Press Start 2011: os artistas do concerto

Por Alexei Barros

Como em 2009 e 2010, o site do Press Start publicou a relação de instrumentistas e vocalistas que participará do espetáculo, o que permite imaginar de que maneira será realizada cada performance. Neste ano, os segmentos de cada artista estão especificados, como se não bastasse a facilidade de previsão pela presença de vários artistas das trilhas originais.

Antes vale recapitular o set list. Com 12 números confirmados (duas ou três surpresas ficam reservadas para o bis), está muito mais interessante do que no ano passado, com apenas dois jogos reprisados: “Okami”, que eu não vejo o menor objetivo na repetição por estar devidamente registrado no Press Start 5th Anniversary, e Spelunker, que também consta no mesmo álbum, mas pelo menos o arranjo foi reformulado. A saber, levando em conta que o programa segue a ordem de revelação:

01 – El Shaddai: Ascension of the Metatron
02 – Gradius
03 – Super Mario Galaxy 2
04 – Xenoblade Chronicles
05 – NieR
06 – Final Fantasy IV
07 – Pokémon
08 – The Last Story
09 – Okami (2009)
10 – Medley de músicas eruditas
11 – 428 ~Fuusasareta Shibuya de~
12 – Spelunker (2008; reformulado)

O violonista e guitarrista Haruo Kubota, presente em todos os concertos anteriores, não tocará desta vez. Como não foi confirmado um coral (de adultos só no Press Start 2007), não espero pela “Torn Heart” de El Shaddai e “Fateful Decisive Battle” do Super Mario Galaxy 2. Nada impede que apareçam em versões instrumentais, mas isso não é muito comum no Press Start.

Kanagawa Philharmonic Orchestra

Na ativa desde março de 1970, é uma orquestra premiada que atua em performances de música erudita, trilhas de filmes, balé e pop. Em games também é versada: Orchestral Game Concert 5, Distant Worlds Returning home, além do Press Start 2008 e 2010, tornando-se a orquestra mais atuante na série de concertos japonesa. Em 2011, tocará dia 14 de agosto, nas apresentações das 14 e 18 horas locais no Shinjuku Bunka Center Hall. Ambas sob a batuta de Taizo Takemoto.

Kosuke Tsunoda

Nascido em Nagoya em 1980, vai substituir Takemoto na regência na apresentação no Century Hall do Nagoya International Conference Hall em Nagoya no dia 19 de setembro, às 17 horas. Graduou-se na State University for Music and the Arts em Tóquio e já conduziu orquestras como a Berlin Konzerthaus Orchestra, Brandenburg Symphony Orchestra, MDR Symphony Orchestra e Hof Symphony Orchestra. Não é primeira vez que ele participa da série nipônica de concertos; Tsunoda foi o maestro do Press Start 2008 em Xangai, o último a acontecer na China.

Nagoya Philharmonic Orchestra

Constituída em 1966, tem como maestro laureado Ken-Ichiro Kobayashi, maestro emérito Moshe Atzmon e diretor musical Bob Sakuma. O suíço Thierry Fischer é o atual maestro convidado honorário. Já fez quatro turnês no ocidente e costuma realizar 120 apresentações por ano. Aparentemente, a orquestra tem pouca intimidade com game music, tanto em concertos, quanto em gravações de trilhas originais.

ACE

Dupla formada por CHiCO Yamanaka e Tomori Kudo, participou das trilhas de Tamagotchi 64: Minna de Tamagotchi World, Bomberman 64: The Second Attack e Emil Chronicle Online. O duo também arranjou as composições de Nobuo Uematsu no álbum solo Nobuo Uematsu’s 10 Short Stories. Com o reforço de Kenji Hiramatsu, tornou-se o trio ACE+ na trilha de Xenoblade Chronicles. Mas somente CHiCO e Tomori Kudo vão participar da performance: a primeira no vocal e o outro no piano.

Manami Kiyota

Cantora que se notabilizou no álbum com arranjos Final Fantasy Song Book [mahoroba] e na performance da Sen no hana, sen no sora, música composta por Nobuo Uematsu para o programa de rádio e TV da NHK Minna no Uta. Mais bizarro, ela é a autora de canções com proteções de tela interativas para as máquinas da JAXA, a agência espacial japonesa. Seu mais recente álbum solo Hoshi no Kashu possui uma faixa arranjada por Kenichiro Fukui. Recentemente, colaborou na trilha de PokéPark Wii: Pikachu’s Adventure. Compositora de diversas músicas de Xenoblade Chronicles, participando ainda do coral, fica a dúvida como será a performance na companhia da CHiCO.

Emi Evans

Artistas ocidentais não são exatamente uma novidade no Press Start, haja vista a australiana Donna Burke em 2010. Nascida em Londres, Inglaterra, Emiko Rebbeca Evans é filha de pai britânico e mãe japonesa, o que explica os leves traços orientais, e mora desde 2000 no arquipélago nipônico. É cantora, letrista, compositora, violoncelista e com Hiroyuki Muneta forma o duo de música eletrônica de ambiente freesscape. Participou de diversos comerciais de TV, como das TVs 3D Viera da Panasonic. É autora da canção “Light” do J-Drama Honcho 4 da TBS e da música-tema do telejornal Ohayou da NHK. Aos poucos, entrou no mundo dos games com as performances vocais na “Town – The Roadside Trees Outside the Window [Town Facility – Etria Plaza – Day]” e “Town – Bird-Shaped Vane on the Triangular Roof [Town Facility – Etria Plaza – Day 2]” do Sekaiju no MeiQ Super Arrange Version e “Labyrinth IV – Cherry Tree Bridge [Dungeon 16 ~ 20F]” do Sekaiju no MeiQ² *shoou no seihai* Super Arrange Version. No álbum Octave Theory da Earthbound Papas, tocou cello na composição original “The Forest of Thousand Years”. E então finalmente chegamos na trilha de NieR. Além de cantar várias faixas, ela também escreveu as letras das canções em idiomas fictícios baseados nos idiomas gaélico, português, espanhol, italiano, francês, inglês e japonês. Sabe se lá quais composições haverá no segmento, mas a “Grandma” é obrigatória.

Kanon

Nascida em março de 1980, a cantora se projetou com a canção “Wings to Fly ~ Tsubasa wo Kudasai” do J-Drama Chiritotechin da NHK. Nos dias 15 e 16 de abril de 2011, Kanon chegou a participar das apresentações no Sydney Opera House na Austrália da turnê Distant Worlds, interpretando a “Suteki da ne” (como no jogo, em japonês mesmo; a música havia recebido uma versão inglês com performance vocal da Susan Calloway) e a “Memoro de la Stono~Distant Worlds” (em inglês). Em abril, lançou o álbum A New Story com sete das 12 faixas compostas por Nobuo Uematsu: “Prelude”, “Final Fantasy”, “Eyes On Me”, “Guin Saga Medley (Marius’ Song ~ This is my Road)”, “Taisetsunakoto” (composição original), “Nakama wo Motomete” e “Toberumono”, a canção que ela canta na trilha original de The Last Story e que será apresentada. O Symphonic Odysseys já mostrou a mesma faixa, “The Last Story (Spreading Your Wings)”, com arranjo do finlandês Jani Laaksonen baseado na versão instrumental.

HIDE-HIDE

De novo… fazer o quê. Hideki Ishigaki no shakuhachi e Hideki Onoue no shamisen participaram da supracitada “Okami” no Press Start 2009 e nos dois últimos anos ficaram mais famosos do que quando foram convidados pela primeira vez, e vem ganhando fama na Rússia especialmente. Em junho lançaram o terceiro CD da carreira, Onkochishin, com versões de músicas eruditas executadas por esses instrumentos japoneses. No dia 20 de agosto ainda vão tocar no Monster Hunter Hunting Music Festival 2011.

[via Press Start]

0 Responses to “Press Start 2011: os artistas do concerto”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: