Meme: As Mentes Criativas da Indústria

Por Alexei Barros

Eita! Por conseqüência da minha produtividade imprestável, não havia conseguido fazer antes uma humilde colaboração ao meme das mentes criativas da indústria e, mesmo atrasado, resolvi completá-la. Procurei, assim espero, escapar do óbvio e dos designers já destrinchados com sapiência pelos companheiros da internet afora, resgatando figuras subestimadas e menos conhecidas, não mencionadas ou citadas superficialmente. A exemplo do Fabão, a predileção é pelos mestres nipônicos.

Não comentei mais detalhadamente e quem sabe os confrades hadoukenianos se animam a fazer sobre Eiji Aonuma, o homem o qual Shigeru Miyamoto confiou a série Zelda; Koji Igarashi, que NÃO criou a série Castlevania, mas define seus rumos venturosos nas duas dimensões (e os desvios 3D); Masahiro Sakurai, o pai de Kirby e da série Smash Bros., incluindo Brawl, um dos jogos mais ambiciosos de todos os tempos; Tetsuya Nomura, prodígio da Square Enix, designer de personagens de FFVII, VIII, X e XIII, e o idealizador de Kingdom Hearts; e Yuji Horii, um admirável senhor que, diferentemente, de Hironobu Sakaguchi, está preso ao passado nos lugares certos e é capaz de formular atualmente um enredo ingênuo sem ser antiquado (a.k.a. Dragon Quest VIII).

Links para os outros memes:

Games @ Meio Bit – Dori Prata
Gamer Lifestyle – Fabio Santana
GoLuck – Lucas Patrício
Rodrigo Flausino – Rodrigo Flausino
WiiReview – Bruno Julião
WarpZona – Ryunoken
Working Class Anti-Hero – Pedro Giglio

Eis a relação depois do Hadouken:

– Shu Takumi

É impossível comentar como as histórias da série Ace Attorney são bem tramadas sem estragar surpresas. E já separei as melhores delas aqui. Então, falemos do currículo do responsável e diretor de toda a saga jurídica. Takumi começou na Capcom em 1994 e estreou no ano seguinte com o adventure Gakkou no Kowai Uwasa: Hanako-san ga Kita!! (algo como O rumor assustador da escola: A vinda de Hanako-san!!, sendo que “Hanako-san” seria o equivalente à nossa “loira do banheiro”, uma lenda que inspirou livro infantil e anime; valeu, Fabão!) para PlayStation e Saturn em 1995. Foi um dos planejadores principais e diretores de evento de Dino Crisis (1999) e dirigiu Dino Crisis 2 (2000). Do parque dos dinossauros Takumi migrou para os tribunais como diretor, roteirista e planejador da trilogia Phoenix Wright, entregando a direção para Mitsuru Endo e planejamento para Takeshi Yamazaki e Keisuke Yamakawa no Apollo Justice: Ace Attorney, em que fez a trama e supervisionou o projeto, mas em compensação atacou como compositor com a música “Loving Guitar’s Serenade” e a variação “Lamiroir ~ Sound of a Landscape Artist”, inclusive regendo a performance da primeira no concerto da série. Em suma, um jovem nome da Capcom que conseguiu tornar os elementos de uma série de portáteis relativamente recente parte da cultura gamer. Mesmo que nunca jogou, como nunca ter ouvido o OBJECTION?

– Kazunori Yamauchi

Para mim, alguém que cria o conceito de um jogo – e um jogo revolucionário – aos 15 anos de idade não tem como não ser gênio. Aos três que Kazunori Yamauchi iniciou a paixão pelo automobilismo, uma paixão que o motiva a buscar pela perfeição na série Gran Turismo.  Atualmente no cargo de CEO da Polyphony Digital, Yamauchi ingressou na Sony em 1993 na Sony Computer Entertainment. Engendrou Motor Toon Grand Prix 1 e 2 para Playstation, dois jogos de corridas fantasiosas que são meras brincadeiras perto de GT. Desfruta do luxo de não ter limite de prazo para encerrar GT5 e deixar GT4 Mobile parado enquanto isso. E excluindo Yu Suzuki, que outro designer é famoso pelos jogos de corrida além de Yamauchi?

– Keiji Inafune

Um designer que diz o que diz já merece o meu respeito:

1) “Não podemos deixar que os outros decidam o que nós vamos fazer. Então temos que ser fiéis às nossas raízes e continuar fazendo jogos que as pessoas esperam que façamos, mas ainda nos desviarmos para outros gêneros ou áreas de tempos em tempos”;
2) “Olhando para o DS, nós ainda queremos fazer games hardcore para gamers, para pessoas que amam games”;
3) “As pessoas reclamam, dizem que é difícil demais… Eles não são jogadores de verdade. Não entendem mesmo o que é o jogo, que é frustração, é atingir um objetivo difícil”.

E se eu disser que pela Capcom, Mega Man 2 não existiria? Que Inafune foi obrigado pela produtora a trabalhar no irrelevante Pro Yakyuu? Satsujin Jiken! e insistiu em fazer a seqüência ao mesmo tempo – labutando 20 horas por dia – porque acreditava no sucesso do personagem que ele criou? Inafune é digno de deferência só por Mega Man. Só Lamento não conhecer tão bem as outras obras dele, como Onimusha, Lost Planet e Dead Rising.

– Gunpei Yokoi

Quando o Fabão afirmou que com certeza eu faria (apesar de refutar o “mestre”, acredito que “Barros” se referia a mim, haja vista que o primo Bracht abandonou o sobrenome… :D ) uma homenagem a um “saudoso designer e engenheiro”, fiquei lisonjeado, ainda mais que é impossível tecer tributo melhor do que a Games TM. Mesmo assim, nunca é demais falar do grande Gunpei Yokoi, que viveu várias fases da Nintendo e se adaptou a elas magnificamente.

Quando Shigeru Miyamoto entrou na empresa em 1977, Yokoi já estava lá há 12 anos, trabalhando nas cartas Hanafuda e como engenheiro de manutenção. A pedido do Hiroshi Yamauchi, passou a inventar brinquedos, como a Ultra Hand (braço mecânico) e a Love Tester (máquina do amor). Na era dos videogames, engenhou o Game & Watch e o Game Boy. E também criou as séries Metroid e Kid Icarus. Depois de tantos acertos, veio um erro fatal: o vergonhoso Virtual Boy, o que resultou na saída da Nintendo em 1996. Fundou então o estúdio Koto Laboratory, onde em parceria com a Bandai fez o portátil WonderSwan. Infelizmente, não chegou a ver a realização do aparelho. Em quatro de outubro de 1997, ele e o colega Etsuo Kiso saíram do carro para averiguar um acidente automobilístico, quando ambos foram atropelados. Kiso sobreviveu, mas Yokoi não.

Para homenageá-lo, o primeiro jogo para Wonderswan, lançado em 1999, recebeu o nome Gunpey, o mesmo que foi refeito para DS e PSP pela Q Entertainment. Claro que o que falei é um mero resumo de parte do gigantesco legado de Yokoi na Nintendo. Por tudo o que fez, deveria ser tão aclamado quanto Shigeru Miyamoto. E isso que ainda não li o livro Game Over para finalmente exigir sua estátua na Avenida Paulista. Se uma imagem vale mais do que mil palavras, esse documentário então dispensa um milhão e tudo o que escrevi, sintetizando a vida de Yokoi em cinco minutos. Fabuloso, mesmo não entendendo japonês.

Anúncios

16 Responses to “Meme: As Mentes Criativas da Indústria”


  1. 1 Fabão 05/07/2008 às 3:40 am

    Um estrondo de originalidade e uma avalanche de informações, como sempre, mestre (e não refute o título que vivo aprendendo com seus textos e conversas ^_^). Parabéns pela lista e espero que ela venha a iluminar mentes de jogadores e críticos. ^_~

  2. 2 Dori Prata 05/07/2008 às 8:43 am

    E eu achando que nenhum dos caras importantes da “mídia gamer” brasileira ia aderir ao meu meme XD
    Valeu Alexei, muito obrigado mesmo por trazer um pouco mais de conhecimento a nós, blogueiros e leitores.

  3. 3 jiguryo 05/07/2008 às 9:34 am

    Maneiro, hein? Keiji Inafune e Gunpei Yokoi são dois que respeito bastante também. Ótima seleção no geral!

  4. 4 Adney Luís 05/07/2008 às 8:07 pm

    São por causas dessas declarações que sou fã do Inafune (principalmente as duas últimas, que mostra o apreço que ele têm por nós, hardcore gamers).

  5. 5 Alexei Barros 05/07/2008 às 8:15 pm

    @ Fabão

    QUE QUE ISSO? Mestre é você e eu que vivo aprendendo nas conversas e na leitura dos seus textos! Que o diga o genial post mais recente do Gamer Lifestyle!

    @ Dori Prata e Jiguryo

    Valeu pelos comentários! Dori Prata, eu que agradeço, mas importantes são os outros! Falando em importante, o Claudio me falou que também vai aderir o Meme, inclusive já me adiantou alguns nomes. Já o Sira faz tempo que não posta e o Hitzman eu duvido muito por conta do estado de choque causado pelo término do MGS4. :D

    @ Adney Luís

    Merecidamente ele ocupa atualmente um cargo elevado na Capcom, de produtor executivo e supervisor, se não estiver enganado. Por mais que as saídas de Shinji Mikami, Atsushi Naba, Hideki Kamiya e Yoshiki Okamoto sejam sentidas, é bom saber que o Keiji Inafune ainda está lá, mostrando os rumos certos que os jogos da produtora devem tomar.

  6. 6 Junior 05/07/2008 às 10:46 pm

    Kazunori Yamauchi, obrigado por você criar GT.
    GT é o melhor game de corrida da minha vida!

  7. 7 Alexei Barros 05/07/2008 às 11:04 pm

    Junior, parabéns também ao Yamauchi pelo bom gosto ao convocar o Masahiro Andoh para a composição da trilha sonora! :D

  8. 8 Junior 06/07/2008 às 7:16 pm

    Ah é mesmo, bem lembrado!

  9. 9 Hunterpiro 08/07/2008 às 8:04 am

    Sugestão: Alexei Patijnov – o único que não ganhou dinheiro com Tetris, mas que com certeza mudou o rumo dos games com sua criação, principalmente o do Game Boy – fora as implicações relacionadas à Guerra Fria e tudo o mais ;-)

  10. 10 Alexei Barros 08/07/2008 às 9:04 am

    Ah, Hunterpiro, eu não falei do meu quase xará porque o Ryunoken no WarpZona e o Giglio no Working Class Anti-Hero já escreveram sobre ele em seus respectivos memes. Preferi comentar os que ainda não tinham sido abordados. ;)

  11. 11 Hunterpiro 08/07/2008 às 2:38 pm

    ôôps… é mesmo :P

    Já li lá também. Boa!

  12. 12 André Sirangelo 08/07/2008 às 4:01 pm

    rááá
    eu já sabia que o Yoka ia aparecer antes do continue


  1. 1 Meme: As Mentes Criativas da Indústria « Gamer Lifestyle Trackback em 05/07/2008 às 5:05 am
  2. 2 Mentes Criativas da Indústria dos Games at Working Class Anti-Hero Trackback em 05/07/2008 às 9:54 am
  3. 3 Meme - As mentes mais criativas da indústria | Rodrigo Flausino Trackback em 06/07/2008 às 10:44 am
  4. 4 Aos pais gamers « Gamer Lifestyle Trackback em 03/02/2009 às 12:26 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: