“Battle Theme I” – Unlimited Saga (The Screamer)

Por Alexei Barros

Se já estava confiante com a trilha de Final Fantasy XIII pelos trabalhos pregressos de Masashi Hamauzu, minha expectativa aumentou ainda mais depois de escutar Sigma Harmonics, o que mostra a ascendência do compositor alemão (pois é, ele nasceu em Munique, apesar dos traços orientais).

Notei que uma particularidade marcante em suas músicas é a ênfase no violino (aproveitando a enxurrada de performances exímias do instrumento), como comprovam “People of the North Pole” (FFX) – favorita-mór de Gustavo Hitzschkyuzu – e o tema do primeiro trailer do FFXIII. Uma das minhas favoritas com essa característica é “Battle Theme I” do RPG Unlimited SaGa do PlayStation 2, que nunca joguei, mas pelo que me consta é o lixo do mundo. À primeira vista, é difícil imaginar um tema de combate, que geralmente é agitado para pontuar a ação, interpretado por um violino (ou não), só que Hamauzu fez uma obra-prima, que, por sua vez, é uma variação da faustosa abertura “Unlimited: Saga Overture”.

Nunca imaginaria que alguém resolvesse tocá-la tendo em vista a preferência por Final Fantasy, Dragon Quest e Ys, quando mais uma vez surge The Screamer em uma execução irretocável, não obstante a qualidade medonha da imagem. Ah, ignore a introdução esdrúxula. O vídeo começa mesmo em 0:30.

9 Responses to ““Battle Theme I” – Unlimited Saga (The Screamer)”


  1. 1 Nathalie 10/11/2008 às 10:10 am

    Olá!
    Não achei uma maneira mais fácil de falar com o Alexei, então vai por aqui mesmo:

    Ví esse vídeo no Conflict Zone, e como o Alexei é o editor mais musical de todos, fica ai!
    Tema do Mario, em garrafas e um carrinho de controle remoto.

  2. 2 Gustavo Hitzschky 10/11/2008 às 1:47 pm

    Mais uma atuação magnânima de Vossa Maestria, Sir Alexei Barros.
    Mas por que o senhor filmou contra a luz? Já sabemos que o senhor é o iluminado…
    Ah, maestro, uma dúvida: essa música do X que eu tanto amo não se chama “Servants of the Mountain”? Na verdade, eu também já havia visto esse outro nome (People of the North Pole), porém me parece que a ocorrência mais frequente é a outra…

  3. 3 Alexei Barros 10/11/2008 às 4:27 pm

    @ Nathalie

    Eu tinha visto esse vídeo, mas por algum motivo bizarro acabei não colocando aqui no Hadouken, Nathalie. É simplesmente incrível… Até assisti de novo para conferir se era verdade mesmo, hehe. Agora quero ver ele reproduzir o tema do Zelda. :D

    @ Unlimited Hitzman

    Na verdade o seu esplendor que me ilumina, gran maestro. Então, depende muito da tradução do nome original (em japonês é “極北の民”). Acredito que o Fabão nos sanaria a dúvida para saber qual é o mais apropriado.

  4. 4 Fabão 10/11/2008 às 5:16 pm

    A faixa se chama “極北の民” (“Kyokuhoku no Tami”). A tradução literal seria realmente “People of the North Pole”: Kyokuhoku quer dizer realmente Pólo Norte/Ártico ou extremo norte; Tami quer dizer povo ou nação.
    Particularmente, eu experimentei umas 25 horas de jogo apenas, então não conheci a geografia de Spira suficientemente. Tenho a impressão de que “Servants of the Mountain” seria uma adaptação, não retradução, mais de acordo com a versão americana. Verifiquei a entrada do álbum no vgmd e “People of the North Pole” aparece na tradução original, enquanto “Servants of the Mountain” aparece como nome do lançamento para iTunes – o primeiro nome provavelmente é da primeira tradução que alguém fez ao taggear o álbum em inglês, o segundo deve ser a nomenclatura oficial. Digo isso porque, comparando as duas versões, encontramos mais disparidades e a segunda sempre parece ir mais ao encontro da tradução da Square para o jogo (como em 1.20. “Song of Prayer” / “Hymn of the Fayth” e 2.13. “Mi’ihen Highway” / “Mi’ihen Highroad”).
    Aqui, portanto, acho que a questão não é de traduções conflitantes, mas de qual delas é a nomenclatura oficial. A tradução do iTunes me parece bem mais fiel ao jogo, além de ser mais elegante. O problema é que a versão que provavelmente mais aparece por aí é a primeira, do álbum taggeado que viaja pela internet como Aerith pelo Lifestream. :P

  5. 5 Alexei Barros 10/11/2008 às 5:42 pm

    Não falei, Hitzman? Muito obrigado pela explicação extremamente esclarecedora, Fabão! De fato, essa música toca no jogo em uma montanha, então fiquemos com a tradução do iTunes. =P

  6. 6 Farley 10/11/2008 às 8:22 pm

    Muito bom esse tema de batalha do Unlimited Saga, gostei muito. E a versão do TheSreamer também ficou ótima.

  7. 7 Gustavo Hitzschky 11/11/2008 às 11:29 am

    Fantástico, vocês são muito enciclopédicos!!
    E independentemente do nome da música, fato é que ela é boa pra caceta, né?

  8. 8 Alexei Barros 13/11/2008 às 12:06 am

    Vocês? HAHAHA! Por favor, somente o Fabão. Enfim, sobre a “Servants of the Mountain”, posso estar falando besteira, mas para mim é uma música de ambientação, que expressa a amplitude daquele ambiente montanhoso inóspito. Quando a ouço separadamente não me causa a mesma comoção do que quando jogo. Contudo, ficaria curioso para escutá-la orquestrada (a original é sintetizada) em uma apresentação da série, algo que nunca aconteceu.


  1. 1 “Beat Them Up!” – Romancing SaGa (-The Screamer-) « Hadouken Trackback em 18/11/2008 às 9:53 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: