Um raro e excepcional EP com arranjos de Grandia II


Por Alexei Barros

Se já foi um acontecimento do ano (de 2007) a aparição da “A Deus” do Grandia II em um concerto de games, o que dirá um EP amador com músicas do RPG da Game Arts? De um aficionado ocidental, ainda por cima – é algo muito incomum. E de muita qualidade.

Não surpreende que a inusitada ação não ocorreu por meios normais – dos arranjadores e/ou instrumentistas serem fãs do jogo, por exemplo. Em março de 2011, no evento MAGfest, foi promovido um leilão entre os participantes a fim de arrecadar dinheiro para ajudar as vítimas dos terremotos no Japão. O vencedor tinha o direito de escolher uma música para que fosse arranjada. (Aliás, uma iniciativa similar foi feita por ocasião das chuvas torrenciais no Rio de Janeiro, não é mesmo Gagá / Cosmonal?). Por sorte, o ganhador escolheu Grandia II e sugeriu algumas músicas para Grant “Stemage” Henry, que ficou conhecido pelo trabalho na série de álbuns Metroid Metal. Então Stemage arranjou quatro faixas e lançou dia 14 de outubro o Frets of Valmar: Grandia II no Bandcamp. Todas as músicas podem ser ouvidas inteiras e em qualquer momento gratuitamente. Para baixá-las, você define um preço, e todo o valor é redirecionado à Cruz Vermelha Japonesa.

Não comentarei as faixas muito minuciosamente, mas os links para cada uma estão aí no fim do post, acompanhados das originais. A primeira que ouvi foi o tema de combate, que contava com uma guitarra real totalmente alucinante. O Stemage conseguiu melhorar o que já era incrível com a guitarra base e a guitarra solo. É a minha favorita do EP. A mencionada “A Deus” ganhou uma versão instrumental lembrando a “Distant Worlds” do Black Mages: uma canção que originou um arranjo acústico, mais calmo e com violões. “Dangerous Zone” tem um vocal metal, que, felizmente (para mim, falo pelo meu gosto) aparece muito pouco. A música é permeada por solos dos integrantes da banda Arm Cannon e do Chunkstyle. Para fechar, a “Purification of Darkness ~ Battle with the Parts” recebeu uma bela atualização, na tradução da sinfonia sintetizada para um show de guitarras.

01 – “A Deus”
Original: “A Deus”

02 – “FIGHT!”
Original: “FIGHT!! Ver.1”

03 – “Dangerous Zone (featuring Arm Cannon and Chunkstyle)”
Original: “Dangerous Zone”

04 – “Purification of Darkness”
Original: “Purification of Darkness ~ Battle with the Parts”

11 Responses to “Um raro e excepcional EP com arranjos de Grandia II”


  1. 1 Storm 18/10/2011 às 10:13 am

    Tinha até comentado do trabalho do Stemage por aqui. Metroid Metal é fascinante, ouvirei esses arranjos do Grandia II.

    • 2 Alexei Barros 18/10/2011 às 10:24 am

      Também gostei muito do Metroid Metal. Escolher músicas pouco comentadas do Metroid II: Return of Samus mostra que ele é fã mesmo da série. Só acho que em alguns momentos é um pouco repetitivo, mas não me incomodou muito.

  2. 3 Cosmonal 18/10/2011 às 5:04 pm

    Olha só, que curioso! Quem diria, não fomos os primeiros, hehe! :D

    A idéia de oferecer um arrange ao vendedor para o lance do Gagá foi “do nada” mesmo, muito legal saber que já tinha acontecido antes!

    Valeu mesmo pela informação, Mr. Alexei!

  3. 4 Orakio "O Gagá" Rob 19/10/2011 às 6:11 am

    Ah, esses japoneses, sempre roubando as nossas ideias…

    Bacana o cara ter escolhido Grandia II, fugiu ao lugar comum. Mas bem que ele podia ter escolhido Phantasy Star :P

  4. 5 Alexei Barros 20/10/2011 às 5:25 pm

    @ Cosmonal / @ Orakio

    Engraçado que, quando o vencedor do sorteio selecionou Phantasy Star II, eu logo pensei: “poxa, ele podia ter escolhido alguma da Nintendo, porque Phantasy Star uma hora o Cosmonal ia acabar arranjando”. =P

    Começo a desconfiar que o Gagá, como autor da ideia, influenciou o ganhador… ah, Gagá, se não me engano, esse evento aconteceu nos EUA mesmo.

  5. 8 Alexo Mello 21/10/2011 às 9:47 pm

    Ouvi o início rapidinho e gostei bastante. Comprando o meu. Valeu a dica! Ótima música! Ótima iniciativa!

  6. 10 Marcelo Martins 19/10/2012 às 1:58 pm

    Muito legal o trabalho desse pessoal. Todos os arranjos ficaram muito bons e a qualidade da gravação é excelente. Fiquei particularmente impressionado com o trabalho de guitarras na Fight. É realmente excepcional, tão bom quanto os melhores discos modernos de metal.

    • 11 Alexei Barros 10/11/2012 às 3:03 pm

      Legal que você também tenha gostado, Marcelo. Esse tema de combate é o meu preferido do álbum, e a composição original já ajuda muito. O Iwadare realmente caprichou nessa.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: