Posts Tagged 'Masato Koda'

Lembrete: transmissão em vídeo do Symphonic Selections, sexta-feira, dia 22/11, às 16h, no horário de Brasília


Por Alexei Barros

Até que enfim! Amanhã, dia 22 de novembro, acontecerá na Alemanha o concerto Symphonic Selections, com transmissão ao vivo em vídeo para o resto do mundo, como aconteceu com o Symphonic Fantasies e Symphonic Odysseys. Conduzida pelo maestro Wayne Marshall, a apresentação será tocada pela competente WDR Radio Orchestra Cologne, com a participação especial do grupo Spark no número do The Legend of Zelda: The Wind Waker. O espetáculo está marcado para as 19h locais, o que equivale aqui às 16h, no horário de Brasília. Para quem já se esqueceu, o cardápio musical promete ser formado por reprises e segmentos inéditos bastante promissores (estou bastante ansioso pelo Shadow of the Colossus):

– Shenmue – Sedge Tree
– Super Metroid – Into Red, Into Dark*
– Blue Dragon – Waterside
– Final Fantasy XIV – On Windy Meadows
– Super Mario Galaxy – Galactic Suite*
– Monster Hunter – Proof of a Hero**
– Shadow of the Colossus – Epilogue (Those Who Remain)***
– The Legend of Zelda: The Wind Waker – Concerto for Spark and Orchestra*

* Courtesy of Nintendo.
** © Capcom Co., Ltd.
*** © 2006 Sony Computer Entertainment Inc.

O link da transmissão você confere aqui.

Symphonic Selections: segmento de Zelda: The Wind Waker terá 20 minutos; novidades de Super Metroid e Shadow of the Colossus


Por Alexei Barros

Dia 22 de novembro acontece um novo concerto de games na Alemanha, o Symphonic Selections, que inclusive será transmitido ao vívo em vídeo, como aconteceu em outras oportunidades. Regida por Wayne Marshall, a récita será tocada pela competente WDR Radio Orchestra Cologne e contará com a apresentação de Isabel Hecker e Nicolas Tribes. O espetáculo promete trazer belas partituras, entre reprises, atualizações e novidades completas. De acordo com o produtor Thomas Boecker, a maioria dos arranjos inéditos já está pronta.

Como era sabido, The Legend of Zelda: The Wind Waker ganharia um arranjo de “pelo menos 15 minutos”. Na verdade, o número referente ao jogo que voltou à baila pela recente remasterização em alta definição para Wii U terá cerca de 20 minutos. Dividido em três movimentos, o segmento preparado por Roger Wanamo contará com a participação do grupo instrumental Spark e promete enfim fazer jus à trilha original, que tem uma pegada bem diferente do restante da série.

Ainda falando sobre a Nintendo, temos o Super Metroid. O arranjo será uma nova partitura de Jonne Valtonen, que já havia feito uma suíte modernista do jogo para o concerto LEGENDS. Como não haverá coral no Symphonic Selections, Valtonen preferiu fazer um arranjo do zero em vez de adaptar a partitura para uma performance apenas da orquestra. Essa promete ser a versão menos controversa do Super Metroid, já que, no concerto Symphonic Legends, o primeiro arranjo foi feito pelo alemão Torsten Rasch e causou muitas discussões justamente por adotar o estilo modernista. Vamos ver como será essa terceira versão do Super Metroid que vai somar cerca de 8 minutos de duração – promete ser uma viagem extensa por diferentes áreas do Planeta Zebes.

Eu disse que não vai ter coral. Por isso também a “Galactic Suite” do Super Mario Galaxy, que usava coro, foi adaptada para uma versão instrumental. Então mesmo quem já conhece o número do Symphonic Legends, pode ficar na curiosidade para saber como ficou essa adaptação.

Por fim, o arranjo de Shadow of the Colossus também ficará sob os auspícios de Jonne Valtonen. Quem se lembra do tema de encerramento do jogo, “Epiloque (Those Who Remain)”, a música tem uma pequena participação do coral, e por isso deduzo que o arranjo suprirá também essa ausência. Ainda na época do Symphonic Fantasies, ficava imaginando o que o Valtonen não faria com trilhas de jogos fora a Square Enix e a Nintendo que foram já homenageadas, e Shadow of the Colossus não saía da minha cabeça.

Confira a relação de jogos do set list, que contará com outros títulos ainda, caso não tenha acompanhado os posts passados:

– Shenmue – Sedge Tree
– Blue Dragon – Waterside
– Final Fantasy XIV – On Windy Meadows
– Monster Hunter – Proof of a Hero*
– Shadow of the Colossus – Epilogue (Those Who Remain)**
– Super Mario Galaxy – Galactic Suite***
– The Legend of Zelda: The Wind Waker – Concerto for Spark and Orchestra***
– Super Metroid – Into Red, Into Dark***

* © Capcom Co., Ltd.
** © 2006 Sony Computer Entertainment Inc.
*** Courtesy of Nintendo.

Symphonic Selections: confirmada transmissão online em vídeo


Por Alexei Barros

As vendas dos ingressos do Symphonic Selections acabaram em uma hora, dado o prestígio que esses concertos de game music possuem na Alemanha. Má notícia para quem pretendia assistir ao vivo e não pôde comprar um ingresso. Mas a boa novidade é que, como o Symphonic Fantasies e o Symphonic Odysseys, o Symphonic Selections será transmitido ao vivo via internet! O espetáculo está marcado para o dia 22 de novembro (cai em uma sexta), portanto reserve essa data caso queira ser agraciado com belas performances sinfônicas de jogos variados em um concerto de verdade.

Penso que vai ser uma oportunidade bastante interessante, porque, por mais que a Square Enix e o Nobuo Uematsu tenham seus milhares de fãs, eu sei que não é todo mundo que gosta de Final Fantasy, Chrono e afins. Mesmo que o concerto vá ter Blue Dragon e Final Fantasy XIV, haverá muitos outros segmentos interessantes como comentei no outro post. A Nintendo estará representada com  a trinca Super Metroid, Super Mario Galaxy e The Legend of Zelda: The Wind Waker; a Capcom com Monster Hunter; e até a Sega, com Shenmue. Mas definitivamente o segmento que mais estou na expectativa é o “Epilogue (Those Who Remain)”, tema de encerramento do Shadow of the Colossus, que vai ser apresentado em um arranjo novo, diferente da ouvida no final do jogo. Já vislumbro um segmento épico. E o melhor é que apenas oito números foram confirmados, ainda pode ter muito coisa boa vindo aí.

A princípio, este será o link da transmissão, mas, evidentemente, eu soltarei um lembrete próximo da data do concerto.

Symphonic Selections: seleções magistrais em um novo concerto na Alemanha


Por Alexei Barros

Após o fim da tetralogia “Symphonic” de concertos alemães – Shades, Fantasies, Legends e Odysseys – com a WDR Radio Orchestra, a equipe de Thomas Boecker se dedicou à produção do concerto Final Symphony, realizado em maio de 2013 com outras orquestras em três apresentações. Quem pensou que neste ano pararia por aqui se enganou, porque haverá outro espetáculo com a WDR Radio Orchestra: o Symphonic Selections, no dia 22 de novembro de 2013, no Koelner Philharmonie, sob a regência de Wayne Marshall. A transmissão ao vivo não está confirmada, mas torço para que possamos apreciar os promissores segmentos sinfônicos.

Assim como o Soundtrack Meets Cologne, que ocorreu em 2012, a récita mistura arranjos novos e reprises de concertos passados, o que inclui não só os concertos tributo de 2008 a 2011, mas também a saudosa série Symphonic Game Music Concert, realizada de 2003 a 2007 antes da Games Convention, a qual foi só pôde ser escutada por gravações da plateia. Para quem acompanha o Facebook do Spielemusikkonzerte, sabe da confirmação de alguns números. O set list nem foi totalmente revelado, mas até agora me agradou bastante (especialmente, porque reinam músicas japonesas):

– Shenmue: “Sedge Tree”
– Blue Dragon: “Waterside”
– Final Fantasy XIV: “On Windy Meadows”
– Monster Hunter: “Proof of a Hero”
– Shadow of the Colossus: “Epilogue (Those Who Remain)”*
– Super Mario Galaxy: ” Galactic Suite”
– The Legend of Zelda: The Wind Waker: “Concerto for Spark and Orchestra”*
– Super Metroid: “Into Red, Into Dark”*

*Arranjos inéditos.

Primeiro, sobre os números já conhecidos. Composição do Takenobu Mitsuyoshi, a “Sedge Tree” foi tocada pela primeira vez em concertos lá no First SGMC de 2003 e, curiosamente, nunca apareceu em uma apresentação japonesa. Os números de Blue Dragon e Final Fantasy XIV são reprises muito bem-vindos do Symphonic Odysseys e chamam a atenção por ser de dois jogos que não estão muito em voga. A “Waterside” ficou belíssima no arranjo de cordas e a “On Windy Meadows” é bem exótica. Uma escolha que achei muito interessante é a “Proof of a Hero”. Ela já foi tocada em muitas outras oportunidades: no Press Start 2006 e 2008 e também no três concertos de Monster Hunter (o terceiro, realizado em 2012, eu acabei não mencionando por aqui inclusive). Porém, ainda é inédita em concertos ocidentais. Proveniente do Symphonic Legends, a “Galactic Suite” é soberba, simplesmente e o melhor arranjo já feito do Super Mario Galaxy e nunca é demais um repeteco desse segmento.

Quanto às novidades, haverá um novo arranjo da obra-prima “Epilogue (Those Who Remain)”. O tema de encerramento do Shadow of the Colossus já foi tocado no Fourth SGMC, mas era uma versão similar à ouvida no jogo. Como será possível melhorar algo já estupendo? Curioso desde já. O Zelda: The Wind Waker é outro jogo que será agraciado com um arranjo inédito: a “Concerto for Spark and Orchestra” terá pelo menos 15 minutos de duração e contará com a participação do grupo instrumental sinfônico Spark, formado por piano, violino, violoncelo e duas flautas doces. E para terminar, “Into Red, Into Dark” do Super Metroid. Apesar de manter o nome do arranjo preparado pelo Jonne Valtonen para o LEGENDS, na verdade será uma nova partitura. Quem sabe não se torne a releitura sinfônica definitiva do jogo que vai comemorar 20 anos de vida em 2014.

Caso você esteja na Alemanha em novembro e esteja interessado, os ingressos estão à venda aqui.

[via symphonicselections.com]

“Moving Sacred Mountain ~ March for the Hero” – Monster Hunter (Monster Hunter 5th Anniversary Orchestra Concert)

Por Alexei Barros

O órgão de tubo (seja o timbre sintetizado ou o próprio) é amplamente utilizado em músicas de games, mas pouco usado em concertos. Foram raras as vezes em que isso aconteceu, como no Fourth e Fifth Symphonic Game Music Concert e Symphonic Fantasies, entre outros. Isso ocorre por razões óbvias de logística, já que o próprio anfiteatro deve comportar o instrumento.

O Monster Hunter 5th Anniversary Orchestra Concert, que aconteceu no Tokyo Metropolitan Art Space, foi uma dessas ocasiões. O quarto segmento abre com o som sombrio do orgão – o detalhe das mãos da organista são exibidos no telão –, abrindo o espaço para a orquestra conferir o clima militar pontuado pela caixa de bateria em “Moving Sacred Mountain”. Por essa característica nota-se que o arranjo é de Hayato Matsuo. Porém, um pouco nesta, mas sobretudo na “March for the Hero” fica a sensação de que um coral poderia ser implementado – não se o concerto fosse nesse local, uma vez que não haveria espaço no palco, totalmente ocupado pela Tokyo Philharmonic Orchestra –, dados os timbres de vozes da original. Ainda assim, a performance é soberbamente executada e magnificamente registrada no DVD:

“Moving Sacred Mountain” ~ “March for the Hero”

“Proof of a Hero” – Monster Hunter (Monster Hunter 5th Anniversary Orchestra Concert)

Por Alexei Barros

Os mesmos solidários que desembolsaram 9440 ienes (por volta de 184 reais, sem impostos nem nada) para adquirir a versão limitada de Monster Hunter Tri fizeram o grandessíssimo favor de subir todos os 13 segmentos do Monster Hunter 5th Anniversary Orchestra Concert no YouTube, lembrando que o DVD está disponível somente nesse pacote e não será vendido, pelo menos por enquanto, separadamente.

Fico me perguntando porque a Suleputer (publicadora dos álbuns da Capcom) não o faz, uma vez que a gravação do concerto está excepcional, com diversos ângulos de câmera – melhor até do que o Gyakuten Meets Orchestra. Você sabe como é difícil as apresentações de games serem registradas profissionalmente, quanto mais as japonesas, por isso não poderia deixar passar a oportunidade em branco, mesmo sendo pouco familiarizado com as trilhas musicais da série Monster Hunter.

Também por somente ouvir ou então ver fotografias (quando muito), acabo não tomando as reais dimensões dos concertos. Aqui, em especial, é de ficar maravilhado com a grandiosidade e a competência da Tokyo Philharmonic Orchestra e a magnitude do Tokyo Art Metropolitan Space.

O vídeo que separei é o mais icônico tema da série, “Proof of a Hero”, o décimo número da apresentação, típico de música de cinema, arranjado por Shiro Hamaguchi (principal arranjador dos concertos de Final Fantasy) que fora executado anteriormente no Press Start 2006 e 2008. Por enquanto vai só esse, mas dá vontade de publicar todos os restantes (claro que com bastante intervalo de tempo entre um e outro).

Press Start 2008: o retorno de Monster Hunter

Por Alexei Barros

A mais recente inclusão no set list do Press Start 2008 não é tão significativa, pelo menos para mim, quanto às duas anteriores. Imagino que o mesmo não pode ser dito aos japoneses, que devem estar em êxtase, afinal a série da Capcom é bem popular por lá. Monster Hunter já havia sido apresentado no PS 2006, com a música “Proof of a Hero” do primeiro para PlayStation 2, mas se ausentou do PS 2007. Acredito que não seja a mesma, tendo em vista as continuações, inclusive a vindoura, Monster Hunter 3, que era uma exclusividade do PlayStation 3 e migrou para o Wii.

No post do anúncio, escrito por Nobuo Uematsu, além de dizer que o tema do comercial do jogo é bem cativante, há algumas curiosidades em torno do compositor Masato Koda para comprovar mais uma vez como o planeta é pequeno (“O mundo é habitado por 100 pessoas, o resto é NPC”, já dizia o Bueno).  Koda, ex-Capcom e um dos tecladistas da banda The Star Onions, que toca músicas do Final Fantasy XI, é colega de faculdade do Tomoaki Watanabe, também conhecido como mr. goo, o tenor que cantou no concerto VOICES music from Final Fantasy e as músicas “The Skies Above” e “Darknes s and Starlight” do segundo e terceiro álbuns dos Black Mages.

Ainda acerca do Koda, um nome desconhecido por mim até então, é impressionante como o seu currículo é variado (Resident Evil Outbreak, Devil May Cry 1 e 2, Wild Arms the 4th Detonator, Vth Vanguard e XF e outros), sem falar que ele também participou do Super Smash Bros. Brawl com três  arranjos.

Novamente grato ao Fabão pela tradução.

[via PRESS START]

Set list até o momento:

01 – Wild Arms
02 – Super Mario Galaxy


RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej

%d blogueiros gostam disto: