Hikarisyuyo e os melhores arranjos hard rock do Mega Man 2


Por Alexei Barros

O post é rancoroso, então peço paciência. Não é raro ver bandas de covers, especialmente Minibosses e NESkimos, por serem algumas das mais antigas desta linha, posicionadas em um pedestal que não lhe diz respeito. Já vi serem colocadas, por exemplo, ao lado do The Black Mages, que é formado pelos compositores e arranjadores. Há uma distinção entre amadores e profissionais que não parece ser tão clara assim pela constante confusão. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

Porém, o que mais me revolta é que as duas (e outra tantas) adquiriram uma fama equiparável ou até superável dos compositores e de bandas oficiais. Pior, sequer são as melhores pelo menos nos arranjos do Mega Man 2, um dos trabalhos mais notórios de ambos. Para mim, é uma popularidade desproporcional à qualidade – claro que você não é obrigado a concordar.

Porque estou falando isso: nos recônditos do site do guitarrista doujin Hikarisyuyo residem as melhores versões rock dos temas do jogo. Muito, mas muito superiores também ao 20th Anniversary Rockman 1~6 Rock Arrange Ver., um álbum da Capcom que, apesar de ter gostado a princípio, vem caindo bastante no meu conceito porque soa sem inspiração sem cotejado com as obras-primas guitarrísticas do Naoto Shibata nos CDs da Konami na década de 1990 que estão em um nível ainda maior.

Não direi que as músicas foram recriadas por completo. Nada mais são do que interpretações literais das melodias executadas de maneira espantosa: as guitarras são afiadíssimas. Tanto, tanto que quase fazem esquecer que a bateria é sintetizada.

Para comparar, relembre antes o medley “Mega Man 2” do Minibosses. A guitarra é áspera e o baixo tem um timbre sem graça, formando um conjunto de sons que cheira a banda amadora, que é o que eles são mesmo e não uma referência no meio musical como muitos costumam pintar.  Passando para as interpretações do NESkimos encontro os mesmos problemas somados a um arrasto enfadonho na performance. Por fim, a “Dr.Wily 1 (Rockman2) mix” do Tohru Iwao é burocrática demais. Conclusões que tirei depois de conhecer o Hikari Syuyo.

Agora escute as versões dele do Mega Man 2 para ver se não está em um outro patamar, respeitando a energia das originais com uma pegada que nenhum dos outros arranjos mencionados têm. Como bônus o tema do Snakeman e da tela-título do Mega Man 3 (quase tão bom quanto a “Start to Playing” da takrockers!!).

À esquerda as originais e à direita as versões do Hikarisyuyo.

Mega Man 2

“Pass Word”“Password”
“Game Start”
“Game Start”
“Metalman Stage”“Metalman”
“Airman Stage”“Airman”
“Bubbleman Stage”“Bubbleman”
“Quickman Stage”“Quickman”
“Crashman Stage”“Crashman”
“Flashman Stage”“Flashman”
“Heatman Stage”“Heatman”
“Woodman Stage”“Woodman”
“Dr. Wily Stage 1”“Wily Stage 1”

Bônus Mega Man 3

“Title”“Title”
“Snakeman Stage”“Snakeman”

P.S.: Entendeu por que sou muito mais as bandas e artistas japas?

7 Responses to “Hikarisyuyo e os melhores arranjos hard rock do Mega Man 2”


  1. 1 Timóteo 09/03/2010 às 5:50 pm

    Só sei de uma coisa, abrir tudo de uma vez criou uma “musica” bem… interessante XD

  2. 2 Cledson 09/03/2010 às 11:13 pm

    Caramba…
    muito bom mesmo Alexei!
    Isso ae serve bem pra gente que nao chega nem a aspirante de amador a estudar mais inpirar a coisas coisas tão legais quanto essas.

    A title do megaman 3 foi minha favorita. Timbre absurdo

  3. 3 Alexei Barros 10/03/2010 às 1:48 pm

    Fiquei contente que tenha gostado, Cledson. Junto com os temas do Woodman e do Dr. Wily Stage 1, a música de apresentação do Mega Man 3 são os meus preferidos do Hikari Syuyo. Não cheguei a comentar no texto, mas essa versão também destrói o arranjo do “Title mix medley” (começa com MM3) do álbum oficial da Capcom.

  4. 5 Erico 11/03/2010 às 3:20 pm

    Realmente quando se trata de música/game e japoneses/guitarra a combinação beira a perfeição. O teu comparativo entre bandas amadoras e os profissionais de arranjadores tem um ponto que eu quero comentar. Não acho que um seja melhor que o outro, na realidade embora o público alvo seja teoricamente o mesmo (admiradores de rock e música de video-games), este de constitui de pessoas gostam do estilo “faça você mesmo” o que configura mais o estilo dos Minibosses e NESkimos; e aqueles que preferem um trabalho mais “elaborado” o que configura mais o estilo “Black Mages” entre outros. É um comparativo que no mundo da música seria algo como: Ramones x Dream Theather. Não significa que um é melhor que o outro, é apenas preferência musical mesmo.

  5. 6 Alexei Barros 11/03/2010 às 4:42 pm

    Muito interessante o seu ponto de vista, Eriko. Eu concordo plenamente com isso: “Realmente quando se trata de música/game e japoneses/guitarra a combinação beira a perfeição”.

    Acho que os japoneses se caracterizam em todas as áreas pelo perfeccionismo, e eu fico com a impressão de que os trabalhos deles são resultado de uma busca obsessiva pelo capricho e polimento de arestas. Porém, paradoxalmente, eu tenho a sensação de que isso vem com muita naturalidade, porque desde a infância os nipônicos são introduzidos à música, e o talento afloresce muito mais precocemente. Mas é mais uma conjectura do que um estudo consolidado, é claro.


  1. 1 “Chrono Trigger” – Chrono Trigger (Muta Band) « Hadouken Trackback em 12/03/2010 às 12:51 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: