Posts Tagged 'Professor Layton and the Curious Village'

Press Start The 5th Anniversary: desfalcado, reverberado e abrupto


Por Alexei Barros

Arranjos exclusivos, fartura de jogos nipônicos, seleções obscuras… são alguns motivos para mostrar tanta admiração pela série de concertos Press Start, que conta com apresentações desde 2006 no Japão. A cada ano lamentava pela inexistência de CDs e DVDs, o que significava que as performances se perderiam no tempo e no espaço, exceto pelas gravações da plateia que surgiram em 2006 e 2007, sendo que de 2008 em diante não passou do terreno da imaginação.

Então o impossível aconteceu: em agosto foi anunciada a compilação comemorativa de aniversário Press Start The 5th Anniversary, à venda em 11 de setembro, dia da realização do Press Start 2010. Apesar de celebrar o quinto aniversário, o álbum mescla seleções de somente duas apresentações: do Press Start 2008, com a Kanagawa Philharmonic Orchestra no Bunkamura Orchard Hall, e do Press Start 2009, com a Tokyo City Philharmonic Orchestra no Tokyo Metropolitan Art Space. Sempre que um produto muito aguardado finalmente é lançado, vem a inevitável pergunta: a espera valeu a pena? Respondo de cara: não. O que leva a outro questionamento: “você ficava elogiando toda hora e agora vem dizer que não é tão bom assim?”. Calma.

À primeira vista chateia a pouca quantidade de faixas para uma coletânea: nove, em um total de 50 minutos – para efeitos de comparação, o Video Games Live: Level 2 e o Play! A Video Game Symphony Live estão entupidos até a boca, com 74 minutos. Ou seja, sobraram 24 minutos de CD. Se fossem segmentos de seis minutos, caberiam mais quatro faixas. Imagino a substância que trariam Out Run, Castlevania, Mega Man 2 e Wild Arms. Isso até daria para relevar.

O principal problema do álbum é a equalização equivocada, que conta com muita reverberação (valeu, 00Agent!), prejudicando a nitidez dos instrumentos, a ponto de parecer que a orquestra está muito mais longe do que verdadeiramente está. Fora isso, não existe a profundidade sonora que torna as performances orquestradas tão especiais. Ainda que gravado ao vivo, é inaceitável para um CD como ambas as apresentações aconteceram em salas de concerto, onde a arquitetura privilegia a acústica. Seria covardia comparar com o Symphonic Fantasies, um exemplo de perfeição entre os concertos de games. Para pegar um caso mais próximo, japonês, cotejo com o Monster Hunter 5th Anniversary Orchestra Concert ~Hunting Music Festival~, que, inclusive, aconteceu no Tokyo Metropolitan Art Space, o mesmo local do Press Start 2009, e viceja uma qualidade invejável de produção. Mais desanimador é que a reverberação exagerada persiste no Super Mario Bros. 25th Anniversary Special Sound Track Press Start Edition, que ainda farei um post específico.

Segundo, os arranjos não são tão bons quanto deveriam. As transições que reclamo tanto são irregulares em vários números do álbum. Não que sejam ruins, é que o Kazuhiko Toyama e o Nobuyuki Nakamura definitivamente não estão entre os melhores arranjadores do mundo. Falta polimento em muitas passagens e percepção de como encadear as músicas em um medley. Às vezes parece que as faixas e a sequência são pré-definidas por alguém e eles têm que se virar com isso, no momento em que mudanças e cortes poderiam ser feitos para o bem dos arranjos.

Mesmo assim, a track list foge do padrão do que se costuma ouvir nos concertos ocidentais. Importante ressaltar que o disco não representa a totalidade da experiência, como não há nada da Square Enix e da Nintendo. Depois do Hadouken minhas pútridas impressões do álbum que, mesmo com os já mencionados contratempos, tem os seus momentos.

Continue lendo ‘Press Start The 5th Anniversary: desfalcado, reverberado e abrupto’

A escolinha do Professor Layton


Por Alexei Barros

Que milagre! Vim lhe trazer esse humilde presente… A primeira música tocada na série de concertos nipônica Press Start foi lançada oficialmente. É irrisório ante o total de 41 segmentos (considerando as peças orquestradas e descartando as reprises idênticas) de 2006, 2007 e 2008, mas abre-se um precedente que pode sinalizar iniciativas similares no futuro.

Já que Nintendo e Square Enix (e possivelmente outras) não permitem a publicação de CDs que contenham músicas das demais produtoras, e é praticamente impensável organizar um concerto multifranquias sem jogos das duas empresas – ainda mais que quatro dos cinco organizadores têm ou tiveram relação com uma ou outra; Shogo Sakai e Masahiro Sakurai com Nintendo e Nobuo Uematsu e Kazushige Nojima com Square Enix –, sempre me perguntei: por que não fazem coletâneas ou discos promocionais com algumas das faixas apresentadas?

Isso aconteceu na época da série de shows Game Music Festival, em que os espetáculos se destrincharam em produtos de várias frontes. Por exemplo, que tal um álbum apenas com os segmentos da Nintendo? Verdade que isso não resolveria os casos do “Puzzle Medley” (2006, com Meteos, Dr. Mario e Tetris) e do “Shooting Medley” (2007, com Star Fox), mas evidentemente é melhor apreciar a maior parte dos concertos em qualidade profissional do que nada.

A música em questão é do segmento do Professor Layton and the Curious Village do Press Start 2008, que já tivera um sample no site oficial. A forma para conseguir o disco que contém a faixa não é das mais simples. Cada um dos álbuns da trilogia da série contém um ticket, e juntando os três é possível trocá-los pelo Professor Layton Series Soundtrack Premium CD. Espero que a medida, ainda que restrita, faça escola. Ouça a música no Goear e veja os comentários sobre a performance da Kanagawa Philharmonic Orchestra:

- “Professor Layton and the Curious Village” (Press Start 2008)
Originais: “Puzzle” ~ “Professor Layton’s Theme”

Composição: Tomohito Nishiura
Arranjo: Shuhei Kamimura

Professor Layton and the Curious VillageAs escolhas são perfeitas: a música que se escuta na maior parte do tempo e o tema principal. Imitando a original, a “Puzzle” é reproduzida no vibrafone, mas com o enfeite adicional das cordas. A transição para a “Professor Layton’s Theme” transcorre de maneira apurada, momento em que irrompe o solo de violino exuberante. Mas não há acordeão, bateria, flauta e contrabaixo acústico como na “Professor Layton’s Theme (Live Version)”. Em compensação, os metais, o oboé e toda a massa sonora advinda da orquestra conferem grandiosidade, ainda que o flerte jazzístico seja muito mais tímido que no arranjo supracitado.

Press Start 2008: samples de Spelunker e Professor Layton


Por Alexei Barros

Por que voltei a falar do Press Start 2008 se o 2009 foi anunciado? Juntamente com os detalhes da apresentação desse ano, o site do concerto trouxe os samples de dois segmentos de 2008. Não das originais, mas das executadas na récita japonesa, com performance da Orquestra Filarmônica de Kanagawa. É praticamente um milagre, já que é a primeira vez que é mostrada ao público a gravação oficial de algo relacionado à série desde o início em 2006, o que mostra que existe o registro profissional, ainda que não possa ser vendido, ao menos até o momento. Quem sabe em uma coletânea.

A primeira amostra, do Spelunker, mesmo com 42 segundos, e a outra, do Professor Layton, com 1 minuto e meio, podem não ser as que eu estava mais curioso para conferir com tal qualidade (Mega Man 2, por favor), só que não deixam de representar um fato inesperado. Não duvido nada que outras músicas possam ser exibidas no futuro.

Para facilitar a sua apreciação, subi os samples no Goear:

03 – Spelunker
11 – Professor Layton

[via PRESS START]

Professor Layton: uma escola de música


Por Alexei Barros

Se você teve a coragem de ouvir o Hadoukast #5 até o final, notou que o professor Hitzman, que foi tragado pela terra, indagou com sua sapiência: quando a Nintendo, que publicou Professor Layton and the Curious Village nos EUA, vai localizar os episódios posteriores Pandora’s Box e Last Time Travel? Lançados em novembro de 2007 e 2008 no Japão, não mostram indícios de que virão para cá por enquanto.

Minha vontade de jogar as continuações aumentou depois que escutei as trilhas sonoras de toda a trilogia, publicadas praticamente de uma vez só – as duas primeiras em 24 de dezembro e a restante em 21 de janeiro. Especificamente gostaria de destacar os arranjos “Live Version”, uma nomeação errônea para músicas tocadas por instrumentos reais, afinal foram gravadas em estúdio, não em uma apresentação. Além dessas, há as faixas  “High Quality Version”, sintetizadas em melhor qualidade.

Norihito SumitomoAs chamadas versões ao vivo são fruto do talento de Norihito Sumitomo, que colaborou como arranjador e pianista na trilha de Front Mission 5, tal qual o Fabão bem lembrou, e também é ele quem toca saxofone na versão da AM2 Sound Team da “Magical Sound Shower” no OutRun 20th Anniversary Box. Gostei tanto do resultado, com alusões ao período barroco, flertes jazzísticos e bossa nova, que possivelmente vou pleitear um concerto do Professor Layton como aconteceu com Ace Attorney.

Não me contive e coloquei no Goear as 12 músicas que foram tocadas pela Layton Grand Caravan Orchestra espalhadas pelos três CDs, comentando sucintamente cada uma. Para mim, as faixas do terceiro são as melhores.

Professor Layton and the Curious Village

“Professor Layton’s Theme (Live Version)”
Violino e acordeão tocam de maneira majestosa o tema animado, com intervenções da flauta e violoncelo.

“Curtain of Night (Live Version)”
O som de uma espécie de caixa de música é emoldurado pelo piano tristonho, seguido por flauta, violino e contrabaixo.

“Rising Tower (Live Version)”
Acordeão e contrabaixo intermitentes transmitem um clima perturbador. Repetitiva.

“Ending Theme (Live Version)”
Compassivo tema de encerramento evocado pela marimba (acho eu) e oboé belíssimo. Só as batidas da bateria me pareceram fora de contexto em certos momentos.

Professor Layton and the Pandora’s Box

“Theme of Pandora’s Box (Live Version)”
Cresce aos poucos. Começa o piano, entra o violoncelo, o acordeão e outros instrumentos. Como no tema anterior, o solo de violino é magnífico. E ainda tem violão.

“Folsense (Live Version)”
Piano, violoncelo, acordeão e oboé se revezam em uma performance tranquila, sem grandes arroubos. Melhora quando entra a bateria e o contrabaixo.

“Don Paolo’s Theme (Live Version)”

Não há um, mas três acordeões se alternando impressionantemente. Se por acaso não mais.

“Moment of Rest (Live Version)”

Momento do descanso, momento da bossa nova. Música leve, com flauta, contrabaixo, bateria e piano. Extremamente agradável.

Professor Layton and The Last Time Travel

“Theme of the Last Time Travel (Live Version)”
Um senhor solo de violino! Todas as cordas são fabulosas, com uma enobrecedora passagem tipicamente barroca (de 1:23 a 1:41). É a mesma que mencionei do Professor Layton Main Theme Trilogy CD.

“London 3 (Live Version)”
A melodia começa sendo executada pelo violino, quando entram as outras cordas, formando uma preciosa música erudita.

“Laboratory (Live Version)”

Novamente o suspense, com cordas impetuosas, em alternância com o acordeão. Maravilhosa.

“Huge Weapon (Live Version)”
Nervosismo a todo instante em uma peça grandiosa que peca um pouco pela repetição.

A recuperação do Professor Layton

Obrigado, professor, obrigado
Por Alexei Barros

Muito curioso: antes de Professor Layton entrar no set list do Press Start 2008 ~Symphony of Games~, a Level-5 nunca havia lançado álbuns referentes à série. Bastou a inclusão no repertório para que o estúdio recuperasse as notas baixas, e publicasse nada menos do que quatro álbuns de uma só vez praticamente. Vamos por aulas, digo por partes.

O primeiro é o disco promocional Professor Layton Main Theme Trilogy CD, que foi oferecido como bônus na pré-venda no Japão de Professor Layton and the Last Time Travel, o terceiro jogo da saga docente – pois é, os nipônicos estão adiantados e vão passar de ano direto. Como o nome diz, são os temas da trilogia, mas em versões arranjadas pelo saxofonista Norihito Sumitomo.

Lamento profundamente só reconhecer a original do tema do Professor Layton, interpretado por violino e acordeão, porque as outras duas também são bem aprazíveis. O sombrio tema de Pandora’s Box (o segundo da franquia) é tocado no violoncelo, piano e novamente acordeão (todos supostamente sintetizados, porém em melhor qualidade que do jogo).

E sobretudo o fantástico tema de Last Time Trivel, executado pela Layton Grand Caravan Orchestra (?) – imagino que aqui sim temos instrumentos reais por conta da nomenclatura “(Live Version)” –, em que há alternâncias das cordas, com direito até a uma passagem jazzística no piano. Pena que não tem o segmento “Professor Layton and the Curious Village” do Press Start 2008… Mas não deixe de ouvir:

01 “Theme of Professor Layton”
02 “Theme of Pandora’s Box”
03 “Theme of the Last Time Travel (Live Version)”

Os outros CDs são as OSTs correspondentes a cada episódio: Professor Layton Original Soundtrack 1 ~Professor Layton and the Curious Village~, Professor Layton Original Soundtrack 2 ~Professor Layton and Pandora’s Box~ e Professor Layton Original Soundtrack 3 ~Professor Layton and the Last Time Travel~. As três vão ser lançadas no mesmo dia, em 24 de dezembro de 2008. Além das originais, cada álbum também trará versões arranjadas com os mesmos responsáveis do disco promocional. Um pouco mais e teremos um concerto só de Professor Layton como certa série de advocacia da Capcom

Press Start 2008: a classe de Professor Layton

Por Alexei Barros

Obrigado, professor, obrigado. Faltam quase duas semanas para a histórica apresentação do Press Start 2008, e os responsáveis dão uma aula de como montar um set list balanceado, com jogos obscuros e famosos. Só que famosos pouco aproveitados pelos outros concertos, aqueles que passam a impressão que somente cinco títulos dentre um sem-número têm trilhas sonoras apreciáveis.

Professor Layton é um exemplo. A caminho do terceiro capítulo no Japão, PL and the Last Time Travel, a série, que tem como designer, roteirista e produtor o prolífico Akihiro Hino da Level-5, também capitalizou fãs no ocidente no debute com PL and the Curious Village em fevereiro de 2008 – fico na expectativa pelo segundo, PL and Pandora’s Box, em inglês. A fórmula irresistível de resolução de puzzles associada aos personagens de carisma insofismável arriscaria dizer que é infalível para fisgar jogadores de diferentes convicções, origens e preferências. E há as músicas…

Quando o Professor Gustavayton (sim, senhor professor!) fez o review com a sua habitual genialidade, Luke Prandoni ressaltou a importância delas nos comentários: “…quero dar espaço aqui também pra trilha sonora que acompanha os puzzles. Apesar de simples, nunca enjoa e de certa maneira cria a ambientação perfeita para resolver um quebra-cabeça”.

Justamente por ser simples, nunca imaginaria em uma apresentação. “OBJECTION!”, grita Layton, apontando o dedo como certo advogado na imagem acima… Kazushige Nojima, que assina o post da inserção de Professor Layton no PS 2008, revelou ser um grande fã do jogo. Elogiou a atmosfera da vila curiosa, e comentou que as músicas têm um charme especial. Está empolgado, em suma.

Interessante que a trilha sonora de Tomohito Nishiura, compositor da maioria dos títulos da Level-5, como Dark Cloud 1 e 2, Rogue Galaxy e White Knight Chronicles, estranhamente nunca foi publicada. Dark Cloud 2 e WKC (vai ser lançado ainda para PS3) também não, ao passo que Dark Cloud e Rogue Galaxy não só tiveram OSTs, como álbuns com versões arranjadas, e não por quaisquer pessoas. Gente como Yasunori Mitsuda, Shinji Hosoe, Motoi Sakuraba, Yoko Shimomura, Noriyuki Iwadare, Kenji Ito e até o The Black Mages na Dark Chronicle Premium Arrange e alguns deles, além do Norihiko Hibino no Rogue Galaxy Premium Arrange. Mesmo assim, o Professor antecipou todos os RPGs, que aparentavam ser nomes mais fortes para entrar no repertório.

[via PRESS START]

Set list até o momento:

01 – Wild Arms
02 – Super Mario Galaxy
03 – Monster Hunter
04 – Spelunker
05 – Touch! Generations Medley
06 – Samurai Shodown
07 – Uematsu’s Early Years Medley
08 – Ace Attorney
09 – Baten Kaitos
10 – Mega Man 2


RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr bannerlateral_consolesonoro bannerlateral_zeebobrasil bannerlateral_snk-neofighters brawlalliance_banner_copy
hadoukeninenglish hadoukenenespanol hadoukenenfrancais hadoukeninitaliano hadoukenindeutscher hadoukenjapones

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.534 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: