a peça.

Unlimited SaGa foi publicado na Europa para PlayStation 2, mas não é um jogo lá muito famoso. Nunca joguei e não li comentários favoráveis a respeito. Já a trilha sonora… talvez esse seja o único motivo para o jogo ser lembrado hoje. Aliás, o último capítulo original da série SaGa lançado (isso em 2003), como depois só vieram remakes. Eu, se pudesse escolher, ficaria entre a “Battle Theme I” e a “Unlimited Saga Overture” (que compartilham o mesmo motivo inclusive). Mas a faixa escolhida é ótima, remetendo ao trabalho do Hamauzu em Final Fantasy XIII: a “Ruby’s Theme”. Como o Xenogears, o arranjo será do competente Roger Wanamo.

Além desses dois, está listado o segmento “Final Fantasy – Concerto for Piano and Orchestra”, que acredito ser o mesmo apresentado no Symphonic Odysseys. A performance da WDR Radio Orchestra Cologne e WDR Radio Choir Cologne no Funkhaus Wallrafplatz conduzida pelo maestro britânico Wayne Marshall não terá transmissão em vídeo como o Symphonic Fantasies e o Symphonic Odysseys, mas haverá sim transmissão em áudio, o que já considero um imenso privilégio.

[via Facebook]


RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: