Consegui meu primeiro troféu de platina!

12512820_10154137753805348_933774923768325411_n

Por Claudio Prandoni

Lá se vão quase oito anos desde que os troféus debutaram no PS3, em meados de 2008.

Confesso que nunca liguei tanto pra eles a ponto de me dedicar a conseguir o cobiçado troféu de platina, que exige obter todos os troféus do game – como muita gente realmente faz por aí, inclusive nos Xbox, onde tal ideia nasceu, com os Achievements/Conquistas e tal.

Até então, acho que o mais perto que havia chegado foi em Assassin’s Creed II, em que faltaram apenas dois ou três troféus, mas um deles era conseguir TODAS as penas escondidas pelo jogo que, na boa, é uma tarefa pra lá de hercúlea e ingrata (não há qualquer indicação delas no mapa, tem que achar na marra mesmo).

Ainda assim, 2016 chegou com o meu primeiro troféu de platina!

Aproveitei um período de extenso de folga para me propor esse desafio e escolhi Cavaleiros do Zodíaco: Alma dos Soldados, de PS4, como ‘vítima’.

Boa parte dos troféus exigia apenas completar os principais modos de partida e todos os outros pareciam exigir mais tempo e dedicação do que exatamente habilidade ou sorte para conseguir. Bônus: NENHUM troféu era no modo online, o que acho a maior injustiça quando acontece.

Enfim, lá se foram horas jogando e jogando e jogando. Foi curioso notar como passei a planejar melhor minhas sessões de jogatina, priorizando alguns troféus em relação a outros.

Nos momentos finais de pura emoção e tensão, completar os requerimentos para o ÚLTIMO troféu se mostraram particularmente frustrantes (coletar as cinco últimas frases de ajuda de um total de 179!).

Algumas buscas em fóruns de dicas e coisas do tipo depois, me deparo com um daqueles ~esquemas~ estilo enfrentar o Akuma em Super Street Fighter II. Uns diziam que funcionavam, outros que não – não tinha nada a perder, decidi testar… e funcionou!!!

Talvez soe meio brega, mas ver o troféu de platina pipocar na tela gerou um sentimento misto de orgulho e alívio. Foram quase 50 horas de jogo, até que bastante para um jogo de luta sem aspirações competitivas profissionais.

Durante muito tempo fui contra os troféus. Por muitos bons meses deixei o aviso de troféu desligado, pois sentia que eles acabavam desviando a atenção para o metajogo dos troféus e tirando foco do game em si, fosse sua história ou outros desafios apresentados.

Platinar Cavaleiros foi um ótimo desafio e oportunidade para apagar essa má impressão. Não nego que ainda estou um pouco na fissura dos troféus – penso em nos próximos dias jogar Grim Fandango e já vi em um guia de troféus que não é lá tão complicado fazer 100% nele -, mas dificilmente vou virar um caçador de troféus.

Talvez, quem sabe, daqui algum tempo separar uma outra vítima para platinar e assim levar devagar e sempre…

4 Responses to “Consegui meu primeiro troféu de platina!”


  1. 1 Felipe 25/01/2016 às 10:23 pm

    Uau, parabéns! Curioso porque desde um Hadoukast (se não me engano, o quinto) fiquei com a impressão de que você era o platinador oficial do blog. Fora que o Gustavo Hitzschky sempre elogiou sua habilidade em terminar jogos.

    Lembro que minha primeira platina foi com Heavy Rain. É um jogo bem fácil de platinar, os troféus estão relacionados às decisões que se toma na história e eu queria ver todas as possibilidades do jogo. Gosto quando é assim porque incentiva a exploração, mas acho que a maioria dos jogos tem muitos troféus totalmente alheios à experiência do jogo, e que beiram o masoquismo. Quase platinei (não desmaie!) Resident Evil 5, porque (não vomite!) gostei do jogo, mas alguns troféus ali são só para gamers hardcore mesmo.

  2. 2 Jon_Jones 12/02/2016 às 11:05 am

    Estou tentando pegar esse troféu há um tempasso.
    Que esquema você usou?

    • 3 Claudio Prandoni 17/02/2016 às 9:08 am

      O esquema é encerrar o Battle of Gold reverso em oito batalhas. Não sei se precisa encerrar a última luta, contra o Cavaleiro de Ouro, com ranking S, mas eu consegui em todas as lutas que fiz e consegui as frases de ajuda que faltavam. Boa sorte!

  3. 4 Geraldo Junior 11/03/2016 às 10:33 am

    Parabéns Prandoni, a minha primeira e única até o momento foi em Final Fantasy X HD, as melhores 170 horas da minha vida.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: