Press Start 2008: o concerto um pouco menos restrito


Por Alexei Barros

Graças aos prestativos e solidários chineses que compartilharam vídeos pela Internet, foi possível ao menos ter uma idéia do Press Start 2008, o concerto que mais dediquei posts neste ano. Mas até agora as gravações eram ridiculamente hediondas, e nem cobriam a apresentação na integridade. Até agora.

Na caçada incessante pelo bootleg Internet afora, finalmente consegui encontrar uma gravação completa e de qualidade aceitável. Contudo, como ainda não é o famigerado bootleg do espetáculo japonês, não detalharei faixa por faixa como escrevi nos anos anteriores porque a versão chinesa não foi uma reprodução 100% exata: ausentaram-se os segmentos nintendísticos (Super Mario Galaxy, Touch! Generations Medley e Baten Kaitos) e não regeu o maestro Taizo Takemoto, sem falar da excelência da Orquestra Filarmônica Kanagawa na edição nipônica. De qualquer forma, fiz questão de subir todas as 20 faixas do Press Start 2008 em Xangai no Goear para que você possa ouvir. Também não deixei de comentar, em geral reforçando o que já havia imaginado.

Set list:

Ato I

01 “Proof of a Hero” (Monster Hunter)
02 “Mega Man 2″
03 “Professor Layton and the Curious Village”
04 “Samurai Shodown”
05 “Daddy Mulk” (Ninja Warriors)
06 “Nobuo Early Works”
07 “Beyond the Bounds” (Zone of the Enders: The 2nd Runner)
08 “Ys Medley”
09 “Sonic the Hedgehog”

Ato II

10 “Wild Arms”
11 “Spelunker”
12 “Shadow of the Colossus Medley”
13 “ICO – You Were There” (ICO)
14 “Castlevania Medley”
15 “Gyakuten Saiban”
16 “Chrono Trigger & Cross”
17 “Melodies of Life” (FFIX)
18 [Bis] “LocoRoco”
19 [Bis] “Final Fantasy Main Theme”
20 [Bis] “One-Winged Angel” (FFVII)

- Se com som de telefone eu já achava o medley do Mega Man 2 espetacular, com qualidade superior comprovou o meu pressentimento: para mim é a melhor do concerto. É a realização de um sonho, enfim. De tão apropriada, a escolha dos temas parece ter sido feita pelos próprios fãs. “Title”, “Crashman” e “Dr. Wily Stage 1” são os pontos altos. Só não entendi a falta de “Game Start”, pois é uma fanfarra sempre associada ao personagem;

- Samurai Shodown no shamisen ficou extraordinário, mas sofreu do velho problema do desperdício de potencial. Sempre quis “Kuromaguro (Bluefin Tuna) [Galford]” (Samurai Spirits Symphonic Sound Trax), e daí o Fabão me apresenta “Malicious (Eartquake)” (Shin Samurai Spirits Haohmaru Jigokuhen Arrange Sound Trax) e “Heart’s Mirror (Rimururu)” (Samurai Spirits Zankuro Musouken Arrange Sound Trax). Ouviu? Pois é imagine só bateria, flauta e depois o violino após a parte do shamisen;

- De início, o medley de músicas velhas do Nobuo Uematsu não me deixou tão empolgado, mas tratei de ouvir todas as originais de Alpha, King’s Knight (esse até joguei), 3-D World Runner, Final Fantasy Legend (considero o “Main Theme” deste o ápice da peça) e Hankuju Hero, e apreciei. Mas tal qual falei antes, Rad Racer deveria aparecer. Como é um jogo de corrida, ofereceria uma interessante variação à preponderância de RPGs na peça. Não poderiam ter pedido a oportunidade. Falarei mais do Uematsu ainda;

- Não que seja ruim, mas achei o medley do Sonic um tanto quanto burocrático. A meu ver, não supera a magnânima obra-prima “Sonic the Hedgehog Symphonic Suite” que Richard Jacques preparou para o VGL. Sei que o Geraldo prefere a versão “Sonic the Hegehog Suite” do Koshirão para o PLAY!, mas a forma com que Jacques concatena as músicas é magistral, sem falar que é o único dos três com todos os temas: “Labyrinth Zone” e “Spring Yard Zone” aparecem somente no arranjo do britânico;

- Wild Arms realmente ficou sensacional com os assobios, metais e cordas. Não tenho queixas. Imagino como ficou então com Haruo Kubota no violão na apresentação japa.

- Embora tenha feito spoilers com as performances amadoras, a suíte do Spelunker é ótima, e recria perfeitamente o jogo, com as sucessivas mortes do personagem frágil;

- Gyakuten Saiban, como Sonic, achei burocrático. O problema é que a suíte, apesar de ser exclusiva e unificar três dos mais representativos temas, veio em hora errada, no ínterim de dois concertos dedicados inteiramente à série. Já não conta mais o ineditismo, e a versão orquestrada não causa o mesmo impacto da primeira vez. Se fosse idêntico, mas tocado no Press Start 2006, por exemplo, tenho certeza que gostaria muito mais. Por isso, acabei me decepcionando com a falta de ousadia;

- Chrono: pela primeira vez, “Decisive Battle with Magus” orquestrada. “RADICAL DREAMERS ~The Jewel That Has Not Been Stolen~” no violão estou acostumado, mas não com oboé – ficou esplêndida. Como o Bracht disse, o aperto na garganta é inevitável em “To Far Away Times”, e na seqüência ainda vem “Scars of Time”. É, “Chrono Trigger & Cross Suite” do PLAY!, você acaba de ser superada. Mas ainda não sei se vencerá “Chrono Trigger Medley ~Orchestra Version~” do Chrono Trigger Orchestra Extra Soundtracks, que terá “Wind Scene”, música ausente na versão do PS 2008;

- Já é de um tempo que isso me incomoda, e ficou muito mais claro do pouco que entendi pelo tradutor dos reports chineses: a veneração descomedida por Nobuo Uematsu, a ponto de eclipsar todo o universo gamístico-musical. Opa, claro que acho ele genial, mas fico com a impressão momentaneamente que game music se resume à Final Fantasy, e que Uematsu é o único compositor fora de série. Como se fosse FF e o resto… Não acho nada disso. Em alguns casos, o quinteto de produtores foi resumido a Nobuo Uematsu e sua equipe Press Start, ao passo que Shogo Sakai, Kazushige Nojima, Masahiro Sakurai e Taizo Takemoto estão praticamente em pé de igualdade na organização. Também tenho grande indignação com a constante repetição dos temas mais famosos de FF, o que impede que conhecemos outras composições pouco executadas (falo de FF mesmo), mas como concertos de game music na China são novidade, darei um desconto.

About these ads

8 Responses to “Press Start 2008: o concerto um pouco menos restrito”


  1. 1 Gustavo "Mancha" 11/11/2008 às 10:07 am

    Grande Alexei, novamente se mostrando o maior entendedor de game music em solo tupiniquim. :D
    Rapaz, algo que pode te animar, que eu estava comentando com o Pranda, é que o Tallarico me disse que eles estão trabalhando numa versão própria de Megaman pro VGL. Não sei queia músicas vão entrar nem a quantas anda, já que mal tive chance de trocar duas palavras com ele no VGL daqui de Brasília antes dele ser liberado pra autografar as camisetas dos fãs.
    E obrigado por compartilhar conosco essas preciosidades! O arranjo de Megaman 2 tá muito bom mesmo… e em Sonic, eu sinto muita falta das músicas do Sonic 2 e, talvez, de Sonic CD (que é minha trilha sonora favorita em Sonic, apesar do game em si não ser tão popular assim quando os 1, 2 e 3).

  2. 2 Alexei Barros 11/11/2008 às 10:37 am

    @ Gustavo “Mancha”

    Magina, haha! Rapaz, li sobre isso no report do VGL de Curitiba do Cido Coelho no NoReset, mas não me empolguei muito porque já vi em fóruns o Tallarico falar que queria colocar Shadow of the Colossus, Assassin’s Creed, Hitman, “Scars of Time” orquestrada… E como não vi nada disso ainda sempre fico com um pé atrás, principalmente porque é um jogo japonês, e que não havia sido arranjado antes (Mario, Zelda e Metroid são baseados em orquestrações de outros concertos), afinal a maioria das novidades são de jogos ocidentais recentes.

    Algo muito fácil que o VGL podia fazer para renovar o repertório é mandar o Richard Jacques fazer um medley do Sonic 2. Não tenho dúvidas que ficaria tão bom ou melhor do que a atual miscelânea do Sonic 1. Sou pouco familiarizado com as músicas do Sonic CD. Você se refere à japonesa ou à americana?

  3. 3 Gustavo "Mancha" 11/11/2008 às 1:09 pm

    @ Mestre Alexei

    Ambas, diga-se de passagem. Tanto a Japonesa/Européia quanto a Americana são ótimas, e eu acho que é justamente essa diferenciação que mais me encanta, porque apesar de mudarem as músicas nos EUA, a qualidade continuou altíssima. Mas, como todo santo jogo do Sonic, tem histórias que não sabemos e não sei se um dia vamos saber. Igual a coisa do Michael Jackson ter trabalhado em Sonic 3.

    Se tu tiver a bondade de me adicionar no msn (manchae@hotmail.com) aí, eu te explico direito o pq eu acho que dessa vez, não é só uma promessa do Tallarico. :D

    Abraço. o/

  4. 4 Alexei Barros 12/11/2008 às 7:58 pm

    Adicionado, Gustavo! Fiquei intrigado.


  1. 1 Press Start 2009: a nostalgia em forma de concerto « Hadouken Trackback em 14/05/2009 às 11:45 am
  2. 2 Press Start 2008: sample de Samurai Shodown « Hadouken Trackback em 19/06/2009 às 12:48 pm
  3. 3 O melhor extra de Chrono Trigger DS « Hadouken Trackback em 24/03/2010 às 2:07 pm
  4. 4 “Okami” – Okami (Press Start 2009 ~Symphony of Games~) « Hadouken Trackback em 31/08/2012 às 4:51 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr bannerlateral_consolesonoro bannerlateral_zeebobrasil bannerlateral_snk-neofighters brawlalliance_banner_copy
hadoukeninenglish hadoukenenespanol hadoukenenfrancais hadoukeninitaliano hadoukenindeutscher hadoukenjapones

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.533 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: