Masashi Hamauzu fará arranjo para o Symphonic Legends

Por Alexei Barros

Na segunda parte da entrevista de revelação do concerto tributo à Nintendo Symphonic Legends ao SEMO, o administrador da WDR Radio Orchestra, Winfried Fechner, afirmou que, além de Jonne Valtonen, haveria mais três arranjadores convidados. Dois deles foram anunciados: Shiro Hamaguchi e Hayato Matsuo. O terceiro era secreto, e até esperava que sua identidade viesse a público mais próximo  da apresentação, que acontece dia 23 de setembro de 2010. Que nada, já saiu hoje: Masashi Hamauzu!

Fiquei absolutamente estupefato com a revelação porque esperava alguém mais atrelado à Nintendo, por exemplo, o Mahito Yokota, que fez os arranjos de Zelda e Super Mario Galaxy no Press Start, ou um nome mais recorrente na função, como o Yuzo Koshiro. Com isso, o Symphonic Legends fica reforçado com todas as facetas orquestrais da série Final Fantasy, porque Shiro Hamaguchi é o principal arranjador das músicas do Nobuo Uematsu, ou seja, do FFI ao FFXI, Hayato Matsuo arranjou as faixas do Hitoshi Sakimoto no FFXII e, mais recentemente, Masashi Hamauzu nos presenteou com pérolas sinfônicas no FFXIII. O compositor nascido em Munique que recentemente saiu da Square Enix, já havia trabalhado com o produtor Thomas Boecker no álbum Vielen Dank, sendo que duas músicas deste, do SaGa Frontier II e Musashi: Samurai Legend,  foram executadas no Fifth Symphonic Game Music Concert (2007), que contou com a presença do Hamauzu na plateia, regressando à sua terra natal.

Ainda não foi comunicada qual música Hamauzu fará o arranjo, mas foi revelado que o segmento em questão terá Benyamin Nuss ao piano. Perfeito, porque se tem um instrumento que ele sabe usar como ninguém é o piano, haja vista “Decisive Battle” (FFX) e “Nascent Requiem” (FFXIII). Além do mais, também criou arranjos para álbuns solo de piano, como Final Fantasy X Piano Collections, Sailing to the World Piano Score e Piano Pieces SF2 ~ Rhapsody on a Theme of SaGa Frontier 2.

Diante disso, começo a vislumbrar qual, afinal de contas, é a faixa dentre o mundo de possibilidades da Nintendo… posso acreditar que é a “Castle” do Super Mario World? Ou tem alguma outra mais perfeita que essa?

[via SEMO]

7 Responses to “Masashi Hamauzu fará arranjo para o Symphonic Legends”


  1. 1 Radical Dreamer 11/04/2010 às 4:48 pm

    Estou tão estupefato quanto você, Alexei. Mas de uma maneira muito agradável. Neste concerto estão reunidos simplesmente os melhores arranjadores para orquestra no mundo da game music. Só faltou o Takahito Eguchi. Eu acho que o arranjo do Hamauzu deve ser ou de Zelda ou do Mario, isso porque essas parecem ser as séries com um conteúdo mais apropriado para o piano. Metroid e F-Zero acho difícil, talvez Donkey Kong e, se presente, Mother ficaria excepcional no piano. Já torço por “Midna in Distress” e “Super Mario Bros. 3 Ending Theme”.

  2. 2 Alexei Barros 11/04/2010 às 11:07 pm

    Estamos em sintonia quanto ao estado de êxtase pela participação do Masashi Hamauzu, mas permita-me discordar em alguns pontos:

    “Neste concerto estão reunidos simplesmente os melhores arranjadores para orquestra no mundo da game music. Só faltou o Takahito Eguchi.”

    Por mais que seja respeitável o trabalho do Eguchi no Kingdom Hearts e no Final Fantasy X-2, ainda tem alguns outros arranjadores para orquestra na frente dele ao menos na minha lista de preferências. Além do Yuzo Koshiro, mencionaria o Kaoru Wada, por conta do Kingdom Hearts e do Symphonic Suite from Actraiser, Noriyuki Iwadare, pelo concerto do Ace Attorney, e principalmente o Katsuhisa e o Takayuki Hattori, pelos arranjos no OGC e do Final Fantasy Symphonic Suite.

    Estilos à parte, é realmente louvável termos quatro arranjadores deste patamar em um concerto da Nintendo, já que as turnês costumam reciclar os arranjos prontos.

    Ainda tento quebrar a cabeça para imaginar que série combinaria com o estilo de cada arranjador e não consigo chegar a uma conexão, mas concordo que o arranjo do Hamauzu deve ficar entre Mario e Zelda.

    “Já torço por “Midna in Distress” e “Super Mario Bros. 3 Ending Theme”.”

    Gostei da “Midna in Distress” (não conhecia), mas confesso que não acho a “Ending” do Mario 3 totalmente indispensável. É legal, ficou bacana no Mario & Zelda Big Band Live, só que tem algumas outras que estão bem na frente na minha fila, falando especificamente deste jogo, como a “World Map 1”, “Fortress Boss” e “Enemy Battle”. Digo isso de arranjos em geral, não necessariamente com ênfase no piano.

    Apesar de querer estas músicas, confesso que não quero depositar muito minha expectativa em determinadas faixas para não me decepcionar depois (ainda fiquei traumatizado com uma dezena de composições do Secret of Mana que ficou de fora da suíte do Symphonic Fantasies, não obstante ter ficado fabulosa =P).

  3. 3 Radical Dreamer 12/04/2010 às 12:30 am

    É, realmente não é bom ficar depositanto muitas esperanças em determinadas músicas, mas, convenhamos, isso é difícil, especialmente quando alguém se propõe a trabalhar com séries tão pouco exploradas.

  4. 4 Alexei Barros 12/04/2010 às 1:01 am

    Sem dúvidas, concordo plenamente que são séries pouco exploradas. Falando de Mario, que é Mario, mais mainstream impossível, o Super Mario Bros. 3 está quase intocado em arranjos orquestrados, isso que é um dos jogos mais vendidos e melhores de todos os tempos.

    Isso que disse sobre o receio é mais por Mario e Zelda, que tem tanta coisa boa, que inevitavelmente alguma mais obscura vai ficar de fora. Duvido que seja lembrada uma pouquíssimo comentada como a “Player Select”, ainda de um jogo bastardo como o Mario 2 (aliás, ficou sensacional no medley da OVMF). Outro exemplo, a “Simian Segue” do DKC. Acho obrigatória, mas fico na dúvida se é tão famosa assim para ser escolhida. Enfim, vou tentar não criar muita expectativa sobre estas duas e outras preferidas (até por isso evitei de fazer um post com a wishlist). Mas vou mentir se falar que não ficarei tremendamente decepcionado se a “Mute City” ficar de fora. =P

    P.S.: Minha nossa, só agora reparei que escrevi que o “compositor Thomas Boecker”. Acho que preciso revisar os posts mais atentamente antes de publicar. =/


  1. 1 Distant Worlds II: turnê se rende à magnitude de Final Fantasy XIII « Hadouken Trackback em 29/04/2010 às 1:17 am
  2. 2 Coletânea no piano homenageia composições do Nobuo Uematsu « Hadouken Trackback em 18/05/2010 às 12:27 am
  3. 3 LEGENDS terá três arranjos de Masashi Hamauzu « Hadouken Trackback em 12/02/2011 às 9:50 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: