Posts Tagged 'Yoko Kanno'

Concerto de 30 anos de Nobunaga’s Ambition celebra a riqueza musical da série

012

A série Nobunaga’s Ambition já foi apresentada nos concertos Orchestral Game Concert 2 (1992) e 3 (1993). Os segmentos da franquia foram regidos pela própria compositora Yoko Kanno

 Por Alexei Barros

Enquanto no Ocidente os concertos dedicados a uma série específica vão de Final Fantasy a Zelda sem muitas variações, no Japão há espaço para outras franquias, como Ace Attorney, Monster Hunter e até Phantasy Star. A mais recente série a entrar nesse rol é a magnânima saga Nobunaga’s Ambition (Nobunaga no Yabou no Japão).

Das 22 músicas tocadas, sete foram assinadas por Kousuke Yamashita

No dia 29 de março (olha a demora para fazer o post de novo), o Yokohama Minato Mirai Hall em Kanagawa foi o palco do concerto comemorativo de 30 anos da longeva série estratégica da Koei. A apresentação foi prestigiada pelo criador de Nobunaga’s Ambition e atual presidente da produtora, Youichi Erikawa, que também é conhecido pelo pseudônimo Kou Shibusawa.

A diferença do Nobunaga’s Ambition para essas outras séries é que ela já tem uma história em concertos de games. Nos cinco Orchestral Game Concert, Nobunaga’s Ambition e outras franquias da Koei dividiram o repertório com jogos da Nintendo, Square e Enix. Além disso, a série possui uma discografia muito vasta e de altíssima qualidade, com álbuns orquestrados desde o final dos anos 80 com a maestria da Yoko Kanno, que anos depois se consagraria como uma compositora de animes, com músicas nos mais variados estilos. Infelizmente, a Yoko Kanno não esteve presente, mas o primeiro ato do concerto foi dedicado em sua maioria às composições dela, como a icônica fanfarra de abertura “Overture ~Nobunaga’s Ambition~”. Já o segundo ato foi praticamente dominado pelas músicas do genial Kousuke Yamashita, que inclusive foi o maestro do espetáculo, conduzindo a Kanagawa Philharmonic Orchestra.

O concerto teve algumas surpresas, não se limitando à série Nobunaga’s Ambition. Foi tocado ainda o tema principal de Sangokushi (conhecido no Ocidente por Romance of the Three Kingdoms), além de “Dream of the Wanderer” (Genghis Khan II: Clan of the Gray Wolf) e a  “Geten no Hana ~ Amor” (Geten no Hana). Essa última música inclusive foi interpretada em português pela Grace Mahya, que também toca piano nessa canção.

Ayaka Hirahara roubou a cena do espetáculo, cantando duas músicas – uma delas sem relação com a série Nobunaga’s Ambition

Outra artista que participou do espetáculo foi a Ayaka Hirahara, que os fãs do Okami já puderam conhecer pela performance da “Reset”. No concerto de Nobunaga ela cantou a “Shine -Mirai He Kazasu Hi No You Ni-”, uma versão lírica estendida da “Overture ~Nobunaga’s Ambition~”. Até onde eu sei, essa releitura não foi feita para algum jogo da série, mas sim foi apresentada como uma nova música como parte do repertório da cantora.

Além dessa, a Hirahara cantou a “Jupiter”, originalmente uma peça orquestral da suíte The Planets do compositor inglês Gustav Holst. Sem relação com Nobunaga’s Ambition, a versão lírica dessa faixa foi a responsável por catapultar a carreira da cantora, que a partir de então se notabilizou por interpretar diversas releituras de músicas eruditas. Por fim, vale destacar a performance especialíssima no shakuhachi de Gazan Watanabe, que já havia tocado nesses álbuns orquestrados de estúdio, como o  Nobunaga no Yabou: Zenkokuban / Sangokushi, de 1989.

Como sempre, fica a torcida para o lançamento do concerto em CD, o que não parece improvável, considerando a dedicação e tradição da Koei em álbuns de game music – não por menos, em dezembro de 2013 saiu a caixa Nobunaga’s Ambition 30th Anniversary CD Box, com 14 CDs.

Segue abaixo o set list tocado no espetáculo. Eu se fosse você conferia algumas dessas músicas. Fico devendo apenas o tema principal do Sangokushi, já que o nome da faixa não bateu com o álbum da trilha correspondente.

Gazan Watanabe (direita) participou de vários álbuns da série com o seu shakuhachi

Ato I

01. “Overture ~Nobunaga’s Ambition~” (Nobunaga no Yabou: Zenkokuban)
02. “Opening ~Rival Chiefs Rising to Action~” (Nobunaga no Yabou: Sengoku Gun’yuuden)
03. “The Beacon” (Nobunaga no Yabou: Bushou Fuuunroku)
04. Prologue to the Supreme Ruler (Nobunaga no Yabou: Haouden)
05. The Hawk of Turbulent Times (Nobunaga no Yabou: Tenshouki)
06. “Main Theme” (Sangokushi)
07. “Opening” (Nobunaga no Yabou Online)
08. “To Distant Friends” (Nobunaga no Yabou: Sengoku Gun’yuuden)
09. “Dream of the Wanderer” (Genghis Khan II: Clan of the Gray Wolf)
10. “Geten no Hana ~ Amor” (Geten no Hana)

Ato II

11. “Neverending Dream, Heat Haze (Shikoku)” (Nobunaga no Yabou: Shouseiroku)
12. For a Glorious Tomorrow (Siege Battle · Medium) (Nobunaga no Yabou: Reppuuden)
13. Field of Evening Calm -Ending- (Nobunaga no Yabou: Ranseiki)
14. “Land of Profusion -Opening-“ (Nobunaga no Yabou: Soutenroku)
15. The Path of Righteousness Pierces the Sky -Supreme Ruler Theme (Nobunaga)- (Nobunaga no Yabou: Tenka Sousei)
16. Trace of Light of the Warrior -Ending- (Nobunaga no Yabou: Kakushin)
17. Thoughts of Different Possibilities -Initialization- (Nobunaga no Yabou: Tendou)
18. “Shine -Mirai He Kazasu Hi No You Ni-“ (álbum What I am)
19. “Wind of Ambition” (Nobunaga no Yabou: Souzou)

Bis
20. “Jupiter” (álbum Odyssey)
21. “Rebirth” (Nobunaga no Yabou: Souzou)
22. “Overture ~Nobunaga’s Ambition~” (Special Edition) (Nobunaga no Yabou: Zenkokuban)

Composição: Yoko Kanno (01~06, 08, 22), Kenji Kawai (07), Shinichiro Kawakami (09), Shin-ichiro Nakamura (10), Kousuke Yamashita (11~17), Ayaka Hirahara e Yoko Kanno (18), Masako Otsuka (19, 21), Gustav Holst (20)
Arranjo: Kousuke Yamashita (22)
Vocal: Grace Mahya (10), Ayaka Hirahara (18, 20)
Letra: Goro Matsui (18) e Yumi Yoshimoto (20)

Grace Mahya fez uma improvável participação sentada ao piano, cantando uma música em português

[via Famitsu, 4Gamer.net, Game Watch]

Anúncios

“Nobunaga’s Ambition Medley” – NA: Sengoku Gunyuuden, NA: Busyou Fuunroku (FCB 8th Live)

Por Alexei Barros

Eu costumava olhar torto para a série Nobunaga’s Ambition pelas capas dos jogos e das trilhas que mais pareciam de filmes de samurais da década de 1960 e sobretudo para os games mesmo, uma vez que estratégia nunca foi a minha praia. Que tolice cometi. Quanto às músicas, que fique avisado, jogar não garanto nada.

Ao lado da Nintendo e da Square, a Koei foi uma das produtoras mais recorrentes no quinteto de apresentações do Orchestral Game Concert de 1991 a 1995, e foi por intermédio dessas performances que passei a procurar também pelos álbuns arranjados, que possuem um padrão de qualidade irretocável. Por esse motivo, fico com a impressão de que os amadores costumam ficar intimidados em mostrar as próprias versões. O que não é o caso da eclética Famicom Band.

A excelência é em grande parte resultado de uma compositora genial que é a Yoko Kanno, que mesmo sendo prioritariamente de animes teve a bondade de criar algumas músicas para jogos da Koei. Nesse medley formulado pela FCB, com temas do Nobunaga’s Ambition: Sengoku Gunyuuden e Nobunaga’s Ambition: Busyou Fuunroku, há várias de autoria dela, sendo que a trilha do primeiro foi feita em parceria com Mitsuo Yamamoto.

Mesmo mal conhecendo o jogo, é possível perceber que o medley segue mais ou menos a ordem do que acontece, e se destacam, entre outras, a memorável “Opening” (0:15), a imponente “Nobunaga~ War” e a nervosa “Field” (6:57). Tudo isso do Sengoku Gunyuuden.  Mais interessante é que após acabar o embate, com direito até alguma referência direta a um detalhe que só pode perceber quem conhece (8:23), surge a “Opening B” (8:28) – uma maravilha completa – e a “Initialization” (10:11) do Busyou Fuunroku. Por mais que pareça estranho fechar o medley com um tema de abertura e outro próximo disso casou perfeitamente.

Parabéns se você conseguiu sobreviver ao final do post depois de tanta obscuridade e ambições do Nobunaga. O que não é o caso da Yoko Kanno, vai.

“Nobunaga’s Ambition Medley”

“Pre-opening” ~ “Opening” ~ “Initialization” ~ “Nobunaga~ Main” ~ “Nobunaga~ War” ~ “Main” ~ “Field” ~ “Siege Battle” ~ “Victory” (Nobunaga’s Ambition: Sengoku Gunyuuden) ~ “Opening B” ~ “Initialization” (Nobunaga’s Ambition: Busyou Fuunroku)


RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: