Posts Tagged 'Super Mario'

Artwork do dia: 25 anos de Super Mario no traço de Miyamoto

Por Claudio Prandoni

Não é nenhum segredo: outro dia aí o Super Mario Bros., aquele primeirão mais clássico do Nintendinho e tal, fez 25 anos de vida com toda a pompa e circunstância.

Um dos muitos eventos para celebrar a ocasião foi uma festinha de aniversário super VIP na Nintendo World Store em Nova Iorque – aquela loja bacanuda oficial da Big N. Teve bolo, guaraná, muito doce e até o tio Shigeru Miyamoto, cortando bolo, assoprando velinhas e… fazendo esse sensacional desenho aí acima!

Adoro ver o traço original do Miyamoto-san, como ele dá uma personalidade toda única e divertida ao próprio filhote e coisa e tal. Por mim, poderia ser capa daquele pacotão especial de 25 anos do Super Mario, que sai aqui no Brasil em dezembro.

Artwork do dia: selo de celebração dos 25 anos de Super Mario Bros.

Por Claudio Prandoni

Você sabia? Pois é, no próximo dia 13 de setembro completam-se 25 anos de lançamento de Super Mario Bros. lá longe no Japão.

Não é exatamente o primeiro jogo com o bigodudo e tal, mas é um clássico imortal, definidor de paradigmas inexoráveis e coisa e tal e tudo mais.

Para comemorar a ocasião e dar um charme extra aos milhares de produtos e eventos comemorativos, a Nintendo lançou esse selinho acinzentado aí acima.

Bacana, né!

Artwork do dia: Mario xerifão

Por Claudio Prandoni

A semana é de Red Dead Redemption para a esmagadora maioria dos jogadores e jogadoras.

De minha parte, confesso que fico mais curioso pelo novo Prince of Persia: The Forgotten Sands, mas meus globos oculares estão focados de verdade verdadeira na próxima semana, quando sai o já certamente fantabuloso Super Mario Galaxy 2.

Nada mais justo então do que dar um jeito de mesclar as duas sensações das próximas dias das semanas dos últimos tempos.

A arte aí chama-se The Sheriff and His Deputy é da autoria de Charity, uma guriazinha que mandou a ilustração aí pro Threadless, um site gringo para o qual você manda ideias de desenhos para camisetas e um monte de gente vota e zás, zás e pode virar uma camiseta de verdade.

Nintendo apela; recria fase de Super Mario 64 em Mario Galaxy 2

Por Claudio Prandoni

Vou xingar muito no Twitter. Sério, Nintendo. Não precisa mais ficar bombando o hype de Super Mario Galaxy 2.

Todos os jogos 3D do gorducho são fantásticos, o primeiro SMG não foi exceção – muito pelo contrário – e desde que vocês anunciaram essa continuação na E3 2009 eu já tinha me decidido por comprar ela assim que saísse.

Mesmo assim você apela: primeiro com aquele comercial Disneylândico, agora com esse pequeno teaser em vídeo aí que recria uma das primeiras fases do Super Mario 64. Poxa, aí pegou forte na emoção. Fiquei me sentindo de novo como o moleque de 11 anos me atrapalhando todo com a tal alavanca analógica – e me divertindo horrores com isso.

Muito grato ao leitor-artista Platy pela dica do vídeo!

Comerciais gamers: Super Mario Galaxy 2 é um passeio pela estratosfera e tal

Por Claudio Prandoni

Mario Galaxy 2 apareceu tão rápido e já está logo ali todo espatifado, exalando seus últimos miaus que mal tive tempo de cultivar um hype frondoso.

De qualquer maneira, espero ansiosamente pela parada e não pude evitar me impressionar e empolgar muito com o primeiro comercial norte-americano do game.

Concordo com o pessoal do TinyCartridge: A Nintendo alardeia o game como se fosse um passeio na Disneylândia (com o Chapolin Colorado, claro!).

Nintendo Super Stars!, por Sergio Borges

 

Por Claudio Prandoni

Quando me perguntam as coisas que mais gosto em fazer um blog, costumo dizer que uma das melhores é o contato direto com os leitores.

É incrível a capacidade de fazer bons amigos e gerar boas conversas e discussões que um blog propicia. Dentre as muitas amizades descobertas e colecionadas por aqui no Hadouken está o leitor-artista-multimídia Sergio Borges, que começou lá atrás com uma saraivada de desenhos e já nos presenteou com artes de Street Fighter, incluindo uma bem festiva.

O cara agora se aventura por outras praias, dando vez à meninada esperta da Nintendo. Não feliz em criar uma arte sensacional com os principais heróis da Big N, Sergião fez até um vídeo lindo, destacando cada um deles. Isso, esse aí acima.

Além disso tudo, ele ainda fez algumas artes alternativas e wallpapers em vários tamanhos, a saber: 1024×768, 1280×1024, 1600×1200 e 1680×1050. Alta definição e widescreen FTW total!

Parabéns ao Sergião pela competência e bom pra gente, que ganha essas ilustrações bacanas para apreciar.

Emoção e nostalgia no trailer tributo de fã para Super Mario Galaxy

Por Claudio Prandoni

Sei lá porque raios deixei de publicar esse vídeo por aqui. Ou será que publiquei, não lembro e ainda sou ruim pra procurar?

Que seja, fato é que esse vídeo é tão bacana que merece ser relembrado vez ou outra. Ainda mais na semana que sucede a visita de Charles Martinet, dublador do Super Mario, ao Brasil.

O tal Ed Peduzzi aí fez um vídeo tributo ao encanador gorducho da Nintendo que é simplesmente emocionante, seja pela nostalgia de quem acompanhou o herói pelos tempos, seja pela combinação de bela música e imagens.

Nintenérdico que só, o amigão Daniel Oliveira mandou bem e abriu o ano de 2010 publicando esse vídeo lá no Nintenerds. Boa, champs!

Registro fotográfico quase cronológico do último dia e premiação do Gameworld 2010

Por Claudio Prandoni

E lá se foi o disco, digo, evento voador. Na última quarta-feira, 31 de março, rolou o segundo e último dia do Gameworld 2010, que contou com feira e a tradicional premiação para destaques da indústria gamer.

Quem ouviu algo sobre o evento, sabe que a grande estrela foi o carinha aí acima, vulgo Charles Martinet, dublador do Super Mario, mas houve diversas outras atrações, como estandes com games para curtir.

Logo após o salto dimensional concretizado na forma de link logo abaixo ae, você acessa uma galeria com dezenas de imagens do eventos, incluindo várias do woo-hoo Martinet, e detalhes dos estandes, a exemplo da minha amiga Paulinha Rodrigues, que trajava um belo vestido de época para promover o Assassin’s Creed II na feira; o camarada Caio Corraini, que passou mais um dia como booth babe da Nintendo; todos os vencedores da premiação (cujos nomes você pode conferir aqui) e muita gente bonita e descolada tirando foto ao lado de Charles.

Para mais informações sobre o Gameworld 2010, é só acessar o site oficial ou conferir a cobertura feita pela equipe organizadora no site da EGW.

Continue lendo ‘Registro fotográfico quase cronológico do último dia e premiação do Gameworld 2010’

Na segunda-feira, fui jantar com o Super Mario

Por Claudio Prandoni

Lembro claramente, foi em 1996. Primeiro pelo fato de tanto jogar e ouvir, depois pelo fato de tanto imitar e repetir. Sério, lá com meus 10 e poucos anos, chegava ao ponto de ver paredes nas ruas e me imaginar rebatendo nelas para alcançar plataformas altas e estrelas, igualzinho idêntico ao Super Mario 64.

Lembro com precisão do espanto que esse jogo me causou. Sensação rara que só outro game ocasionou – Alex Kidd in Miracle World, na primeira vez que joguei videogame, história para outro dia. A precisão indomável da alavanca analógica, a vastidão intimidante do mundo 3D e, claro, o carisma magnético do Super Mario, ocasionado, entre outras coisas, pela voz do ator e dublador Charles Martinet.

Inegável, o cara ajudou em muito a definir o jeitão do herói no mundo 3D e em todos os anos 2000. O timbre jovial e saltitante, marcado por um pouquinho do carregado estereótipo italiano, são absolutamente reconhecíveis.

Enfim, por ocasião do trabalho hoje tive o imenso prazer de conhecer Charles Martinet. Cordial, prestativo, empolgado e muito falante – uma humildade que só as melhores pessoas conseguem demonstrar. Um cara fácil de fazer amizade.

Após uma longa e produtiva entrevista em vídeo para UOL Jogos, tive oportunidade depois de tomar uns drinques (eu milkshake de chocolate, ele caipirinha) ao lado de amigos de redação, como Théo Azevedo e Rodrigo Bozzi, e mais um pessoal, como os jornalistas Marcos Camargo e Renato Siqueira e o executivo Mark Wentley, da Nintendo.

O Mario do Super Mario

O papo logo migrou para um restaurante em São Paulo, onde tive uma das experiências mais bacanas e gratificantes nesse meu tempo no jornalismo de games. Agora acompanhados também pelo pop André Forastieri, todos rimos e conversamos demais.

Bom de garfo (MUITO bom de garfo MESMO), Martinet foi uma pessoa incrível. Brincalhão, fez e recebeu piadas (algumas muito boas do Théo… NOT).

Pitoresco, tirou do bolso em algumas ocasiões um bonequinho do Super Mario para tirar algumas fotos da primeira viagem dele ao Brasil – fato que me lembrou um bocado o filme O Fabuloso destino de Amèlie Poulain, em que a moça tirava fotos de um gnomo com cenários de diversas partes do mundo.

Porém, acho que o mais legal de tudo foi, de alguma maneira que nem sei definir direito – e até acho que aí está boa parte da graça, no intangível -, reconectar com um certo lado criança, maravilhado com a tecnologia. Ver ali de perto, conversando e gargalhando, um cara que ajudou a compor alguns dos momentos mais marcantes da minha juventude. Pode até soar meio bobo, talvez nerd, mas não dá pra negar como os videogames são parte da formação de qualquer um nascido dos anos 80 para cá. Alguns mais, outros menos, é verdade, mas não deixa de ser fato. Confraternizar então com alguém tão bacana, perceptivelmente feliz à beça com o que faz e ainda símbolo de um herói marcante como o Super Mario, foi de alguma forma muito fantástico. Enriquecedor, talvez.

Melhor ainda, é que uma galera considerável tem essa chance também de conhecer o Charles Martinet no Troféu Gameworld, que acontece nestes dias 30 e 31, em São Paulo (olha aqui o site oficial ó).

Pode parecer jabá, propaganda, ou coisa do tipo. Mas não é. Para quem é fã do Super Mario ou de videogames de maneira geral, é gratificante demais conhecer o Martinet e ver a alegria com que ele lida com o fato de ser a voz do Super Mario.

Artwork do dia: New Super Mario Bros. Wii retro-style

Por Claudio Prandoni

Lembra da era pré-Super Mario 64 no universo dos jogos do bigodudo? Pois bem, até então os manuais vinham recheados de ilustrações das diversas ações dos personagens. Todas bem coloridas, expressivas e bem feitas.

Com o advento da era 64-bits tudo mudou e os mesmos manuais passaram a apresentar as artes tridimensionais do herói e trupe. No começo até eram variadas, depois escassearam, focando mais em reaproveitar artes já feitas. Uma pena. Aliás, aumento o escopo da crítica: em termos visuais, acho todos os manuais ocidentais de hoje em dia uma porcaria de tão sem graças que são.

Enfim, e se o New Super Mario Bros. Wii tivesse arte promocional aos moldes antigos da era 16-bits?

É exatamente isso o que fez o desenhista norte-americano Michael Julius, com essa ilustração lindona em preto-e-branco aí acima.

O cara ainda tem outras artes gamers mais na galeria digital dele no deviantART.


RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej

%d blogueiros gostam disto: