Posts Tagged 'Junichi Nakatsuru'

A Night in Fantasia 2009: eminente só no mundo da fantasia


Por Alexei Barros

Parece até um milagre hoje em dia: o lançamento da gravação de um concerto com arranjos inéditos e exclusivos em meio ao oceano de restrições de direitos autorais que aterrorizam as apresentações de game music, a maioria com versões recicladas. Mas minha empolgação é contida. Serei franco: ainda que o currículo da Eminence seja respeitável, eles ainda têm muito o que aprender com a produção, organização e divulgação, áreas que resistem em permanecer com um pé no amadorismo. Por exemplo, o que aconteceu com Valkyria Chronicles e Diablo III no set list e o Hitoshi Sakimoto na plateia, que chegaram a ser anunciados no site oficial?

Vou além. Mesmo a performance, sempre exaltada, não é tão exímia quanto deveria. Isso me leva a questionar as autopropagandas e o hype exagerado  no site oficial, Facebook e Twitter – na maioria das vezes dispensáveis, como aqui –, e os elogios exacerbados do grande séquito de fanboys espalhados pelo mundo. Eu me incluía no grupo de admiradores (ainda me mantenho, com ressalvas) mais extasiado pelas exclusividades do set list (Final Fantasy XII e The Legend of Zelda: Twilight Princess especialmente) do que pela primazia ou arrojo da execução, muito porque os registros são escassos.

O CD duplo do A Night in Fantasia 2009, que foi oficialmente anunciado para sair no dia 8 de janeiro de 2010, atrasou um pouco, nada digno de nota. Uns dois meses. Quem comprou por pré-venda no site da Eminence recebeu o álbum no final de março e início de abril. Considerando que a apresentação ocorreu dia 26 de setembro de 2009, seis meses é um tempo habitual que separa o concerto do lançamento do CD, então por que anunciar a data de maneira tão precoce? Além disso, em um primeiro momento a gravação seria feita em estúdio, não ao vivo – felizmente a qualidade de áudio é elogiável, com alguns aplausos mais efusivos no final de determinadas performances.

Como fiz na ocasião do concerto, quando comentei sobre as músicas de uma gravação amadora, falarei sobre cada faixa do disco 1 intitulado “Symphonic selection from Video Games” – seleção porque Command and Conquer: Red Alert 3, Darksiders, God of War II, Dragon Age: Origins e Metal Gear Solid 2 / 3 não entraram no CD. O disco 2 traz os segmentos de animes que tomei a liberdade de passar batido. É uma mistura interessante de quatro seleções de jogos japoneses e duas de ocidentais, sendo que estas nunca foram lembradas em outra oportunidade.

Pelo título do post, alguns podem pensar que o CD é um desastre. Claro que não é assim. Tem pontos positivos e negativos. É bom, mas não é tão eminente como comento depois do Hadouken.

Continue lendo ‘A Night in Fantasia 2009: eminente só no mundo da fantasia’

Anúncios

Ressonância curta, mas eminente

Soulcalibur Suite - The Resonance of Souls and Swords
Por Alexei Barros

De todos os trabalhos da australiana Eminence Symphony Orchestra (Odin Sphere, Valkyria Chronicles etc.), muito possivelmente Soulcalibur IV seja o jogo mais proeminente. Porém, a parceria entre o compositor Junichi Nakatsuru e a Eminence não acabou aí e foi estendida com o lançamento de Soulcalibur Suite – The Resonance of Souls and Swords, um EP de três faixas – embora a duração de cerca de 14 minutos pareça curta demais para classificá-lo como Extended Play –, vendido somente digitalmente na iTunes dos EUA e Japão, ou seja, disponível apenas para os residentes nesses países.

A trinca recebeu arranjos inéditos sob a batuta de Shiro Hamaguchi, simplesmente o principal nome nas orquestrações de trilhas e concertos de Final Fantasy. Promissor. Produzida e dirigida pelo spalla Hiroaki Yura, a gravação foi feita no Trackdown Scoring Stage, e utilizou o método Source-Connect, que permitiu uma conexão de áudio direta entre o estúdio na Austrália e os produtores e músicos no Japão.

Abaixo, a tracklist. O EP inteiro custa 2,97 dólares, e cada faixa pode ser comprada individualmente por 0,99 dólares.

01 Bearer of Fate
02 Voice of the Wind
03 Decisive Souls

[via Eminence Online]

Alma eminente

Por Alexei Barros

Não é de hoje que a Orquestra Sinfônica Eminence deixou de tocar game music em apresentações ao vivo para também interpretar músicas originais, fazendo parte dos jogos. Até então, o bom relacionamento do spalla Hiroaki Yura com o compositor Hitoshi Sakimoto havia assegurado a participação em algumas de suas obras, como os games Deltora Quest: The Seven Jewels e Valkyria Chronicles, e o anime Romeo X Juliet, o primeiro trabalho não-gamístico dele.

Bastou uma conversa com o Junichi Nakatsuru, um dos principais nomes da Namco (até acho o Keiki Kobayashi mais genial e o Masaru Shiina mais criativo) durante o concerto australiano A Night in Fantasia 2007: Symphonic Games Edition para que fosse selado um acordo que determinou a performance da Eminence na trilha de Soulcalibur IV (e pensar que ainda teremos Yoda no X360 e Darth Vader no PS3). A atuação da OSE soma algo em torno de 15 minutos, entre as músicas de abertura, encerramento, história e batalha. Evidente, evidente que, quando anunciarem o A Night in fantasia 2008 (por favor, né), o repertório incluirá ao menos uma música do jogo para lavar a alma.

[via Music 4 Games]


RSS

Twitter

RSS Box art do dia

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: