Press Start 2007: o novo Orchestral Game Concert?


Por Alexei Barros

Em 1986, principiava com Dragon Quest Suite os concertos com músicas de jogos no Japão sob a batuta de Koichi Sugiyama. Três anos depois veio Final Fantasy Symphonic Suite, o primeiro de muitos da grife FF. A despeito do pioneirismo dos dois, foi a série Orchestral Game Concert que criou um novo paradigma em apresentações de game music.

Em vez de uma franquia, diversas, incluindo Dragon Quest e Final Fantasy, com ênfase em títulos do Super Nintendo. Pela primeira oportunidade se ouvia o tema do Super Mario Bros. tocado por uma orquestra. Melodias de jogos importantes daquela época também receberam arranjos sinfônicos, tais como The Legend of Zelda, Super Mario World, Yoshi’s Island, Donkey Kong Country, Chrono Trigger, Secret of Mana, Star Fox e Super Metroid. Lá que a ópera “The Dream Oath ‘Maria and Draco” do FFVI foi reproduzida na íntegra, com 23 minutos de duração. No total, cinco apresentações – de 1991 a 1995 –, que inspiraram a criação de outros concertos.

O legado foi herdado por Video Games Live (EUA), PLAY! A Video Game Symphony (EUA), que  organizam espetáculos em vários lugares do mundo, e Symphonic Game Music Concert (Alemanha) e o A Night in Fantasia (Austrália), que realizam uma apresentação por ano. Mas não havia proveniente do Japão de trilhas de empresas diferentes como o Orchestral Game Concert.

Não havia até o ano passado – onze anos depois do último OGC. Eis que surgiu o Press Start ~ Symphony of Games ~. O repertório estava longe de fazer frente ao OGC em termos de significância, apesar de  ICO, Zone of the Enders 2, Metal Gear Solid 2, OutRun e Zelda.

Pensei que seria uma apresentação única. Estava enganado. Nos dias 17 e 22 de setembro aconteceu em Osaka e Yokohama a edição 2007 do concerto organizado por Nobuo Uematsu, Masahiro Sakurai, Shogo Sakai, Kazushige Nojima e Taizo Takemoto. Os convidados? Yuzo Koshiro e Keiki Kobayashi. E como em 2006, tive a oportunidade de ouvir um bootleg. A qualidade é razoável para ruim, mas o suficiente para ter uma idéia da grandiosidade.

pressstart.jpg

O set list mudou completamente: apenas duas faixas foram reprisadas. Isso sim é renovação. Houve um avanço substancial em relação aos musicistas. No ano passado era apenas a Tokyo City Philharmonic Orchestra e eventuais solistas. Novamente sob a regência de Taizo Takemoto, desta vez formou-se a Press Start Gadget Orchestra, que combina instrumentos de uma orquestra erudita (cordas, metais, madeiras etc.) com a de uma banda (baixo, guitarra, bateria e teclado) – algo que é feito no Brasil pela Orquestra Jazz Sinfônica. Essa combinação permite executar músicas com muito mais impacto e também amplia a gama de melodias que podem ser interpretadas com fidelidade e perfeição. Também estreou um coral.

Minha empolgação foi tanta que preferi comentar cada uma das faixas da apresentação de Yokohama  (e uma exclusiva de Osaka) baseando-se no bootleg.
Ato I

01 – “Main Theme (Super Smash Bros. Brawl)
Original: “Main Theme”

Composição: Nobuo Uematsu
Arranjo: Shogo Sakai

Pois é, o Press Start 2007 começou com a música que encerrou o show no ano passado, quando foi totalmente instrumental. Desta vez teve coro, tenor (Ken Nishikiori) e soprano (Oriko Takahashi) seguindo a versão do trailer promocional do jogo. Ou não. Ao vivo  ficou até melhor: a inédita introdução na bateria e percussão, o acompanhamento da guitarra e os improvisos dos cantores a deixaram ainda mais fabulosa.

02 – “LocoRoco Main Theme (LocoRoco)
Original: “LocoRoco’s Song ~LocoRoco Yellow Version~”

Composição: Nobuyuki Shimizu
Arranjo: Kazuhiko Toyama

Como nunca tocaram essa exótica música antes? Assim como no jogo é cantada na indecifrável língua LocoRoco, só que aqui é um coral de adultos e não crianças. Perde um pouco da identidade da original, mas o público pareceu não se importar com isso, acompanhando a canção com as palmas.

03 – “ActRaiser Medley” (ActRaiser)
Originais: “Opening” ~ “Offering” ~ “Ending”

Composição: Yuzo Koshiro
Arranjo: Kazuhiko Toyama

Se no Press Start 2006 tinha Ys, o PS 2007 agora conta com Actraiser do mestre Koshiro. Obviamente, ela é inspirada no excepcional CD Synphonic Suite from Actraiser, em que as músicas do jogo do SNES foram orquestradas soberbamente pelo próprio autor e por Kaoru Wada. O medley é idêntico do concerto alemão Second Symphonic Game Music Concert, com a suntuosidade da faixa da tela título, a singeleza de “Offering” e a magnitude do encerramento, que é idêntica à vinheta da 20th Century Fox. Só lamento as ausências de “Birth of the People” e “Fillmore”, as minhas preferidas.

04 – “Shooting Medley” (diversos)
Originais: Galaga ~ “1st Stage” (Gradius) ~ “1st Stage” (Twinbee) ~ “Star Fox Theme” (Star Fox) ~ Space Invaders ~ “Opa-Opa!” (Fantasy Zone)~ “After Burner” (After Burner) ~ “Captain Neo” (Darius) ~ “Theme” (Space Harrier) ~ “The Legend of Silpheed” (Silpheed) ~ “Boss Theme” (R-Type) ~ “Boss Theme” (Star Force) ~ “1st Stage” (Commando) ~ “Start” (Xevious) ~ “Boss Theme” (Star Soldier) ~ “Poison of Snake” (Boss BGM)” (Salamander) ~ “Ending” (Star Luster)

Composição: diversos
Arranjo: Nobuyuki Nakamura

Pára tudo. Esse medley com melodias dos jogos de navinha é uma das coisas mais fantásticas que já ouvi. Primeiro, porque tem músicas de nada menos do que 17 jogos diferentes das empresas das mais diversas (Konami, Capcom, Taito, Konami, Namco, Nintendo, Sega…). Segundo, porque possui Gradius. Não consigo entender como uma trilha tão influente, que inspirou compositores como Yuzo Koshiro e Hitoshi Sakimoto, nunca havia sido tocada antes em um concerto orquestrado, ainda mais que a Konami já lançou CDs em versões sinfônicas, como o Gradius Suite Fantasia e o Gradius in Classic I e II. E a escolha para esse medley foi perfeita. Justamente a da fase inicial do primeiro da série, que é mais clássica.

Aliás, deveriam fazer uma pausa maior na troca de um jogo e outro, pois ouvi-la entre as melodias de Galaga (feita por clarinetes, flautas e o pizzicato dos violinos) e Twinbee (com trompetes e trombones inspirados) pode causar ataque cardíaco. Principalmente porque vem na seqüência Star Fox e Space Invaders (com sirene). Opa! Opa! Aí surge um solo de baixo evocando Fantasy Zone e, para completar, After Burner. Depois é a vez da guitarra solar em “Captain Neo” (Darius) e no tema de Space Harrier. Se acabasse assim já estaria ótimo, só que daí você descobre que mal passou da metade do medley. Das restantes, destaco Star Force (muito por tê-lo jogado bastante no glorioso Top Game) e Salamander (pela ótima trilha).

Faltou algum jogo importante? Boa pergunta. Só sei que “Shooters Medley” comprova o apelo nostálgico do show, uma vez que no ano passado tinham sido apresentados os saudosos “Puzzle Medley” e o “Namco Arcade Medley”. Já estou na expectativa para saber o que vão preparar para 2008. Um “Konami MSX Medley” não seria má idéia…

05 – “Zero (Ace Combat Zero: The Belkan War)
Original: “Zero”

Composição: Keiki Kobayashi
Arranjo: Kazuhiko Toyama

A versão do PS 2007 está um pouco diferente da original. Os sons eletrônicos na introdução sumiram. As castanholas e as palmas também desapareceram no acompanhamento do violão à la Flamenco no meio da música. Para compensar, o solo da soprano Oriko Takahashi e o coral são tão belos como na original.

06 – “Shadow of the Colossus Medley” (Shadow of the Colossus)
Originais: “Revived Power ~ Battle With the Colossus” ~ “Grotesque Figures ~ Battle With the Colossus~”

Composição: Kow Otani
Arranjo: Kazuhiko Toyama

Qualquer música do Shadow of the Colossus causa arrepios, principalmente a quem tenha jogado. Melhor ainda quando tocam duas ininterruptamente. Marcante, emocionante. A primeira parte foi apresentada no A Night in Fantasia 2007 e a outra nunca havia sido interpretada até então por outros concertos de grande porte.

07 – “Fire Emblem Main Theme” (Fire Emblem)

Composição: Yuka Tsujiyoko
Arranjo: Shogo Sakai

Assim como a maioria absoluta das franquias da Nintendo, o RPG estratégico que há poucos anos vêm sendo descoberto pelos jogadores ocidentais também tem uma excelente trilha sonora. Esperava ouvir uma versão instrumental como em outros concertos. Porém, os cantores Ken Nishikiori e Oriko Takahashi retornaram para interpretar o tema da série em uma versão um pouco diferente, mais animada e arrojada, com baixo e bateria. Gostei desta.

Ato II

08 A – “Yet… Oh See Mind” (God Hand) [Osaka]

Composição: Masafumi Takada

Não obstante o concerto se chamar “Symphony of Games”, também há espaço para bandas, reminiscência dos tempos de Game Music Festival, em que os compositores de produtoras como Sega, Konami e Capcom formavam grupos musicais. Na apresentação de Osaka esteve presente o ghm sound team, a equipe de som do estúdio Grasshopper Manufacture do perturbador killer7. E então por que tocaram God Hand se o jogo de pancadaria desenfreada foi feito pelo Clover Studio? O autor da trilha, Masafumi Takada, é da Grasshopper. A performance é totalmente dispensável. Com oito minutos de muita guitarra, é bastante repetitiva e depois entra um cantor aparentemente desencontrado. O pior de tudo é que esqueceram da melhor música do God Hand: “Gene’s Rock-a-bye”, aquela parecida com o tema do seriado Havaí Cinco-0.

08 B – “Quartet” (Quartet) [Yokohama]
Originais: “FM Funk” ~ “Oki Rap”~ “Stage Clear”

Composição: Katsuhiro Hayashi

“Press Start 2007! Big Start!!!”, brada Takenobu Mitsuyoshi, que em seguida arrebenta com um explosivo baixo slap em no medley de Quartet, um resumo do “Quartet Medley 2005” do SDI & Quartet ~SEGA System 16 Collection~ Original Soundtrack. Em vez de passar por “Sky” e “Quartet Theme” após a “FM Funk” como no medley do álbum, aqui a música pula direto para “OKI RAP”, encerrando apoteoticamente com “Stage Clear”. Ainda assim, completamente sensacional. O afinado trompete de Mitsuharu Fukuyama confere um tempero ímpar.

08 C – “Let’s Go Away” (Daytona USA) [Yokohama]

Composição: Takenobu Mituyoshi

Não bastasse “Quartet”, o público de Yokohama saiu privilegiado, pois a H., formada por dois ex-integrantes da extinta S.S.T. Band (Sega), Hiroshi Miyauchi e Takenobu Mitsuyoshi, ainda tocaram “Let’s Go Away!” do Daytona USA, que é composta e cantada pelo segundo e até já foi apresentada no PLAY! A Video Game Symphony e no Hyper Game Music Event 2007. Empolgadíssimo, Mitsuyoshi mostra como o tema do jogo é extremamente cativante.

09 – “Chrono Trigger” (Chrono Trigger)
Originais: “Chrono Trigger” ~ “Crono and Marle”

Composição: Yasunori Mitsuda
Arranjo: Nobuyuki Nakamura

Eis um espólio da série Orchestral Game Concert: é o mesmíssimo arranjo do tema do RPG do SNES executado na última edição da série em 1995, ainda que, estranhamente o crédito seja dado a Nobuyuki Nakamura, enquanto que quem é o arranjador no OGC 5 é o Kosuke Onozaki. Cordas e metais foram adaptados perfeitamente para interpretar cada nota sintetizada do tema do jogo, com uma breve pausa para “Crono and Marle”. Simples e direto. Perfeito.

10 - “The Elders Scrolls IV: Oblivion Suite” (The Elders Scrolls IV: Oblivion)
Originais: “Reign of the Septims” ~ “Bloodlust” ~ “Glory of Cyrodil”

Composição: Jeremy Soule
Arranjo: Jeremy Soule

O que um jogo ocidental faz em meio a tantos títulos japoneses? Nobuo Uematsu gostou da suíte do Oblivion no PLAY! A Video Game Symphony e solicitou que fosse incluso um medley – parecido, só que com seleção diferente – no Press Start 2007. Nada de músicas estrondosas ou animadas; o trabalho de Jeremy Soule é caracterizado pela serenidade de faixas incidentais e contidas.

11 – “Super Mario Bros.” (Super Mario Bros.)
Original: “Overworld”

Composição: Koji Kondo
Arranjo: Keiichi Oku

Mais básico impossível: o tema orquestrado com uma variação mais veloz para simular o tempo da fase acabando. Também muito curto, somando pouco mais de dois minutos, e terminando de forma abrupta. Se for para colocar Mario, não pode ser de qualquer jeito. Merecia um medley decente. Cadê as músicas dos outros jogos da série?

12 – “Castlevania Medley” (Castlevania, Castlevania II: Simon’s Quest, Castlevania III: Dracula’s Curse e Castlevania: Rondo of Blood)
Originais: “Prologue” ~ “Vampire Killer” (Castlevania) ~ “Bloody Tears” (Castlevania II: Simon’s Quest) ~ “Prelude” ~ “Beginning” ~ “Clockwork” (Castlevania III: Dracula’s Curse) ~ “Bloodlines” (Castlevania: Rondo of Blood) ~ “Ending” (Castlevania III: Dracula’s Curse)

Composição: Konami Kukeiha Club
Arranjo: Keiichi Oku

Tocar logo no começo “Prologue” (aquela melodia de cerca de dez segundos que toca quando Chris Belmont avista o castelo do Drácula no primeiro Castlevania) faz toda a diferença. Não sei como nunca pensaram nisso antes. Ouvi-la em versão orquestrada é arrebatador, ainda mais seguida da música da fase inicial. E também não entendo o motivo por nunca terem incluindo antes “Bloody Tears”, recorrentemente citada pelos fãs como uma das melhores da série. Depois entra a harpa e cello da música da tela-título de Castlevania III, seguida da triunfal entrada da bateria que abre o caminho para os metais destruírem em “Beginning” e as cordas em “Clockwork”. Subitamente o saxofone então interpreta o animado tema da primeira fase de Rondo of Blood, logo emendada pelo final do primeiro Castlevania. O mais incrível desse admirável medley é que ele se dá ao luxo de não incorporar nenhuma do Super Castlevania IV ou do Symphony of the Night.

13 – “Geki! Teikoku Kagekidan (Sakura Wars)
Original: “Geki! Teikoku Kagekidan

Composição: Kohei Tanaka
Arranjo: Yasuhiro Misawa

Canção cantada por Chisa Yokoyama, a dubladora de Sakura Shinguji no anime o qual o jogo do Sega Saturno é baseado. Os metais afiados e solos de saxofone empolgam, mas fica a sensação de que ela sobrou diante das outras. Sakura Wars pode até ter uma legião de fãs no Japão, porém o que ela é perto de Zelda, Mario, Chrono Trigger e outros tocados aqui?

14 - “Kingdom Hearts Medley” (Kingdom Hearts)
Originais: “Hikari” ~ “Fragments of Sorrow”~ “Dearly Beloved” ~ “Traverse Town” ~ “Hikari”

Composição: Hikaru Utada e Yoko Shimomura
Arranjo: Nobuyuki Nakamura

Não adota nenhuma do KH II, mas é extraordinário. Em vez de somente “Hikari”, há uma seleção com esta e algumas faixas instrumentais da Yoko Shimomura. A música principal abre e fecha a antologia, que abrange ainda “Fragments of Sorrow”, tema de batalha só que sem coral, “Dearly Beloved”, o belo solo de piano da tela-título e “Traverse Town”, tema da primeira cidade que é a melhor parte desse medley.

Outra que questiono a razão para nunca terem tocado antes. Curioso que costumeiramente selecionam apenas os temas de abertura ou encerramento para ser tocado nos concertos (digo isso de qualquer game), quando há faixas na parte jogável que ficam muito mais frescas na memória pelo simples fato de você tê-las ouvido repetidas vezes. “Traverse Town” é um bom exemplo disso. Ao vivo ficou ainda melhor, pois enquanto no original era um clarinete (sintetizado, na verdade) que tocava a melodia, aqui é um saxofone, o que amplia a levada jazz da música.

15 – [Bis] “The Legend of Zelda Medley 2006″ (The Legend of Zelda, The Legend of Zelda: A Link to the Past, The Legend of Zelda: Ocarina of Time)
Originais: “Overworld” (The Legend of Zelda) ~ “Dark World” (The Legend of Zelda: A Link to the Past) ~ “Zelda’s Theme” ~ “Overworld” (The Legend of Zelda: Ocarina of Time)

Composição: Koji Kondo
Arranjo: Mahito Yokota

Reprise da apresentação do ano passado, é um dos mais completos medleys da série Zelda, abraçando as músicas mais memoráveis da série, como “Dark Overword” do A Link to the Past e o “Overworld” de Ocarina of Time – este segundo um pouco menos impactante do que a versão do Mario & Zelda Big Band Live. Preciso dizer que supera o do VGL, que só inclui o tema principal?

16 – [Bis] “Advent One-Winged Angel” (Final Fantasy VII)
Original: “Advent One-Winged Angel”

Composição: Nobuo Uematsu
Arranjo: Shiro Hamaguchi e Kenichiro Fukui

Impressionante que a música da última peleja do FFVII está atualmente na maioria dos concertos de game music: Video Games Live, PLAY!, A Night in Fantasia 2007… Chega  a saturar. Em Osaka tocaram somente “OWA”, ao passo que em Yokohama foi executada a versão “Advent”, com a performance surpresa do The Black Mages. Novamente o pessoal de Yokohama levou a melhor.

Veredicto à distância

O repertório do Press Start 2007 não foi só mil vezes melhor que o do ano passado, como suplanta a maioria dos concertos de game music dos EUA. Tirando Sakura Wars, não há franquias irrelevantes. É uma mistura muito bem dosada de temas com arranjos conhecidos de clássicos (Actraiser e Chrono Trigger), obviedades (tema do Mario 1 e “OWA”), ótimos medleys de títulos antigos ou recentes (Castlevania, Zelda e Kingdom Hearts) e novidades (Super Smash Bros. Brawl, Ace Combat Zero, LocoRoco e Shadow of the Colossus). Por ser um jogador nostálgico, o “Shooting Medley” é o meu preferido e só aumenta a minha revolta por não lançarem um CD oficial dessa apresentação para poder agraciá-la em melhor qualidade. Enquanto não fazem, fico na expectativa para o Press Start 2008. Se a renovação para o ano que vem for na mesma intensidade que a de 2007, teremos o mais digno herdeiro da série Orchestral Game Concert.

Agradecimentos ao seanne e ao Carl Larson por compartilharem os bootlegs.

32 Responses to “Press Start 2007: o novo Orchestral Game Concert?”


  1. 1 Gustavo Oliveira 09/10/2007 às 8:00 pm

    Mestre Alexei curte uma Videogame music hein?

    Adicionei o Hadouken no meu novo blog, o NoReset. Continuo firme e forte no Audiogame

    Quem quiser dê uma passadinha lá, basta clicar no meu nome.

  2. 2 Alexei Barros 10/10/2007 às 1:31 am

    Opa, mestre Gustavo…Estamos aqui para isso! O NoReset já foi adicionado na lista de blogs do Hadouken.

    Abraço!

  3. 3 Eric 14/10/2007 às 1:45 am

    Realmente o ActRaiser Symphonic Suite é sensacional. Às vezes fico me perguntando se as músicas foram realmente compostas para um jogo, ou se o compositor é mesmo Yuzo Koshiro. Parece uma suíte de música clássica, mas clássica MESMO, composta no século 18. Não é como algum álbum do Uematsu ou do Mitsuda, que são trilhas sonoras orquestradas.

    Agora, eu pagaria o que fosse preciso só para escutar duas músicas desse repertório: o “Shmup Medley” e o “SotC Medley”.

    O primeiro por trazer toda a nostalgia de dezenas de jogos que marcaram a infância, principalmente Gradius (faltou você citar a trilha com o nome mais bonito que já vi: Gradius III Symphonic Poetry).

    E o segundo, bem, basta dizer que eu adquiri recentemente a trilha de SotC. E escuto quase todo dia. Faz eu esquecer um pouco do estresse cotidiano. Principalmente a Sunlit Earth.

    Ô sitezinho difícil pra fazer o download, esse SendSpace.

    Abraços e parabéns pelo blog!

  4. 4 Alexei Barros 14/10/2007 às 4:23 am

    Caramba, tinha esquecido totalmente do Gradius III Symphonic Poetry! Aliás, o belo nome desse álbum me faz lembrar os títulos das músicas Symphonic Poem “Hope” do Final Fantasy XII e Symphonic Poem “Forbidden Prelude” do Drakengard 2. :P

    Sobre o Actraiser, perfeito. A maior prova disso é a “Birth of the People”.

    E que compra você fez com a OST do Shadow of the Colossus. Aliás, não sei se você sabia, mas justamente a “The Sunlit Earth” foi tocada ao vivo na apresentação Passion (www.eminenceonline.com/passion), com um conjunto de cordas formado por alguns dos responsáveis do A Night in Fantasia. Também tem algumas do Chrono Cross. Aí vai o link para o download do CD, desta vez subido no Media Fire.:P

    http://www.mediafire.com/?5dmx0m92w0c

  5. 5 Eric 16/10/2007 às 2:52 am

    Pra ser bem sincero, só gostei da primeira música do Symphonic Poetry, as outras eu achei mais ou menos. Mas nem assim o nome deixa de ser bonito.

    Sem exagero, a trilha sonora de SotC é uma daquelas que eu levaria para o túmulo. Nunca o épico foi tão épico e o triste tão triste. É uma OST de extremos.

    Valeu pelo link! Já estou baixando.

  6. 6 Orakio "O Gagá" Rob 13/04/2009 às 6:51 pm

    “Tirando Sakura Wars, não há franquias irrelevantes”

    Como assim? Sore Ga! Teikoku Kagekidan na no desu!!!!!!!!!!

    Bom, gosto não se discute, ainda mas quando estamos falando de músicas de videogame cantadas por japonesas :-) Eu adoro essa música, estava procurando pelo MP3 e caí aqui.

    Gostei da versão. Bom, como eu disse, eu adoro a música. Acho que se estou num show desses e de repente pinta uma surpresa dessas eu caio para trás.

    Morte ao Alexei! Die, monster, die!

    Tô brincando, rapaz. Abração!

  7. 7 Alexei Barros 13/04/2009 às 7:11 pm

    Hahaha! Olha, Orakio, esse texto foi escrito há quase dois anos e desde então revi muitos dos meus conceitos. Hoje em dia não diria uma tolice dessas. Cada vez mais pendo para o lado japonês do que o ocidental, e cada vez mais gosto do obscuro em detrimento do famoso.

    Uma música como essa “Geki! Teikoku Kagekidan” só aparecia de fato em um concerto nipônico como o Press Start.

  8. 8 Orakio "O Gagá" Rob 14/04/2009 às 8:15 am

    Tudo bem, Alexei. Mas para a gente te perdoar por completo, sem ressentimentos, escute isto aqui:
    http://www.goear.com/listen/a7dd7dd/Geki!-Teikoku-Kageki-dan-Sakura-Taisen

    Aqui tem a letra:
    http://www.animelyrics.com/anime/sakurat/stgeki.htm

    Aí você escolhe uma das meninas do jogo, arranja uma peruca bacana, faz um vídeo cantando a música e sobe para o YouTube :-)

  9. 9 Alexei Barros 14/04/2009 às 9:41 am

    Sensacional! Talvez essa que você passou agora seja a melhor versão de todas! Os adendos na bateria, cordas e metais em relação àquela primeira ficaram geniais.

    Já a parte do cosplay não tem como fazer, hahaha! :D

  10. 10 Orakio "O Gagá" Rob 14/04/2009 às 10:04 am

    Pois é, eu procurei para caramba essa versão, só achava a a outra. Encontrei neste torrent absolutamente assombroso:
    http://www.torrentreactor.net/torrents/99197/Sakura-Taisen-Song-Box-(vocal-collection-8-cd%27s-VBR)

  11. 11 Alexei Barros 14/04/2009 às 10:21 am

    Nossa, completamente indecente o tamanho do box! Valeu pelo link, Orakio!

  12. 12 Orakio "O Gagá" Rob 14/04/2009 às 10:32 am

    Disponha! Tem até um mambo impagável cantado em japonês nesse box! Dá até vergonha de ouvir na frente da esposa :-)

  13. 13 Alexei Barros 14/04/2009 às 10:37 am

    Hahahaha! Mambo realmente é um tanto constrangedor. Mas nada contra os apreciadores de mambo. :D


  1. 1 Orquestra galáctica « Hadouken Trackback em 27/10/2007 às 3:05 pm
  2. 2 “Castlevania Medley” - Video Games Live 2008 « Hadouken Trackback em 09/03/2008 às 12:50 am
  3. 3 Sem objeções « Hadouken Trackback em 20/04/2008 às 2:02 pm
  4. 4 Confirmado concerto Press Start 2008 « Hadouken Trackback em 21/06/2008 às 2:20 am
  5. 5 Press Start 2008: a estréia de Wild Arms « Hadouken Trackback em 09/07/2008 às 5:11 pm
  6. 6 Press Start 2008: o retorno de Monster Hunter « Hadouken Trackback em 23/07/2008 às 3:49 pm
  7. 7 Press Start 2008: a confirmação de Super Mario Galaxy « Hadouken Trackback em 18/08/2008 às 2:45 pm
  8. 8 Press Start 2008: a cartada de Baten Kaitos « Hadouken Trackback em 18/08/2008 às 4:54 pm
  9. 9 Extraordinariamente orquestrado « Hadouken Trackback em 29/08/2008 às 4:52 pm
  10. 10 Fantasy Zone Ultra Super Big Maxim Great Strong Complete Album terá medley de mais de 10 minutos da H. « Hadouken Trackback em 04/09/2008 às 1:40 am
  11. 11 Gradius: ReBirth: trilha sonora de Manabu Namiki « Hadouken Trackback em 07/09/2008 às 12:49 am
  12. 12 Press Start 2008: a cronologia de Chrono Trigger & Cross « Hadouken Trackback em 14/09/2008 às 10:15 pm
  13. 13 O concerto restrito « Hadouken Trackback em 16/09/2008 às 6:45 pm
  14. 14 Hyper Game Music Event 2008: o set list da H. « Hadouken Trackback em 25/09/2008 às 11:10 am
  15. 15 Press Start 2008: a nostalgia de Final Fantasy IX « Hadouken Trackback em 27/09/2008 às 11:17 am
  16. 16 “Super Smash Bros. Brawl: Main Theme” – SSBB (VGL 2008) « Hadouken Trackback em 30/09/2008 às 4:13 pm
  17. 17 “Castlevania Suite” – PLAY! A Video Game Symphony « Hadouken Trackback em 30/10/2008 às 3:03 pm
  18. 18 Press Start 2008: o regresso de Ys « Hadouken Trackback em 24/01/2009 às 8:13 pm
  19. 19 O magnânimo box de 18 CDs de Castlevania « Hadouken Trackback em 25/12/2009 às 4:13 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS

Twitter

Procura-se

Categorias

Arquivos

Parceiros

bannerlateral_sfwebsite bannerlateral_gamehall bannerlateral_cej bannerlateral_girlsofwar bannerlateral_gamerbr bannerlateral_consolesonoro bannerlateral_zeebobrasil bannerlateral_snk-neofighters brawlalliance_banner_copy
hadoukeninenglish hadoukenenespanol hadoukenenfrancais hadoukeninitaliano hadoukenindeutscher hadoukenjapones

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.534 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: