Posts Tagged 'Famicom Band'

“Konami Medley Fourth Movement” – (FCB 10th Anniversary Live)

Por Alexei Barros

Depois da leva de jogos pouco conhecidos por aqui no terceiro movimento do medley de jogos da Konami para NES da Famicom Band, a quarta parte caminha para uma relação de jogos mais populares do público ocidental.

Como tantas outras produtoras da época, a Konami não perdia a oportunidade de lançar adaptações de filmes famosos, e Top Gun é outro que engrossa a lista, assim como Goonies e King Kong 2 que já apareceram nos movimentos anteriores. A performance inclui até uma rendição do lendário tema de Harold Faltermeyer criado originalmente para a obra cinematográfica de 1986. Épico.

Pouco depois, nada menos do que Metal Gear é representado. Mesmo que a versão principal seja a de MSX2, é incrível como essa adaptação para Famicom/NES, sem o envolvimento do Hideo Kojima, ganhou notoriedade. Não vou entregar mais spoilers, mas quem jogou de cara vai se sentir em casa, ou melhor, em Outer Heaven. Para ficar ainda melhor, a “Jungle” de Contra é tocada sem demora, incluindo uma lapidar representação do run and gun com dois integrantes da Famicom Band. Se você não aguenta mais, calma, já está acabando: faltam duas partes para terminar essa homenagem aos jogos 8-bit da Konami.

0:02Top Gun

1:48 – Metal Gear (メタルギア)

3:25 – Contra (魂斗羅)

– “Konami Medley Fourth Movement”

Anúncios

Konami Medley Third Movement – (FCB 10th Anniversary Live)

Por Alexei Barros

Para escapar da restrição da Nintendo de lançar apenas cinco jogos por ano, a Konami criou nos EUA o selo Ultra Games, permitindo que mais jogos de NES publicados pela produtora pudessem chegar ao mercado.

Mesmo assim, é impressionante a quantidade de títulos de Famicom e Famicom Disk System que não tiveram lançamento em inglês. Neste terceiro movimento da Famicom Band de jogos 8-bit da Konami para o console da Nintendo, nenhum deles saiu nos EUA. Por isso, se você olha torto para nomes desconhecidos independente da qualidade desses jogos, melhor desistir aqui. Mas, se você despertar o seu interesse para pérolas gamísticas, seja bem-vindo.

Confesso que mesmo com a predisposição para me interessar por jogos de Famicom, ainda mais feitos pela Konami, a maioria eu nunca tinha ouvido falar. Os únicos que conhecia de nome era o Getsu Fuuma Den, também conhecido como o “Kenseiden do Famicom”, e o Knightmare II: Maze of Galious, que descobri por meio do excelente jogo original para MSX.

Agora… King Kong 2 (sim, baseado no segundo filme do gorila que inspiraria o Donkey Kong),  Hi no Tori, Meikyuu Jiin Dababa e Dragon Scroll são novidades para mim. Mas do que ouvi gostei muito. Como de praxe, veja os vídeos de gameplay e depois a performance da Famicom Band.

0:03 – King Kong 2 (キングコング2)

1:15 – Hi no Tori (火の鳥)

3:40 – Getsu Fuuma Den (月風魔伝)

4:35 – Meikyuu Jiin Dababa (迷宮寺院ダババ)

5:15 – Knightmare II: Maze of Galious (魔城伝説II 大魔司教ガリウス)

6:02 – Dragon Scroll (ドラゴンスクロール)

– “Konami Medley Third Movement”

Konami Medley Second Moviment – (FCB 10th Anniversary Live)

Por Alexei Barros

Nesta segunda parte desse passeio pela história musical da Konami promovido pela Famicom Band, temos mais um exemplo da diversidade de jogos que a produtora tinha na era 8-bit.

Depois de uma rápida passagem pela fanfarra do eterno Road Fighter, a maior parte do medley se concentra no The Goonies e The Goonies II, jogos que, muito antes do GoldenEye 007, mostravam que era possível, sim, ter boas adaptações de filmes. O tema “The Goonies ‘R’ Good Enough” da Cyndi Lauper que recebeu uma inacreditável versão sintetizada nos jogos, ganhou uma nova cara nos instrumentos de sopro da FCB. E, como sempre digo, é sensacional quando canções pop são orquestradas. Para completar, temos também Ganbare Goemon! Karakuri Douchuu, segundo jogo da série Mystical Ninja que não saiu no Ocidente, e não podia faltar também um pouco de Castlevania, o primeiro.


0:10 – Road Fighter (ロードファイター)

0:13 – The Goonies (グーニーズ)

1:59 – The Goonies II (グーニーズ2)

3:11 – Ganbare Goemon! Karakuri Douchuu (がんばれゴエモン!からくり道中)

4:10 – Castlevania (悪魔城ドラキュラ)

“Konami Medley Second Movement”

Konami Medley First Movement – (FCB 10th Anniversary Live)

Konami_logoPor Alexei Barros

Desde a primeira vez que vi a Famicom Band há inacreditáveis quatro anos, virei um admirador da orquestra pró-amadora pela devoção aos jogos antigos, qualidade musical e criatividade, com performances cênicas que são deliciosamente trash e arrancam gargalhadas. O último vídeo aqui publicado da FCB data de 2010 – quase três anos sem Famicom Band não dá. De tempos em tempos, eu entrava na página deles no Nico Nico Douga e nada de atualizações. Até que dia desses dei uma procurada de rotina e me deparo com nada menos do que… um medley colossal de jogos da Konami para Famicom dividido em seis movimentos. Boa parte desses títulos fez parte da minha infância (primeiro no MSX e depois no NES), e foi um deleite reconhecer músicas marcantes. Também apareceu muita coisa que desconheço (muita mesmo; vergonhoso de minha parte) e ainda vou averiguar melhor. Publicarei os movimentos em posts avulsos.

Neste primeiro, temos cinco jogos – três eu joguei nos tempos idos do 8-bit e os demais conheci depois, então o saldo de nostalgia foi além da conta. Já que nas performances da Famicom Band conta mais as representações lúdicas dos jogos do que a experiência musical, não tentarei esmiuçar cada detalhe do medley, até porque é muito mais gratificante ser surpreendido pelo vídeo do que ler o texto. De qualquer forma, caso você não seja familiar com os títulos, eu listei os jogos com os vídeos de gameplay, assim como os momentos em que eles aparecem ao longo da miscelânea.

0:17 – Gradius (グラディウス)

2:34 – Yie Ar Kung-Fu (イー・アル・カンフー)

3:22 – Antarctic Adventure (けっきょく南極大冒険)

4:06 – Track & Field (ハイパーオリンピック)

5:07 – TwinBee (ツインビー)

– “Konami Medley First Movement”

“Hudson Medley Second Movement” – (FCB 9th Live)

Por Alexei Barros

Mesmo que ninguém tenha se manifestado, muito possível que alguém sentiu a falta de alguns jogos importantes da Hudson no “Hudson Medley First Movement” da Famicom Band publicado dias atrás. Mais notoriamente, Bomberman e Adventure Island.

Não deu outra. Na segunda parte, os dois jogos foram selecionados para a miscelânea, ambos com encenações hilárias dos verdadeiros artistas que são os integrantes da FCB. O obscuríssimo Ninja Hattori Kun: Ninja wa Shuugyou Degogiru no Maki, lançado em 1986 para Famicom também foi lembrado, sendo este um jogo baseado em um mangá que até originou um anime e um filme live action. E se no primeiro vídeo tinha Star Force, agora há Star Soldier, e quando seria possível imaginar que uma pessoa seria capaz de reproduzir os tiros da nave no palco?

Depois do Hadouken as amostras em vídeo do quarteto de títulos selecionado e a performance com arranjo simples, mas de grande valor nostálgico.
Continue lendo ‘“Hudson Medley Second Movement” – (FCB 9th Live)’

“Hudson Medley First Movement” – (FCB 9th Live)

Por Alexei Barros

Dia 17 de outubro aconteceu a décima apresentação da Famicom Band, e pelo que vi nos blogs japoneses o set list foi inacreditável. Imagino que pela comoção causada pelo FCB 10th – o maior público de todos os espetáculos da orquestra pró-amadora, em um total de 1574 pessoas –, atualizaram a página do Nico Nico Douga com uma performance do FCB 9th, que foi realizado em 2008.

Comparado com o material já publicado, dá um alento reparar que há mais câmeras, e que eles ajudaram na identificação dos jogos executados inserindo legendas no próprio vídeo (antes usavam um recurso do Nico Nico que se perdia quando era ripado e subido no YouTube).

No caso, temos apenas a primeira parte de um colossal medley da Hudson. Você sabe que na maioria das vezes eu confesso minhas fraudes gamísticas. Aqui farei o inverso. Saliento que dos oito títulos, joguei quatro na época: Nuts & Milk, Lode Runner, Championship Lode Runner e Star Force. Talvez nem sejam tão obscuros assim, mas desta vez fiz questão de separar um vídeo de cada jogo em vez de disponibilizar os links das faixas originais, como muitas não foram lançadas em CD.

Conhecendo os jogos ou não, recomendo que dê uma zapeada em cada um antes de ver o vídeo da Famicom Band porque esta é mais uma daquelas performances que abusa das encenações cômicas – basta reparar nas indumentárias espalhafatosas dos instrumentistas. Valeu mais a sátira para evocar a nostalgia do que qualquer outra coisa, até porque os arranjos são bem simples. Não vou comentar para não estragar as surpresas. Só aviso: a parte do Lode Runner ficou sensacional. E do Raid on Bungeling Bay eles ultrapassaram todos os limites da criatividade.

Depois do Hadouken a avalanche de vídeos dos jogos, com o tempo em que cada jogo é tocado.
Continue lendo ‘“Hudson Medley First Movement” – (FCB 9th Live)’

“Nobunaga’s Ambition Medley” – NA: Sengoku Gunyuuden, NA: Busyou Fuunroku (FCB 8th Live)

Por Alexei Barros

Eu costumava olhar torto para a série Nobunaga’s Ambition pelas capas dos jogos e das trilhas que mais pareciam de filmes de samurais da década de 1960 e sobretudo para os games mesmo, uma vez que estratégia nunca foi a minha praia. Que tolice cometi. Quanto às músicas, que fique avisado, jogar não garanto nada.

Ao lado da Nintendo e da Square, a Koei foi uma das produtoras mais recorrentes no quinteto de apresentações do Orchestral Game Concert de 1991 a 1995, e foi por intermédio dessas performances que passei a procurar também pelos álbuns arranjados, que possuem um padrão de qualidade irretocável. Por esse motivo, fico com a impressão de que os amadores costumam ficar intimidados em mostrar as próprias versões. O que não é o caso da eclética Famicom Band.

A excelência é em grande parte resultado de uma compositora genial que é a Yoko Kanno, que mesmo sendo prioritariamente de animes teve a bondade de criar algumas músicas para jogos da Koei. Nesse medley formulado pela FCB, com temas do Nobunaga’s Ambition: Sengoku Gunyuuden e Nobunaga’s Ambition: Busyou Fuunroku, há várias de autoria dela, sendo que a trilha do primeiro foi feita em parceria com Mitsuo Yamamoto.

Mesmo mal conhecendo o jogo, é possível perceber que o medley segue mais ou menos a ordem do que acontece, e se destacam, entre outras, a memorável “Opening” (0:15), a imponente “Nobunaga~ War” e a nervosa “Field” (6:57). Tudo isso do Sengoku Gunyuuden.  Mais interessante é que após acabar o embate, com direito até alguma referência direta a um detalhe que só pode perceber quem conhece (8:23), surge a “Opening B” (8:28) – uma maravilha completa – e a “Initialization” (10:11) do Busyou Fuunroku. Por mais que pareça estranho fechar o medley com um tema de abertura e outro próximo disso casou perfeitamente.

Parabéns se você conseguiu sobreviver ao final do post depois de tanta obscuridade e ambições do Nobunaga. O que não é o caso da Yoko Kanno, vai.

“Nobunaga’s Ambition Medley”

“Pre-opening” ~ “Opening” ~ “Initialization” ~ “Nobunaga~ Main” ~ “Nobunaga~ War” ~ “Main” ~ “Field” ~ “Siege Battle” ~ “Victory” (Nobunaga’s Ambition: Sengoku Gunyuuden) ~ “Opening B” ~ “Initialization” (Nobunaga’s Ambition: Busyou Fuunroku)


RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: