Distant Worlds no Japão: mais perto de casa, e com Final Fantasy XIII e XIV

Por Alexei Barros

Gratificante constatar que aos poucos o Distant Worlds está ficando mais abrangente, aberto para boas novidades, em vez de guiado somente pelos maravilhosos arranjos dos concertos passados. Como disse anteriormente, a turnê fará duas apresentações em Tóquio em novembro, marcando o retorno de um espetáculo da série Final Fantasy em território nipônico depois de quatro anos – o último foi o aclamado Voices em 2006.

De lá para cá, foram adicionados somente cinco números novos possíveis, dentre eles “Dancing Mad” e “J-E-N-O-V-A”. Mas sabe como é, o Japão exige um capricho maior por ser a nação da game music, e não chamariam essa miniexcursão de Distant Worlds: music from Final Fantasy Returning Home por acaso. Para a apresentação do dia 6 foi prometida a estreia de novos segmentos de Final Fantasy XIII, enquanto que no dia 7 do Final Fantasy XIV. Se deixassem de olhar torto para FFXII, ignorando obras-primas como Symphonic Poem “Hope” (deveriam chamar o Taro Hakase para tal ocasião), e acrescentassem mais músicas da era SNES, estaria muito próximo do que sempre sonhei.

Recordo que dos jogos mais novos, “The Promise ~ Fang’s Theme” (FFXIII) estreou em junho de 2010 em Estocolmo, Suécia, numa performance que ninguém teve a capacidade de gravar, e a “Twilight Over Thanalan ~ Beneath Bloody Borders” (FFXIV) debutou em dezembro de 2009 em Chicago, EUA. No site da turnê não ficou claro, pelo menos para mim, exatamente quais serão os segmentos inéditos. Deixa explicar. A “Fabula Nova Crystallis” foi citada como a novidade, mas entre parêntesis está escrito “The Promise” aparentemente porque uma é uma variação da outra. Acontece que a cantora Frances Maya participará da execução, e na trilha original ela canta mais duas versões da mesma melodia: “The Sunleth Waterscape” e “Serah’s Theme”.

Falando ainda do FFXIII, haverá a bem-vinda estreia da encantadora “March of the Dreadnoughts”. O detalhe é que no piano estará mais uma vez Benyamin Nuss. O jovem germânico de 21 anos que vem se destacando nos concertos Symphonic na Alemanha, que o diga ontem no Symphonic Legends, vem se configurando com o mais prolífico e talentoso pianista-gamer da atualidade. Não estranharei se por um acaso acontecer uma Piano Collections FFXIII volume dois e ele ser o instrumentista em vez da Aki Kuroda. Só para registrar, estou no aguardo da “Born Anew”.

Seguindo para o FFXIV, pela primeira ao vivo se ouvirá a “Answers”, aquele ambicioso tema principal do MMORPG cantado pela Susan Calloway que deu para ter uma ideia quando vazou a trilha do FFXIV alpha, então identificada como “1D”. Todavia, tal canção é acompanhada por uma banda na original, e não foi divulgada se no palco também estará, por exemplo, a Earthbound Papas, a sucessora do The Black Mages.

Embora o alarde seja menor, foi confirmada ainda a “Those Who Fight” (FFVII), que suponho ser a mesma “Those Who Fight” executada no Second Symphonic Game Music Concert (2004) em arranjo de Andy Brick que na ocasião contou com a performance no piano de Seiji Honda, o instrumentista da Piano Collections Final Fantasy VII. Penso assim porque Benyamin Nuss foi confirmado para esta música, assim como a “Love Grows” (FFVIII), conhecida já desde o 20020220. Para completar a lista de atrações especiais, o taiwanês Meng-Feng Su tocará violão em “Dear Friends” (FFV) e “Vamo’ alla Flamenco” (FFIX), e ambas também estrearam no 20020220.

Não bastassem as novidades interessantes, a turnê se apresentará pela primeira vez na Austrália, nos dias 15 e 16 de abril de 2011. EUA, Canadá e alguns países europeus e asiáticos foram contemplados anteriormente.

[via Distant Worlds]

2 Responses to “Distant Worlds no Japão: mais perto de casa, e com Final Fantasy XIII e XIV”


  1. 1 leandro 27/09/2010 às 10:23 pm

    apreciei de mais a trilha sonora do ff 13 e já estou de saco cheio de repetir sempre as mesmas músicas dos ff antigos(mais eu sempre vejo…),e por citar Benyamin Nuss,que concerto foi aquele…me emocionei só de saber que eram músicas exclusivas da nintendo,chatissima em relação a suas músicas…
    estou esperando a opinião do pessoal do blog sobre a apresentação.

    • 2 Alexei Barros 28/09/2010 às 12:37 am

      Somos dois, Leandro. Que venha mais FFXIII!

      A Nintendo é chata por não lançar mais OSTs como antigamente e pelas restrições com concertos, mas os tempos estão mudando, haja vista as músicas do Mario e Zelda que vão estar no Video Games Live Level 2.

      Fico feliz que muitas pessoas estão na expectativa pelo post do Symphonic Legends. Porém, eu não gosto de largar os medleys sem detalhar as músicas, e o processo de reconhecimento provavelmente vai demorar um bocado, espero que não muito. Fora isso, ainda queria comentar alguns CDs e concertos que aconteceram antes.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: