Fúria de Streets of Rage reacende em coletânea


Por Alexei Barros

Duvide da Sega. Mas nunca da Wave Master. Em mais uma iniciativa que contradiz a situação errante da produtora japonesa, a publicadora WM vai lançar uma daquelas coletâneas que deixam os seguistas malucos, dispostos a comer qualquer frango que encontrarem no chão: Bare Knuckle Original Soundtrack, simplesmente um álbum de quatro CDs da série Streets of Rage que vai chegar ao varejo japonês em 27 de junho.

Não parece nada de mais se considerarmos que cada trilha sonora da trilogia foi lançada separadamente nos anos 1990 – Bare Knuckle, Bare Knuckle II e Bare Knuckle III – e as três saíram na Yuzo Koshiro Best Collection Vol. 2 em 2007 com o acréscimo de nove faixas do Streets of Rage 3 não publicadas anteriormente em CD.

Acontece que por algum mistério da natureza, as músicas do Streets of Rage 1 e 2 nesses álbuns não correspondem exatamente às faixas escutadas no Mega Drive. São, na verdade, da placa de som Sound Board II do computador japonês da NEC PC-8801, mesmo que o sistema jamais tenha recebido iterações da série. Os ouvidos mais atentos vão reparar que a mixagem das músicas nos álbuns é estranha – compare a “Dreamer” do CD com a “Dreamer” do jogo. Curiosamente, a trilha do Streets of Rage 3 lançada em CD equivale de fato à original do console de 16-bit da Sega.

O que vai acontecer na vindoura coletânea: as trilhas equivalentes do Mega Drive serão remasterizadas – a primeira composta pelo Yuzo Koshiro e as das continuações em uma parceria dele com o Motohiro Kawashima. Pela primeira vez também serão vendidas em CD as trilhas do Streets of Rage 1 e 2 das versões de Game Gear. Sei que ambos tiveram adaptações para Master System, mas, se não estou falando nenhuma besteira, as músicas são praticamente idênticas pela similaridade de hardware dos dois aparelhos 8-bit (coteje um com outro). Por fim, a compilação inclui ainda aquele “Legend Mix” que emenda 12 faixas da trilogia em um arranjo ininterrupto de 45 minutos que tinha sido disponibilizado para download no site do Koshirão uma época (lá pra 2004) e foi apresentado ao vivo no Game Music Club Event.

Para ficar perfeito, eu queria pelo menos um arranjozinho que fosse da [H.], lembrando que a banda da Sega já releu músicas do Yuzo Koshiro do Etrian Odyssey I e II no Sekaiju no MeiQ Super Arrange Version e Sekaiju no MeiQ² *shoou no seihai* Super Arrange Version, respectivamente. Mas isso só sonhando mesmo.

Agradeço ao furioso Rafael Fernandes por me alertar a discrepância de sonoridade das músicas dos CDs e dos jogos.

[via ebten]

About these ads

7 Responses to “Fúria de Streets of Rage reacende em coletânea”


  1. 1 Jejé 30/05/2012 às 7:20 am

    Aaahh, vou tentar importar se não estiver muito caro. Yuzo Koshiro é meu compositor favorito, e… Tá certo que se eu ouvir isso enquanto ando na rua, vou ficar com vontade de bater nos caras maus e quebrar cabines telefonicas para achar frango ou uma arma melhor, mas aí é outra história! :P

  2. 2 Cledson Cledman 30/05/2012 às 7:49 am

    Poxa, deve ser muito bom.
    O problema é conseguir o material hein? Só por aquelas terras né?
    Eu acho interessante que as versões do Master, apesar de adaptadas, parecem ter algumas particularidades.

  3. 3 Alexei Barros 30/05/2012 às 1:45 pm

    @ Jejé

    Hahaha! Eu já fiquei sabendo dessa sua tendência para sair agredindo as pessoas na rua quando escuta as trilhas do Streets of Rage…. só toma cuidado quando for ouvir as músicas remasterizadas! :p

    @ Cledson

    E tem outro problema ainda pior. Se não me engano, a ebten não faz envios para todos os lugares do mundo. Acho que só seria possível comprar aqui se o álbum pintar no VGM World, que costuma revender esses lançamentos.

    Mesmo que sejam muito parecidas as trilhas 8-bit, creio que pelo fato de a versão de Master não ter saído no Japão, mas só na Europa e Brasil, tenha colaborado para a omissão.

  4. 5 Marcelo Martins 31/05/2012 às 11:24 am

    Ah, o clássico dos clássicos…

    As versões de Dreamer são realmente MUITO diferentes. A do console soa infinitamente mais clara. Lógico que o YouTube degrada o som e também não ajuda, mas mesmo a mixagem das músicas não é igual.

  5. 6 Thiago Adamo 14/06/2012 às 9:46 pm

    Vou pedir para algum amigo do Japão me enviar(a briga vai ser para chegar), sobre o Game Music Club Event, na verdade ele fez a mixagem ao vivo no evento “on the fly”, no maior estilo DJ Set mesmo, alias foi naquele vídeo que me inspirei para fazer mixagens de game music :D

  6. 7 Geraldo Junior 24/06/2012 às 12:59 am

    Esse eu tenho que adiquirir!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr bannerlateral_consolesonoro bannerlateral_zeebobrasil bannerlateral_snk-neofighters brawlalliance_banner_copy
hadoukeninenglish hadoukenenespanol hadoukenenfrancais hadoukeninitaliano hadoukenindeutscher hadoukenjapones

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.533 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: