Músicas que não podem faltar no VGL – Parte 3

Por Alexei Barros

Apesar de só falar delas nessa terceira parte, considero essas ausências as maiorias falhas do Video Games Live. Músicas que não deveriam faltar em hipótese alguma. Músicas de três das franquias mais clássicas dos videogames:

– Chrono Trigger & Cross

Tudo bem que a Square Enix praticamente abandonou a série Chrono, mas não é por causa disso que o VGL poderia ter esquecido das trilhas de Yasunori Mitsuda. Pelo menos outros concertos não ignoraram as músicas. Na última edição do lendário Orchestral Game Concert, realizada em 1995, foi tocada  “Chrono Trigger”.

Porém, ela é apenas um fragmento da Chrono Trigger & Cross Suite apresentada no PLAY! A Video Game Symphony. É um medley de quase oito minutos totalmente estupendo. A seleção de músicas não poderia ser melhor. É definitiva.

A miscelânea começa com o solo de piano de “Reminiscing ~ Uneraseable Memory” (Chrono Cross), passando para “Chrono Trigger” com a entrada forte de percussão. Depois que esta pára, dá a impressão que a música acabou, quando surge nada menos que “Scars of Time”, o sensacional tema de abertura do jogo do PlayStation. Se já não bastasse, ainda aparece “Frog’s Theme”, uma das melodias mais memoráveis de Chrono Trigger. Para concluir, “To Far Away Times”, faixa de encerramento também do game de 16-bits. Confira o vídeo:

– Donkey Kong Country

Certo que a Nintendo não está nem um pouco a fim de fazer um jogo novo estilo plataforma do gorila depois que a Rare foi vendida, porém não custava nada o VGL ter alguma música desse clássico do Super Nintendo. Afinal, quem não se lembra daquela relaxante música das fases aquáticas?

Justamente essa foi tocada no mesmo Orchestral Game Concert de 1995. Apesar do nome da faixa, “Water Music”, é um medley que inclui não apenas a “Aquatic Ambiance” composta por David Wise, como o tema da primeira fase. O concerto Super Smash Bros. Melee ~ Smashing…Live!, com performance da Orquestra Filarmônica New Japan, também tem outro medley de DKC. Intitulada “Jungle Garden”, a miscelânea traz novamente a música do estágio inicial. Só acho estranho que ela acaba meio que subitamente.

Não considero nem esse medley nem o primeiro totalmente definitivos (sempre esquecem da “Simian Segue”, aquela do mapa-múndi), como o de Chrono Trigger & Cross, mas muito melhor do que no VGL que toca apenas um trechinho do DK de 1981 no “Classic Arcade Medley”.

Se há um arranjo definitivo da “Water Music”, por ora chamada também de “Aquatic Ambiance”, esse é o do Kong in Concert, um projeto de fãs que remixaram todas as músicas do primeiro DKC. Ouça pelo menos a versão dessa, a sétima do álbum, que se chama “Beneath the Surface”. Animal! Só não escute o remix da música de abertura, que é totalmente abominável.

– Metroid

Outro pecado não tocarem no VGL. Coloco a série Metroid no mesmo patamar musical de Mario e Zelda. Felizmente, outros concertos já apresentaram músicas da franquia. Mais uma vez o Orchestral Music Concert aparece, com o excepcional medley de Super Metroid “Theme ~ Space Warrior Samus Aran’s Theme ~ Big Boss BGM ~ Ending” de autoria da dupla Kenji Yamamoto e Minako Hamano. O bacana é que o concerto que tocou essa miscelânea foi realizado no mesmo ano em que o jogo foi lançado.

Embora a música citada seja muito boa, não considero essa a melhor, mas sim a apresentada no Super Smash Bros. Melee ~ Smashing…Live!, “Depth of Brinstar”. É também um medley, só que com faixas do primeiro Metroid do NES. Começa com a canção de Kraid, seguindo para a música da tela-título e depois para o triunfal tema da região de Brinstar. Obra-prima composta por Hirokazu Tanaka, que considero um dos mestres da game music.

6 Responses to “Músicas que não podem faltar no VGL – Parte 3”


  1. 1 Gustavo Hitzschky 16/01/2007 às 1:16 am

    Alexei, o que mais me chamou atenção nesse post foi a data da última apresentação do tal Orchestral Music Concert (1995). Caramba, isso é tão antigo assim? E mesmo antes disso esse tipo de apresentação já rolava com freqüência? Sei lá, me surpreendeu…

  2. 2 Alexei Barros 16/01/2007 às 2:23 am

    Então, Hitzman, dei uma pesquisada e o Orchestral Music Concert aconteceu em 1991, 1992, 1993, 1994 e 1995 no Japão e se concentrava em músicas orquestradas de games do Super Famicom. Não apenas da própria Nintendo, mas também muitas faixas de jogos da Enix (Dragon Quest) e da Square (Final Fantasy, Chrono, Secret of Mana). Pelo que me consta, o Japão só voltou a ter um concerto desse tipo, com canções de diversas franquias em uma só apresentação (não exclusivamente de FF ou DQ, por exemplo) em 2006, quando aconteceu aquele Press Start ~ Symphony of Games que cheguei a comentar aqui.


  1. 1 “Metroid Medley” - Video Games Live 2008 « Hadouken Trackback em 06/03/2008 às 7:19 pm
  2. 2 Galáxia em áudio e vídeo « Hadouken Trackback em 13/04/2008 às 12:13 pm
  3. 3 Chrono Trigger / Cross – (VGL 2009 em Oakland) « Hadouken Trackback em 02/03/2009 às 2:25 pm
  4. 4 VGL 2009: Cada vez mais show, cada vez menos concerto, todo mundo se alegra e eu não me contento « Hadouken Trackback em 12/10/2009 às 5:13 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr

%d blogueiros gostam disto: