“After Burner” – After Burner (Blind Spot The Shibuya Concert)

Por Alexei Barros

Das memórias perdidas do Game Music Festival, como em um sonho, a S.S.T. Band renasceu com o nome Blind Spot. E, como em outro sonho, a banda não parou de fazer apresentações. Mais incrível: há registro em vídeo disso. E em boa qualidade.

Eu gosto mais até da “After Burner Medley” pelo trecho da empolgante “City 202” na guitarra do Koichi Namiki, mas a “After Burner” tem uma significação especial: foi a primeira faixa tocada pela banda e também marcou a despedida anunciada no palco do GMF’93.

É sensacional ver os caras em ação de novo mais de 20 anos depois, mesmo que desfalcados do Takenobu Mitsuyoshi e/ou do Hiroshi Kawaguchi (ambos continuam na Sega). Pelo menos, o substituto no teclado, Shoji Morifuji, mostrou a que veio, emulando o timbre que um dos dois faziam. Só não dá para deixar de reclamar, na verdade, do que não escutei pela mixagem do vídeo: o baixo elétrico do Masato Saitoh. Cadê? Não deu para ouvir.

Antes que surja a dúvida, um esclarecimento: o vídeo não é do anúncio de um DVD, mas apenas serve de divulgação para as vindouras apresentações.

Cegamente agradecido ao Rafael Fernandes, que, quando me passou esse vídeo, devia estar com os olhos marejados, quase ardendo – seja por emoção ou por algum problema na vista mesmo.

About these ads

4 Responses to ““After Burner” – After Burner (Blind Spot The Shibuya Concert)”


  1. 1 Cledson Cledman 20/07/2012 às 4:55 pm

    Porque não fazem mais músicas marcantes assim cara?
    Os jogos de hoje, com tantos recursos, não conseguem marcar como as músicas daquela época.

    Fantastico ver esse super time de volta!
    Ótimo achado! Ainda não acredito que existam registros em vídeos! rsrs

    • 2 Alexei Barros 21/07/2012 às 1:40 am

      Esse, na verdade, acho que é o primeiro vídeo depois do retorno, Cledson.

      Sobre a escassez de músicas marcantes em jogos atuais, eu acho que isso acontece por uma série de fatores diferentes. Cada vez mais a tendência é os jogos ficarem cinematográficos e, com isso, as trilhas seguem o mesmo caminho, privilegiando a ambiência. Além disso, muitos compositores que antes só faziam faixas para filmes também estão compondo para games. Há um monte de caras que fizeram essa migração; talvez o mais notório seja o Hans Zimmer.

      Apesar disso, não acho que hoje não existam músicas marcantes. Talvez sejam menos do que antigamente, fora que muitas vezes nem deu tempo de elas serem arranjadas ou serem absorvidas pela gente.

    • 3 Marcelo Martins 27/07/2012 às 5:27 pm

      Alexei, obrigado por compartilhar essa incrível pérola das trilhas de videogame.

      Cledson, sobre a sua pergunta, concordo com o Alexei. O que acontece hoje nos jogos ocidentais é uma ênfase maior na ambiência e melodias propositalmente menos marcantes.

      Mas, procure as trilhas feitas pelo Michael Giacchino e Bear McCreary.

      E, claro, os jogos orientais ainda são repletos de músicas marcantes!


  1. 1 No final de fevereiro, o primeiro DVD da Blind Spot, a quase S.S.T. Band « Hadouken Trackback em 31/01/2013 às 6:28 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr bannerlateral_consolesonoro bannerlateral_zeebobrasil bannerlateral_snk-neofighters brawlalliance_banner_copy
hadoukeninenglish hadoukenenespanol hadoukenenfrancais hadoukeninitaliano hadoukenindeutscher hadoukenjapones

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.546 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: