Super Mario Bros. 30th Anniversary Live: o melhor espetáculo da galáxia

Mario 30th_01

O palco recriou os detalhes do cenário de Super Mario Bros., mas as cortinas lembram mais a abertura de Super Mario Bros. 3

Por Alexei Barros

Tenho para mim o Mario & Zelda Big Band Live CD como uma das apresentações mais importantes de game music de todos os tempos, mas ela foi facilmente superada pelo Super Mario Bros. 30th Anniversary Live. Realizado nos dias 20 de setembro em Osaka e 21 do mesmo mês em Tóquio, o espetáculo fez por merecer o legado musical de 30 anos da série e contou com as aparições de Koji Kondo, Shigeru Miyamoto e Takashi Tezuka.

Por que estou tão convicto disso? Normalmente, eu recorro aos sites japoneses para garimpar informações usando o tradutor do Google e dessa vez foi feito até um report em inglês do evento no US Gamer assinado pelo jornalista Jeremy Parish. Pois então, o post nesses moldes já estava praticamente redigido, quando descobri que uma alma caridosa publicou no YouTube uma gravação da plateia do espetáculo em Osaka. Lá fui eu ouvir sem muita expectativa… Resultado: por diversas vezes eu tive que parar o que estava fazendo porque fiquei extasiado com a performance simplesmente alucinante com um humilde registro de qualidade 160 kbps. Essa experiência me fez lembrar o já saudoso Press Start, finalizado neste ano, cujas primeiras edições eu me deliciava com meros bootlegs.

Na incerteza de um lançamento oficial – por favor, Nintendo, o CD de um show desse naipe é uma obrigação! –, eu me empolguei a ponto de querer falar individualmente dos segmentos. No caso de o álbum sair, eu me sinto no dever de revisitar o show e me aprofundar nos comentários.

O Super Mario Bros. 30th Anniversary Live contou com uma big band (banda e metais), formada por instrumentistas japoneses (além do trompetista cubano Luis Valle). Em relação àquela relação inicial de músicos, foi feita uma substituição no violino (Sayaka no lugar de Toshihiro Nakanishi). A banda ainda teve os reforços de Hironori Akiyama (guitarra e banjo) e Tomomi Oda (teclado), que chegou até a cantarolar algumas músicas como veremos adiante.

Super Mario Special Band
Direção musical e teclado: Masanori Sasaji
Baixo: Shingo Tanaka
Bateria: Senri Kawaguchi
Guitarra: Kenji Kitajima
Guitarra e banjo: Hironori Akiyama
Percussão: Asa-Chang
Trompete: Koji Nishimura e Luis Valle
Trombone: Eijiro Nakagawa
Trombone baixo: Katsuhisa Asari
Saxofone: Osamu Yoshida, Takuo Yamamoto e Ryoji Ihara
Violino: Sayaka
Teclado e vocal: Tomomi Oda

Mario 30th_02

A big band parece pequena, mas com instrumentistas dessa qualidade nem precisou ser maior. A performance foi fenomenal

Sobre o programa, agora enfim justifico minha afirmação no parágrafo inicial de que o Super Mario Bros. 30th Anniversary Live supera fácil o Mario & Zelda Big Band Live CD. Embora evidentemente esse espetáculo de agora não tenha Zelda, naquela época (2003) não existia as vertentes Super Mario Galaxy, New Super Mario Bros. e Super Mario 3D Land/World. Além disso, os números referentes a jogos antigos, como Super Mario Bros. 3 e World, são muito melhores e, sim, eles tocaram músicas que anos eu esperava por versões arranjadas. A maior surpresa nesse sentido é, enfim, um medley de Mario Kart que ficou simplesmente fantástico. Talvez eu não sobrevivesse se visse esse segmento ao vivo.

Sem mais enrolações, abaixo as considerações sobre cada número. Subi faixa por faixa no Goear, mas, se você preferir, pode escutar o show continuamente no link do YouTube, que também possui o falatório entre um segmento e outro – se você não entender japonês, não tem muito o que ouvir mesmo.

Ato I

01. “Overworld” (Super Mario Bros.)
Original: “Overworld”

Tudo bem que a “Overworld” é a música mais manjada de todos os tempos, mas não tem como reclamar desse início, considerando que é uma apresentação comemorativa e essa é a mais icônica. O tempero latino do tema foi reforçado por uma introdução no piano, metais afiados e uma percussão animada. Solos de trompete, saxofone e bateria também permeiam a performance.

02. “Super Mario Bros 3. Medley”
Originais: “Overworld” ~ “Athletic” ~ “World Clear Fanfare” ~ “World Map 1”“Fortress Boss” ~ “Ending”

Aqui o show começa a esquentar. Com toda a pegada reggae/ska que a original tem direito, a guitarra dá o tom da “Overworld” e a “Athletic” também é lembrada de maneira memorável. “World Clear Fanfare” faz parecer que o medley vai acabar, mas surge a “World Map 1”, novamente resgatando o ska do início com um solo de trompete fantástico. De repente, a bateria sola quando… ah, não… para tudo. “Fortress Boss”? De novo: “Fortress Boss”? Além dos metais explosivos reproduzirem esse tema de forma magnífica, há um solo de guitarra para deixar a performance ainda mais incrível. O medley acaba com a “Ending” no violino, mas eu já estava morto nessa hora mesmo.

03. “Dire, Dire Docks ~ Chico”
Originais: “Dire, Dire Docks” (Super Mario 64) ~ “Chico” (Super Mario Galaxy)

Para recuperar o fôlego, esse medley mais simples conta com duas músicas tranquilas, mostrando que quem montou o set list pensou no equilíbrio e sabia o que estava fazendo. Como não poderia deixar de ser, o tema das áreas aquáticas de Super Mario 64 tem ênfase no piano, mas o violino também aparece. A “Chico” surge na sequência sob o mesmo estado de relaxamento.

À esquerda, Shingo Tanaka mostrou toda a técnica no baixo slap – ele costuma tocar em shows do T-Square como convidado

04. “New Super Mario Bros. Medley”
Originais: “Main Theme” (New Super Mario Bros.) ~ “Overworld” ~ “Title” (New Super Mario Bros. Wii) ~ “Overworld” (New Super Mario Bros. U)

Como disse anteriormente, a tecladista Tomomi Oda é quem canta o “WAH! WAH!” nos temas de New Super Mario Bros. Mesmo que muitos acusem os jogos New Super Mario de falta de criatividade da Nintendo (algo que não pude comprovar totalmente, já que não joguei os títulos de 3DS e Wii U dessa fase), esses jogos ainda possuem boas músicas (claro, nada no nível de um Super Mario Galaxy). Solos de bateria, percussão e saxofone também despontam ao longo do medley. Aliás, a “Title” do New Super Mario Bros. Wii foi uma grata surpresa.

05. “Mario Kart Medley”
Originais: “Mario Circuit” (Super Mario Kart) ~ Waluigi Pinball / Wario Stadium (Mario Kart DS) ~ “Title” (Mario Kart 7) ~ “Luigi Circuit / Mario Circuit / Yoshi Circuit” (Mario Kart: Double Dash!!) ~ “Rainbow Road” (Mario Kart 64) ~ “Rainbow Road” (Mario Kart Wii) ~ Mario Kart 8 (Mario Kart 8)

Aos fãs cardíacos de Mario Kart, eu recomendo precaução ao ouvir este medley. Após a vinheta de início da pista e do som de semáforo tocados iguaizinhos ao Super Mario Kart, a “Mario Circuit” explode nostalgicamente nos metais, com um toque latino no piano. Nessa hora eu me lembrei imediatamente do “Super Mario Kart Medley” da Famicom Band, mas com uma qualidade muito superior. A passagem pelo tema da Soyo Oka é breve, porque surge uma sequência de tirar o fôlego: “Waluigi Pinball / Wario Stadium” (Mario Kart DS), “Title” (Mario Kart 7) e “Luigi Circuit / Mario Circuit / Yoshi Circuit” (Mario Kart: Double Dash!!). Enquanto a guitarra sola de forma alucinante, os trompetes se destacam de maneira avassaladora.

Acalmando um clima, a memorável “Rainbow Road” do Mario Kart 64 é lembrada de novo com a guitarra. Que maravilha! Depois, uma rápida aparição da “Rainbow Road” do Mario Kart Wii. Eu achei que estava acabando por aí, mas aí eles me tocam a recente “Mario Kart 8”, com um diálogo do baixo slap e dos metais e as intervenções de guitarra. O arranjo consegue ser fiel à original e ao mesmo tempo ter um tempero diferente. E o melhor é que essa música, como na versão original, ainda passeia pela “Main Theme” de Super Mario Kart. Tudo bem que poderia incluir a “Rainbow Road” do SNES, mas esse medley é para matar.

06. “Dolphic Town” (Super Mario Sunshine)
Original: “Dolphic Town”

Super Mario Sunshine costuma ser um dos jogos menos impactantes da série principal e parece que isso se reflete na pouca representatividade do jogo no espetáculo. O duo de guitarra e violino recria com perfeição o tema de Delfino Plaza (Dolphic Town é o equivalente japonês).

07. “Main Theme” (Super Mario 64)
Original: “Main Theme”

Com saudade da “Opening Theme ~ Overworld Theme” no Mario & Zelda Big Band Live? Pois aqui está uma versão ainda melhor da “Main Theme” do Super Mario 64. Embora ela não seja tão encorpada (a The Big Band of Rogues tinha bem mais metais), o novo arranjo é mais inspirado, com variações ousadas e diferentes solos.

Mario 30th_07

Entre um ato e outro, um felizardo garoto japonês pôde jogar o Super Mario Maker no palco com Koji Kondo tocando os temas de Super Mario Bros. no piano. Uma experiência inesquecível

Ato II

08. “Super Mario Galaxy 2 Medley”
Originais: “Square Timber” (Super Mario Galaxy 2) ~ “Slider” (Super Mario 64) ~ “Jungle Glider” (Super Mario Galaxy 2)

A “Square Timber” não é só uma das minhas músicas preferidas de Super Mario Galaxy 2. É uma das favoritas da série e não acreditei que o medley começou justamente com essa composição do Ryu Nagamatsu e sendo tocada por um violino fantástico. É um pequeno desafio imaginar essa faixa com clima de música country ao vivo porque evidentemente não tem como reproduzir aqueles “sons espaciais”. Mesmo assim, ficou sensacional a execução. Na mesma pegada, a conhecida “Slider” do Super Mario 64 aparece no banjo, seguida pela “Jungle Glider” do Super Mario Galaxy 2 com um saxofone encantador.

09. “Underworld” (Super Mario Bros.)
Original: “Underworld”

É questionável que a “Underworld” seja tocada em um segmento exclusivo, quando poderia muito bem aparecer no mesmo número da “Overworld”. Mas que arranjo é esse? Os metais e, especialmente, o baixo slap de Shingo Tanaka se destacam.

10. “Pakkun Flower’s Lullaby” (Super Mario 64)
Original: “Pakkun Flower’s Lullaby”

A tecladista Oda aparece agora para cantarolar a “Pakkun Flower’s Lullaby”, que parecia mais uma tema de caixinha de música no original. Perto de tantos clássicos, eu trocaria por outra.

11. “Duel! Successive Koopa”
Originais: “Airship” (Super Mario Bros. 3) ~ “Koopa’s Road” (Super Mario 64) “Battle for Grand Star” (Super Mario Galaxy) ~ “Highway Battle” (Super Mario 3D World) ~ “Koopa” (Yoshi’s Island)

Quem acha que não há trilhas mais pesadas de Mario, aqui está a resposta (eu me incluía entre os que acreditavam nisso). A guitarra simplesmente destrói tudo nesse segmento estupendo. Nunca imaginei que a icônica “Airship” do Super Mario Bros. 3 também pudesse ser tão bem reproduzida com bateria, guitarra e teclado. Em seguida, tem início o show guitarrístico com a “Koopa’s Road” do Super Mario 64. A bateria faz então a transição para a “Battle for Grand Star” do Super Mario Galaxy… Que que é isso??? Embora o trecho seja um pouco repetitivo, o violino pontua essa parte que termina com um solo fenomenal de guitarra. De novo, quando tudo parecia acabar, ainda há a “Battle for Grand Star” do Super Mario 3D World e, para fechar, a “Koopa” do Yoshi’s Island (sim, ele não foi esquecido). Um medley incrível, sem dúvidas. Minha única lamentação é a ausência da “Castle” do Super Mario World (apesar de existir uma versão dessa música com ênfase na guitarra no medley “Mario! Stay Alert” do álbum Super Mario World).

Mario 30th_15

Em meio a tantos instrumentos de sopro, o solitário violino tocado pela Sayaka deu um toque essencial em diversas músicas

12. “Super Mario 3D Land & Super Mario 3D World”
Originais: “Main Theme” ~ “Mario Drawing Song” (Super Mario 3D Land) ~ “Double Cherry Pass” ~ “Heavy Snake” ~ “Staff Roll” (Super Mario 3D World)

Repetindo a inspiração do medley correspondente à vertente New Super Mario, esse número com seleções de Super Mario 3D Land e Super Mario 3D World também está recheado de melodias cativantes. Surpreendentemente, há até uma rendição com a voz da tecladista Tomomi Oda na “Mario Drawing Song”, canção criada para promover o aplicativo Flipnote Studio do Nintendo DSi. No caso, essa música toca em uma versão instrumental como o tema da “Special World 8” em Super Mario 3D Land. A “Double Cherry Pass” ficou fantástica no violino e a jazzística “Heavy Snake” aparece com mais um show de metais. Para finalizar, o tema dos créditos de Super Mario 3D World.

13. “Super Mario World Medley”
Originais: “Title” ~ “Overworld” ~ “Ending”

No início, o medley de Super Mario World, acompanhado por uma plateia mais animada, parece começar com uma versão mais festiva da “Jingle Bells”. Só quando o violino aparece é que a melodia da “Title” salta aos ouvidos. Com uma transição da bateria, surge a “Overworld”, mas infelizmente não há a “Athletic” e, em vez disso, a “Ending” é tocada primeiro no violino e depois nos metais.

l_55feeadadc2e3

Com apenas 18 anos de idade, a prodigiosa baterista Senri Kawaguchi foi um dos destaques do espetáculo

Bis

14. “Koji Kondo Piano Solo Medley”
Originais: “Title” ~ “Player Select” (Super Mario Bros. 2) ~ “Athletic” (Super Mario World) ~ “Athletic” (Yoshi’s Island)

Err… Koji Kondo não é exatamente um exímio pianista, mas o grande mestre e autor de muitas das melodias mais memoráveis do Mario resolveu se arriscar mais uma vez no piano. Com um show formado por tantos segmentos bombásticos, um número feito dessa forma me parece meio simplista. O medley de Kondo conta com músicas de Yoshi’s Island e Super Mario Bros. 2 (para o Japão, Super Mario USA), além da supracitada “Athletic” de Super Mario World que aqui foi lembrada. Apenas ok. De acordo com o report do US Gamer da apresentação em Tóquio, o público teve um “momento Video Games Live” ao tentar acompanhar a performance com as palmas, mas o povo não conseguiu acertar o ritmo, atrapalhando Koji Kondo.

15. “Super Mario Galaxy Medley”
Originais: “Floater Land” ~ “Egg Planet”“Rosalina in the Observatory”~ “Wind Garden”

Super Mario Galaxy é marcado por temas que já viraram grandes clássicos da game music e por isso se justifica o encerramento do espetáculo com esse jogo. E o resultado tinha tudo para ficar interessante, já que a trilha originalmente orquestrada passou a ser tocada por uma big band. Nunca poderia imaginar que o medley abriria com a fantástica “Floater Land” na guitarra.

Com uma transição um pouco abrupta, a “Egg Planet” é evocada no violino e depois na flauta, mas nesse momento eu esperava por uma participação mais incisiva dos metais. Especialmente porque a presença de bateria e baixo me fez lembrar daquela performance da Metropole Orchestra no Games in Concert 3 (o vídeo original foi apagado, mas o segmento foi reprisado no Games in Concert Greatest Hits, porém não encontrei nenhuma gravação em qualidade satisfatória). A valsa “Rosalina in the Observatory” aparece maravilhosa no violino e com um belo solo de sax. Para finalizar, há a “Wind Garden” de Mahito Yokota – também achei que faltou mais metais nessa parte para causar mais impacto.

Um novo clássico

O Super Mario Bros. 30th Anniversary Live é o primeiro espetáculo que realmente explorou o universo de músicas da série. Sim, acho que Super Mario Bros. 2 e Yoshi’s Island mereciam segmentos próprios e, por que não, Super Mario Land do Game Boy. Isso sem falar de outros spin-offs como Mario Tennis, Mario Golf, Mario Party… Super Mario RPG e Mario & Luigi então nem se fala. Mas só o medley de Mario Kart foi um imenso progresso nesse sentido. Esse e os números de Super Mario Bros. 3 e do medley do Bowser estão definitivamente entre as músicas mais memoráveis que já ouvi de game music. Imagino toda essa performance com um álbum oficial. Ultimamente, a Nintendo tem voltado a lançar álbuns com as trilhas sonoras e espero que a produtora retome os tempos áureos da década de 90 ao publicar o CD dessa apresentação histórica.

l_55feeb3e7df84

De acordo com o US Gamer, no final do espetáculo Miyamoto saiu literalmente pelo cano montado no palco. Ele é só alegria

[via US Gamer, Famitsu, Game Watch, Yuki]

0 Responses to “Super Mario Bros. 30th Anniversary Live: o melhor espetáculo da galáxia”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: