A expectativa por Press Start 2008

Por Alexei Barros

Agora sim! Minha projeção de 14 músicas do repertório do Press Start 2008 ~Symphony of Games~ estava equivocada: a relação fechou com 15 faixas. Aguardo ansiosamente pelas reportagens do concerto, que aconteceu hoje, dia 14 de setembro, no Bunkamura Orchard Hall, mesmo local da apresentação de 2006. A performance foi da Orquestra Filarmônica Kanagawa, que tocou no Orchestral Game Concert 5 em 1995.

Não sei se a tática das atualizações diárias no site oficial do Super Smash Bros. Brawl funcionou e estragou eventuais surpresas, mas acredito que o método adotado pelo PS 2008 de anunciar faixa por faixa, relembrando histórias por trás de cada música, no lugar de apregoar o set list de uma vez como qualquer récita faria, foi fantástico. Desde 9 de julho, minha expectativa só aumentou durante esses três meses, ciente de que não poderia ver o concerto. Ciente de que não haverá CD nem DVD. Ciente de que poderei ouvir somente um bootleg. Ciente de que a qualidade do bootleg pode ser horrenda. Ciente da possibilidade de o bootleg não existir.

Como mencionei por diversas vezes nos posts e nos comentários, a seleção me lembrou mais o PS 2006, em que jogos menos badalados foram tocados, do que o PS 2007, no qual todas as músicas eram opções de games afamados.  Excluindo “Melodies of Life” (Final Fantasy IX), que é óbvia demais e já foi cantada em três concertos da série, a maioria não consigo imaginar em qualquer outra apresentação.

Nota-se um equilíbrio de popularidade e obscuridade. Por razões diversas, Monster Hunter, Touch! Generations Medley, Ace Attorney, Mega Man 2, Super Mario Galaxy, Professor Layton, Sonic e Chrono Trigger & Cross são opções referentes às series em voga, ao passo que Wild Arms, Baten Kaitos, Spelunker, Samurai Shodown e Ys representam franquias menos comentadas atualmente. Uematsu’s Early Years Medley é um caso à parte: é a prova de que o PS 2008 é um concerto hardcore de game music, ou seja, o que importa é o compositor das músicas, não os jogos de onde as faixas vêm.

A maioria das minhas tentativas de adivinhação foi furada. Medleys de Streets of Rage e Street Fighter II não passam de devaneios; Grandia, Eternal Sonata, Gran Turismo 4, Metal Gear Solid 4, Blue Dragon, Lost Odyssey, Metroid, Katamari Damacy, Ace Combat 6 e Soulcalibur IV são bons candidatos para os próximos anos. Mas acertei Ace Attorney, Mega Man e Super Mario Galaxy ao menos.

Falando sobre as escolhas, Masahiro Sakurai comentou em uma coluna que até chegar ao fechamento da lista, foi feita uma pré-seleção de 40 jogos. Já possui candidatos para os anos vindouros, e preferiu não anunciá-los para fomentar a expectativa. E ainda disse algo muito interessante: as séries Tales e Suikoden foram cogitadas para integrar a relação, mas as respectivas produtoras (Namco e Konami) não permitiram. Interessante que no A Night in Fantasia 2007, não sei como, a Orquestra Sinfônica Eminence executou três músicas do Tales of Legendia.

Quando vierem as reportagens, pretendo fazer outro post, e mais outro caso consiga o bootleg. Desde já a minha maior ansiedade é para ouvir Mega Man 2; afinal orquestrar as músicas desse jogo é um acontecimento histórico.

Segue a relação final do set list, com os autores de cada anúncio – Nobuo Uematsu e Masahiro Sakurai escreveram quatro posts cada; Shogo Sakai e Kazushige Nojima três; e o maestro Taizo Takemoto ficou incumbido de revelar a inesperadíssima inclusão de Samurai Shodown.

Set list:

01 – Wild Arms: Shogo Sakai
02 – Super Mario Galaxy: Kazushige Nojima
03 – Monster Hunter: Nobuo Uematsu
04 – Spelunker: Masahiro Sakurai
05 – Touch! Generations Medley: Shogo Sakai
06 – Samurai Shodown: Taizo Takemoto
07 – Uematsu’s Early Years Medley: Nobuo Uematsu
08 – Ace Attorney: Masahiro Sakurai
09 – Baten Kaitos: Nobuo Uematsu
10 – Mega Man 2: Masahiro Sakurai
11 – Professor Layton: Kazushige Nojima
12 – Ys: Shogo Sakai
13 – Final Fantasy IX: Kazushige Nojima
14 – [Bis] Sonic the Hedgehog: Masahiro Sakurai
15 – [Bis] Chrono Trigger & Cross: Nobuo Uematsu

About these ads

6 Responses to “A expectativa por Press Start 2008”


  1. 2 Fabão 14/09/2008 às 7:40 pm

    Errrr, não era o primeiro não. Tem outros com horário anterior até. :P
    Abaixo alguns reports que encontrei:

    Report 1
    Report 2
    Report 3
    Report 4
    Report 5
    Report 6
    Report 7

    A blogosfera japonesa está pipocando impressões do concerto. Logo devem vir as dos sites profissionais. Tomara que um bootleg não demore a surgir também… T.T

  2. 3 Alexei Barros 14/09/2008 às 11:17 pm

    Valeu pelos links, Fabão. O que eu consegui descobrir por meio do tradutor, mas não são informações 100% confiáveis ainda:

    – De acordo com o Report 1, o Haruo Kubota (窪田晴男) tocou guitarra nos medleys de Wild Arms (!), Super Mario Galaxy (!!) e Chrono Trigger & Cross (!!!). Fico com a mesma dúvida que tivemos no post do Wild Arms se é guitarra ou violão por conta de “guitar”. Lembro que no PS 2006 e PS 2007 ele tocou guitarra mesmo;

    – O Report Zero, por assim dizer, e o Report 4 dizem que Grandia foi citado no palco por algum motivo;

    – Ys, de acordo com o Report 6, e Monster Hunter, segundo o Report 4, foram os mesmo segmentos do Press Start 2006;

    – Aparentemente, o medley do Mega Man 2 tem praticamente todas as músicas que havia mencionado no post (“Title”, “Crashman Stage”, “Woodman Stage” etc), segundo o Report 1 e 7;

    – O medley do Ace Attorney teve os temas do Phoenix Wright, Miles Edgeworth e ainda outra música conforme diz o Report 6;

    – O Report 6 fala que o medley das primeiras músicas do Uematsu abarcou Alpha, King’s Knight, 3-D WorldRunner, Makai Toushi SaGa (Final Fantasy Legend) e Hanjuku Hero.

  3. 4 Fabão 15/09/2008 às 12:01 am

    Ah, e depois do trecho de Samurai Spirits, quinta música do primeiro ato (que acabou sendo mesmo Song of Man – Sun), uma surpresa: tocaram um tema do jogo Ninja Warriors, da Taito, originalmente da Zuntata. Foi a música que toca aos 3’55 deste vídeo, que é similar em estilo às músicas de Samurai Spirits. Aliás, na performance de ambos, a orquestra tocou em conjunto com Takemi Hirohara, tocador do tradicional instrumento Shamisen. Aliás, no blog do Hirohara, ele já anunciava a sua participação no trecho desde o dia 2.

  4. 5 Alexei Barros 15/09/2008 às 8:38 am

    Puxa, o segmento do Samurai Shodown podia ser um medley, hein… :(

    Bem que eu vi o “1-5EX” no report 1 e havia estranhado, mas não entendido. E como não anunciaram a música no site oficial antes?

    Caso já não tenha visto, dá uma olhada nesse vídeo de 1990 da Zuntata: a partir de 3:07 há um fantástico solo de Shamisen exatamente dessa música, “Daddy Mulk”, do Ninja Warriors!

  5. 6 Fernando Mucioli 16/09/2008 às 3:16 pm

    Olhando agora o report da Famitsu, bate uma tristeza que o segmento de Samurai Spirits tenha sido tão pequeno…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr bannerlateral_consolesonoro bannerlateral_zeebobrasil bannerlateral_snk-neofighters brawlalliance_banner_copy
hadoukeninenglish hadoukenenespanol hadoukenenfrancais hadoukeninitaliano hadoukenindeutscher hadoukenjapones

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.545 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: