Posts Tagged 'Akito Nakatsuka'

“The Legend of Zelda Suite” – Zelda, Zelda II, Zelda: A Link to the Past, Zelda: Link’s Awakening e Zelda: Ocarina of Time (PLAY! 2007 em Estocolmo)


Por Alexei Barros

Há eras estou para publicar esta suíte, e achei o momento muito apropriado, às vésperas da realização do Symphonic Legends, o concerto em homenagem à Nintendo cujo segundo ato será reservado a 35 minutos de Zelda. Como no aguardado poema sinfônico da iminente récita, o segmento do PLAY! A Video Game Symphony é arranjado pelo Jonne Valtonen. Evidentemente, é muito menos ambicioso, com seis minutos de duração.

Trata-se da mesma apresentação do PLAY! da “The Revenge of Shinobi Suite” realizada em Estocolmo em 2007 que possui uma atuação exemplar da Royal Stockholm Philharmonic Orchestra. Zelda esteve ausente do duvidoso CD da turnê, diferentemente do Video Games Live, que conseguiu a licença para colocá-lo no Video Games Live: Level 2. Todavia, enquanto que o arranjo do VGL nada mais é do que uma transcrição da partitura do Orchestral Game Concert, aquela que já cansou faz tempo, a suíte do PLAY! é exclusiva e abarca outros jogos.

Como é de praxe nos trabalhos do Valtonen, todas as transições são bem acabadas, não há uma ponta solta sequer. Já a seleção de faixas, bastante variada, chama a atenção pela fartura de temas de tela-título. A reflexiva “Title Theme” do Ocarina of Time logo me vem à mente as tardes de 1998 em que observava a introdução com Link cavalgando na Epona no Nintendo 64… não foi o meu caso.

De um tema sereno para a pompa da “Title” do Zelda original a peça ganha em tamanho com a lembrança do tema principal, emendando com a muito bem-vinda “Underworld”, alarmante tema das dungeons. O terceiro e último tema de tela-título vem justamente do controverso Zelda II: The Adventure of Link, que de tão avesso à série a trilha nem é do Koji Kondo, mas do Akito Nakatsuka – e esta “Title” é ótima, por sinal. “Hyrule Castle” e “Overworld” do A Link to the Past não impressionam tanto como já estavam no Orchestral Game Concert (o arranjo não difere muito das versões “Hyrule Castle” e “Legend of Zelda Theme” do Toshiyuki Watanabe), o que não é o caso da essencial “Dark World”. No desfecho surge uma escolha incomum, a “Ballad of the Wind Fish” do Link’s Awakening, que tem a trilha do trio Kazumi Totaka, Minako Hamano e Kozue Ishikawa. Não é a suíte dos meus sonhos, mas procurou fugir do básico e óbvio com esmero.

“The Legend of Zelda Suite”
“Title Theme” (The Legend of Zelda: Ocarina of Time) ~ “Title” ~ “Underworld” (The Legend of Zelda) ~ “Title” (Zelda II: The Adventure of Link) ~ “Hyrule Castle” ~ “Overworld” ~ “Dark World” (The Legend of Zelda: A Link to the Past) ~ “Ballad of the Wind Fish” (The Legend of Zelda: Link’s Awakening).

Créditos do Excitebike: World Rally revelam o compositor do Excitebike de NES

Por Alexei Barros

Ah, os mistérios de game music… felizmente posso dizer que mais um enigma foi desnudado. Devo ter procurado alguma vez na vida, mas não havia me dado conta que era desconhecida a autoria das músicas do Excitebike. Está bem, você pode falar que mal dá para considerar que o jogo tenha uma trilha. Todas as melodias são marcantes – ao menos para mim ficaram tatuadas na memória.

A principal fonte para este tipo de informação, o site japonês GMCL, não fornecia nada parecido, então o crédito da trilha estava guardado nos cofres mais obscuros da Nintendo, aqueles escondidos atrás do quadro do Mario na sala do Satoru Iwata.

A revelação ocorreu no local onde menos esperaria, no encerramento do recente Excitebike: World Rally do WiiWare. Simples e direto: “Music of NES ‘Excitebike’ / Akito Nakatsuka”. O jogo soma-se ao repeitável currículo do compositor que já possuía Zelda II: The Adventure of Link, Ice Climber e Clu Clu Land.

Os arranjos do Excitebike são escassos, mesmo porque são poucas as músicas. No entanto, suplico para que você ouça o breve medley do guitarrista doujin Aoi Kiba. São 23 segundos de pura genialidade que não me atreverei a descrever para não estragar a surpresa.

“Excitebike”

Agradecimentos ao usuário strugglepoo do VGMdb pela descoberta.

“Ice Climber Medley” – Ice Climber (Lydia Hime)

Por Alexei Barros

Ice Climber reserva algumas das melodias mais marcantes de NES – que se estendem até hoje graças aos arranjos na série Super Smash Bros. –, mas não foram feitas nem pelo Koji Kondo, nem pelo Hirokazu Tanaka, os dois maiores mestres da Nintendo à época. Bem como Zelda II: Adventure, a trilha é de autoria de Akito Nakatsuka.

Todas as composições dele para Ice Climber foram homenageadas por mais uma performance da Lydia Hime que supera um pouco mais de um minuto com o desembaraço que as originais pedem na interpretação. Nenhuma queixa, é perfeita do início ao fim.

“Ice Climber Medley”

“Mountain Intro” ~ “Mountain Stage” ~ “Bonus Stage” ~ “Bonus Stage Complete!”


RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej

%d blogueiros gostam disto: