O álbum de Legend of Mana que promete

53906-1442403333Por Alexei Barros

Já tentei mais de uma vez me aventurar pelas belas florestas de Legend of Mana no PlayStation, mas acabo me decepcionando ao não encontrar um jogo nas mesmas características do fantástico Secret of Mana. Mesmo assim, isso não me impediu de apreciar a trilha musical, um dos trabalhos mais icônicos da carreira da Yoko Shimomura. De uns tempos para cá, Legend of Mana passou a ser rememorado em diversos concertos – até na Europa, onde o RPG nunca foi lançado oficialmente (nem mesmo na PSN).

Aproveitando essa onda, no dia 30 de setembro (vulgo amanhã), sai no Japão o disco Seiken Densetsu Legend of Mana Arrangement Album -Promise- – simplesmente 16 anos após o lançamento original no Japão. Como o nome já diz, é um CD com faixas arranjadas: 12 para ser preciso.

A Square Enix teve a bondade de liberar samples de todas as músicas, embora o site funcione de uma maneira meio chata: o player para se você trocar de aba no seu navegador. Ou seja, para continuar ouvindo, você é obrigado a ficar com a página aberta.

Eu realmente queria reconhecer algum dos arranjadores e dos instrumentistas, mas não achei ninguém que eu já tivesse ouvido falar. De qualquer forma, as amostras revelam uma agradabilíssima mistura de jazz (“Hometown of Domina” e bossa nova (“Legend of Mana”), apresentando instrumentos como bateria, baixo acústico, violão, violino e até flauta. A música que mais estou na expectativa é a “Song of Mana”, que sou simplesmente fascinado – tanto pelo tema original como pelos diversos arranjos. Dessa vez, o solo em sueco será da cantora Carina, que também desconhecia, mas, como todo o álbum, promete bastante.

A Square Enix liberou um vídeo mostrando os bastidores da gravação do Promise, incluindo alguns depoimentos em japonês da Yoko Shimomura, que sempre esbanja simpatia.

Entre no VGMdb para conferir a tracklist e vá ao site da Square Enix para apreciar os samples.

Agradecimentos ao Farley Santos pela dica do álbum.

9 Responses to “O álbum de Legend of Mana que promete”


  1. 1 Farley 29/09/2015 às 9:34 pm

    Sou meio suspeito para falar de Legend of Mana, afinal é um dos meus jogos favoritos de PSone. E acho a trilha sonora incrível, foi depois dele que passei a prestar mais atenção nas músicas dos jogos.

    O álbum em si parece ótimo, gostei de praticamente todas as amostras, em especial Hometown Domina (adorei essa versão jazz), Polpota Harbor (sempre fiquei imaginando como seria uma versão só no piano e ela está justamente assim) e Traveler’s Road. Só não gostei muito de “Singing Wind, Journey’s Path”, acho que ficou distante demais da original. Achei curioso a Yoko ter colocado “Tango Appassionata – As the Heart Wills” nesse disco, já que essa música é de Heroes of Mana de DS e também já foi arranjada antes no Drammatica!… vai entender.

    E já é dia 30 no Japão, jaja poderemos ouvir tudo <3

    • 2 Alexei Barros 29/09/2015 às 11:53 pm

      Putz, você falando isso… Sinto que ainda vou ter que dar mais chances para o jogo.

      De maneira geral, eu concordo com as suas impressões dos samples e eu diria que gostei até da “Singing Wind, Journey’s Path”.

      Ah, bem lembrado sobre música do Heroes of Mana. Esse detalhe me chamou a atenção no VGMdb, mas acabei esquecendo de averiguar e comentar.

      Pois é! Já tá logo aí… E daqui a duas semanas também sai o álbum novo de Chrono… que eu ainda preciso postar.

  2. 3 Felipe 07/10/2015 às 10:04 am

    Acho que dei sorte com a série Mana, porque joguei o Legend antes do Secret e gostei muito dos dois. Curiosamente, uma das músicas que mais gosto do Legend é a Moonlit City Roa. Mesmo ela sendo absurdamente simples e até repetitiva, tem um não-sei-quê ali que me cativa. (Acontece algo parecido com Castlevania: Symphony of the Night, onde uma das minhas favoritas é a Abandoned Pit.)

    Sempre me surpreendo quando vejo um estilo tipicamente brasileiro, como a bossa nova, misturado com game music. É como um choque cultural, embora eu já não me surpreenda tanto e não caia mais da cadeira, como aconteceu quando vi o anúncio de Samba de Amigo há tantos anos.

    • 4 Alexei Barros 07/10/2015 às 5:44 pm

      É, cada dia que passa sinto que ainda preciso tentar insistir no Legend of Mana mais uma vez – bom, o visual magnífico e a trilha já são um bom incentivo.

      Ouvi de novo a “Moonlit City Roa” e ela me lembra um pouco, curiosamente, o Secret of Mana. A descrição neste vídeo é perfeita: “é uma faixa ao mesmo tempo relaxante e depressiva”.

      A “Abandoned Pit” incorpora muitos elementos de sound design, assim como acontece muito na trilha do Super Metroid, né. Mas é incrível como ouvi-la de novo recria imediatamente a atmosfera do SOTN.

      Olha, sem se esforçar muito me lembro de diverso exemplos de bossa nova em game music, além da própria trilha do Samba de Amigo que você citou… É um estilo que os japoneses adoram (e compõem músicas no estilo com perfeição).

      Algumas que me lembrei e encontrei em uma playlist do YouTube:

  3. 5 Farley 07/10/2015 às 6:03 pm

    Eu gostei do álbum todo no geral, até mesmo da “Singing Wind, Journey’s Path”. “Hometown Domina” ficou um pouquinho repetitiva, acredito que seria mais agradável se fosse mais curta. As minhas favoritas são “Tango Appassionata – As the Heart Wills” (a combinação de instrumentos ficou muito boa) e “Seven Shades of Life – Bejeweled City in Ruins” (gostei muito do vocal).

    Agora só falta a Yoko fazer um álbum de arranjos com composições de jogos que não são da Square Enix, como The Last Ranker e Radiant Historia, haha

    Ah, vocês falando aí de “Moonlit City Roa” só me lembra do fato de que ela foi sampleada em uma música da Janet Jackson (mundo louco, haha)

  4. 6 Felipe 08/10/2015 às 3:35 am

    Alexei, seria como confessar um pecado revelar que nunca joguei Metroid? Da série, só conheço o nome da protagonista.

    Valeu pelos links, você acabou providenciando a trilha sonora desta madrugada. É justamente por esse gosto dos japoneses pela bossa nova que comentei que já não me surpreendo tanto. Procurei no Youtube pela playlist que você citou e encontrei várias. Um arranjo que me chamou a atenção foi o da Corridors of Time, que achei bacana, embora seja de um amador:

    Farley, agora sim eu caí da cadeira! Janet Jackson? Tive que parar o vídeo logo no início pra que essa China Love não grudasse no ouvido e nunca mais me deixasse ouvir a Moonlit City Roa em paz…

  5. 7 Alexei Barros 09/10/2015 às 3:35 am

    @ Farley

    Enfim terminei de ouvir e também gostei do álbum. Nada de outro mundo, mas muito agradável. Pode até parecer meio estranho, mas a “Singing Wind, Journey’s Path” é a minha faixa favorável do álbum. Eu sou presa fácil para essa mistura de jazz fusion com bossa nova (não sei se é exatamente a definição mais apropriada), especialmente por conta do piano, violão e flauta.

    O bandoneon da “Tango Appassionata – As the Heart Wills” é bem cativante e incomum, achei bem interessante a mistura. A pegada da
    “Seven Shades of Life – Bejeweled City in Ruins” me lembrou muito dos álbuns “Pray” e “Love Will Grow” com arranjos vocais das músicas de Final Fantasy. Só não consegui decifrar em que idioma arvin homa aya canta a música…

    Pois é, The Last Ranker, Radiant Historia e tantas outras trilhas que a Shimomura fez. Pelo menos o lançamento desses álbuns não dependem se a série está em alta ou coisa parecida.

    @ Felipe

    Puxa, você não sabe o que está perdendo, hahaha. É a minha série favorita da Nintendo, sem dúvidas. Se você um dia se interessar, eu começaria pelo Metroid Zero Mission, que é um dos meus jogos preferidos de todos os tempos. Ele não é longo, aliás.

    Gostei dessa versão da “Corridors of Time”, não conhecia.

    @ Farley / Felipe

    Essa da Janet Jackson foi incrível. o.O

    • 8 Farley 09/10/2015 às 7:27 pm

      “Seven Shades of Life – Bejeweled City in Ruins” é cantada em inglês, não? Entendi alguns versos, uma parte dá pra ouvir perfeitamente “seven shades of life”, mas não deu pra entender tudo (engrish, talvez? haha)

      E gostou dessa música da Janet Jackson? Quando soube fiquei perplexo, no fim das contas até achei uma boa música, haha

      Falando em álbuns da Yoko Shimomura, chegou a conferir também o “Memória!”?

      • 9 Alexei Barros 09/10/2015 às 8:29 pm

        Caramba! Acabei de conferir no encarte do álbum no VGMdb e a música realmente é cantada em inglês… Inacreditável! o.O

        Em relação à canção da Janet Jackson, ela não faz muito meu estilo, mas até achei bacana.

        Sobre o memória!, lamentei não ter feito um post aqui, mas ainda deveria. Tirando alguns arranjos vocais, eu gostei bastante do álbum. Provavelmente o arranjo da “Song of Mana” daquele álbum seja o meu preferido.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: