Nova track list do VGL Greatest Hits – Volume One

Por Alexei Barros

Não será dessa vez que poderemos vaporizar os bootlegs do Video Games Live. A seleção de faixas do VGL Greatest Hits – Volume One, que já era mediana quando o CD foi promulgado em setembro de 2007 (desde então vem sido adiado despudoradamente… Virará vapor?), ficou muito, mais muito pior e deve finalmente ser lançado em julho nos EUA (depois que o anunciaram para primeiro de abril eu não acredito mais em prazos). Misturará gravações ao vivo e em estúdio, com participação da Slovak National Symphony Orchestra e do Crouch End Festival Chorus.

Compare:

Antes

01 – “The Legend of Zelda – Symphonic Suite”
02 – “Warcraft Suite”
03 – “Civilization IV Medley”
04 – “Final Fantasy Piano Medley”
05 – “Advent Rising Suite”
06 – “Tron Montage”
07 – “Sonic the Hedgehog – Symphonic Suite”
08 – “Myst Medley”
09 – “Super Mario Bros. – Symphonic Suite”
10 – “Mario Piano Medley”

11 – “Halo Suite”
12 – Final Fantasy VII – “One-Winged Angel”

Depois

01 – “Kingdom Hearts”
02 – “Warcraft Suite”
03 – “Myst Medley”
04 – “Medal of Honor” (ao vivo)

05 – “Civilization IV Medley”
06 – “Tetris Piano Opus No. 1”
07 – “God of War Montage” (ao vivo)
08 – “Advent Rising Suite”
09 – “Tron Montage”
10 – “Halo Suite”
11 – “Castlevania Rock” (ao vivo)

Por problemas de direitos autorais com Nintendo, Sega e Square Enix, “The Legend of Zelda – Symphonic Suite”, “Final Fantasy Piano Medley, “Sonic the Hedgehog – Symphonic Suite”, “Super Mario Bros. – Symphonic Suite”, “Mario Piano Medley” e “One-Winged Angel” (seis músicas que, a despeito de batidas, eram a razão de ser do CD) evaporaram do disco, dando espaço para  “Kingdom Hearts” (suponho que “Simple and Clean”), “Medal of Honor” (imagino que seja “Operation Market Garden” do Frontline), “Tetris Piano Opus No. 1”, “God of War Montage” (aquela que foi ignorada no VGL 2007) e “Castlevania Rock” (único segmento semi-inédito no Brasil, pois foi apresentado no VGL 2006 sem guitarra).  Isso que nessas mudanças, o “Classic Arcade Medley” nem entrou e nem saiu… E… Alguém viu o DVD por aí?

15 Responses to “Nova track list do VGL Greatest Hits – Volume One”


  1. 1 Vinicius 24/06/2008 às 9:26 pm

    Putz, não sei. Acho que pisaram um pouco na bola (as emrpesas). Não que a nova tracklist seja ruim, mas está aquém do que do que deveria ser. Sério, pensava em ver no mínimo “Sonic the Hedgehog – Symphonic Suite” na lista (não avisei, mas gosto bastante dessa apresentação e dos trabalhos de Richard Jacques). Até se colocassem a do Everquest seria uma boa.

    O estranho é que essas empresas ganhariam publicidade de suas franquias sem mover um dedo, e iriam ainda receber alguma quantia em dinheiro. Como disse, pisaram na bola, pra não dizer frescura…

    É, Alexei. O DVD… O DVD… Talvez achem ele em Lost…

  2. 2 Alexei Barros 24/06/2008 às 10:07 pm

    Haha! Pior de tudo, Vinicius, é que o DVD seria de uma gravação feita no Rio de Janeiro em 2006. Por mais que a renovação do repertório seja mínima, ela aconteceu. Essa apresentação não possui Metroid, por exemplo, que com certeza teremos em 2008.

    Nem me fale em Richard Jacques. Sou fã de – “Sonic the Hedgehog – Symphonic Suite” e “Classic Arcade Medley”, também orquestrada por ele, e considero as melhores do VGL. Acho até que poderia ser mais aproveitado. Ah, o Everquest é um dos poucos segmentos velhos que ainda estão inéditos no Brasil.

    Não entendo por que é tão penoso conseguir a permissão de usar as músicas nesses CDs. Não faço idéia, mas vendo a antológica série de concertos Orchestral Game Concert, capitaneada pelo Koichi Sugiyama e realizada em cinco edições de 1991 a 1995 no Japão, parece que naquela época esse processo era menos árduo, pois os jogos representados provém de diversas empresas, incluindo Nintendo, Square e Enix, e todas as apresentações foram lançadas em CDs.

  3. 3 Vinicius 25/06/2008 às 5:35 pm

    Alexei, lembrando um detalhe: ainda há apresentação do “Head Hunter” no VGL, cuja trilha sonora foi feita por, olhe só, Richard Jacques. Embora muitos já se esqueceram do game, seria uma boa tocarem aqui esse ano.

    Sério, ainda tenho esperanças de que o DVD será lançado (quem sabe atéeu apareça nele, né? Sou do RJ e estive lá! De pista, mas estive lá!) e já é compra certa caso esse ano esteja disponível por lá (sonhar não custa nada).

  4. 4 Alexei Barros 25/06/2008 às 5:40 pm

    Muitíssimo bem lembrado, Vinicius. Mas como o Headhunter foi lançado sete anos atrás (2001 a versão do Dreamcast) e há muitas estréias esperadas para esse ano, imagino que dificilmente aparecerá no VGL 2008.

    Puxa, eu também sonho com o tal DVD. Lembra-se que até fizeram um trailer?

  5. 5 Vinicius 26/06/2008 às 9:22 pm

    Bem, não acharia estranho termos “Headhunter” no VGL por aqui, já que games mais antigos já apareceram por lá. E nem estou me referindo a Mario ou Sonic. Sério, adoro a série Myst, queimei muitos neurônios e parte da minha adolescência me extressando com aqueles quebra-cabeças que honram o nome, mas o game é um pouco datado e como uma apresentação orquestrada, mesmo colocando faixas atuais (Riven em diante) e tendo uma apresentação belíssima, não acho que muitos alí se impressionaram muito com a apresentação, e para “Headhunter”, vendo a posição de “Myst”, isso não seria um empecilho. Do que falar de Tron então? Por isso repito, não acharia de forma nenhuma estranho que algum dia apareça “Headhunter”, tal qual “Everquest”.

    Do DVD, falam dele em todos os lugares onde se referem ao VGL, principalmente na comunidade no Orkut.

    Ah, lembrando: O CD do VGL é o volume um. Ou seja, terá mais.

    Sonho meu: que façam um novo medley de games antigos.O.O Na comunidade já pediram por Top Gear, Alex Kidd, Donkey Kong Country…

  6. 6 Alexei Barros 27/06/2008 às 12:41 am

    Você tem toda a razão, Vinicius. Porém acho que eu me expressei mal. Todos esses jogos antigos – Mario, Sonic, Zelda e o próprio Myst -, já são franquias consolidadas. A série Headhunter não passou de dois capítulos, sendo que o último é de 2004. Todavia, pensando bem, esse meu argumento é meio furado, tendo em vista que no VGL 2007 foi tocado Beyond Good & Evil (2003) e na época muitos nem acreditavam (eu inclusive) que o jogo teria uma continuação, que só se confirmou recentemente. Então, de fato, corringido o que eu disse, não é improvável que tenhamos Headhunter, Everquest II e ainda o medley de jogos do Tom Clancy, que também está inédito no Brasil.

    Dá a entender que haverá outros volumes. Mas se eles sofreram para fazer um, imagine outro, hehe… :D

    Também sou a favor de um novo medley. Como pode o “Classic Arcade Medley” não ter Pac-Man? Para ser sincero, eu já perdi as esperanças de ver algo assim, principalmente porque fico com a impressão de que Top Gear e Alex Kidd são muito mais difundidos aqui do que nos EUA. Agora DKC é uma vergonha! Já tem um arranjo orquestrado prontinho para ser usado, o que foi tocado no Orchestral Game Concert 5, “Water Music”. Por sinal, as versões orquestradas do Mario e do Zelda são as mesmíssimas dessa série de concertos que mencionei no outro comentário, especificamente do OGC1.

  7. 7 Vinicius 27/06/2008 às 2:00 pm

    Não sabia que havia um medley da série Tom Clancy. Fiquei interessado agora.

    Falando sobre os games não tão cultuados nos EUA, já seria de bom tamanho se o próprio Martin tocasse no piano.

  8. 8 Alexei Barros 27/06/2008 às 10:18 pm

    No VGL 2006 eu cheguei a comprar o programa do concerto por R$ 10,00 (para um lugar que vende água por R$ 5,00, isso é uma tremenda pechincha), muito informativo, apesar de ser da turnê norte-americana de 2005 -_- . Inclusive não sei se chegou a ver o programa do VGL 2007… Era R$ 20,00 e um tremendo pastel de vento em termos de conteúdo. Ainda bem que não comprei.

    Voltando… A página 19 desse livreto é dedicada a falar sobre o tal medley de jogos do Tom Clancy. Pelo que li, a peça engloba músicas das séries Splinter Cell, Ghost Recon e Rainbow Six, sendo que as composições são do Tom Salta e do próprio maestro Jack Wall. Procurei no YouTube e nada. É bizarro o VGL ter um segmento exclusivo e abandoná-lo sem explicação.

    Falando no Martin, eu acho que é muito mal aproveitado. No site dele e mesmo no YouTube tem várias perfomances e áudios no piano que não tocam no VGL, como Zelda, Sonic e tantas outras do Mario. E, para mim, me soa picareta adicionar um monte de músicas no piano e tê-las como grandes novidades do repertório. Por exemplo, a “Scars of Time” do Chrono Cross, que é muito mais impactante com violinos, flautas e tudo mais.

  9. 9 Vinicius 27/06/2008 às 11:44 pm

    Entendo, Alexei. É mais do que óbvio que a “Scars of Time” fica sublime quando orquestrada, não resta dúvidas. Ainda mais quando boa parte já havia visto a apresentação na Play!.

    O que eu mais estranho é que o próprio Tommy Tallarico tem uma lista muito boa de músicas criadas pelo mesmo (descobri semana passada que ele fez a trilha de Demolition Man, game de SNES e Mega Drive). Porque então no cria uma do Earthworm Jim? Já até pediram isso. O Jack Wall anda fazendo isso, tanto que criou a do “Myst”, “Jade Empire” e agora “Mass Effect”. Até se colocassem Blue Dragon seria bem aceito. Lost Odissey idem. Pelo menos são dois games fora do eixo Square Enix.

    Quanto aos brindes do VGL, no de 2006 só comprei um boné de vinte reais, que achei bem em conta. Não cheguei a ver o programa, já que estava muito cheio e não tinha grana pra investir (senão teria de voltar andando pra cara, e é muito chão…). No de 2007 investi no poster e em uma camisa (10 reais e 30 reais, repectivamente). Nem pensei em programa dessa vez. Como você disse que saía por 20 contos (Putzgrila!!!), me dei muito bem. Sei lá, bem que poderiam investir mais nesse fator no VGL. Se tem a Petrobras como patrocinadora, porque não colocar réplicas da Willians pra vender, assim como camisas e bonés? Ou, quem sabe, bonés esclusivos da apresentação brasileira (tempo eles têm pra confeccionar). E trazerem para vender OST originais (por mais que baixe pela net, não tira o charme de ter um CD lacrado e novo, e ainda mais ORIGINAL e dentro da legalidade!!!). Pensei que ano passado conseguria enfim comprar a do Earthworm Jim, só que inexplicavelmente não apareceu absolutamente nada desse quesito (imagine a espectativa de ver o CD ou o DVD do show vendendo lá!).

  10. 10 Alexei Barros 28/06/2008 às 12:31 am

    Não tinha me ocorrido as trilhas antigas do Tommy Tallarico. Preferiria muito mais um medley com Earthworm Jim, Demolition Man, Robocop vs Terminator, Skeleton Warriors (também descobri esses agora) que um Advent Rising – perdão se for um entusiasta – da vida.

    Blue Dragon e Lost Odyssey, para você ter uma idéia, foram incorporados ao PLAY! A Video Game Symphony antes mesmo de os jogos serem lançados. Nem acho que o concerto está centrado tanto assim na Square Enix, o problema é que mesmo da Square Enix tem muitas músicas não utilizadas. Como o óbvio Chrono Trigger. Dragon Quest VIII, Kingdom Hearts II, Final Fantasy XII e por aí vai.

    Nunca estive em um concerto fora do Brasil (aliás, nunca saí do Brasil, hehe), mas vejo fotos do Press Start e do Gyakuten Meets Orchestra fico cada vez mais convencido que a parte de souvenirs do VGL por aqui é muito mal aproveitada como você me falou.

  11. 11 Vinicius 30/06/2008 às 2:18 pm

    Apesar de gostar da tilha de Advent Rising, concordo com você. Teria um apelo muito maior (poucos presentes no Claro Hall conheciam Advent Rising), fora o teor nostalgico.

    Outrz coisa que eu não entendo é que o próprio Tommy Tallarico tem uma baita influência no mundo dos games e ainda há essa barreira por parte das empresas em não liberarem música A ou B para os shows. Quando fiquei sabendo da apresentação de Metroid já esperava que alguma da trilha do Prime tocaria com certeza.

    Com relação aos souvenirs, bem que podiam contratar uma emrpesa de estampas por aqui mesmo e pedir para fazerem camisas temáticas de games, assim como bonés e posteres. Enfim, variar e usar do espaço e da oportunidade para inovar. Gostei dos simuladores e da estrutura do ano passado, mas dá pra melhorar. Ficar somente com produtos do VGL todo ano não tem condições (ainda mais que não apareceram novidades significativas. Só aquele capacete vagabundo do Master Thief pra colocar na webcam) E, pra não fugir da proposta do seu post, TRAZEREM OST ORIGINAIS PARA VENDER!

  12. 12 Alexei Barros 30/06/2008 às 3:04 pm

    Conta muito também a baixa popularidade do Advent Rising mesmo. Inclusive o Fabão chegou a incitar a discussão aqui muito interessante dos diferentes efeitos das músicas de quem jogou e não jogou.

    Tem razão, mas a influência do Tallarico se restringe ao ocidente. É impressionante ver a quantidade de compositores convidados americanos e europeus no VGL, ao passo que japoneses raramente, quase nunca, comparecem ao show. De cabeça só me lembro do Koji Kondo e do Akira Yamaoka. Em compensação, no PLAY! já chegou a ter esses dois mais Nobuo Uematsu, Takenobu Mitsuyoshi, Yasunori Mitsuda, Yuzo Koshiro… Dá uma olhada neste slideshow. Essa proximidade conta muito na hora de incluir novas atrações no repertório.

    Sobre o Metroid Prime tem um senão. Muitas pessoas atribuem ao Tallarico a composição da trilha sonora, e isso é uma inverdade. As músicas são do Kenji Yamamoto e Kouichi Kyuma da Nintendo. O Tallarico chegou a fazer parte do design de som somente. Ele participou apenas de parte do projeto, já que o seu contrato acabou antes do final do desenvolvimento, tanto que esqueceram de colocar o nome dele nos créditos. Aqui a história completa.

    E as OSTs à venda ainda acho um sonho distante, a menos que fossem de games ocidentais. Não querendo ser pessimista, mas dificilmente encontraríamos de jogos japoneses… :(


  1. 1 “Meridian Dance” – Secret of Mana (Passion) « Hadouken Trackback em 30/06/2008 às 12:52 am
  2. 2 Video Games Live Greatest Hits Vol. One é lançado… Na iTunes Store « Hadouken Trackback em 01/07/2008 às 11:06 pm
  3. 3 Com Nintendo e Square Enix, a track list do Video Games Live: Level 2 « Hadouken Trackback em 03/09/2010 às 4:13 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: