Textos categorizados 'Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots'

Artwork do dia: La-li-lu-le-lo nostálgico e espião nas fake publis de Metal Gear Solid 4

defuser_01

Por Claudio Prandoni

Incrível! Cada vez que durmo no ponto e me demoro em atualizar o blog com as novas artes falsas verdadeiras publicitárias do NeoGAF a meninada vai lá e trabalha tanto que acumulo verdadeiras jóias por aqui.

Como o título não tem pudor algum em esonder, o tema de hoje é o fantabuloso Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots, clássico imortal da lápide negra.

Exemplares fantásticos nesta leva e prepare seu coração para fortes emoções, a próxima tríade é: Super Mario Galaxy (!), Pong (!?) e No More Heroes (!!!!!!!!1!1!).

“Here’s To You” – Sacco e Vanzetti (Ennio Morricone Live 2005)

Por Alexei Barros

Minha única maneira de contribuir para a overdose de Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots promovida pelos estimados confrades possuidores das grotescas lápides Old Gustavo e Prandoni Ocelot é no meio musical, já que eu bestamente resolvi adquirir um PSP em vez de esperar um pouco para comprar o PlayStation 3. Agora vou ter de aguardar muito mais… Em compensação não vou repetir o erro que eles estão cometendo de jogá-lo antes de conhecer os infortúnios de Big Boss em Metal Gear Solid: Portable Ops. Não morra, Old Hitzman!

Depois de ouvir os dois CDs da trilha sonora fiquei desapontado, devo ponderar, apesar de já ter selecionado três faixas para um futuro “Músicas que não podem faltar no VGL”. Não imaginava que Norihiko Hibino fizesse tanta falta, uma vez que MGS2 e MGS3 envolveram muitos compositores além dele. Não entendi porque apenas co-compôs uma faixa, levando em conta que mesmo após ter saído da Konami em 2004 – entre as razões, a monopolização do Kojima do seu trabalho -, participou da trilha do MPO (2006) e do álbum Metal Gear 20th Anniversary ~ Metal Gear Music Collection (2007).

Minha maior decepção, além da ausência da “Metal Gear Solid” Main Theme – há um suposto motivo para isso que ainda elucidarei em outro post -, é o fato de o tema de encerramento, (cuidado, a letra traz spoilers) “Here’s To You” ser reaproveitado de um filme.  OK, a canção ficou fabulosa no arranjo de Harry Gregson-Williams e na voz de Lisbeth Scott, os versos originais combinam com o epílogo (suponho), mas essa atitude é condenável para qualquer jogo e mais ainda para um Metal Gear. Uma série que tem músicas originais de desfecho do nível da etérea “The Best Is Yet To Come” (MGS) e das jazzísticas “Can’t Say Goodbye To Yesterday” (MGS2) e “Don’t Be Afraid” (MGS3) não precisaria apelar para algo pronto. E onde está a Rika Muranaka que compôs as três?

Posto isso, a tal música reciclada advém do filme Sacco e Vanzetti, e a trilha sonora é do conceituado italiano Ennio Morricone (Cinema Paradiso). Em março de 2008 o compositor fez uma apresentação em São Paulo, no Teatro Alfa, com preços camaradas – o mais barato o menos caro, R$ 700,00 e o mais dispendioso, R$ 1500,00 (e você que achava o VGL caro… Imagine o quanto deve ter custado a garrafa d’água!). A análise da Folha de S. Paulo descrevia uma récita gélida e burocrática se não me falhe a memória. Procurando no YouTube, imaginei algo quadradão. Quando para minha surpresa, em um concerto na Alemanha regido pelo próprio Morricone a música é tocada arrojadamente com um bem-vindo acompanhamento de bateria e baixo.

O vídeo está depois do Hadouken para evitar spoilers.

Continuar lendo ‘“Here’s To You” – Sacco e Vanzetti (Ennio Morricone Live 2005)’


RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr bannerlateral_consolesonoro bannerlateral_zeebobrasil bannerlateral_snk-neofighters brawlalliance_banner_copy
hadoukeninenglish hadoukenenespanol hadoukenenfrancais hadoukeninitaliano hadoukenindeutscher hadoukenjapones

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.513 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: