Posts Tagged 'Final Fantasy XIII'



Distant Worlds: music from Final Fantasy Returning Home: casa renovada para os próximos anos


Por Alexei Barros

Desfrutando das excelentes partituras preparadas para os concertos de Final Fantasy desde 2002, o Distant Worlds vem crescendo cada vez mais, revigorando o repertório com frequência. A Square Enix, satisfeita com o sucesso e recepção dos fãs, renovou o contrato por três anos, conforme divulgado na visita a Nova York.

Após dois CDs gravados em estúdio, foi lançado o primeiro produto ao vivo da turnê, Distant Worlds: music from Final Fantasy: Returning Home, pacote com um DVD e dois CDs lançado em 19 de janeiro no Japão e 1º de abril nos EUA cobrindo, em sua integridade, as duas apresentações realizadas em Tóquio ano passado, 6 e 7 de novembro, com a Kanagawa Philharmonic Orchestra e o Wagner Society Male and Female Choir. Execução excelente. Faço apenas uma ressalva à reverberação além do que considero ideal, não no nível estratosférico do Press Start The 5th Anniversary, é bom que se diga.

Muitas reprises, números requentados e algumas novidades interessantes, correspondentes aos recentes Final Fantasy XIII e Final Fantay XIV. Tomei a liberdade de abordar apenas os segmentos inéditos ou seminovos nos comentários. Você não espera que eu comente outra vez “One-Winged Angel”, espera?
Continue lendo ‘Distant Worlds: music from Final Fantasy Returning Home: casa renovada para os próximos anos’

Samples em áudio do Distant Worlds Returning Home


Por Alexei Barros

Dia 11 de janeiro sai o Distant Worlds music from Final Fantasy Returning Home, registro referente ao concerto da turnê realizado em Tóquio. Além do DVD, o pacote inclui dois CDs. Enquanto não surgem amostras em vídeo da récita, há pelo menos samples auditivos para termos uma ideia da performance e da qualidade.

Para conferi-los, entre no site oficial, espere a animação carregar (o que às vezes não aconteceu comigo) e clique em “Track List”. Há 11 trechos de faixas que podem ser apreciadas. Sete não fazem tanta diferença assim como são amplamente difundidas – “Aerith’s Theme” e “At Zanarkand” já conheço de cor e salteado. Chamo a atenção para a “Blinded by Light” (16) e a “Fabula Nova Crystallis” (19), com a voz encantadora da Frances Maya, isso do Final Fantasy XIII. Mas especialmente para a “Answers” (23) cantada magnificamente pela Susan Calloway, que, assim como a “Twilight over Thanalan” (22) é do Final Fantasy XIV.

“Blinded By Light” – Final Fantasy XIII (Distant Worlds 2010 em Toronto)

Por Alexei Barros

Desde que FFXIII faz parte do programa da turnê Distant Worlds, tornou-se uma obsessão a busca por vídeos de performances do jogo. Finalmente! Devo agradecer aos solidários canadenses, que compartilharam várias gravações no YouTube do concerto realizado dia 27 de novembro, antecipando alguns segmentos que estarão no pacote de um DVD e dois CDs Distant Worlds music from Final Fantasy Returning Home, que registra o espetáculo em Tóquio.

“Blinded By Light”, que estreou nessa apresentação, é justamente a primeira música revelada do FFXIII, no trailer da longínqua E3 2006, e já naquela época contagiava pelo solo de violino no melhor estilo Masashi Hamauzu. Como a faixa não é uma das que foram gravadas na Polônia pela Warsaw Philharmonic Orchestra, mas por um grupo avulso de instrumentistas no Japão que não formam uma orquestra completa, foi feita uma adaptação.

A batida da percussão foi incluída sem a contundência da bateria da original. Aquela guitarra complementar, que se ouve bem ao fundo, se perdeu na interpretação ao vivo. Entretanto, a principal diferença é que a parte que antes era um solo de violino passou a ser feita por todo o naipe de cordas. Ficou diferente, mas igualmente extraordinária.

Distant Worlds no Japão: novidades e recordações direto de casa


Por Alexei Barros

No último final de semana aconteceram os dois concertos em Tóquio do Distant Worlds music from Final Fantasy Returning Home, o primeiro da série no Japão desde o Voices (2006). O montante de novidades dos espetáculos presenciado não só por Nobuo Uematsu como por Masashi Hamauzu (e por cerca de 5000 pessoas para cada dia) foi suficiente para superar as minhas expectativas. Se alguém chegasse para mim há alguns anos e contasse tais notícias seria difícil de acreditar.

Primeiro as estreias. Que não foram poucas. É uma pena que os três primeiros capítulos fiquem confinados em medleys em favor dos episódios recentes, mas pelo menos é reconfortante saber que ainda são lembrados. O novo “Final Fantasy I~III Medley 2010” é uma adaptação do “Final Fantasy I-III Medley” arranjado por Shiro Hamaguchi para o 20020220 e registrado em estúdio no CD do Distant Worlds. Uma mudança simples: entrou a “Final Fantasy” no lugar da “Chocobo!”. Substituição que se explica adiante. A “Swing de Chocobo”, que estreou no More Friends em arranjo do Arnie Roth, recebeu o reforço da “Chocobo Theme” na versão FFXIV.

No segundo ato, diferenciado para cada apresentação, foi um festival de novidades. Se pudesse, escolheria parar ir no sábado, dia 6 de novembro, quando foram tocadas em sequência cinco faixas de Final Fantasy XIII. Gostei das seleções. “Blinded By Light” com aquele solo de violino deve ter ficado espetacular, mesmo que sem a guitarra; “Fang’s Theme”, que estreou em um segmento em conjunto com a “Final Fantasy XIII – The Promise”, apareceu sozinha desta vez; “March of the Dreadnoughts” é puro encanto no piano de Benyamin Nuss; “Fabula Nova Crystallis” é uma interpretação majestosa do tema principal que deve ter ficado melhor ainda com a voz de Frances Maya, talvez à moda da “Serah’s Theme”; e, finalmente, a vanglória de “Saber’s Edge”, novamente com Nuss ao piano. Ainda faltam, entre outras, “Born Anew” (que já estaria na apresentação se fosse do Uematsu), “Nascent Requiem” (parecia feita sob medida para Nuss) e a emocionante “Ending Credits”.

No domingo, 7 de novembro, por sua vez, foram executadas quatro músicas do Final Fantasy XIV. Ambas já conhecidas do Final Fantasy XIV Field Tracks, “Navigator’s Glory – The Theme of Limsa Lominsa” e “Twilight over Thanalan” (esta tocada antes na companhia da “Behind Bloody Borders”) apareceram, assim como “Answers”, cantada pela Susan Calloway, e “Primal Judgment”, que não saberia dizer como são exatamente, pois não estão nos dois discos promocionais. Para compensar a quantidade de faixas do outro dia, foi tocada também a “Those Who Fight” em um solo de piano do Benyamin Nuss.

Até aqui estaria muito bom. Eis que nos bis resolvem me tocar nada mais, nada menos do que “Clash on the Big Bridge”! Quem diria que um dia a música apareceria em um concerto de Final Fantasy, e ainda para fechar a récita. Tinha que ser no Japão. Porque se aquela votação dos temas de batalha acontecesse lá tenho certeza que seria escolhida muito antes da “Dancing Mad” e “J-E-N-O-V-A”, que também estrearam no arquipélago nipônico nestes dois concertos. Evidentemente que parte do impacto causado pela estreia na turnê foi arrefecido pelo arranjo do Jonne Valtonen presente na suíte correspondente da série no Symphonic Fantasies. Mas estou curioso para ver o segmento próprio desta música alucinante que desta vez foi arranjada pelo próprio maestro Arnie Roth.

Entre os segmentos conhecidos, chama a atenção que “One-Winged Angel” tenha abrido o espetáculo. Já que parece ser obrigatória, que não seja sempre no final, mas no começo para variar um pouco. Do restante, vale destacar a participação no violão de Meng-Feng Su em três faixas arroladas no fim do post. Não teve nada do FFIV – “Theme of Love” é a única música do jogo no repertório do Distant Worlds. FFXII não preciso nem dizer que foi tratado mais uma vez como um spin-off.

O melhor de tudo é que os concertos da Kanagawa Philharmonic Orchestra e do Wagner Society Male and Female Choir, sob a regência de Arnie Roth, foram registrados em vídeo, confirmando um rumor do blog Nonsense Zone desvendado pelo Fabão, que alertava no ingresso de que a plateia seria mostrada, visto que há leis que restringem a gravação de pessoas no Japão. Tudo em um único pacote que inclui um DVD e dois CDs intitulado Distant Worlds music from Final Fantasy Returning Home, e sairá por 5600 ienes (hoje daria 116 reais sem taxas) no dia 19 de janeiro de 2011, acredito eu com todo o conteúdo de ambos os dias. Está logo aí. Mal posso esperar para ver performances de Final Fantasy XIII.

Set list, com os links para as originais disponíveis:

Ato I

“One-Winged Angel” (Final Fantasy VII)
“Victory Fanfare” (Final Fantasy)
“Don’t Be Afraid” (Final Fantasy VIII)
– “Final Fantasy I~III Medley 2010”: “The Prelude” ~ “Main Theme” ~ “Matoya’s Cave” (Final Fantasy) ~ “Memory of the Wind ~Legend of the Eternal Wind~” (Final Fantasy III) ~ “Final Fantasy” (Final Fantasy) ~ “Rebel Army Theme” (Final Fantasy II)
“Love Grows” (Final Fantasy VIII) [violão: Meng-Feng Su]
“Ronfaure” (Final Fantasy XI)
“J-E-N-O-V-A” (Final Fantasy VII)
“Dear Friends” (Final Fantasy V) [violão: Meng-Feng Su]
“Vamo’alla flamenco” (Final Fantasy IX) [violão: Meng-Feng Su]
“Aerith’s Theme” (Final Fantasy VII)
– “Chocobo Medley 2010”: “Chocobo Theme” (Final Fantasy XIV) ~ “Swing de Chocobo”

Ato II – 06/11

“Opening ~ Bombing Mission” (Final Fantasy VII)
“At Zanarkand” (Final Fantasy X)
“Dancing Mad” (Final Fantasy VI)
“Blinded By Light” (Final Fantasy XIII)
“Fang’s Theme” (Final Fantasy XIII)
“March of the Dreadnoughts” (Final Fantasy XIII) [piano: Benyamin Nuss]
“Fabula Nova Crystallis” (Final Fantasy XIII) [vocal: Frances Maya]
–  “Saber’s Edge” (Final Fantasy XIII) [piano: Benyamin Nuss]
“The Man with the Machine Gun” (Final Fantasy VIII)
“Terra’s Theme” (Final Fantasy VI)

Ato II – 07/11

“Opening ~ Bombing Mission” (Final Fantasy VII)
“At Zanarkand” (Final Fantasy X)
“Those Who Fight” (Final Fantasy VII) [solo de piano: Benyamin Nuss]
“Dancing Mad” (Final Fantasy VI)
“Navigator’s Glory – The Theme of Limsa Lominsa” (Final Fantasy XIV)
“Twilight over Thanalan” (Final Fantasy XIV)
– “Answers” (Final Fantasy XIV) [vocal: Susan Calloway]
– “Primal Judgment” (Final Fantasy XIV)
“The Man with the Machine Gun” (Final Fantasy VIII)
“Terra’s Theme” (Final Fantasy VI)

Bis
“Clash on the Big Bridge” (Final Fantasy V)

[via Dengeki, 4Gamer.net, Famitsu, cobol1982.blog51.fc2.com]

Distant Worlds no Japão: mais perto de casa, e com Final Fantasy XIII e XIV

Por Alexei Barros

Gratificante constatar que aos poucos o Distant Worlds está ficando mais abrangente, aberto para boas novidades, em vez de guiado somente pelos maravilhosos arranjos dos concertos passados. Como disse anteriormente, a turnê fará duas apresentações em Tóquio em novembro, marcando o retorno de um espetáculo da série Final Fantasy em território nipônico depois de quatro anos – o último foi o aclamado Voices em 2006.

De lá para cá, foram adicionados somente cinco números novos possíveis, dentre eles “Dancing Mad” e “J-E-N-O-V-A”. Mas sabe como é, o Japão exige um capricho maior por ser a nação da game music, e não chamariam essa miniexcursão de Distant Worlds: music from Final Fantasy Returning Home por acaso. Para a apresentação do dia 6 foi prometida a estreia de novos segmentos de Final Fantasy XIII, enquanto que no dia 7 do Final Fantasy XIV. Se deixassem de olhar torto para FFXII, ignorando obras-primas como Symphonic Poem “Hope” (deveriam chamar o Taro Hakase para tal ocasião), e acrescentassem mais músicas da era SNES, estaria muito próximo do que sempre sonhei.

Recordo que dos jogos mais novos, “The Promise ~ Fang’s Theme” (FFXIII) estreou em junho de 2010 em Estocolmo, Suécia, numa performance que ninguém teve a capacidade de gravar, e a “Twilight Over Thanalan ~ Beneath Bloody Borders” (FFXIV) debutou em dezembro de 2009 em Chicago, EUA. No site da turnê não ficou claro, pelo menos para mim, exatamente quais serão os segmentos inéditos. Deixa explicar. A “Fabula Nova Crystallis” foi citada como a novidade, mas entre parêntesis está escrito “The Promise” aparentemente porque uma é uma variação da outra. Acontece que a cantora Frances Maya participará da execução, e na trilha original ela canta mais duas versões da mesma melodia: “The Sunleth Waterscape” e “Serah’s Theme”.

Falando ainda do FFXIII, haverá a bem-vinda estreia da encantadora “March of the Dreadnoughts”. O detalhe é que no piano estará mais uma vez Benyamin Nuss. O jovem germânico de 21 anos que vem se destacando nos concertos Symphonic na Alemanha, que o diga ontem no Symphonic Legends, vem se configurando com o mais prolífico e talentoso pianista-gamer da atualidade. Não estranharei se por um acaso acontecer uma Piano Collections FFXIII volume dois e ele ser o instrumentista em vez da Aki Kuroda. Só para registrar, estou no aguardo da “Born Anew”.

Seguindo para o FFXIV, pela primeira ao vivo se ouvirá a “Answers”, aquele ambicioso tema principal do MMORPG cantado pela Susan Calloway que deu para ter uma ideia quando vazou a trilha do FFXIV alpha, então identificada como “1D”. Todavia, tal canção é acompanhada por uma banda na original, e não foi divulgada se no palco também estará, por exemplo, a Earthbound Papas, a sucessora do The Black Mages.

Embora o alarde seja menor, foi confirmada ainda a “Those Who Fight” (FFVII), que suponho ser a mesma “Those Who Fight” executada no Second Symphonic Game Music Concert (2004) em arranjo de Andy Brick que na ocasião contou com a performance no piano de Seiji Honda, o instrumentista da Piano Collections Final Fantasy VII. Penso assim porque Benyamin Nuss foi confirmado para esta música, assim como a “Love Grows” (FFVIII), conhecida já desde o 20020220. Para completar a lista de atrações especiais, o taiwanês Meng-Feng Su tocará violão em “Dear Friends” (FFV) e “Vamo’ alla Flamenco” (FFIX), e ambas também estrearam no 20020220.

Não bastassem as novidades interessantes, a turnê se apresentará pela primeira vez na Austrália, nos dias 15 e 16 de abril de 2011. EUA, Canadá e alguns países europeus e asiáticos foram contemplados anteriormente.

[via Distant Worlds]

Apresentação de piano de Final Fantasy XIII será… não, já foi transmitida pela Internet

Por Alexei Barros

Dia 28 de agosto eu deveria ter avisado que a pianista Aki Kuroda tocaria músicas da Piano Collections Final Fantasy XIII em um recital em Shinjuku, Tóquio exibido ao vivo via Ustream, mas realmente só soube depois da realização do evento. Nem tudo está perdido. Pelo contrário, tudo foi gravado e publicado no YouTube. Iniciativas recentes como esta, do jdk Band Live 2010 e do Untitled Concert mostram que os tempos mudaram. Não mais acontecem tantas apresentações de game music japonesas em salões trancafiados para um número reduzido de afortunados de olhos puxados que não se atrevem a ligar câmeras e gravadores.

Quem sabe faz ao vivo como diria o outro, e Aki Kuroda se mostrou sublime na interpretação das cinco seleções do álbum, que contém uma dezena de faixas. Depois da música de abertura – títulos logo abaixo –, o compositor e arranjador da coletânea, Masashi Hamauzu fez a sua primeira aparição para as cerca de 200 pessoas que assistiram in loco. Em seguida, Kuroda executou três na sequência para que ela e Hamauzu contassem detalhes da concepção do disco. Como curiosidade, vale destacar que a gravação ocorreu em Milão (onde já havia sido gravado outro álbum de FF em 1994, o Final Fantasy VI Grand Finale), porque a instrumentista residia à época na cidade italiana. Hamauzu, aliás, viajou até lá para a produção do CD. Depois a dupla respondeu perguntas do público, e mais uma performance para fechar.

Pelo pouco que entendi no tradutor, também haverá outras apresentações (sem previsão de transmissão), e dependendo da recepção dos fãs pode até  ser lançado um volume dois, o que seria um acontecimento inédito entre as coletâneas de piano da série.

Se você quiser apenas ver as performances, abaixo o set list e o momento em que foram tocadas. Após o Hadouken os vídeos.

01 – “Final Fantasy XIII – The Promise ~ The Sunleth Waterscape” (P1 – 0:00)
02 – “Lightning’s Theme ~ Blinded By Light” (P2 – 0:00)
03 – “Fang’s Theme” (P2 – 3:35)
04 – “Vanille’s Theme ~ Memories of Happier Days ~ The Road Home” (P2 – 8:27)
05 – “Nascent Requiem” (P5 – 0:00)

Continue lendo ‘Apresentação de piano de Final Fantasy XIII será… não, já foi transmitida pela Internet’

A track list completa da Piano Collections FFXIII


Por Alexei Barros

Muito antes do que imaginava, se bem que o álbum já sai dia 21 de julho, a Square Enix divulgou todas as músicas da Piano Collections Final Fantasy XIII. Como disse anteriormente, os arranjos são do próprio compositor Masashi Hamauzu e a performance da Aki Kuroda.

Há uma dezena de faixas, número que parece generoso, mas é até pequeno, se cotejarmos com as coletâneas anteriores: 15 (FFX), 14 (FFIV, FFIX), 13 (FFV, FFVI, FFVII, FFVIII) e 11 (FFXI). Ou seja, é o menor de todos. Apesar disso, vale ressaltar que há três medleys.

Segue abaixo a relação de músicas com os links das originais para você já vislumbrá-las no piano. Porém, de três nem precisará se dar ao trabalho, pois é possível escutar samples da “Fang’s Theme”, “March of the Dreadnoughts” e “Reminiscence – Sulyya Springs Motif” no site oficial.

01 “Lightning’s Theme” ~ “Blinded By Light”
02 “Final Fantasy XIII – The Promise” ~ “The Sunleth Waterscape”
03 “March of the Dreadnoughts”
04 “The Gapra Whitewood”
05 “Nautilus”
06 “Vanille’s Theme” ~ “Memories of Happier Days” ~ “The Road Home”
07 “Nascent Requiem”
08 “Fang’s Theme”
09 “Reminiscence – Sulyya Springs Motif”
10 “Prelude to FINAL FANTASY XIII Full Version”

P.S.: Ainda sobre um FFXIII, cabe um desabafo pelo completo descaso dos espectadores do Distant Worlds II no último dia 12 de junho na Suécia com a performance do segmento do jogo, que possui UM vídeo e ainda por cima incompleto disponível no YouTube. Procure por “OWA” que você encontrará trocentas. Não obstante o meu asco com gravações parciais, destaco porque sei que a probabilidade é baixa de alguém ainda subir. Acho que o grande público ainda não se cansou das mais manjadas. O dia em que tocarem em outra apresentação (a próxima está marcada para 15 de julho em São Francisco) faço o post comentando mais detalhadamente. Enquanto isso não acontece: fique com o vídeo!

[via SEMO]

Mantendo tradição: a coletânea de piano de Final Fantasy XIII

Por Alexei Barros

Em 1992 a Square Enix iniciou com a série Final Fantasy um costume que já era muito frequente nos lançamentos de game music, especialmente os RPGs, de publicar álbuns com arranjos para solo de piano. É o que também aconteceu com Dragon Quest, Ys, Arc the Lad, Tales of, Suikoden (com o suporte de outros instrumentos, é verdade) e, mais recentemente, Kingdom Hearts.

Poderia ser tranquilamente do primeiro, mas iniciou com FFIV e seguiu até o FFXI (em 2008, seis anos depois de o jogo sair no Japão) com diferentes arranjadores e intérpretes. E para o dia 21 de julho de 2010 a saga continua com Piano Collections Final Fantasy XIII. E o FFXII, você me pergunta? Foi ignorado como acontece com os concertos da série.

O álbum referente ao FFXIII é promissor não só porque a trilha original é fabulosa. O próprio Masashi Hamauzu, que tem bastante apreço pelo piano como se nota pelas composições (talvez o violino venha em segundo lugar) é o encarregado dos arranjos e a pianista Aki Kuroda da performance, repetindo a dupla da Piano Collections Final Fantasy X.

Ainda não foi divulgada a track list, mas é possível escutar no site oficial um sample que remete à “Sulyya Springs”.

Distant Worlds II: turnê se rende à magnitude de Final Fantasy XIII


Por Alexei Barros

Desde que publiquei o post derradeiro mais três músicas foram confirmadas para a track list do CD Distant Worlds II: more music from Final Fantasy, a saber, “Suteki da ne”, “Terra’s Theme” e “Main Theme of Final Fantasy VII” – tudo dentro do esperado. Mas a maior novidade dos últimos tempos referente à turnê é a respeito da apresentação na Suécia dia 12 de junho, quando estreia a nova fase Distant Worlds II.

Um assombro a notícia: a partir deste espetáculo, a turnê vai incorporar no set list nada mais, nada menos do que Final Fantasy XIII! Quando o maestro Arnie Roth aventou a possibilidade de músicas de outros compositores que não do Nobuo Uematsu aparecerem imaginei que fosse uma declaração só para não desanimar os fãs, uma vez que antes o concerto pulou o FFXIII e já tocou FFXIV.

Trata-se de um acontecimento praticamente inédito porque Uematsu domina tudo. Para mim, a inclusão demonstra duas coisas, que tanto Roth quanto Uematsu gostaram muito da trilha da FFXIII e devem não ter se impressionado muito (eufemismo para não gostaram ou até detestaram) do trabalho do Hitoshi Sakimoto no FFXII, como se fosse um elemento estranho, destoante, enfim um jogo perdido para as apresentações.  O que discordo e acho injusto. Pelo menos uma merecia. E mostra que Masashi Hamauzu está em alta, porque ele ainda prepara um arranjo para o Symphonic Legends.

Tanto isso é verdade que serão duas as  executadas: “Final Fantasy XIII – The Promise” e “Fang’s Theme”. Ambas já orquestradas – a primeira foi gravada no Japão por instrumentistas avulsos e a outra na Polônia, pela Warsaw Philharmonic Orchestra – nem precisam estar no CD. Costumo criticar as seleções, mas vou pegar leve porque as duas são fantásticas, concedendo uma amostra da alta inspiração da trilha, e também, convenhamos, daria para fazer um concerto só de FFXIII. Além disso, algumas das melhores faixas são difíceis de tocar ao vivo, não subestimando a capacidade da Royal Stockholm Philharmonic Orchestra, é que devido às viagens, os tempos de ensaios são mais apertados e ainda as orquestras nas demais apresentações podem não ser tão capacitadas. Por exemplo, a “Born Anew” ainda precisaria de um tenor experiente para o solo no encerramento e a dissonante “Nascent Requiem” um pianista de maior virtuosismo que o normal. A maravilhosa “Ending Credits” igualmente entra para a lista de espera.

Depois de um início meio morno a turnê Distant Worlds definitivamente está interessante para os apreciadores hardcore cansados das mesmas músicas das apresentações passadas.

[via Facebook, Stockholm Konserthus]

Um pouco mais de Final Fantasy XIII

Por Alexei Barros

Pelo senso comum, poderia se imaginar que a Final Fantasy XIII Original Soundtrack, com 85 faixas, traz todo o material musical possível e imaginável referente ao jogo. Não, e a Square Enix não poderia perder a oportunidade de lançar um adendo, e este é intitulado Final Fantasy XIII Original Soundtrack -Plus-, nome que remete ao álbum Final Fantasy IX Original Soundtrack Plus. O CD mantém a tradição das músicas perdidas da série.

É preciso ressaltar que o disco não incluirá nenhum arranjo propriamente dito, apenas faixas da localização ocidental, das versões preliminares e dos vídeos de divulgação. Lembra daquele trailer da E3 2008? Havia uma música orquestrada que foi gravada especialmente para a ocasião que não entrou no jogo e na OST. Agora estará no disco (é a primeira faixa na realidade). Sim, faltou a “My Hands”. Que pena.

Abaixo você confere a track list, só não sei se vai ajudar muito a identificar alguma coisa pelos códigos e números. Também é possível ouvir samples das oito primeiras músicas no site oficial. Apenas para registrar, ainda caberia um álbum com arranjos e uma Piano Collection.

01 PV “FINAL FANTASY XIII 2007 JFS”
02 PV “FINAL FANTASY XIII 2006 E3”
03 M1 No.2 title αVersion
04 M3 No.4 BossA αVersion
05 M306 OPN2 “Defiers of Fate” Palamecia Assault Version
06 Hope_PfNer3
07 M42E “The Sunleth Waterscape” Overseas Version
08 M36A “The Gapra Whitewood” Instrumental
09 M74_2 PRO “Fighting Fate” No Chorus Version
10 M64E “Chocobos of Cocoon” English Version
11 M33 Lightning NW Version
12 M181 Shugeki2 Prototype
13 M44B Sazh B+ Prototype
14 M106 Last Battle Prototype+
15 M5_2 “Blinded By Light” Long Version
16 M42 “The Sunleth Waterscape” Instrumental

[via FFXIII OST Plus]


RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej

%d blogueiros gostam disto: