Gyakuten Saiban Sound Box e o medo de encarar Apollo Justice

Por Alexei Barros

Eu tenho a forte impressão que a Capcom não sabe que rumo seguir com a série Ace Attorney. Depois que o arco Phoenix Wright foi fechado em três jogos, tudo levava a crer que Apollo Justice seria o sucessor como representante da série, o que fica claro em sua participação no We Love Golf.

Só que, em vez de fazer o Gyakuten Saiban 5, a Capcom lançou os spin-offs Ace Attorney Investigations: Miles Edgeworth e Gyakuten Kenji 2, este sem planos de localização. Parece que a produtora fica com o receio de querer dar continuidade à trama, voltando àquele período da história da primeira trinca da série com elenco insuperável.

Prova disso é que Professor Layton vs. Ace Attorney terá as aparições de Maya Fey e Phoenix Wright, advogado que fez a incursão nas lutas de Ultimate Marvel vs. Capcom 3 depois daquela desculpa esfarrapada do Tatsunoko vs. Capcom – mais inexplicável é a aparição não ter originado nenhum post por aqui.

Outro acontecimento que embasa essa impressão é a caixa Gyakuten Saiban Sound Box, prevista para 8 de fevereiro com número de catálogo CPCA-10249~51 ao preço de 3990 ienes. Os três CDs trarão simplesmente as músicas dos relançamentos preguiçosos para WiiWare dos três primeiros jogos da série. Poderia ser uma caixa muito mais ambiciosa e tal. O único consolo é que os álbuns Gyakuten Saiban + Gyakuten Saiban 2 Original Soundtrack e Gyakuten Saiban 3 Original Soundtrack traziam as faixas correspondentes à edição original do Game Boy Advance. Somente o primeiro jogo teve o álbum com as versões de DS, Gyakuten Saiban Yomigaeru Gyakuten Original Soundtrack, que também inclui as faixas adicionais do quinto caso implementado no DS. O Justice for All e o Trials and Tribulations jamais tiveram lançadas em CD as músicas de DS, que são, grosso modo, as que se ouve no WiiWare.

[via TinyCartridge]

4 Responses to “Gyakuten Saiban Sound Box e o medo de encarar Apollo Justice”


  1. 1 Geraldo 09/01/2012 às 5:11 pm

    Eu já sinto a melancolico de não ver um lançamento que me supreenda tão cedo. Negócio é me contentar com o Layton mesmo

  2. 2 clefbits (@clefbits) 11/01/2012 às 5:47 pm

    Joguei apenas o primeiro jogo da série Phoenix Wright, em uma versão para iOS. Na verdade, o que me impressiona nessa série é como eles tiveram a ideia de criar jogos extremamente divertidos com temas aparentemente “burocráticos”.

    Quem imaginaria que um jogo de advogados faria tanto sucesso? E um jogo de médicos (Trauma Center)? Só o fato de lançar jogos com essa temática já é um passo muito corajoso de um desenvolvedor.

  3. 3 Alexei Barros 12/01/2012 às 12:17 am

    @ Geraldo

    “Negócio é me contentar com o Layton mesmo” (2)

    Mesmo que a série não me prenda como Layton, ainda estou em débito com o montante de puzzles.

    @ Marcelo

    Verdade isso que você falou. Além de ter como pilar uma profissão burocrática, eu acho incrível como a história, os casos e principalmente os personagens do jogo são capazes de cativar sem dublagem, apenas com texto e sprites com poucas animações.

  4. 4 joeycaruzo 19/01/2012 às 8:19 pm

    Ainda tenho esperança que a capcom irá fazer gs5!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: