Archive for the 'Super Smash Bros. Brawl' Category

Untitled Concert – Mario, Dragon Quest, Final Fantasy: Very Popular Game Music SP


Por Alexei Barros

Alguém poderia me beliscar? Só pode ser um sonho. Dia desses surgiu a notícia de um especial de TV de game music no site do Press Start. Informações vagas, detalhes esparsos, estava difícil. Eis que verifico se algo surgiu no Nico Nico Douga na última madrugada e fiquei em estado de choque quando assisti. Hoje, nem estava mais disponível. Por sorte, já calejado com as experiências traumáticas do passado de apagamento em sites de compartilhamento de vídeo, ripei antes que desaparecesse.

Do que se trata afinal de contas? Untitled Concert é o nome de um programa musical japonês da TV Asahi que mescla performances orquestradas com breves bate-papos. Não sei se já fizeram antes, mas calhou de gravarem um especial tendo game music como tema chamado Mario, Dragon Quest, Final Fantasy: Very Popular Game Music SP. Os convidados quase não são de respeito: Nobuo Uematsu, Koichi Sugiyama e Masahiro Sakurai. Os três foram recepcionados pelo maestro-anfintrião Yutaka Sado e pela apresentadora Chie Honma.

Como o nome desta edição mostra, traz números mais populares de game music que conhecemos de cor e salteado, de trás para frente e tal, só que tudo é registrado com excelência em vários ângulos de câmera. Sob a condução do maestro Seikyo Kim, a performance foi da Kanagawa Philharmonic Orchestra, a mesma do Orchestral Game Concert 5, Press Start 2008 e do vindouro 2010. Ou seja, é como se, milagrosamente, existisse um DVD desses concertos japoneses que na maioria das vezes acompanhamos somente em fotos. Ainda assim, não seria lá nada de extraordinário pelos manjados segmentos de Final Fantasy e Super Mario Bros. – em versão reduzida do OGC1 –, como existem aos montes vídeos de espetáculos dessas séries.

Mas no entremeio, meu amigo, tocaram nada menos do que a avassaladora “Main Theme” do Super Smash Bros. Brawl não de qualquer jeito, mas com os mesmos cantores da versão original e do Press Start 2007, o tenor Ken Nishikiori e a soprano Oriko Takahashi. Não achei que viveria para ver isso. Porém, vale mencionar a ausência de um coral. Embora não sejam creditados no Smash Bros. DOJO!!, tudo leva a crer que esta parte foi gravada pelos próprios solistas. Mesmo o coro reduzido a só uma voz, é uma performance retumbante.

Mais adiante, Seikyo Kim cedeu a batuta para Koichi Sugiyama reger no número final a “Into the Legend…” do Dragon Quest III,  uma das mais requisitadas dos concertos da série. Para fechar, somos presenteados com a imagem de abertura do post com Sugiyama e Uematsu lado a lado, trazendo boas memórias do Orchestral Game Concert. Histórico, para dizer no mínimo.

Set list, com os créditos de cada faixa:

01 – “Overworld” (Super Mario Bros.)
Composição: Koji Kondo
Arranjo: Nobuo Kurita

02 – “Final Fantasy” (Final Fantasy)
Composição: Nobuo Uematsu
Arranjo: Shiro Hamaguchi

03 – “At Zanarkand” (Final Fantasy X)
Composição: Nobuo Uematsu
Arranjo: Shiro Hamaguchi
Piano elétrico: Kazuaki Kondo

04 – “Main Theme” (Super Smash Bros. Brawl)
Composição: Nobuo Uematsu
Arranjo: Shogo Sakai
Letra: Masahiro Sakurai
Tradução para latim: Taro Yamashita
Tenor: Ken Nishikiori
Soprano: Oriko Takahashi

05 – “Overture IX” (Dragon Quest IX)
Composição: Koichi Sugiyama

06 – “Adventure” (Dragon Quest III)
Composição: Koichi Sugiyama

07 – “Into the Legend…” (Dragon Quest III)
Composição: Koichi Sugiyama

Agradecido ao Fabão por muitos detalhes de tradução.

[via 4Gamer.net e Nonsense Zone]

Press Start 2010: New Super Mario Bros. Wii, The Legend of Zelda e Metal Gear Solid: Peace Walker

Por Alexei Barros

A mais recente leva de atualizações do programa do Press Start 2010, que acontece no cabalístico dia 11 de setembro com duas apresentações, corrobora aquilo que já disse muitas vezes quando levanto a bola do concerto japonês. Ao mesmo tempo em que tece homenagens aos jogos antigos, o set list é antenado para as novidades. O que dizer quando o título de uma das seleções foi lançado no Japão em 28 de abril de 2010? E o outro em dezembro de 2009?

- New Super Mario Bros. Wii

Mais chocante seria se já tivesse Super Mario Galaxy 2, mas, calma, uma coisa de cada vez – e acredito que 2011 é que virá SMG2. Realmente me pegou de surpresa tal escolha, totalmente inédita – de novo outra vez mais uma vez Super Mario Bros. 1 não, por favor. O que chegou mais perto disso foi a “End Credits” do New Super Mario Bros., só que o de DS, no Fifth Symphonic Game Music Concert (2007), com arranjo do Yuzo Koshiro.

Não entendi muita coisa pelo tradutor do que disse o maestro Taizo Takemoto. Ele se refere a uma interjeição relacionada a um determinado tipo de fase do jogo. Isso mostra que ainda não joguei o New Super Mario Bros. Wii, apesar de ser ferrenho defensor do 2D. Vamos fazer assim, você finge que leu isso aqui, porque quando descobrir atualizo e aviso pelo Twitter. Combinado?

- The Legend of Zelda: “Main Theme”

Quem acompanha o blog há mais tempo há de se lembrar que na véspera do lançamento do Super Smash Bros. Brawl, eu repetia no final de cada post que o Yuzo Koshiro faria um arranjo da “Green Hill Zone” especialmente para o jogo, em estado de absoluto êxtase causado pela confirmação de Sonic como lutador. A campanha foi um fracasso completo (a faixa veio em versão original), mas Koshirão arranjou uma das mais lendárias composições dos games, o tema principal do Zelda, que adquiriu uma roupagem no melhor estilo John Wiliams que ele sabe fazer tão bem.

No texto de revelação, Shogo Sakai relembrou o processo de desenvolvimento do Brawl, quando eles estudavam qual música do universo da Nintendo combinaria melhor com o estilo de cada arranjador. Quando conversaram, o tema do Zelda ainda não havia sido designado para ninguém, então em um encontro com a equipe com Koshirão, partiu dele a iniciativa de arranjá-la. Quando a versão ficou pronta, o looping era de cinco minutos, em contraste com o padrão do Brawl de dois pela duração enxuta das lutas. Não importou, ficou assim mesmo. Sakai terminou enaltecendo a variação de instrumentos nas frases melódicas.

Como rememorado no site, será a terceira vez que Press Start toca Zelda. Nas duas outras, em 2006 e 2007, foi executado o “The Legend of Zelda Medley 2006”, que não só inclui o tema, como faz homenagens a The Link to the Past e Ocarina of Time. Retrocesso? Seria inaceitável se fosse o mastigado ao cubo “Legend of Zelda Theme” do Toshiyuki Watanabe do Orchestral Game Concert,  mas é do Yuzo Koshiro. Está perdoado.

- Metal Gear Solid: Peace Walker:  “Heavens Divide”

Quem diria que do tema principal do Metal Gear Solid 2 no Press Start 2006, a série de concertos pularia a “Snake Eater” (Metal Gear Solid 3) – verdade seja dita, não empolga muito a versão japonesa, que perdeu todo o pique James Bond da americana – ou então qualquer uma do Metal Gear Solid 4 direto para a canção-tema do episódio para PSP. O que mostra o quanto a música composta e arranjada pelo Akihiro Honda é espetacular.

A cantora australiana Donna Burke, que já coleciona participações em diversos jogos, como Tales of Legendia, The Last Remnant, God Eater e até mesmo OutRun 2, inclusive a interpretou ao vivo no evento de lançamento do Peace Walker no Japão, com instrumentação similar à versão em estúdio, com teclado, baixo elétrico, violão, bateria e conjunto de cordas. Milagrosamente, a apresentação foi gravada. Vergonhosamente, não a publiquei. Faço agora. A diferença principal para o Press Start é que será uma orquestra completa, como comentado por Masahiro Sakurai no depoimento repleto de referências ao jogo, não apenas alguns violinos. Também não apostaria no teclado e no baixo. Mas a Donna Burke, que é quem mais importa, estará lá no dia do concerto.

Set list até o momento:

01 – Chrono Trigger & Cross
02 – NES Medley
03 – Muramasa: The Demon Blade
04 – Mother

[via PRESS START]

“Donkey Kong Medley” – DK64 e DKC2 (VGO @ Berklee Performance Center)

Por Alexei Barros

Desde a primeira vez em que falei da Video Game Orchestra, o que mais queria ver era o medley do Donkey Kong prometido para a apresentação no dia três de maio no Berklee Performance Center, com arranjo do vencedor do concurso 1st Call for Arrangers, o estudante de composição para cinema James Whisenand.

Poderia reclamar da ausência de diversas músicas esquecidas (“Simian Segue”, “Aquatic Ambiance” e outras), mas não vou ser mesquinho, afinal Whisenand fez aquilo que nenhum concerto profissional se atreveu e que há muito se esperava: orquestrou a “Stickerbush Symphony (Bramble Blast)”!

Mas antes vem a “Jungle” do Donkey Kong 64, que é uma releitura da “DK Island Swing” do Donkey Kong Country. Aproveitando a levada jazzística, a introdução é tocada de maneira muito apropriada na bateria, seguindo por contrabaixo acústico, trompetes, trombones, violinos, clarinete, saxofone soprano, xilofone e por aí vai.

Na sequência aparece a “Bramble Blast” do Donkey Kong Country 2 baseada não na original, mas na arranjada pela Michiko Naruke para o Super Smash Bros. Brawl. Está fiel à releitura, com o beliscar das cordas dos violinos (o pizzicato), o solo de violão, prosseguindo ao clímax quando entram metais e a bateria ainda mais forte, encerrando com o violão.

Porém, por mais que o arranjo do Brawl seja interessante, preferiria que a orquestração fosse baseada na “Stickerbush Symphony (Bramble Blast)” original, que possui andamento mais lento, as esparsas intervenções do piano e principalmente o timbre grave eletrônico, que poderia ser feito pelo teclado.

“Donkey Kong Medley”
“Jungle” (Donkey Kong 64) ~  “Bra
mble Blast” (Donkey Kong Country 2 & Super Smash Bros. Brawl)

Feliz Páscoa gamer da Nintendo!

nintendo_eggs_by_red_flare

Por Claudio Prandoni

Atrasado, mas ainda em tempo.

A Samus Aran ovinho ficou simplesmente sensacional!

Brinquedo aleatório #08: Saco de pancadas de Super Smash Bros.

wm10yc

Por Claudio Prandoni

Você está lá na sala de espera das lutas online de Super Smash Bros. Brawl, só brincando de ver quanto tempo você mantém o saco de pancadas no ar com o ignorante Eruption do Ike.

Melhor ainda: você e um amigo espancam o camarada de estopa sem dó nem piedade com os tacos de beisebol do modo Home-Run Contest.

E se… você pudesse descontar todo o estresse da rotina do dia-a-dia diário em um saco desses de verdade. Provavelmente é o que passou pela cabeça de RenDuH quando concebeu essa versão em pelúcia do tal saco de porradas, todo feito de material reciclável ou coisa assim.

Altos níveis de Final Smash Power detectados.

Diquinhas honoráveis de textos

Por Claudio Prandoni

Na correria frenética do corre-corre do frenesi diário, milhares de caraceteres passam zunindo pelas nossa retinas. Devaneio inebriado pelo ar de madrugada, por meio do qual indico aqui dois textos assaz tentadores:

comiccon

“Level Up! – Cobertura Gamer na New York ComicCon 2009!”

O pessoal do Warpzona fez uma cobertura exclusiva e detalhada – com impressões e tal – de alguns dos principais jogos expostos na Comic-Con, em Nova Iorque.

Quantidade suculenta de detalhes de jogos muito esperados, seja para o bem ou para o mal (ou ao menos por mim), como MadWorld, Sonic and the Black Knight, The Conduit, X-Men Origins: Wolverine.

 mariosonic

“Game do ano, não: Brawl é o game de toda uma geração”

O título do post já diz tudo. Se falta dedução, a imagem estampa sem pudor: tem o Mario e o Sonic juntos, trocando sopapos.

Como diria Marcus Fenix: “Come on!”

Toda a geração 8 e 16-bits agradece e, ouso dizer, concorda com o Uehara.

Comerciais gamers: Super Smash Bros.

Por Alexei Barros

Já que o master brawler Prandoni relembrou Super Smash Bros. Brawl, cabe a mim aproveitar o vácuo para compartilhar esse pitoresco comercial do Super Smash Bros. original, jogo que surgiu modestamente para Nintendo 64 meio por acaso. Não consegui pensar em outra coisa senão nos Teletubbies.


RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr bannerlateral_consolesonoro bannerlateral_zeebobrasil bannerlateral_snk-neofighters brawlalliance_banner_copy
hadoukeninenglish hadoukenenespanol hadoukenenfrancais hadoukeninitaliano hadoukenindeutscher hadoukenjapones

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.530 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: