Entrevista com produtor (ou quase) de Apollo Justice: Ace Attorney

aceattorney4.jpg

Por Claudio Prandoni

Quem acompanha o Hadouken sabe que sou fã da série Phoenix Wright. O Alexei também, mas o lance dele é mais no campo musical.

Melhor dizendo, agora tenho de me acostumar a chamar a série de Ace Attorney, já que o quarto capítulo traz um novo protagonista e zoou toda minha nomenclatura informal. Minha fissura pelo novo Apollo Justice que até eclipsou o brilho de minha estadia em Saint Mystere, do Professor Laílton e a Vila Curiosa, e me fez guardar (por ainda mais tempo) a chave do quarto 215, de Hotel Dusk – aliás, isso tudo é papo para um outro post.

Petulante como nunca, corri atrás de uma entrevista com alguém da Capcom para falar sobre o novo jogo. Minha intenção era inicial era falar com a produtora Minae Matsukawa, mas ela não estava disponível e quem acabou respondendo foi Colin Ferris, gerente de marketing da franquia. Respostas pouco reveladoras, porém simpáticas.

Hadouken: Por que vocês decidiram trocar o personagem principal da série Ace Attorney? Como os fãs vêm reagindo a esta mudança?

Colin Ferris: O universo da série Ace Attorney é tão rico em personagens que quisemos dar aos gamers a oportunidades de ver este mundo por um diferente par de olhos. Até agora, as reações têm sido fantásticas. Os fãs estão adorando Apollo Justice e como ele vai tropeçando pelo caminho na estréia como novato. Até me perguntaram se a Capcom lançaria um programa de treinamento vocal “Chords of Steel”! [NE: O mesmo usado pelo protagonista no game]

Hadouken: Uma grande característica dos casos de Phoenix Wright era o auxílio espiritual das integrantes da família Fey. Que elementos de jogabilidade e narrativa foram implementados para compensar a ausência desta ajuda do outro mundo?

Colin: Apollo Justice possui habilidades únicas para compensar a falta de ajuda spiritual que existe nos jogos passado. Não apenas sua assistente, Trucy, usa mágicas para distrair o tribunal quando necessário, Apollo tem truques novos nas mangas. Ele pode notar sutis detalhes de linguagem corporal, como no pôquer, que lhe permitem saber quando alguém está mentindo.

emapw4_small2.jpg Hadouken: Devo confessar: ver Ema Skye em Apollo Justice foi uma grande surpresa.

Quando ela foi criada para o caso especial no remake para DS do primeiro Ace Attorney já estava planejado que ela iria aparecer em Apollo Justice?

Colin: Conforme o universo Ace Attorney cresce, não queremos esquecer dos personagens do passado. Só porque ele não está no último Ace Attorney quer dizer que não aparecerá no futuro. Quanto a Ema, nós adoramos ela e ficamos muito felizes em trazê-la de volta com um papel maior em Apollo Justice.

Hadouken: Apesar de o hardware Nintendo DS ser amplamente superior ao do Game Boy Advance – para o qual foi lançada originalmente a primeira trilogia Ace Attorney no Japão – Apollo Justice não apresenta um grande salto qualitativo em termos de gráficos e som? Por quê?

Colin: Ace Attorney tem um visual e ambientação únicas que não desejamos mudar. Tendo dito isto, há diversas mudanças sutis que são novidades. Desde as recriações 3D das cenas de crime até os novos instrumentos legistas que deve-se aprender a usar, nós focamos em expandir a jogabilidade para combinar com as características únicas que o DS oferece. Meu pessoal favorito é quando as pessoas me olham estranho no trem quando grito “Objection!” para o meu Nintendo DS.

Hadouken: Como foi o processo de localização de Apollo Justice? Houve algum termo ou diálogo específico que foi difícil de adaptar?

Colin: O time de localização de Apollo Justice é excelente. Tendo trabalhado em diversos jogos japoneses no passado, digo honestamente que eles são a melhor equipe com quem já trabalhei.

Hadouken: Falando sobre o futuro: a produtora Minae Matsukawa já confirmou que vem aí um quinto episódio da série Ace Attorney. Poderia nos dizer algo sobre ele?

Colin: Eu gostaria de poder lhe contar todas as coisas excitantes que temos planejadas para a próxima incursão da série, mas você terá de esperar. Temos grandes surpresas guardadas para os fãs.

Hadouken: Qual s possibilidade de vermos um game da série Ace Attorney no Wii? Adoraríamos usar o Wiimote para apontar o dedo na cara de promotores e gritar “Objection!” para nossas TVs.

Colin: Por ora, não temos planos de levar Ace Attorney para nenhum outro sistema. Sentimos que o DS é a casa perfeita para a série.

pwencyclopedia.jpgHadouken: Alguma chance de vermos um lançamento ocidental da Gyakuten Saiban Encyclopedia que veio na Edição Especial de Gyakuten Saiban 4 no Japão?

Colin: Estamos pesquisando maneiras de lançá-la fora do Japão. Contudo, no momento não há nenhum plano definitivo para a enciclopédia digital.

Hadouken: Qual seu personagem favorito da série? Por quê?

Colin: Sou um grande fã de Winston Payne, muito por conta de seus cortes de cabelo. Eu adoro ver os diferentes estilos que a equipe cria para ele em cada nova versão.

wp_small.jpg

Hadouken: Apesar de os jogos terem muito texto em inglês, há muitos fãs da série Ace Attorney. Poderia mandar um recado – ou uma objeção – para eles?

Colin: Gostaria de agradecer pessoalmente a todos os fãs por gostarem de nosso jogo. Enquanto fãs como vocês estiverem comprando, continuaremos a fazê-los. Espero que vocês se divirtam tanto jogando Apollo Justice: Ace Attorney quanto nós tivemos em produzir o game.

===||===

Abaixo, o fantástico trailer de Apollo Justice: Ace Attorney (de novo).

About these ads

26 Responses to “Entrevista com produtor (ou quase) de Apollo Justice: Ace Attorney”


  1. 1 Rodrigo Budrush 28/02/2008 às 2:15 pm

    Parabéns pela entrevista! Mas que blog chique do úrtimo, ara! :)

  2. 2 Alexei Barros 28/02/2008 às 2:26 pm

    Enquanto eu me limito a reproduzir o trabalho de outrem, o advogado Prandoni interage com os maiores cérebros da indústria do entretenimento. Quase mais nada a declarar…

    “Alexei também, mas o lance dele é mais no campo musical”.

    Pois é, ainda não consegui sair do campo musical por falta de tempo mesmo, ainda mais com o Professor Laílton agora…

    “…e me fez guardar (por ainda mais tempo) a chave do quarto 215, de Hotel Dusk”.

    Bom, a minha chave…Devo tê-la jogado fora…

  3. 3 Fabio Bracht 28/02/2008 às 4:39 pm

    A minha chave do 215 tá guardadinha ainda, mas sinceramente eu não tenho a menor idéia de quando vou usá-la. A sorte é que eu já joguei uma meia hora, o suficiente para ficar mais ou menos curioso sobre o desenrolar da história.

    Mas, sério, agora não consigo largar do 360… E ainda tenho 2,2 Ace Attorney pra terminar antes de poder pegar o Apollo Justice.

    Ah, e sobre a entrevista… pra quê comentar se eu posso divulgar? http://continue.com.br/28/02/2008/um-pequeno-toque-entrevista-internacional-sobre-apollo-justice-ace-attorney-no-hadouken

  4. 4 Gustavo Hitzschky 28/02/2008 às 5:57 pm

    Fantástico, fantástico…
    Enquanto vocês gênios toman chá com bolacha com Miyamoto num fim de tarde japonês, eu me contento em comer pão com manteiga molhado no café com leite no Imirim…
    Anuncio desde já o meu desligamento completo do Hadouken, visto que emporcalho este ilustre blog com a minha pestilente e esporádica presença…

  5. 5 Lipedal 28/02/2008 às 6:01 pm

    Ótima entrevista! Sou também um grande fã da série Pho… Ace Attorney, e provavelmente faria as mesmas perguntas caso fosse o entrevistador. Pena que o entrevistado não respondeu quanto à Ema, é uma das minhas grandes dúvidas em relação à nova série/trilogia :P

    Novamente, parabéns pela entrevista :D

  6. 6 Lipedal 28/02/2008 às 6:03 pm

    Opa, esqueci de me apresentar devidamente.

    Olá, meu nome é Felipe Dal Molin e tenho algo a confessar: sou viciado na série Phoenix Wright. Não chego a ser compulsivo, mas é disparadamente minha franquia preferida no DS.

    Pronto, agora sim.

  7. 7 Rafael Lemos 28/02/2008 às 7:16 pm

    Depois desse post, Hadouken foi orgulhosamente colocado no meu Blogroll, e, adivinha, sou um grande fã de Ace Attorney também.

  8. 8 Fabão 28/02/2008 às 10:23 pm

    Gente, não sei se vocês perceberam, mas estão no blog da Capcom. ^_^
    Parabéns!!! \o/

    http://blog.capcom.com/archives/957

  9. 9 Claudio Prandoni 28/02/2008 às 11:35 pm

    o.O
    Por essa nem meus sonhos mais ambiciosos imaginavam, Fabão.

    Valeu pelo toque!

    Já para o Alexei e o Hitzman foi apenas mais uma mera citação no âmbito global esférico do jornalismo de games.

  10. 10 Rafael Lemos 29/02/2008 às 1:58 am

    Os caras alopraram o português lá HAHAHAH!

  11. 11 Lucas Patricio 29/02/2008 às 3:02 am

    OMG…Que matéria PHODA…Parabens mesmo Pranda, ta sensacional *.*

    Como a gente conversou aquele dia, a série é fantástica! Fiquei com vontade de voltar a jogar pra pasar das fases que já havia passado, novamente. hehe

    Forte abraço!

  12. 12 Lelis 29/02/2008 às 1:30 pm

    Eu também ainda não me acostumei com o nome. Mas vejamos pelo possível lado possitivo: Uma reivenção da série, com clima novo, personagem novo..

    ah, vai acabar que eu vou é chamar de Phoenix mesmo xD

    Curti teu blog cara ^^

  13. 13 Claudio Prandoni 29/02/2008 às 5:29 pm

    Te falar, Lelis: não me acostumo a chamar a série de Ace Attorney.

    Pra mim, o Apollo Justice é Phoenix Wright 4.
    E ponto!

    Falow!

  14. 14 Gustavo Oliveira 29/02/2008 às 9:04 pm

    ô caray,
    A gringaiada tirou onda com a nossa cara!

    Mas a entrevista está um barato!
    Muito boa mesmo…

  15. 15 Matheus Aguiar 04/03/2008 às 12:58 am

    Muito boa a entrevista.

    Agora bom mesmo é o jogo, virge. E ainda tem muita coisa pra extrair da “nova” série, esse foi só o começo.

  16. 16 Ness 31/03/2008 às 7:48 am

    Depois desse post, Hadouken foi orgulhosamente colocado no meu Blogroll, e, adivinha, sou um grande fã de Ace Attorney também.[2]

  17. 17 Rebeca 06/07/2009 às 11:17 pm

    Klavier e Kristoph lindos!!!!! *___*

    Que demais a entrevista e ser citado no blog da Capcom, hein Pranda?! Mucho bãaaaao, congratulations!!!! \o/

    =D


  1. 1 Um pequeno toque: entrevista internacional sobre Apollo Justice: Ace Attorney no Hadouken - Continue » Trackback em 28/02/2008 às 4:40 pm
  2. 2 Brasileiro na Capcom? Quase… « GoLuck Trackback em 29/02/2008 às 3:59 pm
  3. 3 Da chatice para a dramaticidade « Hadouken Trackback em 01/03/2008 às 1:22 am
  4. 4 For the record « Hadouken Trackback em 04/03/2008 às 4:22 am
  5. 5 Resident Evil 5: novas informações direto da Famitsu - Continue » Trackback em 19/05/2008 às 2:34 pm
  6. 6 PW JfA Frenzy « Hadouken Trackback em 21/08/2008 às 12:54 am
  7. 7 PW: AA - TaT Frenzy « Hadouken Trackback em 01/10/2008 às 12:39 am
  8. 8 Escalpe Hadouken 2008 « Hadouken Trackback em 31/12/2008 às 9:30 pm
  9. 9 Artwork do dia: brasileiros no blog da Capcom, again!! « Hadouken Trackback em 05/07/2009 às 12:14 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr bannerlateral_consolesonoro bannerlateral_zeebobrasil bannerlateral_snk-neofighters brawlalliance_banner_copy
hadoukeninenglish hadoukenenespanol hadoukenenfrancais hadoukeninitaliano hadoukenindeutscher hadoukenjapones

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.532 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: