Xenoblade: RPG com alma musical da Squaresoft


Por Alexei Barros

É, estava devendo um post sobre a trilha do Xenoblade, RPG do Wii que chegou dia 10 de junho e sai ainda neste ano nos EUA. Apesar de ser um jogo da Monolith Soft, traz em seu cerne o espírito musical da Square, e dos tempos de Squaresoft ainda. Com 4 CDs, respectivamente de 20, 21, 25 e 25 faixas, a Xenoblade Original Soundtrack será lançada dia 23 de junho com músicas de Yasunori Mitsuda e Yoko Shimomura. Até foi feita uma entrevista da série Iwata Asks com os responsáveis pela trilha, além do escritor do roteiro e diretor Tetsuya Takahashi, outro ex-Square.

Como se não bastasse, o álbum de número de catálogo DERP-10008~11, é publicado pela Dog Ear Records, o selo do Nobuo Uematsu. Não que eu vá soltar fogos de artifício como costuma fazer o pessoal do OSV por coisas tão ínfimas como esta, mas é um detalhe interessante. Além de Mitsuda e Shimomura, que trabalharam na composição antes em poucos em comum, como Tobal No. 1 e Monster Kingdom: Jewel Summoner, há a participação de mais quatro músicos menos famosos entre o grande público. Manami Kiyota, que cantou no álbum Final Fantasy Song Book [mahoroba], a CHiCO, que soltou a voz no tema do Luminous Arc 3 Eyes, além de Tomori Kudo e Kenji Hiramatsu, ambos autores da trilha do Emil Chronicle Online de PC. Estes últimos três, aliás, formam o trio ACE+.

Como que as noventa músicas foram divididas para o sexteto? Felizmente, veio à baila as motivações para o envolvimento de cada um. Yoko Shimomura é a principal porque Takahashi queria algo diferente dos seus trabalhos anteriores – lembre-se que ele e Mitsuda atuaram juntos em Xenogears e Xenosaga Episode I: Der Wille zur Macht. Shimomura concebeu faixas distintas até para os padrões dela, com sons de máquinas e violão (tocado por Tomohiko Kira), e há também muitas músicas com violino, aqui interpretado por Hitoshi Konno. Como havia muito trabalho para uma pessoa só, a Dog Ear Records introduziu o nome da Manami Kyota, e acabou sendo escalada para os temas de campo e evento. A trinca da ACE+ fez de ambos e das músicas de combate. Para tudo isso, Takahashi não se intimidou em enviar samples a fim de que eles criassem músicas semelhantes da maneira como imaginava.

Conforme o estágio de desenvolvimento estava atingindo o clímax, fez se necessária a escolha definitiva do nome do jogo, antes conhecido como Monado: Beginning of The World, e ele achou que a palavra “Xeno” deveria aparecer simbolicamente no título, ainda que a trama não traga nenhuma alusão a Xenogears e Xenosaga. E se há Xeno, tem Mitsuda. Resultado: o lendário compositor de Chrono Trigger e Cross criou o tema de encerramento “Beyond the Sky”, com os versos assinados por Takahashi e interpretação da cantora Sarah Àlainn, que pertence ao grupo de artistas da Eminence, conforme exaustivamente comunicado pelo Twitter. Ela levou cerca de um mês, depois de gravações e regravações, para atingir a plena vontade de Mitsuda para a canção. Depois de ler todo o roteiro apenas para compor o tema não poderia exigir menos.

No site oficial é possível ouvir três faixas diferentes, todas bastante promissoras. Gostei mais da segunda, com levada celta, e a primeira é de uma singeleza sem par.

[ATUALIZAÇÃO] Ouça as faixas que mais se destacaram do disco promocional Xenoblade Special Sound Track, de qualidade proporcional à expectativa criada em torno delas.

“Main Theme”
“Gaur Plains”
“Those Who Bear Their Name”
Parting, and…

“Beyond the Sky”

Grato ao Orakio Rob pela lembrança das amostras e ao Fabão pelas dicas via Twitter.

[via Adriasang 1 e 2]

6 Responses to “Xenoblade: RPG com alma musical da Squaresoft”


  1. 1 Farley 11/06/2010 às 2:24 pm

    Confesso que me surpreendi com o que já ouvi da trilha do Xenoblade, principalmente nesses vídeos de gameplay por aí, ficou muito bom. Infelizmente eu ainda estou meio receoso em relação ao jogo, essa coisa de batalha nos moldes de MMORPG não me agrada.

    Ah sim, alguém já subiu a Special Sound Track no youtube, gostei do que ouvi.

  2. 2 Alexei Barros 11/06/2010 às 3:03 pm

    De fato, Farley. Eu procurei me concentrar mais na trilha sonora, como foram reveladas muitas informações, mas também li que o jogo está sendo muito comparado com o FFXII, muitas vezes referido como um MMORPG offline, pelo estilo de combate em tempo real. Sei lá…

    Acabei esquecendo de mencionar o CD promocional, que saiu junto com o jogo. Valeu pela dica, ouvirei com certeza.

  3. 3 Radical Dreamer 12/06/2010 às 6:26 pm

    Essa trilha promete. As minhas favoritas por enquanto são o tema principal e “Colony 9” de Yoko Shimomura, e “Gaur Plains”, “Those Who Bear their Name” e “Field, the Machine God World” do ACE+ e a música de Yasunori Mitsuda. Nunca tinha ouvido falar desse ACE+, mas me deixaram empolgado. Shimomura, então, nem se fala. E tinha que ser o Mitsuda para me fazer gostar de músicas cantadas japonesas (vem à mente KiRite).

    Olha, eu sou meio suspeito para falar do jogo, porque sou muito fã do Final Fantasy XII. Na verdade, pra mim é um dos melhores da série. Por isso, só de ver aquele mundo lindo e gigante eu já fico ansioso para por as mãos nesse jogo.

  4. 4 Alexei Barros 13/06/2010 às 3:00 pm

    Não sabia que você era fã do FFXII – não que eu não seja, é que como ainda não terminei, apesar de ter jogado bastante, não possuo uma opinião totalmente definitiva mesmo depois de tanto tempo.

    Embora não tenha destacado no post, também gostei das outras que você mencionou. ACE era uma dupla formada pela CHiCO e pelo Tomori Kudo que virou ACE+ com o Kenji Hiramatsu, mas só conhecia de nome, pelo VGMdb, jamais havia escutado alguma coisa deles, e fiquei surpreso. Sobre as canções do Mitsuda, bem apontada a lembrança do KiRite.

  5. 5 Orakio "O Gagá" Rob 26/06/2010 às 9:34 am

    Quando este post saiu ele apareceu no meu Google Reader, mas o link estava inválido. Hoje lembrei dele, dei uma busca no Google por Xenoblade e Hadouken e aqui estou eu :)

    Mestre, só queria comunicar que hoje, num certo site gamesmp3.net, apareceu uma certa trilha sonora completa com 4 CDs de um certo RPG para o Wii… mas se alguém perguntar, eu não sei de nada!

    E um certo amigo barbudo e bigodudo, já meio coroa, me disse que o negócio é bom demais e que ele está pensando em comprar os CDs originais. Ele me pediu para te perguntar se o Playasia é a melhor opção para comprar essas coisas.

    • 6 Alexei Barros 26/06/2010 às 11:21 pm

      Que estranho o link estar inválido. Pode ter sido alguma besteira que fiz quando atualizei o post já publicado, vai saber.

      Hehe, ainda não ouvi, mas já havia pego a trilha em um certo site chamado Sonix’s VGM Collection. Valeu o aviso de qualquer forma.

      Diga ao seu colega velhinho de longas barbas e bigode que o Play-Asia é uma das melhores opções para adquirir álbuns do tipo. Eu mesmo já comprei lá e sei que o Fabão compra direto e tudo chega numa boa. Aliás, para quem fez negócio no Yahoo Auctions, comprar no Play-Asia é brincadeira. :D


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: