Lembrete: Symphonic Legends na quinta-feira, ao vivo, às 15 horas

Por Alexei Barros

Publico cedo antes que seja tarde demais, porque promete: diretamente do Cologne Philharmonic Hall, o concerto Symphonic Legends, que celebrará músicas da Nintendo, será transmitido pela internet em vídeo, ao vivo, às 15 horas no horário de Brasília no próximo dia 23 de setembro. Além das três qualidades 56K/ISDN, DSL e Broadband, é possível conferir somente o áudio do espetáculo, sendo que a qualidade de som é surround 5.1.

Para quem acompanhou o Symphonic Fantasies ano passado deve estar riscando os dias que faltam no calendário, afinal trata-se do sucessor espiritual no que se refere ao conceito de suítes extensas, mas com um pé na récita anterior, o Symphonic Shades, por conta dos números de duração média. A WDR Radio Orchestra Cologne, que participou dos dois concertos e também tocou no álbum drammatica, será regida pelo maestro sueco Niklas Willén. O pianista Benyamin Nuss e o percussionista Rony Barrak igualmente vão colaborar na performance que terá a participação do coral State Choir Latvija.

A seleção de arranjadores oferece uma mescla interessante de ocidente e oriente. De um lado, o alemão Torsten Rasch e os finlandeses Jonne Valtonen e Roger Wanamo, e do outro os japoneses Shiro Hamaguchi, Hayato Matsuo e Masashi Hamauzu (nascido na Alemanha, é verdade, mas de espírito nipônico). Com isso, fico com a sensação que o Symphonic Legends atenderá a diversos paladares do erudito, enfocando em arranjos experimentais, mas também com releituras mais literais, como já adiantado que serão os segmentos de Star Fox, F-Zero (do Hamaguchi) e Pikmin (do Matsuo). As três, além de Super Mario Bros. (a série), Super Mario Galaxy, Super Metroid e Donkey Kong Country prometem exibir a criatividade dos arranjadores no primeiro ato, enquanto que o segundo tem tudo para causar espasmos nos fãs de Zelda com o poema sinfônico de 35 minutos dedicados à série.

O set list completo. Clique no link da faixa de abertura para ver o vídeo.

Primeiro ato

01 – “Fanfare for the Common 8-Bit Hero”
Composição: Jonne Valtonen

02 – Star Fox: “Space Suite”
Composição: Koji Kondo e Hajime Hirasawa
Arranjo: Shiro Hamaguchi

03 – Super Mario Bros.: “Retro Suite”
Composição: Koji Kondo
Arranjo: Roger Wanamo

04 – F-Zero: “Race Suite”
Composição: Yumiko Kanki e Naoto Ishida
Arranjo: Shiro Hamaguchi

05 – Super Metroid: “Samus Aran – Galactic Warrior Suite”
Composição: Kenji Yamamoto e Minako Hamano
Arranjo: Torsten Rasch

06 – Donkey Kong Country: “Aquatic Ambience”
Composição: David Wise
Arranjo: Masashi Hamauzu

07 – Pikmin: “Variation on a World Map Theme”
Composição: Hajime Wakai
Arranjo: Hayato Matsuo

08 – Super Mario Galaxy: “Galactic Suite”
Composição: Koji Kondo e Mahito Yokota
Arranjo: Roger Wanamo

Segundo ato

09 – The Legend of Zelda: “Symphonic Poem”

I. Hyrulian Child
II. Dark Lord
III. Princess of Destiny
IV. Battlefield
V. Hero of Time

Composição: Koji Kondo e Toru Minegishi
Arranjo: Jonne Valtonen

O programa do concerto em PDF está disponível aqui, ao passo que o link da transmissão, no qual você encontra os endereços em streaming disponíveis pode ser conferido aqui.

20 Responses to “Lembrete: Symphonic Legends na quinta-feira, ao vivo, às 15 horas”


  1. 1 mcs 22/09/2010 às 1:46 am

    Wow! Essa eu não perco, definitivamente! Muito bom horário.

    Não posso esperar para ouvir as composições de Koji Kondo e a fantástica “Aquatic Ambience”, de DKC.

    Já marquei na agenda.

  2. 2 00Agent 22/09/2010 às 9:30 am

    Puutz! Horário ingrato para o proletariado brasileiro!
    Tô pensando em tentar gravar isso aí. Ou será que alguém já fará esse favor?

  3. 3 Gustavo 22/09/2010 às 10:49 am

    3 horas da tarde me lasca. Ouvi ontem o Symphonic Shades e é demais. Queria poder ouvir esse também.

  4. 4 Alexei Barros 22/09/2010 às 3:03 pm

    @ mcs

    Também não queria dizer, mas para a minha atual situação o horário é perfeito. =P

    Estou ansioso por todos os segmentos, um pouco menos pelo Pikmin, porque não conheço muito bem as músicas e tal, mas devo ser surpreendido.

    @ 00Agent

    Olha, acredito que como aconteceu com o Symphonic Fantasies alguém conseguirá gravar o vídeo sim. Mas sei lá. Eu só garanto o áudio. Ano passado tentei o vídeo também e foi um desastre.

    @ Gustavo

    Poxa, legal que você ouviu o Symphonic Shades. Aposto que muitas pessoas se desanimam de escutar apenas porque não conhecem os jogos (a maioria é do Commodore 64 e Amiga, que nem fizeram sucesso por aqui), e não sabem que estão perdendo.

    Acredito que, como o Symphonic Fantasies, deve estar disponível horas depois no YouTube. De todo modo, o produtor Thomas Boecker disse em entrevista algo animador: “However, having said this we are definitely planning with making the concert permanently available in high quality in one way or another. It is not going to be lost, and there will be options for fans to relive the concert experience as much as they want.”

  5. 6 DGC 22/09/2010 às 3:57 pm

    Será… inesquecível!

  6. 7 Radical Dreamer 22/09/2010 às 6:46 pm

    Nossa, não aguento mais esperar! Isso porque ainda há a possibilidade de mais duas surpresas, a meu ver: Thomas Boecker não se pronunciou sobre a presença de convidados especiais do Japão e é quase certeza que vai haver um “encore”, como ocorreu no Symphonic Fantasies. De qualquer jeito, estou com o DGC: será inesquecível.

    • 8 Radical Dreamer 22/09/2010 às 6:57 pm

      Alexei, achei a música do Pikmin que vai ser tocada no show. É interessante que essa música, a “World Map”, tem sua melodia presente no segundo jogo, para representar a mesma situação. Ou seja, quem já ouviu o arranjo de Yasunori Mitsuda do “World Map” do Pikmin 2 para o Super Smash Bros. Brawl já conhece pelo menos a melodia. Vai um link com a música original, do primeiro jogo, para quem quiser conhecê-la, porque eu também não a conhecia, mas estou louco para ingressar na série Pikmin com o terceiro jogo (se o Miyamoto anunciá-lo ao público algum dia). Bem, o link:

      • 9 Alexei Barros 22/09/2010 às 9:32 pm

        Estranho mesmo nada ser dito sobre os convidados. Talvez o Thomas até quis, mas acabou não rolando. Se aparecer alguém, deve ser o Koji Kondo, talvez o Mahito Yokota. Ou quem sabe o Masashi Hamauzu não pinta por lá. Os mais obscuros, como do F-Zero, acho altamente improvável. Quanto ao segmento surpresa de encerramento, vamos torcer.

        Ah, finalmente saquei qual música que foi arranjada pelo Hayato Matsuo. No álbum Pikmin World the original soundtrack of Pikmin, o tema se chama “A Panoramic View” (no SEMO está listado como “Complete View”, mas creio que a tradução do VGMdb parece ser mais precisa). É um tema bem simpático, veremos como ficou o arranjo amanhã.

  7. 10 mcs 23/09/2010 às 1:10 am

    O pessoal já deve estar pensando que eu não trabalho, pelo contrário, ando trabalhando até demais ultimamente.

    É que por uma coincidência astro-física, não trabalho quinta à tarde (pelo menos não formalmente…).

    • 11 Alexei Barros 23/09/2010 às 1:53 am

      Hahaha! O meu caso também não é de vagabundagem, ainda que já tenha trabalhado muito mais em outros tempos, a ponto de prejudicar a sanidade mental.

      Sendo assim, que sorte a coincidência astro-física!

  8. 12 Marcelo 24/09/2010 às 2:28 pm

    Eu achei inferior ao Symphonic Fantasies. Não posso mentir que foi um pouco ”meh”. A maior decepção foi “Aquatic Ambience” que era o que eu mais queria ouvir e não gostei. E nem estou contando a parte de Mario Galaxy que começou no mesmo nível que a orquestra do jogo e depois caiu em qualidade ferozmente em comparação ao game. Metroid nem quero comentar.

    Bem, é só minha opinião. ;p Tem mais gente reclamando, vamos ver as opiniões de acordo com o tempo.

    • 13 Alexei Barros 24/09/2010 às 3:17 pm

      Eu ainda queria ouvir mais algumas vezes para ter uma opinião formada antes de escrever o post. Mas então…

      Complicado comparar com o Symphonic Fantasies, porque o padrão estabelecido ano passado foi tão alto que vai ser difícil superar em um concerto com propostas, estilos e instrumentistas parecidos. O próprio conceito de suíte daquela duração toda provocou muita surpresa na ocasião, e talvez o Symphonic Legends não tenha causado um impacto tão grande porque era uma fórmula estabelecida pelo predecessor.

      Na primeira escutada, a “Aquatic Ambiance” não me cativou tanto quanto esperava, já que não reconheci alguns trechos, mas quando ouvi de novo gostei mais. Super Metroid ficou bem dissonante, e creio que muitas pessoas não vão curtir também. Confesso que estou tentando fazer força para gostar. =S

      Super Mario Galaxy eu discordo mesmo, porque achei um dos pontos altos do concerto pelas fabulosas inserções do coral, junto com Star Fox, Super Mario Bros. e o bis quando ouvi pela primeira vez.

      De todo modo, eu acho que “meh” é um termo um pouco forte para um concerto acima da média, que possui performance perfeita (ou muito próxima da perfeição) com 100% de arranjos inéditos, ainda que nem todos agradem. Mas é claro que respeito e entendo a sua opinião, Marcelo.

  9. 14 Radical Dreamer 24/09/2010 às 6:56 pm

    Alexei, você tem que criar um novo tópico para discussão do concerto. Mas alguém sabe por que razão só os alemães conseguram assistir ao concerto ao vivo, quando o próprio apresentador falou durante a apresentação que o vídeo stream estava funcionando para o mundo inteiro(li isso, não entendo alemão)?

    Nossa, a minha opinião difere um pouco da de vocês. A “Aquatic Ambience” me cativou na hora, com o violino melancólico e o piano atmosférico, mas também gosto muito do Hamauzu (os violinos não deixam de lembrar a trilha do Final Fantasy XIII). Tirando a suíte do Metroid e do F-ZERO, e talvez um pouco da repetição no Poema Sinfônico do Zelda (aliás, o tema dos “Light Spirits” foi surpreendente e lindo demais),todo o resto foi maravilhoso. A performance foi excelente e nesse concerto parece que houve muito cuidade e paixão, assim como no Symphonic Fantasies, ainda que os dois almejassem coisas diferentes.

    • 15 Alexei Barros 24/09/2010 às 8:14 pm

      Ah, sim, pretendo não demorar a publicar um post sobre o concerto, RD, daí discutimos mais profundamente. O problema é que tem um monte de coisas na fila ainda.

      Não sabia que apenas os alemães conseguiram assistir em vídeo, realmente muito estranho isso ter acontecido. Não faço ideia o motivo, já que os sites e blogs noticiaram sem fazer nenhuma ressalva. Tenho a suspeita que ocorreu algum problema também na Alemanha, visto que o usuário que subiu os vídeos no YouTube não compartilhou os três primeiros segmentos.

      Sobre a “Aquatic Ambience”, pretendo formular melhor minha opinião, mas a versão “Water Music” do OGC5 tem um momento de grandeza (a partir de 3:08) que acho espetacular e não tem uma situação parecida no arranjo do Masashi Hamauzu que preza mais pelo minimalismo, o que é perfeitamente compreensível dada a natureza singela da música.

      Da suíte do Super Metroid já emiti minha opinião acima. Em relação ao F-Zero realmente esperava muito, mas muito mais, foi bem diferente do que imaginava e almejava. Principalmente porque o Shiro Hamaguchi foi o arranjador, e sempre gostei de 99% das releituras dele.

      O problema do Poema Sinfônico de Zelda sou eu, na verdade, porque tenho pouquíssima familiaridade com as músicas dos jogos mais recentes depois do Ocarina of Time. Do que reconheci confesso que algumas repetições também me cansaram um pouco. E fico feliz de sacar qual era o tema finalmente do solo de soprano que achei completamente inesperado, como não houve solos vocais no Shades e no Fantasies.

  10. 16 DGC 27/09/2010 às 12:27 am

    Deixarei minha opinião detalhada para O TÓPICO que o grande Alexei postará, mas já adianto que estou com o maestro e o Radical Dreamer.

    Lágrimas à parte, Metroid Prime 2: Echoes me surpreendeu no Encore, Oh my…!

    E de “meh” o concerto não teve nada, desculpe. Menos impactante sim, talvez.

    • 17 Alexei Barros 27/09/2010 às 1:34 pm

      “E de “meh” o concerto não teve nada, desculpe. Menos impactante sim, talvez.”

      Exatamente! Também acho que é muito difícil quebrar paradigmas todo ano, e o Legends foi construído em cima dos alicerces que o Shades e o Fantasies estabeleceram nos anos anteriores.

      Adianto que o post deve demorar um bocado até eu conseguir decifrar as músicas de todos os segmentos, e o do Encore, por exemplo, está me dando um nó na cabeça. Mas que música do Metroid Prime 2: Echoes que tocaram que ainda não saquei? o.O

      Isso que eu quase caí da cadeira quando reparei depois que o Radical Dreamer disse no fórum do SEMO que tocaram Metroid Prime 3: Corruption e Super Mario Galaxy 2. Na hora da transmissão eu não tinha me dado conta.

      • 18 DGC 27/09/2010 às 6:27 pm

        “Mas que música do Metroid Prime 2: Echoes que tocaram que ainda não saquei? o.O

        Isso que eu quase caí da cadeira quando reparei depois que o Radical Dreamer disse no fórum do SEMO que tocaram Metroid Prime 3: Corruption…”

        Pois justamente maestro, logo em seguida do breve tema título do Corruption veio a de Metroid Prime 2 num fabuloso coral:


  1. 1 Tweets that mention Lembrete: Symphonic Legends na quinta-feira, ao vivo, às 15 horas « Hadouken -- Topsy.com Trackback em 23/09/2010 às 5:53 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: