I Don’t Get The Fight

wiredcapa.jpg

Por Claudio Prandoni

Confesso que não entendo o frenesi em torno do lançamento de Halo 3. De fato, nunca vi o menor objetivo do hype acerca de qualquer coisa relacionada à série. Desde a loucura que antecedeu a saída do segundo episódio que às vezes me pego parado, pensando, tentando juntar as peças deste quebra-cabeça que é Halo.

Claro. É um jogo muito bem feito com um universo consistente e intrigante. E só. Nada mais. Ao menos ao meu ver e de outros membros aqui do Hadouken, tenho certeza.

Joguei bastante do primeiro game, na versão PC, e achei isso. Apenas bom. Nada da revolução capaz de causar histeria como muitos sites e revistas gringos alardeiam.

Por exemplo, Goldeneye 007 e Perfect Dark são muito mais revolucionários, na minha opinião. Counter-Strike é outro exemplo. Mas Halo, definitivamente, não.

Hoje vi a capa da edição mais recente da Wired. A princípio já fiquei meio cabreiro, como diria o sábio Boça. Dentro, folheando a reportagem de capa, me deparei com uma legenda simplesmente ultrajante.

“Halo became a cultural touchstone, a Star Wars for the thumbstick generation.”

Halo se tornou um marco cultural, um Guerra nas Estrelas da geração joystick, em tradução livre. Pessoal um tanto quanto pretensioso, eu diria.

Felizmente, tal fenômeno parece se restringir apenas aos EUA e, mesmo lá, há aqueles que pensam como eu. Alguns ilustres, como é o caso David Jaffe, criador de God of War. Apesar de achá-lo extremamente arrogante por vezes, ele recuperou parte do meu respeito perdido com a seguinte declaração sobre as aventuras de Master Chief quando questionado a respeito da uma recente propaganda do jogo.

“I just don’t get HALO. I don’t think the story is all that special, don’t think the world or characters matter much. I don’t know if I am simply not ‘getting it’ and it really is all that…or Microsoft has simply purchased rabid fan reactions for what is a great game but nothing more.”

Eu não entendo Halo. Eu não acho que a história seja lá tão especial, não acho que o mundo ou os personagens importem muito. Eu não sei se eu simplemesmente ‘não entendo’ e ele é realmente é tudo isso… ou a Microsoft simplesmente comprou reações insanas de fãs pelo que é apenas um grande jogo e nada mais.

Acredite, Jaffe. Você não está sozinho.

Halo 3 vem aí em poucas semanas. Será que eu vou entender?

ff_halo_w.jpg

8 Responses to “I Don’t Get The Fight”


  1. 1 Giglio 14/09/2007 às 1:42 am

    Na minha opinião, o maior mérito da série Halo foi popularizar o gênero FPS com multiplayer *de console* para o povão. De resto, não é nada que Half-Life 1 não tenha feito melhor. Isto não tira o mérito de Halo, mas daí a este endeusamento… não sei não.

  2. 2 Lucas 14/09/2007 às 12:35 pm

    HALO É TUDO.

    éééégua xD, concordo com o Giglio alí em cima, Halo “revolucionou” o FPS para consoles, tornou-o jogável, e o mais importante competitivo e viciante, qualquer um que aprenda a joga-lo a nível de brincar com outras pessoas na live ou em um multiplayer qualquer vai saber apreciar o multiplayer sólido que ele tem…

    E quem tem o 360 e não gosta de fps? meu amigo… sinto muito, mas sua lista de amigos vai estar tão abarrotada de gente jogando halo que você vai precisar ter um ;/

    Halo é isso, carro chefe da MS, portador de título mais rentável da empresa, e avatar da capacidade multiplayer da live, uma das grandes vantagens do 360

    Lucas, assopre a fita

  3. 3 André Sirangelo 14/09/2007 às 3:00 pm

    A Wired é especialista em hypar demais as coisas (vide Second Life).
    Mas no caso do Halo 3 é de fato uma histeria coletiva. É como se a Bungie tivesse a obrigação de criar nada menos que um jogo que vai mudar o eixo da terra, inverter os pólos e partir o mar vemelho de novo de tão revolucionário. Dá vontade de falar GENTE, É SÓ MAIS UM FPS!
    Ao mesmo tempo acho a história do Halo legal e de fato espero que a Bungie de fato crie um jogo que corresponda a essa expectativa, porque eles podem.

  4. 4 Vinícius de Figueiredo 14/09/2007 às 7:25 pm

    Também nunca entendi o motivo porque Halo é considerado por alguns uma série tão importante. Pra mim é mais um bom FPS, mais um, apenas.

  5. 5 Lucas Patricio 15/09/2007 às 1:22 pm

    Olha, eu sou suspeito pra falar de Halo pq conheço pouco da série. Conheçou pouco entenda-se como: nunca fui de jogar taaanto Halo.

    Quando joguei o beta multiplayer achei bem bacana, mas ainda prefiro Gears of War. Talvez Halo tenha me lembrado Unreal Tournament (jogando online), e eu nunca fui muito fã…

    Tenho certeza que Halo 3 será um ótimo jogo, mas vai ter que ser tudo isso que andam esperando caso queira ganhar o premio de jogo do ano e já deixar expectativas para Halo 4…

    abraços!

  6. 6 Rodrigo 16/09/2007 às 9:30 pm

    Tambem nao vejo nada demais.
    Acho que existem outros jogos com muito mais expressao, tanto in-game como em experiencia de midia de massa, vide Super Mario. Sem querer polemizar, mas nao duvido nada que nao seja uma materia comprada ;P


  1. 1 [Pixels Mortos #03] Halo DS - Continue » Trackback em 21/03/2008 às 2:44 pm
  2. 2 …e Dudinka ataca Omsk com três Spartans « Hadouken Trackback em 19/08/2009 às 10:39 am

Deixe uma resposta para Rodrigo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




RSS

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej

%d blogueiros gostam disto: