“Opening Theme” – Super Smash Bros. Melee (zachpiano)

Por Alexei Barros

Quem possui a honra de ter Gustavo Hitzschky na lista de contatos do MSN ou do Google Talk notou que o gran maestro desapareceu nas últimas semanas. A conexão em sua residência, que carinhosamente chama de bueiro, estava deficiente segundo ele. Mentira. Nesse interregno, o mestre isolou-se do mundo para tecer mais uma de suas sinfonias no piano.

Desafiado pela descrença de Geraldo Figueras, que não acreditou ser o próprio hadoukeiro na performance de “Wind Garden” (Super Mario Galaxy), Hitzman então resolveu corroborar a sua identidade ao selecionar uma das peças preferidas do recordista de comentários residente nos Pampas: “Opening Theme” de Super Smash Bros. Melee. Atendendo às reclamações, o gran mestre fechou a janela para que todos pudessem ver a sua face. Por pura toperice, entretanto, acreditou que sua genialidade seria suficiente para iluminar o quarto e esqueceu de acender as luzes. Felizmente, mesmo tocando na penumbra, sem enxergar direito as teclas, Hitzman foi exímio, mostrando como uma música grandiosa pode ser reproduzida satisfatoriamente em um só instrumento, apenas errando na passagem final – não por negligência, mas porque com as falhas ele ambiciona aproximar-se de nós, meros mortais.

7 Responses to ““Opening Theme” – Super Smash Bros. Melee (zachpiano)”


  1. 1 Gustavo Hitzschky 06/02/2009 às 7:52 pm

    Agora, sim, depois de quase três semanas, a conexão está restabelecida.
    Sinceramente, não sei qual texto está mais hilário: este do maestro Barros, que por vezes se mostra afetado por uma espécie de febre aftosa e me confunde com alguns de seus confrades da música, ou o de Renato “Freeko” Bueno, em que ele discorre sobre o Livro dos 100 melhores jogos. Bom, de qualquer forma, realmente o rapaz do vídeo lembra a minha hedionda pessoa.

  2. 2 Alexei Barros 06/02/2009 às 7:57 pm

    hauahuahuahua! É bom tê-lo de volta virtualmente, gran maestro. Espero que na sua próxima empreitada o tempo de ostracismo seja menor. Mas por favor nem queira comparar: a resenha do Bueno sobre o livro Os 100 Melhores Jogos está impagável e insuperável.

  3. 3 Gustavo Hitzschky 06/02/2009 às 9:08 pm

    Olha, maestro, na verdade eu acho que estão ambos engraçadíssimo.
    Não tem absolutamente NENHUMA frase no seu texto que não me fez rir…

  4. 4 Claudio Prandoni 06/02/2009 às 10:05 pm

    Incrível como o Gustavo sempre suscita alguns dos comentários mais engraçados, seja qual for a mídia. É, de fato, um profissional do entretenimento.

    Fico feliz também com a volta virtual e ouso pitacar: o texto do Freeko comete apenas um errinho. O Gustavo não traduz errado, ele inventa mesmo as traduções.

  5. 5 Alexei Barros 06/02/2009 às 10:07 pm

    “É, de fato, um profissional do entretenimento”.

    HAUHAUHAUHAUUA! Genial! Até deu vontade de ouvir aquele Top 5 de novo.

  6. 6 Gustavo Hitzschky 07/02/2009 às 1:43 pm

    Eu completaria com “Um PALHAÇO, você quer dizer…”

  7. 7 miile 06/03/2009 às 9:35 am

    naum incontro um lugar para baixar alguem sabe um bom?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej

%d blogueiros gostam disto: