Posts Tagged 'Famicom Band'



“Romancing SaGa 2 Medley” – Romancing SaGa 2 (FCB 3rd Live)

Por Alexei Barros

Romancing SaGa 2 é um dos tantos jogos que a Squaresoft não localizou na época do Super Famicom e muito menos depois, visto que remakes só foram feitos do predecessor (este lançado nos EUA para PlayStation 2) e do SaGa 2 para DS. Lamento que o público ocidental, em sua maioria, desconheça a inspiração do Kenji Ito na ocasião. Se os 16-bits representam para mim a época áurea do Nobuo Uematsu, também é do Ito, talvez por influência ou proximidade. Os temas de combate tanto de um como de outro possuem melodias alucinantes.

Não por menos, a trilogia é uma das preferidas do cenário das bandas e orquestras doujin, e no âmbito profissional se limitou ao primeiro, vide Romancing SaGa no Press Start 2006. Para tapar lacunas como esta existem a Famicom Band, que mais uma vez foi muito feliz nas seleções, mais até do que a performance, já que os metais não estavam nos melhores dias. Coincidentemente ou não, foram escolhidas exatamente as duas músicas assinadas pelo Uematsu da trilha: a serena “The Legend Begins” (1:54) e a melancólica “Wipe Your Tears Away” (2:50), que foram originalmente compostas para o Makai Toushi SaGa do Game Boy. Antes, no começo tem a fantástica “Imperial Capital Avalon”, perfeita para abrir o medley. Só senti falta do baixo elétrico mais incisivo para estar de acordo com a original – as batidas graves eram recorrentes nos trabalhos do Kenji Ito naqueles tempos. “Last Battle” (4:15) é o único tema de batalha. Cresce aos poucos e segue em uma sucessão melódica arrebatadora confluindo na maravilhosa “Ending Theme” (6:25). Quando é evocada a “Opening Title” durante o tema de encerramento é puro êxtase.

“Romancing SaGa 2 Medley”

“Imperial Capital Avalon” ~ “The Legend Begins” ~ “Wipe Your Tears Away” ~ “Last Battle” ~ “Ending Theme”

“Final Fantasy VIII Third Movement” – Final Fantasy VIII (FCB 3rd Live)


Por Alexei Barros

Enfim chegamos ao pináculo da tríade de movimentos do Final Fantasy VIII executada pela Famicom Band. São 12 minutos de medley, com seleções muito interessantes. Aquilo de sempre: temas que acabam eclipsados especialmente por “Liberi Fatali” nos concertos da série.

Logo de cara a contagiante “Ride On” não tinha porque dar errado, afinal combinou perfeitamente na abertura do medley de encerramento da trilogia da FCB. Mesmo de estilo tão diferente, puxando mais para o barroco, a breve menção à “The Castle” a partir de 1:41 ficou soberba com flauta e clarinete. O caos toma conta com a poderosa “The Legendary Beast” (2:11) e tudo se acalma no momento em que a “Eyes on Me” (5:46) é tocada maravilhosamente em adaptação instrumental (J-pop orquestrado sempre é garantia de êxito), lembrando mais a versão que está contida na “Ending Theme”, tanto que na sequência é tocada a “Final Fantasy” (9:10) como no tema de encerramento. Os efusivos aplausos no desfecho são proporcionais à grandeza da performance.

“Final Fantasy VIII Third Movement”

“Ride On” ~ “The Castle” ~ “The Legendary Beast” ~ “Ending Theme”

“Final Fantasy VIII Second Movement” – Final Fantasy VIII (FCB 3rd Live)


Por Alexei Barros

Para não perder o embalo, o segundo movimento do miniconcerto de Final Fantasy VIII preparado pela Famicom Band. Comparado com o medley anterior, é mais simples e enxuto, combinando somente duas músicas em um total de seis minutos. Embora jamais tenham figurado nos concertos da série – “The Oath” foi executada em uma performance insossa no A Night in Fantasia 2005 –, ambas foram arranjadas no álbum FITHOS LUSEC WECOS VINOSEC: Final Fantasy VIII, o que já arrefece um pouco a sensação de ouvir os temas em sua plenitude de instrumentos. Não totalmente, afinal a FCB está mais para uma big band do que para uma orquestra pela ausência de cordas. Ainda assim, “FITHOS LUSEC WECOS VINOSEC” em versão sem coral não perdeu a força e mesmo a reflexiva “The Oath” ficou interessante, apesar da engasgada do trompete.

“Final Fantasy VIII Second Movement”

“FITHOS LUSEC WECOS VINOSEC” ~ “The Oath”

“Final Fantasy VIII First Movement” – Final Fantasy VIII (FCB 3rd Live)


Por Alexei Barros

A Famicom Band não morreu! O grupo que foi a porta de entrada para aos poucos conhecer as big bands e orquestras independentes japonesas me impressionava a cada performance, seja pela criatividade ou ousadia, e fazia muito tempo que não aparecia coisa nova. De fato, fico estupefato ao constatar que o último post que publiquei com material da FCB data de 12 de dezembro de 2008. Do nada surgiram gravações em áudio de algumas apresentações antigas no canal do Nico Nico Douga. Adianto de que não é ainda de F-Zero, ActRaiser, OutRun e After Burner, que estava maluco para conhecer. Muito menos os números seguintes do “The Suite from Final Fantasy 6 Scene 1”.

Dispensável eu me estender sobre toda a polêmica que circula em torno de Final Fantasy VIII pelas opiniões polarizadas, inclusive de integrantes do blog. Prefiro me concentrar na trilha e digo como não quer nada que está bem longe de me emocionar como um FFIV (não disse FFVI porque seria covardia). Por isso, estranhei que logo a Famicom Band, com toda a ênfase retrô, escolhesse um episódio que apesar de hoje ser antigo representou a inauguração de uma nova etapa na série em todos os aspectos. Na trilha, por exemplo, foi o primeiro com uma música-tema cantada, o que acabou se tornando uma tradição. Detalhe: a FCB não preparou nem um, nem dois, mas três movimentos. Os restantes publicarei em breve.

Neste chama a atenção a “The Landing”, que nunca dei o devido valor. De resto, há os temas de combate convencional “Don’t Be Afraid” (2:43) e o de chefes “Force Your Way” (7:01), que são entremeados pela “Balamb GARDEN” (4:52), que é um pecado ser normalmente esquecida. Para finalizar,  a famigerada “Waltz for the Moon” (9:13). Mesmo a atuação da FCB não sendo um primor de qualidade, tem as desafinadas aqui e acolá, mostra que os concertos profissionais estão marcando bobeira ao ignorar determinadas músicas – isso que o FFVIII é um dos jogos mais frequentes nos espetáculos profissionais, diria até que exageradamente.

“Final Fantasy VIII First Movement”

“The Landing” ~ “Don’t Be Afraid” ~ “Balamb GARDEN” ~ “Force Your Way” ~ “Waltz for the Moon”

“Namco Medley” – Famicom Band (FCB 5th Live)


Por Alexei Barros

A Namco não é apenas uma das produtoras de maior tradição, como também reserva algumas das melodias mais memoráveis da história dos videogames. Percebendo isso, logo na primeira edição do Press Start ~Symphony of Games~, em 2006,  o concerto tocou o “Namco Arcade Medley”, com oito minutos de Pole Position II, Gaplus, Thunder Ceptor, The Tower of Druga, Genpei Toumaden, Metro Cross, Mappy, Libble Rabble e Sky Kid. Nunca ouviu falar da maioria? Somos dois. Conhecer mesmo só o Mappy, graças mais uma vez ao imbatível cartucho múltiplo de 42 títulos.

De novo a gloriosa Famicom Band, que poderia se chamar Fan Service Band, também apresenta um medley da Namco não com oito, mas com 14 minutos em um total de 21 jogos – todos os supracitados, com exceção de Pole Position II, Gaplus e Thunder Ceptor. Diferentemente do “Big Big Nintendo Medley” que joguei a maioria, aqui minha fraudulência gamística fica ainda mais escancarada, porque jogar de verdade mesmo na época, apenas o já citado Mappy, além de Dig Dug, Galaga e Pac-Man (eles não se esqueceram do come-come ao contrário do Press Start). E sabe o que é mais inacreditável? Nenhum dos dois têm Rally-X. Mesmo que a maioria seja desconhecida, acredito que para o público em geral, é mais um medley espetacular, e o final é simplesmente genial. Depois do Hadouken coloco as referências para cada jogo também.

Faça o favor de ouvir:

“Namco Medley”

Perenemente grato ao Fabão pela identificação dos nomes dos jogos.

01 – [0:13] Star Luster
02 – [0:22] Ordyne
03 – [1:13] Libble Rabble
04 – [1:53] Mappy
05 – [3:01] Metro Cross
06 – [3:47] Wagan Land
07 – [4:40] Genpei Toumaden
08 – [5:07] Dig Dug
09 – [5:38] Dig Dug II
10 – [5:42] Tower of  Babel
11 – [6:08] Warpman
12 – [6:33] Sky Kid
13 – [7:18] Xevious
14 – [7:27] Galaga
15 – [7:32] Youkai Douchuuki
16 – [8:21] Family Stadium / World Stadium
17 – [8:50] Pac-Land
18 – [9:13] Sanma no Meitantei
19 – [10:09] Valkyrie no Densetsu
20 – [11:22] The Tower of Druaga
21 – [13:10] Pac-Man
22 – [13:27] Galaga Name Entry

“The Suite from Final Fantasy 6 Scene 1” – Famicom Band (FCB 2nd Live)


Por Alexei Barros

Muda o jogo, mas não muda a crítica: em geral os concertos costumam selecionar o tema de abertura, epílogo ou então de alguma batalha final, e se esquecem das faixas tocadas durante o jogo. Como Chrono Trigger, Final Fantasy VI é muito mal aproveitado.

Todos os 14 personagens têm temas fantásticos (e não só a Terra), e que sempre sonhei em ouvi-los orquestrados. A maneira mais fácil de fazer isso era orquestrar de uma vez por todas a “Ending Theme”, que abarca os temas e finaliza com a música principal da série. “Como o tema de encerramento é um pouco longo, nós poderíamos orquestrá-lo e juntá-lo com o tema de encerramento de cada jogo na série, e fazer um concerto ou CD. Vou falar com o Arnie Roth [maestro do Distant Worlds] sobre isso”, disse Nobuo Uematsu em entrevista ao Spelmusik.net no final do ano passado. Enquanto o devaneio não se realiza, eu me contento com a Famicom Band.

Em sua segunda apresentação, a big band japonesa tocou três suítes musicais (de 11, 6 e 13 minutos!) só de Final Fantasy VI, como comprova esse link (e que mostra que eles já tocaram After Burner e OutRun, o que desmente a minha impressão de que nunca tinham tocado jogos da SEGA, e leva Geraldo Figueras à loucura). Infelizmente, consegui encontrar apenas a primeira, que você pode ouvir abaixo. Não é a “Ending Theme”, entretanto, mas o medley inclui vários temas de personagens – achei que não viveria para escutar “Edgar and Sabin” executada por instrumentos reais.

“The Suite from Final Fantasy 6 Scene 1”
“Opening Theme” ~ “Locke” ~ “Edgar and Sabin” ~ “Troops March On” ~ “Cyan” ~ “Phantom Train” ~ “Gau” ~ “Save Them!”

“Fighting Game Medley” – Famicom Band

Por Alexei Barros

Mais uma performance da Famicom Band e, assim como do Mike Tyson’s Punch-Out!!, enfocada nas atuações cômicas de palco. É um medley de jogos de luta, mas a seleção é baseada nas velharias das mais primitivas: não espere por Street Fighter II, Mortal Kombat … Na verdade, um deles é um beat ‘em up e o outro representa a tela de bios do Famicom Disk System. No início aparece o Famicom Disk Writer, máquina em que você podia comprar jogos ou então gravar com os próprios discos. Acompanhe o momento em que cada um aparece também.

Agradecimentos ao Fabão pelo suporte na identificação dos games e do aparelho Famicom Disk Writer.

– “Fighting Game Medley”
01 – [0:39] Famicom Disk System Bios
02 – [1:13] Karateka
03 – [3:01] Yie Ar Kung-Fu
04 – [3:50] Ninja
05 – [5:10] Double Dragon


RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej

%d blogueiros gostam disto: