Archive for the 'Realidade Alternativa' Category



A next Final Fantasy is Final Fantasy VIII-2?

final_fantasy_viii-2

Por Claudio Prandoni

Final de ano, as novidades sobre games andam paradas até que entro no blog do Rodrigo Flausino e levo um baita susto com essa imagem acima!

Na verdade, não passa de um fake muito bonito elaborado pelo Gustavo por algum fã ávido por mais Final Fantasy VIII. Eu, pessoalmente, não faço muita questão – sequer tive paciência para chegar ao final do original.

Curioso como mesmo na fanart se estabelece a identidade Britney-pop star criada pela Square Enix em FF X-2 de colocar gurias em roupas sumárias e estilosas.

Covardia e hack em Mega Man 2

Por Claudio Prandoni

Jogos no iPhone, jogos em todo lugar

Photobucket

Por André Sirangelo

Com a chegada do iPhone 3G esta semana e o lançamento do sistema operacional Android, do Google, ainda este ano, começa a se desenhar um futuro em que todo mundo vai ter a internet e um GPS no bolso. Isso é revolucionário em tantos níveis que nem se o blog fosse só sobre isso o assunto se esgotaria. Mas tem um lado interessante da questão que talvez não esteja sendo comentado o suficiente por aí: jogos.

Lá no meu outro blog eu falo bastante de ARGs e big games – experiências que transformam o mundo real em jogo. O desafio nos últimos tempos parecia ser descobrir como esses gêneros poderiam evoluir e para onde isso tudo estaria indo. Com internet rápida, Google Maps, GPS e um sistema operacional aberto no celular (no caso do Android e também do Symbian, da Nokia, que certamente vão botar pressão na Apple para facilitar o desenvolvimento e distribuição de aplicativos), parece que ARGs e big games são uma parte minúscula de algo muito maior, que começa a tomar forma enquanto o mundo real aos poucos se transforma em uma nova plataforma de jogo.

Continue lendo ‘Jogos no iPhone, jogos em todo lugar’

OBJECTION!?

Por Claudio Prandoni

Em homenagem ao Alexei e sua graduação no segundo ano de Direito da escola PW de Jurisdição, Investigação e Apontação.

Aproveitando o ensejo, não deixe de conferir a tirinha mais recente do VG Cats, que aponta para um fato realmente ululante da série Ace Attorney de maneira inusitada.

Excelente dica do Fabito, do Continue.

Batpost#2: o que tem o Sub-Zero

Por Claudio Prandoni

Ainda outro dia estava pensando de que maneira eu ia dar um jeito de falar do glorioso Batman aqui no Hadouken, mas esqueci de confiar no perspicácia do guri. Claro que não só eu tento arranjar uma maneira, uma desculpa esdrúxula pra falar do super-herói mais bacana que existe: ao que tudo indica, a Midway é assim também.

Isso explicaria a imagem acima, supostamente do novo Mortal Kombat que – veja o arroubo matador de criatividade – seria um crossover contra os personagens da DC. Pausa para o momento WTF!

Na boa, essa idéia deve ter vindo do mesmo cara que sugeriu que o Sonic tem que virar lobisomem no Sonic Unleashed. Ele sugeriu, ficou feliz e saiu em busca de novos rumos, aí encontrou a Midway que estava à procura de “novas e boas idéias”. Só pode ser.

Quem em sã consciência realmente acha que qualquer um dos ninjas multicoloridos poderia acabar com o Batman. E tem mais: segundo boato propalado pelo Kotaku não vão rolar fatalities, quiçá sangue espirrando. Agora rebato a pergunta para vocês leitores? Sem fatalities, sem sangue e sem uma história original focada em mitologia oriental onde foi parar Mortal Kombat??

Se fosse um spin-off feito no tempo em que a série estava em alta (bota tempo nisso) eu até entenderia. Mas não agora que ela chafurda no pântano da ignonímia, após a Midway criar um hype gigantesco acerca do novo MK (com direito até a um site cheio de enigmas bobocas) de que seria um recomeço para a série e tal. Ah, e preciso comentar que a Capcom já fez isso há mais de dez anos com a Marvel?

Às vezes acho que estou ficando rabugento demais em relação ao mercado de game, mas difícil não se irritar com coisas desse tipo. Ainda é boato, mas pela qualidade da imagem tenho quase certeza de que há de se confirmar, vai ser um lixo, vender como água e eu vou querer jogar pela curiosidade – e pra dar um pau no Goro com o Batman.

Bem que podia ser um primeiro de abril atrasado…

batpost.jpg

EDIT: É de verdade! Tem baba sanguinho e trailer e site oficial! Tenha medo…

Wrap-up: Dia dos Bobocas 2008…

radugetz.jpg

Por Claudio Prandoni

…ou Dia dos Fulos, em tradução livre do World Warrior do jornalismo de games, Rodrigo Guerra, para a expressão April’s Fools.

Ano passado já expressei (duplamente) meu apreço pelas piadas do dia primeiro de abril e desta vez volto com um resumo das melhores que vi neste ano. Só que desta vez com um toque de limão pouco mais de opinião, principalmente em relação aos sites de notícia, a qual desenvolvo melhor no final.

Vamos lá.

I – Pra variar, a Blizzard mostrou ao mundo onde investe toda a grana dos milhões de jogadores de WoW e motivo para demorarem tanto para anunciar Starcraft II, cancelarem Starcraft: Ghost e postergarem indefinidamente Diablo III e quaisquer outros jogos para consoles.

Não uma, nem duas, mas sim TRÊS piadas.

wowrock.jpg 1) Para o MMO World of Wacraft (conhece?) anunciaram a classe Bardo, que utiliza um machado de ponta cabeça para fazer solos fantásticos. Caberia ao jogador acertar a seqüência por meio de um minigame copiado inspirado em Guitar Hero. Nas fotinhos tem até uma breve alusão a Rock’n Roll Racing. Que maldade nos atiçar assim, Blizzard…

tauren_marine.jpg2) Em Starcraft II, a revelação de uma unidade inédita: Tauren Marine.

Não bastassem fotinhos, tem até uma artwork animal e três vídeos mostrando o bichão em ação. Isso, essa aí do lado.

3) O mais fantástico. O aguardado retorno da Blizzard aos consoles e o ainda mais antecipado advento de WoW aos videogames. World of Warcraft: The Molten Core, adaptação de uma das jornadas mais complicadas do MMO em toda glória e esplendor para… Atari 2600! O Alexei adorou. Você também há de curtir após ver o trailer bacanudo abaixo.

Sigamos adiante com a relação de fanfarronices…

Continue lendo ‘Wrap-up: Dia dos Bobocas 2008…’

Kotaku fica sem criatividade; imita Alexei Barros

kotakucopy_small.jpg

Por Claudio Prandoni

Todo mundo tem uma lista de sites que confere regularmente quando está usando a Internet. Webmail, portais de notícias, blogs e coisas do tipo.

Um dos meus é o Kotaku, um divertido e constantemente atualizado blog gringo que a maioria de vocês deve conhecer.

Hoje, dando uma olhadela superficial pelos posts mais novos, deparei-me com um de título assaz familiar: “These songs are not in Rock Band (but really should be)”, algo como “Estas músicas não estão no Rock Band (mas deveriam estar)”.

Nem pestanejei: na hora lembrei das infindáveis e genias séries do mestre Barros “Músicas que não podem faltar no VGL”, “Músicas que não podem faltar no Guitar Hero” e “Arranjadores que não podiam faltar no SSBB”.

Veja com seus próprios olhos. Imagino o quanto mestre Barros arrecadou em royalties…


RSS

Twitter

  • RT @vgmconcerts: "A new web documentary series exploring the secret history of Japanese video game music." Die Filmcrew war auch... http:/… 7 hours ago
  • RT @FabioSantana79: Game music do dia: nos 27 anos de Street Fighter, "Birdie Stage", do primeiro SF, na versão arranjada do PC Engine: htt… 7 hours ago
  • RT @reinodocogumelo: Trilha sonora de Super Smash Bros. for 3DS & Wii U é brinde para quem comprar e registrar os games no Club Nintendo ht… 1 day ago

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr bannerlateral_consolesonoro bannerlateral_zeebobrasil bannerlateral_snk-neofighters brawlalliance_banner_copy
hadoukeninenglish hadoukenenespanol hadoukenenfrancais hadoukeninitaliano hadoukenindeutscher hadoukenjapones

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.530 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: