Posts Tagged '8 Bit Instrumental'

Conheça o álbum tributo Iwadon, com três participações brasileiras


Por Alexei Barros

Não é novidade que eu não sou um entusiasta dos álbuns virtuais amadores com arranjos tão difundidos por comunidades como o OverClocked ReMix e afins. É muita gente, muita música, muita invenção e, me desculpe, pouca qualidade. Abrirei uma exceção para o ambicioso Iwadon – Hiroyuki Iwatsuki Tribute Album, projeto que visa a homenagear o compositor Hiroyuki Iwatsuki. Quem é Hiroyuki Iwatsuki, você me pergunta.

Ainda que seja funcionário de uma desenvolvedora menos badalada, a Natsume, angariou uma relativa quantidade de fãs hardcore de game music o suficiente para acompanhar as músicas dele independente da qualidade e popularidade dos jogos. Na lista de trabalhos, títulos como Chaos World (Famicom, 1991), Spanky’s Quest (SNES, 1991), Pocky & Rocky (SNES, 1993), Ninjawarriors (SNES, 1994), Wild Guns (SNES, 1995) e tantas outras adaptações do seriado Power Rangers. Falando em super sentai, é dele a trilha do Choujin Sentai Jetman (Famicom, 1991), que me impressionou pela tradução 8-bits do tema de abertura cantado por Hironobu Kageyama.

Mais recentemente, criou a trilha do shmup Omega Five (Xbox Live Arcade, 2008) e compôs a “The Princess Running Through the Grasslands” do Half-Minute Hero (PSP, 2009). Eu não joguei a maioria, e mal me lembro das músicas do Power Rangers (que joguinho safado), mas Iwatsuki despertou a minha atenção quando soube das principais influências dele: T-Square e Casiopea. Bandas nipônicas de jazz fusion de mais de 30 anos de estrada (a segunda vive período de letargia desde 2005) que quase não sou fascinado, imagina.

A informação já vinha de entrevistas em japonês (apenas o Casiopea até então), e foi confirmada na primeira em inglês feita pelo jornalista especializado em game music Jeriaska ao GameSetWatch. Jeriaska é cocriador do site agregador de notícias Nobuooo, que em parceria com a comunidade Game Music 4 All, não poupou esforços para o álbum Iwadon, pseudônimo com o qual Iwatsuki era creditado nos primeiros trabalhos e que usa no Twitter. Disponível há tempos via streaming no site (vale uma visita porque cada música possui uma seção dedicada, contando mais sobre a trajetória do autor do arranjo), foi compartilhado gratuitamente para download somente a partir de hoje porque é neste 23 de julho que o compositor completa 40 anos. Por isso, são 40 arranjos feitos por uma variedade de nomes oriunda do Canadá, EUA, México, Espanha, Suécia, Grécia, Rússia, Finlândia, Noruega, Chile e… Brasil. Sim, Brasil. Não uma participação, três.

De maior notoriedade da trinca é a banda 8 Bit Instrumental, que ficou especialmente famosa por abrir o Video Games Live 2007 em Brasília, e foi convidada por conta do “Wild Guns Medley” no The Number of the Bit lançado em 2008. No Iwadon, colaboraram com a “Spaghetti & Guns”, faixa dois, título em referência aos filmes faroeste-espaguete que inspiraram o jogo.

Ainda com Wild Guns, pulamos para a faixa 15 “Desolation Canyon”, de Matheus Manente, que desconhecia. Frequente arranjador do Game Music 4 All, Matheus está trabalhando, entre outros projetos, em parceria com o compositor e professor de música Leandro Fonseca para transformar o livro Vidas Secas de Graciliano Ramos em música, com uma faixa para cada capítulo.

Por coincidência ou não, a participação brasileira se encerra com outro arranjo de Wild Guns na faixa seguinte, “Carson City”, da banda Chiptots, que compartilha alguns membros com a 8 Bit Instrumental e segue para um caminho mais experimental que, devo confessar, não me apetece.

Partindo para o resto do mundo, destaco o guitarrista Stemage, responsável pelo ótimo álbum Metroid Metal – Varia Suite (embora por vezes repetitivo), com a “Ninja Warriors Intro” (Ninjawarriors), do artista doujin nijeil com a “Eye of the Flame” (Mitsume ga Tooru), e o sueco Another Soundscape, expoente do OC ReMix, com a “Neon Glaciers” (Omega Five). Há uma grande variedade de estilos, e senti uma certa preponderância de hard rock e chipmusic.

Caso tenha se interessado, baixe aqui o álbum gratuitamente – está disponível em diversos formatos e qualidades.

Abaixo, o vídeo que narra o processo de produção do Iwadon.

Anúncios

Novo álbum da banda 8 bit Instrumental

Por Alexei Barros

O grupo brasileiro 8 bit Instrumental, que tocou no VGL 2007 em Brasília e havia lançado o Mega Man 2 Soundtrack: Beat The 8 Super Robots With 8 Bit Instrumental em janeiro de 2008, agora avança com mais um novo álbum, lançado ontem, dia 7 de dezembro, chamado The Number of Bit.

Se antes a homenagem do projeto anterior se restringia às músicas de MM2, dessa vez o conjunto selecionou vários jogos, apesar de ser patente a preponderância de faixas do Chrono Trigger – cinco do total de 14. A meu ver, a 8 bit Instrumental sobressai nas releituras acústicas, com ênfase no violão, por se distinguir da maioria absoluta de arranjos rock, hard rock e heavy metal tão recorrentes em bandas de fãs, como comprovam as agradáveis versões de “Frog”, “Wind Scene” e “Secret of the Forest”.

Tal qual os outros trabalhos da banda, o álbum não tem fins lucrativos e pode ser baixado gratuitamente aqui. Se você quiser, pode ouvir também as músicas por meio do GoEar após o Hadouken:

Continue lendo ‘Novo álbum da banda 8 bit Instrumental’

Resultado do concurso da capa Mega Man 2 Soundtrack – 8 Bit Instrumental

8-bit_-mega-man-2.jpg

Por Alexei Barros

Você se lembra da promoção que o pessoal do 8 Bit Instrumental fez para a capa do álbum Mega Man 2 Soundtrack com músicas arranjadas do segundo jogo do Mega Man? Então, a banda já escolheu o vencedor: Evandro Barbosa Dias Filho. O resultado você confere logo acima. E, abaixo, o trabalho de todos os participantes do concurso.

Mega Man 2 Soundtrack – 8 Bit Instrumental

banner_mega_man_2_soundtrack1.jpg

Por Alexei Barros

Quem disse que só as bandas gringas como Minibosses e NESkimos podem arranjar músicas do Mega Man 2? Agora chegou a vez do conjunto brasileiro 8 Bit Instrumental, que tocou na apresentação em Brasília do Video Games Live 2007. Em vez de optar apenas pelo rock como os estrangeiros fizeram, o grupo nacional enveredou por diferentes estilos, com uma instrumentação diversificada. Os arranjos não somente atualizam as melodias, como as reinventam – isso sem deixar de torná-las reconhecíveis. A escolha é ótima, afinal Mega Man 2 é a melhor trilha da série, embora a minha faixa preferida da franquia seja o tema de abertura do Mega Man 3 (fica a sugestão para o pessoal da 8 Bit:P). Falando em Mega Man, não deixe de ouvir o medley deles do Mega Man X.

Para promover o lançamento sem fins lucrativos do CD, a banda está realizando um concurso para a confecção da capa desse álbum. Leia o regulamento, datas, etc. para participar. Tomara que para o VGL 2008 a 8 Bit Instrumental marque presença, desta vez também com Mega Man 2 e, quem sabe, International Superstar Soccer!

Baixe gratuitamente as músicas aqui.

8 Bit Instrumental – VGL Brasília 2007

Por Alexei Barros

Não podia passar despercebida pelo Hadouken a performance da banda brasileira 8-Bit Instrumental na apresentação em Brasília do Video Games Live no dia 30 de setembro. Foram quatro faixas tocadas na seqüência: duas da série Metroid e outras duas do Street Fighter II com uma pegada heavy metal. Não representam as melhores versões arranjadas que eu já ouvi, mas de qualquer forma são músicas de franquias antes renegadas pelo VGL.

Metroid
“Title” (Metroid Fusion) ~ “Theme of Super Metroid” (Super Metroid)

Street Fighter II
“Ryu Stage” ~ “Ken Stage”


RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: