As três músicas que a Yoko Shimomura não compôs na trilha do Street Fighter II são…

Street Fighter II

Por Alexei Barros

Antes de completar a frase, devo mais uma vez dizer o quanto era injusto ver os compositores de jogos antigos serem creditados com pseudônimos ou então com o nome do estúdio das produtoras. Muitos trabalhos eram coletivos, e ficava impossível saber quem fez cada faixa, a não ser por entrevistas. Isso quando eles lembram.

Uma desses casos é a trilha de Street Fighter II. Quando não eram assinadas como Alfh Lyra, estúdio de som da Capcom que também batizava a banda, as músicas eram creditadas às alcunhas Pii♪ e Oyaji, vulgo Yoko Shimomura e Isao Abe.

Aparentemente, a primeira referência de autoria das músicas está no álbum Sing!! Street Fighter II (1992), que contém versões vocais dos temas dos 12 personagens originais: Ryu, Ken, Chun-Li, Blanka, Dhalsim, Guile, E. Honda, Balrog, Sagat, Vega e M. Bison (cito como se você tivesse esquecido). Desse total, 11 foram assinadas pela Shimomura e apenas Abe criou o tema de Sagat, informação que foi confirmada no histórico Street Fighter Tribute Album (2003), que também possui arranjos dos temas dos mesmos 12 lutadores. Ficava a dúvida: quem compôs o tema da tela-título? Da seleção de personagens? Ou então os temas de encerramento? A dúvida persistia.

Alfh LyraNo site GameSetWatch, o mestre Jeriaska, jornalista residente no Japão, realizou uma fantástica entrevista publicada em agosto de 2009 com Hiroki Kikuta e a Shimomura, abordando especialmente os trabalhos na série Mana. Foi feita a pergunta a ela de quantas faixas não havia feito na trilha de Street Fighter II: “Todas exceto três, na verdade. A música do estágio de Sagat e outras duas foram feitas por outro músico. O resto compus sozinha”, diz. “Naquela época, os nossos nomes não foram incluídos nos créditos, embora fosse creditada pelo meu apelido ‘P-chan’ (risos)”. Nessa mesma entrevista, aliás, ela comenta sua participação como pianista na banda Alfh Lyra na época da antológica série de shows Game Music Festival – a própria quem toca a introdução do “Street Fighter II Medley ’92 GMF Version” no GMF ’92. Faltava saber quais.

Sabendo que o mestre Chris Greening, editor do site Square Enix Music Online, iria à Alemanha assistir ao Symphonic Fantasies e teria a oportunidade de entrevistar a Shimomura e os demais compositores na companhia do Don Kotowski, colaborador do site, com a tradução inglês-japonês da intérprete Kanako Boecker, não resisti. Lembrei o Chris para que perguntasse a ela quais as três faixas que não havia feito em Street Fighter II. Na não menos fantástica entrevista publicada há pouco, enfim veio a resposta: “(pensa atentamente) Ah, sim. Você sabe o tema do Sagat? Isao Abe compôs em estilo rock ou funk. Além disso, ele criou dois jingles bem conhecidos, “Here Comes a New Challenger” e “Round Start” (suspira)”.

Confesso que não esperava que o Isao Abe tivesse uma participação tão ínfima na trilha – “Here Comes a New Challenger” (quando surgia um novo desafiante) e “VS” (do início de round) têm quatro segundos cada. Como a Shimomura disse, são jingles, música mesmo só o “Sagat Stage”. Com isso, é claro, aumenta o mérito da Yoko Shimomura ao compor uma trilha absurdamente sensacional. As memoráveis “Title”, “Player Select” e todos os temas de encerramento são dela, portanto. Lembre-se que isso não vale para as faixas implementadas nas atualizações Super Street Fighter II e Super Street Fighter II Turbo, já que os temas da Cammy, Dee Jay, Fei Long e T. Hawk e outras músicas foram feitos pelo mencionado Isao Abe e pelo Syun Nishigaki.

Como conversava com o Fabão esses dias, ainda existe uma outra dúvida de autoria de músicas da Yoko Shimomura referente ao Breath of Fire. Em entrevista ao ga-core, ela disse que implorou para compor uma faixa para o RPG do SNES – pois atuava no setor de trilhas de arcades, não de consoles domésticos –, pedido que foi atendido, mas não se recordou em que parte do jogo toca a música. Talvez só se ouvisse uma por uma da trilha novamente viria a lembrança.

Faça o favor de ler a entrevista do SEMO na íntegra, que aborda vários pontos da carreira da Yoko Shimomura, que recentemente foi confirmada no jogo The Last Ranker, para PSP, primeira trilha para a Capcom desde que saiu em 1993 – The Punisher fora o seu último trabalho antes de migrar para a Squaresoft. A entrevista também fala sobre o concerto Sinfonia Drammatica, reunindo perguntas que os editores do site polonês Gamemusic.pl fizeram na Suécia.

[via SEMO]

Anúncios

19 Responses to “As três músicas que a Yoko Shimomura não compôs na trilha do Street Fighter II são…”


  1. 1 Orakio "O Gagá" Rob 23/09/2009 às 6:57 am

    Ha ha, essa foi boa! São as duas músicas mais rápidas do jogo! Bom, elas são bem marcantes, mas é meio decepcionante sim. Bom, como eu já disse, eu não curtia muito a música do Sagat mesmo :)

  2. 2 Claudio Prandoni 23/09/2009 às 1:15 pm

    Olha, até que eu curto a música do Sagat e talz, mas como o maestro bem falou a revelação do marasmo do Isao Abe só valorizam ainda mais a competência da Yoko Shimomura.

    Aliás, quase fora de contexto, mas mesmo com a gracinha da jovem Shimomura no meio daquele monte de marmanjos essas roupas brilhantes da Alfh Lyra são meio ridículas, não?

  3. 3 Marques 23/09/2009 às 1:28 pm

    Ainda bem, agora não preciso mais falar: “A Yoko Shimomura fez QUASE todas as músicas do SF2”.

    E quando tiver a oportunidade falarei: “Ela fez TODAS as músicas do SF2”.

  4. 5 Orakio "O Gagá" Rob 23/09/2009 às 2:31 pm

    Opa, já são dois votos contra o Sagat! Se pintarem mais uns três eu já vou mandando estampar umas camisas! :)

  5. 6 Alexei Barros 23/09/2009 às 4:05 pm

    @ Orakio / Marques

    Concordo que a versão original tema do Sagat talvez seja um poucho chocha e repetitiva, mas eu gosto bastante das versões arranjadas “Sagat Stage” do Takayuki Aihara no Street Fighter Tribute Album e a “In The Trap ~Sagat Stage~” do Yuji Toriyama no Street Fighter II Alph-Lula with Yuji Toriyama.

    @ Prandoni Lyra

    Aí está a explicação para a Shimomura se sentir envergonhada de tocar piano ao vivo. :D

  6. 7 Acid 23/09/2009 às 4:33 pm

    Pois pode fazer a camisa, pq enquanto eu lia já pensei: “Eu não gosto mesmo da música de Sagat”, o que torna o trabalho de Shimomura simplesmente MAGISTRAL neste jogo.

    Valeu MESMO, Alexei, por ajudar a desvendar esse mistério (e injustiça com Shimomura!).

  7. 8 Alexei Barros 23/09/2009 às 4:50 pm

    @ Acid

    Também concordo, Acid, porque dividir o crédito da trilha com o Isao Abe apenas por uma música e dois jingles é uma baita injustiça. Aliás, se fizéssemos a enquete do tema menos preferido do Street Fighter II o Sagat ganharia de lavada pelo que percebo pelos votos iniciais.

  8. 9 Kaka 23/09/2009 às 9:37 pm

    Haha, uma das cousas boas da internet é quando a gente descobre não ser o único a ter certa opinião. Na época do boom de SF2, eu detestava a música do Sagat. Atualmente eu até gosto, acabei me acostumando a ela.
    Não é à toa que Shimorura-san é uma das minhas compositoras favoritas. A trilha de SF2 é carismática como não se vê mais hoje em dia.
    Enfim, mistério desvendado! Obrigada ao mestre Alexei por trazer a verdade até nós. ;D

  9. 10 Orakio "O Gagá" Rob 23/09/2009 às 9:39 pm

    Nossa, eu pensei em camisas, mas no pique em que estamos indo, é bom considerar uma pequena seita… alguém pode providenciar os mantos e cajados?

  10. 11 geraldofigueras 23/09/2009 às 10:07 pm

    Na boa, depois disso, quando me perguntarem eu direi: a trilha sonora de SF2 foi composta pela Shimomura.

    Imagino que ela teve gripe aviária por uns dias e o Isao chegou e substituiu ela.

    Que coisa :/

  11. 12 mcs 23/09/2009 às 11:22 pm

    Quem nunca ficou intrigado com aqueles infindáveis pseudônimos nos créditos finais dos games? Daria uma matéria bem legal este assunto. Parabéns pela matéria, muito esclarecedora.

  12. 13 Alexei Barros 23/09/2009 às 11:35 pm

    @ Kaka

    Mas tem o lado ruim também: quando você percebe que está sozinho numa opinião. O que já aconteceu várias vezes comigo. =P

    @ Orakio

    Pelo jeito a campanha já está fazendo sucesso, hahaha! :D

    @ Geraldo

    Quem sabe não tenha acontecido o mesmo caso do Chrono Trigger. Mas quando atribuem que a trilha foi feita pelo Nobuo Uematsu pelo menos ele fez nove músicas e não uma, que é a mais odiada pelo que estou percebendo.

    @ mcs

    Eu curto bastante esses mistérios dos pseudônimos, e ainda bem que existe o VGMdb para solucionar várias dúvidas. Uma pena que ainda existam alcunhas que as pessoas não descobriram até hoje os nomes verdadeiros, incluindo vários integrantes da banda Alfh Lyra, como WOODY, Uppy e Pakun.

  13. 14 00_Agent 24/09/2009 às 8:02 am

    A música do Sagat é boa, mas pouco impressionante mesmo. Eu até me juntaria ao bonde e postaria aqui que detesto essa música, mas já tenho uma outra escolhida… Que é o tema do Blanka! Êta música enjoada!

  14. 15 Acid 24/09/2009 às 12:43 pm

    Poxa, depois de ver o banner do Hadouken fiquei com um pouco de pena do Sagat… vou confessar: além da música do Sagat, eu detesto a do M. Bison (Vega, no Japão). Prontofalei. O resto é ótimo.

  15. 16 Alexei Barros 24/09/2009 às 1:37 pm

    @ 00_Agent

    Poxa, acho bacana a versão arranjada “The Naked Man (Blanka)” do Street Fighter II Image Album -G.S.M. CAPCOM-… :(

    @ Acid

    Realmente a “Vega Stage” é uma das menos inspiradas. Não que abomine, mas perto dos temas arrasa-quarteirões do Ryu, Ken e Guile complica…

  16. 17 00_Agent 24/09/2009 às 8:05 pm

    @ Alexei Barros

    Ah, num adianta cara… Não importa o arrange que façam, nada me convence de que aquele tema é bom. Ainda mais porque me lembra o Blanka… E a Amazônia… E aquele cenário…

    Mas, de qualquer forma, devo ressaltar que a trilha de SF II é uma uma das mais icônicas e reconhecíveis pelos gamers casuais (junto com Sonic e Mario). Digo isso porque, quando eu vi aqui no trabalho o vídeo do Pastor Pilão, vários colegas falaram “Ih, olha o tema do Guile”. Agora, sempre quando ouço a música, uma voz interna me diz: “Sai da frente, Satanás!”

    Outro fato interessante é que só em Street Fighter IV tivemos uma trilha sonora tão boa assim, mas isso é minha opinião pessoal.

    Vou ter que ficar uns dois anos sem ouvir a trilha do SF II!

  17. 18 Orakio "O Gagá" Rob 25/09/2009 às 4:11 pm

    Eu também não curto muito a música do Bison, mas não podemos perder o foco. O Sagat tem dois metros de altura, e vocês ainda querem levar junto o homem de botas? Primeiro a gente tem que derrubar o caolho!

    A propósito, belo banner :)

  18. 19 Nameless 26/09/2009 às 9:24 am

    Eu adorava chegar no Sagat para “diputar magia”com ele e me lembro que diminuia o som da TV na hora, porque musica repetitiva me dá nos nervos (fora que ela nao tinha a “pegada”das outras musicas do jogo….
    Teve uma época que eu jogava no fliperama. Eu fiquei muito bom em detonar o Sagat o mais rapido possivel para evitar de ficar ouvindo sua musica tema…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: