Soul Sacrifice: para ouvir sem nenhum sacrifício

Por Alexei Barros

Há uns 10 anos, ter uma trilha orquestrada em um jogo para consoles de mesa não era comum. Em 2006, eu me lembro do quão surpreendente foi o ouvir o tema de abertura orquestrado do remake do Final Fantasy III para Nintendo DS. Hoje já é algo tão convencional que jogos portáteis apresentam não só uma música, mas a trilha inteira gravada por instrumentistas de verdade.

Um bom exemplo desses novos tempos é o RPG de ação Soul Sacrifice, uma nova empreitada de Keiji Inafune fora dos domínios da Capcom para o PS Vita. Já saiu no Japão, aqui chega dia 30 de abril. O álbum com as músicas Soul Sacrifice Original Soundtrack aterrissa dia 13 de março, vulgo amanhã, e é justamente esse o motivo do post.

Assinada por uma inusitada dobradinha de Wataru Hokoyama (Afrika, Resident Evil 5) e Yasunori Mitsuda (Chrono, Xenogears etc.), a trilha foi gravada no Skywalker Sound nos EUA e, ao que tudo indica, a Skywalker Symphony Orchestra, formada por músicos freelancers de São Francisco, realizou a performance. Não dou certeza porque foram feitos três vídeos para promover só essa parte de áudio do jogo, mas nenhum deles confirma mesmo que foi essa a orquestra utilizada – não é só a Skywalker Symphony que grava no Skywalker Sound. Ambos os compositores já lidaram com orquestras desse naipe (Hollywood Studio Symphony no caso do Afrika e RE5 e London Philharmonic Orchestra no XenoSaga) e dessas proporções – segundo a Famitsu, foram mais de 100 instrumentistas.

Enquanto o primeiro vídeo dá um panorama geral, o segundo mostra uma impactante composição do Hokoyama e o terceiro uma música do Mitsuda – com guitarra e coral, mas só em áudio, em uma faixa fora dos padrões dele. O quarto, caso você não tenha visto, mostra os compositores comentando o trabalho no evento de revelação do jogo realizado em maio de 2012.

Enfim, estamos de olhos e ouvidos atentos.

The Music of Soul Sacrifice

“Beginning of the End” – Wataru Hokoyama

“Melody of the Souls – main theme” – Yasunori Mitsuda

Soul Sacrifice Presentation Summary

4 Responses to “Soul Sacrifice: para ouvir sem nenhum sacrifício”


  1. 1 Marcelo Martins 14/03/2013 às 4:28 pm

    Muitíssimo promissor! Estou curioso para ouvir a trilha completa e o jogo parece ser excelente também.

    Aliás, Afrika é um dos jogos que eu estou atrás há um bom tempo só por causa da trilha. Mas é quase impossível achá-lo por um preço acessível…

  2. 2 jejepinheiro 17/03/2013 às 4:39 pm

    Nossa senhora, arrepiei!

    De fato, promissor. Nâo sabia da existência desse game até então. E só pela trilha sonora, já me conquistou. Ansiosa para saber mais dele, aqui!

    Agora… Não me pergunte por que, mas ouvindo o Beginning of the End, em diversos trechos me lembrei da trilha de Jet Force Gemini. Não há semelhança entre os games, e até onde eu sei, também não há ligação entre as equipes de desenvolvimento e/ou som. Mas de alguma forma me lembrou sim. :P

  3. 3 Storm 29/03/2013 às 8:17 pm

    As músicas estão muito bem produzidas, mas não achei essas composições muito marcantes. Ainda assim, não deixarei de baixar a OST completa para saber o resultado final.

  4. 4 Alexei Barros 10/05/2013 às 1:32 am

    Desculpe a todos pela demora abismal para responder.

    @ Marcelo

    Não sei quanto ao jogo, mas a trilha ficou um pouco aquém das minhas expectativas. Ela é bastante cinematográfica e pouco melódica e acho que serve de reflexão para mostrar que os japoneses também sabem compor no “estilo Hollywood”, mas não que só vai ser assim até agora.

    Pelo menos, a trilha foi gravada por essa orquestra gigante e não tem a sintetização pobre das músicas do The Last Story (não sei se você compartilha da opinião), que foi outro caso de um compositor japonês trilhar para a ambiência cinematográfica.

    @ Jejé

    Como eu disse ao Marcelo, acabei não gostando tanto, mas os poucos momentos que gostei foi pelos “lampejos de Chrono Cross” do Yasunori Mitsuda. O Jet Force Gemini é um jogo que passei beeeem longe, vou tentar dar uma conferida na trilha depois.

    @ Storm

    Falou tudo: são muito bem produzidas, mas pouco marcantes mesmo. Eu acho que a abordagem de cada trilha varia de projeto para projeto; não quer dizer que só porque o Mitsuda fez uma trilha mais cinematográfica que todas de agora em diante serão assim. Mas digo isso tudo porque dei uma conferida no álbum Inazuma Eleven GO Chrono Stone Jikuu Saikyou Soundtrack Best Selection, referente ao anime Inazuma Eleven GO Chrono Stone e tem composições do Mitsuda muito mais interessantes (para o meu gosto, pois tendo a preferir músicas melódicas).


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: