Press Start 2011: contemporâneo e nostálgico; épico e diversificado

Por Alexei Barros

Após o lançamento do mediano álbum Press Start 5th Anniversary e as enfadonhas reprises na comemoração dos cinco anos de existência dos concertos no Press Start 2010, o Press Start 2011 veio para retomar no dia 14 de agosto o principal motivo de estima pela série japonesa de récitas: seleções magistrais de jogos japoneses, velhos e novos, alguns difíceis de imaginar em outros espetáculos do gênero.

Comentarei as escolhas de faixas mais detalhadamente após o Hadouken, mas pareceu ter sido um evento extraordinário, o que faz aumentar o desejo pelo segundo CD. Na condução de Taizo Takemoto, a Kanagawa Philharmonic Orchestra tocou no Shinjuku Bunka Center Hall, em Tóquio, às 14 e depois às 18 horas locais. Vale lembrar que, pela primeira vez, será realizada uma terceira apresentação no Japão, marcada para o dia 19 de setembro em Nagoya, com a Nagoya Philharmonic Orchestra no Century Hall do Nagoya International Conference Hall e regência de Kosuke Tsunoda.
Ato I

01 – Xenoblade Chronicles: “Xenoblade” ~ “Gaur Plains” ~ “Mechanical Rhythm” ~ “Riki the Legendary Hero” ~ “Sator, Phosphorescent Land / Night” ~ “Those Who Bear Their Name” ~ “Confrontation with the Enemy”
02 – Spelunker: “Theme of Spelunker” ~ “Spelunker BGM” ~ “Spelunker Stage Clear”
03 – Pokémon: “Opening” ~ “Pokémon Center” (Pokémon Red Version & Blue Version) ~ “Route 6 (Spring-Summer)” (Pokémon Black Version & White Version) ~ “Battle! Wild Pokémon” (Pokémon Ruby Version & Sapphire Version )
04 – Gradius: “Morning Music” ~ “Coin” ~ “Air Battle” ~ “1st Stage” ~ “2nd Stage” ~ “3rd Stage” ~ “4th Stage” ~ “5th Stage” ~ “6th Stage” ~ “7th Stage” ~ “Boss” ~ “All Pattern Clear” ~ “Game Over”“Ranking BGM”
05 – 428 ~Fuusasareta Shibuya de~: “428 ~Fuusasareta Shibuya de~ Main Theme”
06 – Final Fantasy IV: “Red Wings” ~ “Into the Darkness” ~ “Fight 1” ~ “Fanfare” ~ “The Airship” ~ “Rydia” ~ “The Dreadful Fight” ~ “Main Theme of Final Fantasy IV”

Ato II

07 – NieR: “Shadowlord” ~ “Emil” ~ “Kainé” ~ “Song of the Ancients”
08 – El Shaddai: Ascension of the Metatron: “Theme of El Shaddai” ~ “The Faraway Creation ~ Enoch’s Theme” ~ “Tragic Scream”
09 – Super Mario Galaxy 2: “Starship Mario 1” ~ “Magma Monster” ~ “Fateful Decisive Battle” ~ “Super Mario Galaxy 2”
10 – Classical Music Medley:
– Beethoven: “Symphony No. 5: First movement”
– Mozart: “Eine kleine Nachtmusik”
– Bizet: “L’Arlésienne”
– Meacham: “American Patrol”
– J.S. Bach: “Toccata and Fugue in D minor, BWV 565”
– Mozart: “Requiem in D Minor K.626 Dies Irae”
– Bizet: “Carmen: Prelude Act 1”
– Chopin: “Piano Sonata No. 2: Marche funèbre”
– Mendelssohn: “A Midsummer Night’s Dream”
– Schubert: “Military March”
– Tchaikovsky: “Piano Concerto No. 1 in B-flat minor”
– Wagner: “Ride of the Valkyries”
– Offenbach: “Orpheus in the Underworld: Overture”
– Beethoven: “Symphony No. 9 (choral): Fourth movement”
– Tchaikovsky: “The Nutcraker: March”
– Rossini: “William Tell Overture”
11 – Okami:
“The Beginning” ~ “Ryoshima Plains II” ~ “Reset” ~”Thank You” Version~
12 – The Last Story: “Toberu mono”
13 – [Bis] Xenogears: “Knight of Fire” ~ “In a Prison of Peace and Regret” ~ “Flight”
14 – [Bis] Kid Icarus: “Title” ~ “Stage 1” ~ “Stage 2” ~ “Stage Clear” ~ “Stage 4” ~ “Labyrinth” ~ “Death Theme” ~ “Game Over”

– O medley do Xenoblade Chronicles abarcou sete faixas, tamanho proporcional ao tamanho gigantesco da trilha, talvez? Destas, uma da Yoko Shimomura, uma da Manami Kiyota e o restante do trio ACE+.  Kiyota cantou a parte do coral, enquanto a CHiCO fez o solo vocal e Tomori Kudo desfiou sua habilidade na guitarra. Gostaria muito de saber o resulto dessa mistura com a orquestra.

– Spelunker? No texto de anúncio do jogo a minha impressão era que o segmento fora reformulado em relação ao registro no Press Start 5th Anniversary. No report da Famitsu eu fiquei com sérias dúvidas, e como não há crédito do arranjador não existe maneira de confirmar. Novo ou velho: redundante.

– Dentro do meu restrito conhecimento musical da série Pokémon, o medley referente à série pareceu ser interessante, não se limitando às primeiras versões. Imagino, no entanto, que os fãs mais inveterados irão questionar a ausência de determinadas músicas.

– Apesar de a ordem das faixas do medley do Gradius privilegiar mais a experiência de jogo do que a experiência musical (transições, coerência etc.), é um número que estou pagando para ouvir, porque compreende todas as músicas da trilha original, incluindo uma que não consegui identificar, a “All Patern Clear”. A miscelânea inclui até a “Morning Music”, música de fundo de aquecimento do Bubble System.

– Mantendo a tradição de visual novels da Chunsoft populares no Japão e obscuras no ocidente – teve “Kamaitachi no Yoru – Otogirisou” no Press Start 2009 – foi tocado o tema principal do 428 ~Fuusasareta Shibuya de~. Nada muito mais a acrescentar sem poder ouvir.

– Que reprise da “Theme of Love” que nada! Para tudo. Enfartei. Morri. Pela primeira vez foi feito um arranjo inédito de Final Fantasy para o Press Start, e posso dizer pelas seleções que é praticamente o medley dos meus sonhos do FFIV. Embora não espere por algo mais profundo do que as suítes do Symphonic Fantasies e Symphonic Odysseys, as quais seguem um encadeamento lógico e narram uma história, é altamente promissor. “Red Wings”, renasceu do OGC1; “Into the Darkness” com toda a pungência das cordas que tem direito; “Fight 1” e sua melodia inesquecível; “The Airship” mostrando o valor que os temas de aeronaves sempre possuem em Final Fantasy; “Rydia”, comprovando que há outros temas melancólicos de personagem que não foram aproveitados; “The Dreadful Fight”, será que empolgou tanto quanto no Symphonic Odysseys?; e a “Main Theme of Final Fantasy IV” desfechando o que parece ser uma obra-prima. E para não ficar só nos elogios do que nem sequer ouvi, arrumaria uma forma de inserir a “Kingdom Baron”.

– Sobre o segmento de Nier com o solo de Emi Evans, justamente três das quatro faixas selecionadas possuem variações, só que o site da Famitsu não especifica – considerei as primeiras pela ordem da trilha original. Como que a “Grandma” não foi executada?

– Assim como o próximo número, fico na dúvida o quanto fez falta um coral na execução das duas primeiras do medley do El Shaddai: Ascension of the Metatron, as quais, na trilha original, contam com a participação do Eminence Symphonic Choir. Como desejava, a miscelânea inclui a “Tragic Scream”, com aquele solo de violino fabuloso.

– Sabe-se lá como a “Fateful Decisive Battle” do Ryo Nagamatsu soou sem a magnitude de um coral na música original. A seleção de faixas é interessante com esta e mais a “Magma Monster” do Nagamatsu, a “Starship Mario 1” do Koji Kondo e a “Super Mario Galaxy 2” do Mahito Yokota. Será que não havia uma forma de ajeitar um lugar para a “Square Timber”?

– A relação de composições eruditas talvez tenha ficado um pouco confusa no que tange às obras e os trechos destas que foram tocados. Mas dá para ter uma ideia geral do medley. Tal qual os dois tópicos anteriores, não sei se a “Requiem in D Minor K.626 Dies Irae” do Mozart e a “Symphony No. 9 (choral): Fourth movement” do Beethoven perderam um pouco sem coral.

– Não me canso de dizer: desnecessária a reprise “Okami” com a dupla Hide-Hide, especialmente porque foi gravado no Press Start 5th Anniversary.

– Como previsto, a cantora Kanon cantou a “Toberu mono” do The Last Story, servindo de contraponto à “The Last Story (Spreading Your Wings)”, versão instrumental do Symphonic Odysseys. Hironobu Sakaguchi subiu ao palco no fim da performance.

– Graças ao Myth: The Xenogears Orchestral Album, o RPG do PlayStation voltou à baila, e foi o primeiro bis na forma de um medley com três faixas, o melhor de tudo, duas delas ausentes do álbum. “Knight of Fire”, inclusive, esteve na quarta colocação das músicas votadas pelo público e acabou ficando de fora. “In a Prison of Peace and Regret” deu continuidade ao segmento, que encerrou com a majestosa “Flight”, esta presente no CD. Foi a primeira vez que Xenogears apareceu em um concerto.

– Aproveitando o ensejo do Kid Icarus: Uprising, jogo do Nintendo 3DS desenvolvido pelo estúdio Project Sora do Masahiro Sakurai, um dos organizadores do evento, o segundo bis foi um medley com as gloriosas músicas do Hirokazu Tanaka do primeiro jogo para NES. Não esperava mesmo que Kid Icarus aparecesse antes de Metroid e Donkey Kong no Press Start no que se refere às franquias da Nintendo. Potencial tem de sobra para se tornar um arranjo memorável. Só não consegui sacar que faixa é a “Game Over”.

– Com tanta coisa boa, não penso em outra coisa: e o segundo CD, quando sai?

[via Famitsu]

7 Responses to “Press Start 2011: contemporâneo e nostálgico; épico e diversificado”


  1. 1 Radical Dreamer 09/09/2011 às 1:56 pm

    Que seleções excelentes! Podiam liberar mesmo uma gravação desse concerto, quero ouvir muito Xenogears, Xenoblade, Kid Icarus e (olha só) o medley do Final Fantasy IV, com direito a “Red Wings” e “Into the Darkness”! Espero que os arranjos tenham sido feitos com transições coerentes, sem passagens abruptas. E para que fiquemos mais felizes em termos de arranjos da série, a Square-Enix acabou de anunciar uma Piano Collections dos três primeiros jogos!

    Já aproveito o post pra perguntar: que programa eu baixo para ouvir as músicas no goear? Desculpem a ignorância, mas do nada vários sites pararam de reproduzir arquivos de áudio e vídeo. Valeu!

  2. 2 DGC 09/09/2011 às 2:51 pm

    Então, caro Radical Dreamer… aqui o Goear toca normalmente as músicas. Tudo de que vc precisa é do Adobe Flash Player no seu navegador.

  3. 3 Alexei Barros 09/09/2011 às 3:05 pm

    @ Radical Dreamer / DGC

    Exatamente isso que eu ia comentar: talvez seja um problema do seu Flash Player mesmo, já aconteceu algo parecido comigo. De todo modo, existe um programa chamado GoEar Rip, que supostamente ripa as músicas do GoEar, dá uma procurada. Não cheguei a testar, mas deve funcionar.

    @ Radical Dreamer

    Valeu pelo toque da coletânea de piano, isso merece uma nota já (ou menos até descobrir o número de catálogo não informado pelo site da Famitsu)!

    Além desses que você citou, gostaria muito que Gradius e Super Mario Galaxy 2 entrassem em alguma coletânea do concerto. Provavelmente não daria para tudo estar em um mesmo disco, mas que lancem um monte de discos promocionais.

    Também espero que os arranjos não sofram de problemas básicos, como transições abruptas, que já acometeram vários segmentos das edições anteriores. Sendo meio sacana, notei que o Nobuyuki Nakamura, que considero ter feito alguns dos piores arranjos do Press Start The 5th Anniversary (Spelunker e Fantasy Zone), aparentemente não faz parte mais da equipe interna da Company AZA…

    • 4 Radical Dreamer 09/09/2011 às 3:32 pm

      DGC / Alexei

      Então, graças a essa questão já baixei a última versão do Adobe, e ainda continuo com os mesmos problemas. Vou tentar o esse goear rip, talvez funcione.

      Alexei

      http://www.famitsu.com/news/201109/09049821.html

      Segundo essa fonte, já teremos um arranjo do “Rebel Army Theme”, do II, e Hiroyuki Nakayama, pianista e arranjador de algumas peças do Kingdom Hearts Piano Collections II e do Pia-com II, está envolvido. Quem dera o Masashi Hamauzu estivesse envolvido…

      • 5 Alexei Barros 09/09/2011 às 3:58 pm

        Ah, foi no site da Famitsu que eu vi mesmo, por meio do Nobuooo. Espero que tenha algumas seleções meio inusitadas, não que a “Rebel Army Theme” seja exatamente famosa.

        Hamauzu e FF por enquanto só nos jogos que ele participou mesmo, como o FFX e o FFXIII. Se o Thomas Boecker estivesse envolvido com certeza poderíamos esperar por uma participação do Hamauzu…

        Só no aguardo por alguém enviar o álbum no VGMdb para ver se pinta mais algum detalhe.

  4. 6 MajoraMan128 30/12/2011 às 4:14 pm

    Por acaso alguém sabe onde posso ouvir o arranjo do Mario Galaxy 2 e do Kid Icarus desse show?

    • 7 Alexei Barros 31/12/2011 às 12:43 pm

      Até o Press Start 2007 havia uma pessoa que registrava o espetáculo e compartilhava a gravação, mas desde então nunca encontrei mais.

      Como algumas músicas foram lançadas oficialmente em discos promocionais, torço para que aconteça o mesmo com as duas daixas que você quer ouvir – eu também, nem me fala.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: